Autor Tópico: flash vivitar 285 zoom thyristor - dúvidas  (Lida 2782 vezes)

sorocab

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 17
    • http://
Online: 01 de Fevereiro de 2007, 17:54:01
Recentemente comprei um flash vivitar 285 zoom thyristor mas, além do manual vir em inglês, e, sou iniciante em fotografia e não sei usa-lo. Por isso, venho pedir ajuda

Uso uma Pentax K1000, lentes 50mm, 71-210 mm e teleconverter 2X.

Pude entender que o flash possui quatro modos automático (amarelo, vermelho, azul e lilás), e um manual.

Segundo o manual, me corrijam caso esteja errado, os procedimento para se utilizar do modo automático, deve ser o seguinte: 1) seleciona na escala de cálculo, a ASA do filme que está sendo utilizado; 2) seleciona no VARI-POWER o modo automático que pretende utilizar (cor que pretender); 3) verifica-se na escala de cálculo, qual foco de abertura corresponde àquele automático (cor), abertura essa que deve ser colocada na lente.
Ex: estou utilizando filme ASA 400, objeto a 5 metros de distância, flash na posição normal, o qual, na escala, corresponde à abertura f-4, abertura essa que deverá ser selecionada na lente.

No modo automático, há a possibilidade de se verificar se a quantidade de luz está adequada.Para isso, após seguir o procedimento acima, se dispara o flash, através de disparo remoto, e acenderá o led verde, após dois segundos, do contrário, não está adequado.

Já no procedimento de modo manual, pare esse: 1) seleciona na escala de cálculo, a ASA do filme que está sendo utilizado; 2) seleciona no VARI-POWER o modo manual – “M”; 3) verifica-se a distância do objeto; 4) verifica-se na escala de cálculo, qual foco de abertura corresponde àquela distância; 5) Seleciona na lente o correspondente foco.

Minha primeira dúvida, independentemente da lente que esteja utilizando (50 mm ou 70-210mm), sempre utilizarei o mesmo f-4 (f-stop)? Caso não, como deverei proceder?

Em que situações utilizo a “cabeça” do flash em WIDE, NORMAL e TELE?

Quais as diferenças nos modos automáticos (amarelo, vermelho, azul e lilás), só a distância de trabalho ou também intensidade?

Como funciona o VARI-POWER e as proporções de redução de potência do flash? Ex: 1/16 do VARI-POWER corresponde à redução de 1/16 da potência do flash, ou que o flash irá trabalhar com 1/16 de sua potência total?

Para a redução de potência do VARI-POWER basta que eu gire o anel situado na escala de cálculo selecionando a “potência” desejada (ex: 1/16, 1/4 ou 1/2) e já estará reduzida?

Há necessidade de fazer alguma compensação quando se mexe na “potência” do VARI-POWER?

E seu utilizar no modo manual, como devo proceder?

Quando pretender utilizar o flash como luz de enchimento moderadamente, sem interferir na luz ambiente, como deverei proceder?

Ex: estou fotografando um objeto em contraluz (ex: pessoa na frente do pôr-do-sol), a uma distância de 5 metros, filme ASA 100, lente de 70-210 mm, onde a leitura do fotômetro da composição de fundo indicou uma abertura f-16, para velocidade 1/500, sendo que minha máquina, a velocidade de sincronismo é 1/60. Pretendo que se ilumine levemente o objeto existente na frente da luz, mas sem que tenha que mudar o foco ou a abertura, como fazer?

No caso de eu estar fotografando uma pessoa em pleno meio dia, sol a pico, como faço para encher com o flash, as áreas de sombra, com uma leve iluminação, sem que a mesma interfira nas cores da luz natural?

Como utilizo o flash para congelar uma imagem?

Como faço para evitar olhos vermelhos?

Qual a “manha” para evitar reflexo em superfícies tais como cromados, óculos, óculos de sol etc.?

Por fim, sei que são muitas questões, mas por outro lado, também sei que é o mínimo necessário para que eu possa lançar mão, de forma correta, de todos os recursos que esse flash me proporciona.

Sei que muitas pessoas se contentam em utilizar o flash de forma manual, não tenho nada contra, mas acredito que procedendo assim, ficamos rendidos sempre a um mesmo resultado sem que possamos dar nosso toque final à “obra prima”.

Acima de tudo, foto é arte, e não podemos ficar vendidos a condições impostas pelo equipamento, ao menos quando o mesmo tem muito mais a nos oferecer.

Espero poder contar com seus conhecimentos.

No aguardo, grato pela atenção.
 


viniciustb

  • Trade Count: (9)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 710
    • http://vinibrandini.com.br
Resposta #1 Online: 01 de Fevereiro de 2007, 21:51:32

Olá, tive esse flash por algum tempo, é excelente, o melhor flash não dedicado do mercado.

Pelo o que eu li você compreendeu boa parte do funcionamento do flash. Seguem respostas para suas dúvidas.

A primeira dica é: cuidado com a sapata de plástico, quebra com facilidade pois a cabeça do flash é pesada. Nunca pegue a câmera pelo flash e sempre coloque a câmera deitada (com a lente para cima) quando for deixá-la em algum lugar com o flash nela.


Minha primeira dúvida, independentemente da lente que esteja utilizando (50 mm ou 70-210mm), sempre utilizarei o mesmo f-4 (f-stop)? Caso não, como deverei proceder?

Sim, a distância focal não importa, o que conta é a abertura. A velocidade da câmera também não importa, obviamente não deve ser maior do que a velocidade de sincronismo da sua câmera.

E também deve seguir aquela regrinha para não tremer de que com a lente em 50mm, a menor velocidade utilizada deve ser 1/50, com 200mm, 1/200, etc. (Com o tempo você descobre o quanto consegue aguentar sem tremer).


Em que situações utilizo a “cabeça” do flash em WIDE, NORMAL e TELE?

wide: quando usar grande angular (28mm, por exemplo). A luz sai mais espalhada, pode ser útil usando uma normal (50mm) para dar uma luz mais suave.

normal: com uma lente normal. (50mm)

tele: com uma teleobjetiva (a luz sai mais concentrada para iluminar só a parte que o enquadramente com teleobjetiva cobre).

Quais as diferenças nos modos automáticos (amarelo, vermelho, azul e lilás), só a distância de trabalho ou também intensidade?

Não lembro de cabeça qual abertura é para qual cor, mas tem no manual.

A diferença é seguinte: Supondo que a cor azul seja para aberturas pequenas (entre F16 e F22), o flash na cor azul vai jogar bastante luz para iluminar a cena corretamente.

Como funciona o VARI-POWER e as proporções de redução de potência do flash? Ex: 1/16 do VARI-POWER corresponde à redução de 1/16 da potência do flash, ou que o flash irá trabalhar com 1/16 de sua potência total?

1/16 = flash dispara 1/16 de sua potência total
1/2 = flash dispara meia craga.

Para a redução de potência do VARI-POWER basta que eu gire o anel situado na escala de cálculo selecionando a “potência” desejada (ex: 1/16, 1/4 ou 1/2) e já estará reduzida?

Não, você tem que girar aquele botão que fica na frente do flash, em que está escrito vari-power. Aquela tabela na lateral só serve para cálculos, lá você não altera nada da potência do flash. O mesmo vale para os modos automáticos (coloridos)

Há necessidade de fazer alguma compensação quando se mexe na “potência” do VARI-POWER?

Não, basta você selecionar na tebela lateral qual a potência que você está usando, assim ela "calcula" para você corretamente. A mesma coisa serve para alterações na cabeça do flash (wide - normal - tele). Quando você mexe lá, a tabela muda. Portanto, faça o cálculo para achar a abertura com tudo selecionado na tabela já. (ASA, potência e posição da cabeça). Daí você encontra as aberturas correspondentes para cada distância entre o flash e o objeto.

E seu utilizar no modo manual, como devo proceder?

Da mesma maneira, seja em manual (1/1), ou 1/2, 1/4, 1/16

Quando pretender utilizar o flash como luz de enchimento moderadamente, sem interferir na luz ambiente, como deverei proceder?

É fácil:

1) esqueça o flash e o objeto da frente (menos iluminado). Faça a medição da luz de  fundo, que é mais forte do que a luz da pessoa. Chute uma abetura e ache a velocidade ideal (sem passar a de sincro, qualquer coisa dimunua a abertura para ter que diminuir a velocidade). Se você disparar a câmera assim, sem o flash, a pessoa fica subexposta e o fundo fica correto. Dependendo da velocidade, vai precisar de um tripé.

2) mantendo a velocidade que você achou do fundo, faça a conta no flash para achar um valor correto para iluminar a pessoa até achar algo bom, que dê a mesma abertura que você chutou para o fundo. (vá aumentando a potência do flash ou diminuindo conforme for conveniente para achar aquela abertura do fundo). Assim você acha um valor para o flash (1/1, 1/2, 1/4 ou 1/16) que jogue uma luz o suficiente para iluminar o objeto na frente e manter o fundo com exposição correta. Se quiser suavizar a luz do flash e não tiver onde rebater, supondo que você achou o valor 1/2, basta manter tudo como está e baixa a potência para 1/4).


Como utilizo o flash para congelar uma imagem?

O flash por sí só já congela uma imagem, mas quanto mais forte ele for, maior será o efeito para congelar. Portanto, use pequenas aberturas para ter que usar potência forte sem estouros.

Como faço para evitar olhos vermelhos?

Não tem muito como, o ideal seria disparar somente o flash antes de disparar o obturador com o flash, pois assim a pupila da pessoa se acostuma com a luz do flash e não resulta em olhos vermelhos. Mas acho que não dá, tem que ser muito rápido, etc. Um recurso que ajuda um pouco é uma manopla, mas você precisará ligar o flash com um cabo na sua câmera



www.diafilme.com.br


Qual a “manha” para evitar reflexo em superfícies tais como cromados, óculos, óculos de sol etc.?

Várias. O mais importante é não usar o flash direto. Use um difusor (melhor opção) ou um rebatedor. No caso do rebatedor, basta usar o flash para cima, como na foto e abrir um f stop para o valor dado na tabela do flash. (Supondo que deu F8, você deixa como está e usa F5.6). Se rebater direto em teto branco um parede branca, basta abrir 2 f stops.

Para fotografar produtos metálicos, basta passar um spray de verniz desses de papelaria, isso ajuda, mas é bom não usar luz direta.





www.diafilme.com.br

abraço,

Vinicius


sorocab

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 17
    • http://
Resposta #2 Online: 02 de Fevereiro de 2007, 14:46:23
Vinicius, gostaria inicialmente de agradecer pelas dicas..... principalmente pelo cuidado com a sapata... o qual nem havia pensado nisso ainda, e certamente só me daria conta quando quebrasse... Até acredito que por isso que o cara de quem eu comprei ele (usado) me mandou uma sapata de metal.

Mas vamos ao que interessa.

Quanto a redução da intensidade de regulagem do VARI-POWER, o meu, só possui a regulagem no VARI-POWER, das posições de automático (cores) ou manual, não mais quaisquer outras. Será que pode ser feita juntamente com a tabela de cálculos?

 Você acha que para enchimento, do tipo, utilizando a lente 71-210mm, eu poderia utilizar o flash com a cabeça em WIDE – visto que neste modo sai mais espalhada a luz?

aproveitando, como faço uma URL para postar imagem aqui?

Muito obrigado,

Paulo
 


viniciustb

  • Trade Count: (9)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 710
    • http://vinibrandini.com.br
Resposta #3 Online: 02 de Fevereiro de 2007, 17:41:20
Olá Paulo, o seu flash é Vivitar 285 HV?

Se for é o mesmo que tive. E eu lembro que ele tinha variação naquela "rodinha" do vari power em M (1/1), 1/2, 1/4, 1/16 e quatro coloridas. Eu sei que existe um modelo mais antigo (não HV), talvez o seu seja esse.

Uma coisa que tenho certeza, ao menos no 285HV é que qualquer mudança naquela tabela lateral não altera nada no flash, aquilo só serve para cálculos.

Para preenchimento utilizando a posição Wide com tele talvez não dê um resultado legal, vai depender de testes mesmo. Eu acharia a abertura correta (supondo F5.6) e fecharia um pouco (F6.3, por exemplo).

Para colocar fotos, hospede a foto em algum lugar, copiei o endereço e coloque aqui assim: [img ] endereço da foto [/img ] (sem espaços.)

Para sites, [url ] endereço da página [/url ] (sem espaços)

abraço


Vinicius


sorocab

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 17
    • http://
Resposta #4 Online: 05 de Fevereiro de 2007, 10:14:30
Vinicius, sou muito grato pela atenção que tem me dispendido.

Quanto ao VAri-poser,  realmente vc tem razão, o redução do VARI-POWER está no próprio VARI-POWER, este final de semana “fuçando” no flash verifique que além dos automáticos e do manual, posso regular a redução de pontência.

Mas como proceder? Ex.: vamos dizer que eu estou utilizando o automático (vermelho), e para ele, chequei pela escala de cálculos, a abertura F-4, caso queira utilizar 1/2 potência do flash, virou a escala para 1/2, assim, ela me indica outra abertura.... para ter meia potência, basta que eu utilize a abertura indicada, um ponto acima da anterior ex: abertura 5,6?

Quando que eu coloco no VAR-POWER a potência que pretendo utilizar?

Obrigado,

Paulo.