Autor Tópico: Cuidados ao comprar câmera que foi usada para vídeos  (Lida 759 vezes)

Marco_

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 38
Online: 11 de Junho de 2020, 02:33:17
Fala pessoal!
Estou a procura da minha primeira DSLR e vou optar por uma usadinha. Entre as opções, encontrei uma 60D que foi usada para vídeos mas não por um usuário profissional, e sim por uma pessoa cuidadosa e que não fez um uso hardcore (não soube me informar o número de clicks). Outra opção é uma 60D que não foi usada para vídeos mas que possui 43 mil clicks e não apresenta marcas de uso severo

Procurei sobre os danos que a filmagem causa ao longo do tempo mas não encontrei nada muito concreto. Por qual devo optar?  :ponder: Ah, vale lembrar que vou usar para fotografar
É isso, desde já obrigado!  :ok:


cheferson

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.337
  • Sexo: Masculino
  • Uma Fotografia é o Registro Exato da História!
    • Curso Completo de Fotografias para Retratos, Viagens e Paisagens
Resposta #1 Online: 11 de Junho de 2020, 05:03:26
Fala pessoal!
Estou a procura da minha primeira DSLR e vou optar por uma usadinha. Entre as opções, encontrei uma 60D que foi usada para vídeos mas não por um usuário profissional, e sim por uma pessoa cuidadosa e que não fez um uso hardcore (não soube me informar o número de clicks). Outra opção é uma 60D que não foi usada para vídeos mas que possui 43 mil clicks e não apresenta marcas de uso severo

Procurei sobre os danos que a filmagem causa ao longo do tempo mas não encontrei nada muito concreto. Por qual devo optar?  :ponder: Ah, vale lembrar que vou usar para fotografar
É isso, desde já obrigado!  :ok:

Conversei com um técnico que já trabalhou por muitos anos com câmeras de várias marcas e bom muito conhecimento técnico das digitais. O que ele me disse, é que o uso EXCESSIVO da câmera para vídeos pode gerar com o tempo os famosos "dead pixels". Obturador você troca e a câmera fica zera - claro há o desgaste do tempo e do uso - mas a vida útil do obturador volta a estaca zero digamos assim.

Precisa verificar se essa câmera possui dead pixels no sensor. Eu, particularmente, ficaria com a segunda câmera. Mas há um outro parâmetro que considero muito mais importante: para que essas câmeras eram usadas. Por exemplo o cara usou a 60D pra fotografar esporte em baixo da chuva é uma coisa; usar a 60D pra eventos ou dentro de um estúdio apenas é outra coisa.

Precisa verificar se a câmera tem sinais de riscos, amassados ou quedas. Essas informações são preciosas. Se estiver em bom estado estético e os botões funcionando normalmente, optaria pela câmera com 43.000 clicks. A vida útil estimada da 60D é 150.000 cliques, mas é bem comum câmeras da Canon passarem disso facilmente.


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.040
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #2 Online: 11 de Junho de 2020, 08:11:10
Eu iria na segunda também, uma 60D com 43k ainda é uma jovem câmera.


Marco_

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 38
Resposta #3 Online: 11 de Junho de 2020, 15:15:30
Conversei com um técnico que já trabalhou por muitos anos com câmeras de várias marcas e bom muito conhecimento técnico das digitais. O que ele me disse, é que o uso EXCESSIVO da câmera para vídeos pode gerar com o tempo os famosos "dead pixels". Obturador você troca e a câmera fica zera - claro há o desgaste do tempo e do uso - mas a vida útil do obturador volta a estaca zero digamos assim.

Precisa verificar se essa câmera possui dead pixels no sensor. Eu, particularmente, ficaria com a segunda câmera. Mas há um outro parâmetro que considero muito mais importante: para que essas câmeras eram usadas. Por exemplo o cara usou a 60D pra fotografar esporte em baixo da chuva é uma coisa; usar a 60D pra eventos ou dentro de um estúdio apenas é outra coisa.

Precisa verificar se a câmera tem sinais de riscos, amassados ou quedas. Essas informações são preciosas. Se estiver em bom estado estético e os botões funcionando normalmente, optaria pela câmera com 43.000 clicks. A vida útil estimada da 60D é 150.000 cliques, mas é bem comum câmeras da Canon passarem disso facilmente.
Muito obrigado pelas informações! Ambas estão muito conservadas, sem dead pixel ou grandes marcas de uso (acho que a segunda que eu citei não foi usada com chuva ou situações mais intensas
« Última modificação: 11 de Junho de 2020, 15:15:41 por Marco_ »


cheferson

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.337
  • Sexo: Masculino
  • Uma Fotografia é o Registro Exato da História!
    • Curso Completo de Fotografias para Retratos, Viagens e Paisagens
Resposta #4 Online: 11 de Junho de 2020, 18:30:49
Eu iria na segunda então. Se a máquina era usada em situações mais adversas, ela foi mais usada, agora em estúdio é outra história. Câmeras com pouca intensidade de uso tendem a durar mais a longo prazo do que aquelas que foram usadas em condições mais adversas.


Mike Castro

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.325
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 22 de Junho de 2020, 14:50:17
Conversei com um técnico que já trabalhou por muitos anos com câmeras de várias marcas e bom muito conhecimento técnico das digitais. O que ele me disse, é que o uso EXCESSIVO da câmera para vídeos pode gerar com o tempo os famosos "dead pixels".

Amigo, eu não tenho embasamento técnico, mas minha primeira câmera (quando me tornei autonomo) foi uma 60d. Fui ao Paraguai com um amigo cinegrafista, e compramos duas 60d, duas 17-50 2.8, e os acessórios. Ele mais voltado pro video, eu mais voltado pra fotografia.

Depois de um ano e meio mais ou menos, ele pediu minha câmera emprestada. A minha já tava beirando os 80k, a dele com 15 ou 20k (Cada abertura do live view pra video conta como um clique)
Ele me disse que as cores da minha tinham mais saturação, era como se a dele estivesse "desbotada", sem contraste, sei lá... Logicamente, não era uma coisa grotesca. Mas com as duas imagens na timeline do PRemiere, ele viu diferença.
Eu já ouvi gente dizer que não dá nada, mas continuo ficando com pé atrás...


Obturador você troca e a câmera fica zera - claro há o desgaste do tempo e do uso - mas a vida útil do obturador volta a estaca zero digamos assim.

Mais ou menos... É tipo o motor do carro. Ele trava, você retifica, e boa, motor ZERADO. Mas suspensões, freio, parte elétrica, ainda estarão "velhos". Botões, slot de cartão, etc, tudo isso sofre desgaste, ainda que quebre menos que o obturador.


Precisa verificar se essa câmera possui dead pixels no sensor. Eu, particularmente, ficaria com a segunda câmera. Mas há um outro parâmetro que considero muito mais importante: para que essas câmeras eram usadas. Por exemplo o cara usou a 60D pra fotografar esporte em baixo da chuva é uma coisa; usar a 60D pra eventos ou dentro de um estúdio apenas é outra coisa.

Precisa verificar se a câmera tem sinais de riscos, amassados ou quedas. Essas informações são preciosas. Se estiver em bom estado estético e os botões funcionando normalmente, optaria pela câmera com 43.000 clicks. A vida útil estimada da 60D é 150.000 cliques, mas é bem comum câmeras da Canon passarem disso facilmente.

Minha primeira 60d travou com 270 mil disparos, eu mandei fazer o conserto, aproveitei pra limpar sensor, trocar botão disparador que tava meio durinho, etc... Tempos depois, eu vendi com mais de 300 mil disparos, e o dono (com quem mantenho contato) está usando firme e forte até hoje.
Tenho outra aqui, com 120k, estado de nova.

Eu faço formaturas, casamentos, debutantes, e muito pouco ensaio...

Minha média é de 50 a 60 mil fotos por ano. Mas isso, em bailes pauleira, festão de 6 mil pessoas, ou casamentos em que sou fotógrafo principal, e fico das 14h às 3h da mandruga.

Para aprendizado, como primeira câmera, essa 60d de 43k disparos, dá e sobra com toda certeza! Se estiver zeradinha, vai nela que é top.  :ok: :ok:


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.047
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #6 Online: 22 de Junho de 2020, 19:29:19
Depois que alguém aqui no fórum usou o exemplo das câmeras de segurança, ligadas 24/7, pra mim é lenda urbana que video desgasta o sensor.

E se não bastasse isso, temos as mirror less de boa no mercado, né?

Ou seja, cameras usadas pra vídeo são tesouros a preço de banana, aproveite enquanto a ficha não cai.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


Câmera Cega

  • Trade Count: (5)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 399
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 23 de Junho de 2020, 14:44:37
Conversei com um técnico que já trabalhou por muitos anos com câmeras de várias marcas e bom muito conhecimento técnico das digitais. O que ele me disse, é que o uso EXCESSIVO da câmera para vídeos pode gerar com o tempo os famosos "dead pixels".

Faz sentido, eu comprei recentemente uma 5DmkII que era de uma conhecida e ela tinha comprado de um cara que fazia vídeos; realmente tem alguns dead pixels quase no centro do sensor (mas que quase nunca aparecem, a não ser em fundos muito lisos – e aí é só tirar na pós)

 :ok:
« Última modificação: 23 de Junho de 2020, 14:46:15 por Câmera Cega »


cheferson

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.337
  • Sexo: Masculino
  • Uma Fotografia é o Registro Exato da História!
    • Curso Completo de Fotografias para Retratos, Viagens e Paisagens
Resposta #8 Online: 24 de Junho de 2020, 01:13:15
Amigo, eu não tenho embasamento técnico, mas minha primeira câmera (quando me tornei autonomo) foi uma 60d. Fui ao Paraguai com um amigo cinegrafista, e compramos duas 60d, duas 17-50 2.8, e os acessórios. Ele mais voltado pro video, eu mais voltado pra fotografia.

Depois de um ano e meio mais ou menos, ele pediu minha câmera emprestada. A minha já tava beirando os 80k, a dele com 15 ou 20k (Cada abertura do live view pra video conta como um clique)
Ele me disse que as cores da minha tinham mais saturação, era como se a dele estivesse "desbotada", sem contraste, sei lá... Logicamente, não era uma coisa grotesca. Mas com as duas imagens na timeline do PRemiere, ele viu diferença.
Eu já ouvi gente dizer que não dá nada, mas continuo ficando com pé atrás...

Myke, gostei bastante da 60D, achei ela muito bem construída. Sobre o uso, apenas estou repassando as palavras do meu amigo, ok. Se formos pensar, tanto fotos quanto vídeos desgastam a câmera, mas interessante esse experimento das duas 60D. Eu, particularmente, ainda acredito que o maior problema de usar uma cãmera excessivamente pra vídeo é o sensor dela ter dead pixels. No mais, sem problemas, meu uso em 98% é pra fotos, então eu não tenho uma experiência real para compartilhar com vocês, como o caso das duas 60D.