Autor Tópico: RAS - Retro Acquisition Syndrome  (Lida 697 vezes)

cxpostal

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 970
  • Sexo: Masculino
Online: 26 de Outubro de 2020, 08:39:14

RAS - Retro Acquisition Syndrome

Alguém aqui conhece o termo?

Não achei verbete para ele ainda na Wikipedia, diferente da conhecida e temida GAS, com G de gear,  de quem é derivado e que já tem citação por lá.

Vi a primeira referência a ele em um fórum gringo neste fim de semana onde um florista, que comprou recentemente uma câmera lançada em 2002 (SD9, Sigma), se diz acometido por esta síndrome. Aqui no nosso fórum, no tópico sobre a Canon 5D clássica, e outros, vejo RAS pairando no ar.

Estava me sentido curado até que percebi que não, a RAS está devagar se instalando em mim, há muito tempo.

Discussões sobre GAS tiveram muitas. Atire a primeira pedra quem nunca flertou com ela um dia. 

E por aqui, alguém também sofre deste mal, de apego a coisas retrô? Se puderem dando exemplos onde a emoção fala mais alto que a razão.


---
Acho interessante este resgate de alguns por coisas retrô em um mundo cada vez mais *orientado* (digo no sentido literal mesmo) à tecnologia.

Pela amostragem de alguns conhecidos é mais comum do que pensava.

---
Fiquei na dúvida sobre em que sala deveria postar o tópico. Se tiverem um local mais apropriado, por favor movam para lá.

Carlos


André Sena

  • SysOp
  • Trade Count: (25)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.131
  • Sexo: Masculino
  • café & fotografia
Resposta #1 Online: 26 de Outubro de 2020, 08:50:27
RAS - Retro Acquisition Syndrome
Alguém aqui conhece o termo?
Eu não conheço, aliás, primeira vez que vejo.

E por aqui, alguém também sofre deste mal, de apego a coisas retrô? Se puderem dando exemplos onde a emoção fala mais alto que a razão.

 :ponder: Eu acho que não sofro dessa síndrome. :)

Acho interessante este resgate de alguns por coisas retrô em um mundo cada vez mais *orientado* (digo no sentido literal mesmo) à tecnologia.

Pela amostragem de alguns conhecidos é mais comum do que pensava.

 :ok: :ok:

Fiquei na dúvida sobre em que sala deveria postar o tópico. Se tiverem um local mais apropriado, por favor movam para lá.

Creio que aqui está ok. Dependendo de como evoluir a discussão, pode ser que , talvez, faça sentido mudar para outra sala. :ok:
Bate papo virtual do MF
30/11/2020 as 20:00 - Participe!
https://forum.mundofotografico.com.br/index.php/topic,138520.0.html
André Sena
@sena_andre


cxpostal

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 970
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 26 de Outubro de 2020, 08:56:03
 :ok:
Carlos


cxpostal

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 970
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 26 de Outubro de 2020, 09:07:43
Acabei esquecendo. Segue exemplo de uma das minhas últimas maluquices materializações da RAS. Culpa do forum diga-se.  Motivado pelo tópico 'Kodachrome'.


é um desses (peguei imagem na internet), com maletinha de transporte e manual.  Mais barato do que lâmpada para o meu antigo.

Aos mais novos, que nunca viram um, posso explicar o que é.  :D


« Última modificação: 26 de Outubro de 2020, 09:08:53 por cxpostal »
Carlos


lasg

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 621
Resposta #4 Online: 26 de Outubro de 2020, 10:13:16
Juro pelas minhas 56 Helios 44 que eu não sofro desse RAS...
LASG
Nikon D5300 & Nikon D90 & Sony ILCE-3000


André Sena

  • SysOp
  • Trade Count: (25)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.131
  • Sexo: Masculino
  • café & fotografia
Resposta #5 Online: 26 de Outubro de 2020, 10:26:54
Juro pelas minhas 56 Helios 44 que eu não sofro desse RAS...
:ponder: :ponder: :eek: :hysterical:
Bate papo virtual do MF
30/11/2020 as 20:00 - Participe!
https://forum.mundofotografico.com.br/index.php/topic,138520.0.html
André Sena
@sena_andre


cxpostal

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 970
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 26 de Outubro de 2020, 10:27:27
Juro pelas minhas 56 Helios 44 que eu não sofro desse RAS...

E eu que tinha tinha esqucido da galera do tópico sobre *lentes manuais*.  Lá tá cheio.

Carlos


Ernesto

  • Mecenas
  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.101
Resposta #7 Online: 26 de Outubro de 2020, 10:44:05
E eu que tinha tinha esqucido da galera do tópico sobre *lentes manuais*.  Lá tá cheio.


É mesmo, vc tem razão  :ok:
"You can fool some of the people all of the time, and all of the people some of the time, but you can not fool all of the people all of the time."
Abraham Lincoln


peridapituba

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 253
Resposta #8 Online: 26 de Outubro de 2020, 18:56:18
Cara, não sei se é uma síndrome pois da maneira que vc escreveu eu não sou consumista a ponto de fazer sempre aquisições.
Mas em relação a materiais retrô eu me encaixo.
Não tenho lentes digitais, só uso fixas e mecânicas.
Então de certo modo pode-se enquadrar.
Por outro lado uso corpos digitais.
Então...
Não gosto da terminologia síndrome (que para mim se associa a conceitos negativos), de rótulos e tal... acredito mais em uma opção.
E a minha sempre foi fotografar com lentes antigas/retrô pois acredito numa qualidade melhor e gosto do processo "mecânico" da fotografia.

RAS - Retro Acquisition Syndrome

Alguém aqui conhece o termo?

Não achei verbete para ele ainda na Wikipedia, diferente da conhecida e temida GAS, com G de gear,  de quem é derivado e que já tem citação por lá.

Vi a primeira referência a ele em um fórum gringo neste fim de semana onde um florista, que comprou recentemente uma câmera lançada em 2002 (SD9, Sigma), se diz acometido por esta síndrome. Aqui no nosso fórum, no tópico sobre a Canon 5D clássica, e outros, vejo RAS pairando no ar.

Estava me sentido curado até que percebi que não, a RAS está devagar se instalando em mim, há muito tempo.

Discussões sobre GAS tiveram muitas. Atire a primeira pedra quem nunca flertou com ela um dia. 

E por aqui, alguém também sofre deste mal, de apego a coisas retrô? Se puderem dando exemplos onde a emoção fala mais alto que a razão.


---
Acho interessante este resgate de alguns por coisas retrô em um mundo cada vez mais *orientado* (digo no sentido literal mesmo) à tecnologia.

Pela amostragem de alguns conhecidos é mais comum do que pensava.

---
Fiquei na dúvida sobre em que sala deveria postar o tópico. Se tiverem um local mais apropriado, por favor movam para lá.


felipemendes

  • Trade Count: (9)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.865
  • Sexo: Masculino
  • A teoria sem a prática vira "verbalismo".
    • Meu Flickr
Resposta #9 Online: 26 de Outubro de 2020, 20:10:28
Não gosto da terminologia síndrome (que para mim se associa a conceitos negativos), de rótulos e tal... acredito mais em uma opção. novidades

É só mais um dos termos designados pra descrever estas manias comportamentos ("mania" também possui um significado técnico muito diferente do que usamos) de consumo.

Tem o GAS, e agora apareceu o RAS (que eu conheço gente que tem, mas sempre associei aos hipsters),

Tem o FOMO (fear of missing out) que é o medo de estar perdendo recursos relevantes, por isso busca-se mais equipamento que realmente se precisa, assim alimentando-se assim o GAS.

O pessoal de venda apresenta o FUD (medo, incerteza, dúvida) pra empurrar o equipamento mais claro, por sua vez alimentando o FOMO do comprador.
Felipe


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.709
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #10 Online: 26 de Outubro de 2020, 20:40:40
Tem gente com mania mesmo, que gasta fortunas com isso.

Mas que existem uma infinidade de tecnologias fotográficas antigas e interessantíssimas, existem sim...

Não sou tarado a ponto de fazer cianótipos e daguerreótipos, mas costumo garimpar principalmente objetivas antigas e as vezes câmeras de filme 35mm e médio formato, tenho um baita estoque de filme p&b no freezer, assim como os produtos e obviamente não vou desperdiçar... Mas To fora dessas maluquices de pagar uma nota em coisas que não sei por quanto tempo ainda serão viáveis.

Comprar uma 5D ? Não é a minha mais, mas não vejo problemas, é uma boa câmera e está barata... Por que não ?
Semana passada comprei uma Sony A900 pouco rodada a preço de banana mais barato que uma SL1 usada. Vou usar para um projeto.

Acho pior a turma que troca de celular a cada lançamento.
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


peridapituba

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 253
Resposta #11 Online: 26 de Outubro de 2020, 20:48:39
Acho que esta turma faria melhor se fotografassem mais e inventassem menos estes termos todos.  :assobi:

É só mais um dos termos designados pra descrever estas manias comportamentos ("mania" também possui um significado técnico muito diferente do que usamos) de consumo.

Tem o GAS, e agora apareceu o RAS (que eu conheço gente que tem, mas sempre associei aos hipsters),

Tem o FOMO (fear of missing out) que é o medo de estar perdendo recursos relevantes, por isso busca-se mais equipamento que realmente se precisa, assim alimentando-se assim o GAS.

O pessoal de venda apresenta o FUD (medo, incerteza, dúvida) pra empurrar o equipamento mais claro, por sua vez alimentando o FOMO do comprador.


lasg

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 621
Resposta #12 Online: 26 de Outubro de 2020, 20:49:12
...
Acho pior a turma que troca de celular a cada lançamento.
...

 :clap: :clap: :clap:
LASG
Nikon D5300 & Nikon D90 & Sony ILCE-3000


André Sena

  • SysOp
  • Trade Count: (25)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.131
  • Sexo: Masculino
  • café & fotografia
Resposta #13 Online: 03 de Novembro de 2020, 14:49:58
Estava vendo umas coisas em outro fórum e achei isso aqui:
https://photopxl.com/forums/topic/the-diderot-effect-cascading-acquisition-syndrome/


The Diderot Effect: Why We Want Things We Don’t Need — And What to Do About It

Para quem quiser ir direto ao texto (em inglês):
https://jamesclear.com/diderot-effect

Bate papo virtual do MF
30/11/2020 as 20:00 - Participe!
https://forum.mundofotografico.com.br/index.php/topic,138520.0.html
André Sena
@sena_andre


cxpostal

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 970
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 03 de Novembro de 2020, 16:37:31
Estava vendo umas coisas em outro fórum e achei isso aqui:
https://photopxl.com/forums/topic/the-diderot-effect-cascading-acquisition-syndrome/


The Diderot Effect: Why We Want Things We Don’t Need — And What to Do About It

Para quem quiser ir direto ao texto (em inglês):
https://jamesclear.com/diderot-effect

Interessante o artigo, principalmente pelo fato de que a base para ele se passa em meados do século XVIII, ou seja, não é um problema que tenha começado agora. Entretanto entendo que vem sendo sim potencializado nos últimos anos, em particular pela grande quantidade, variedade e rápida evolução de itens de consumo.

Com relação ao dilema da quantidade e variedade de opções tem um vídeo - TED Talks - chamado de O Paradoxo da Escolha em que o psicólogo Barry Schwartz defende que muitas opções de escolha podem causar: a) paralisia de ações (tanta coisa para avaliar que a pessoa analisa e analisa e analisa ... e não executa nada) e b) decepções (você adquire UM tipo e quando usa acha que se tivesse optado pelo OUTRO, exatamente aquele que você não tem, teria sido mais bem servido). Vale a visita:

https://www.ted.com/talks/barry_schwartz_the_paradox_of_choice?language=pt-br#t-1042055   

Voltando ao tópico, talvez este retorno a coisas retro seja modismo, mas para alguns pode ser algo como uma forma de detox de tanta tecnologia que as vezes é só para ter e não para usar.

Aprendamos com um exemplo de despreendimento que sempre cito, que foi o relato de um entrevistado (não lembro quem mas foi no antigo programa do Jô) que levou um terno que não vinha sendo usado para dar ao caseiro de sua casa de campo. Ao ver o objeto o caseiro falou que agradecia o presente mas não tinha uso para ele. Se o dono do terno quisesse deixar o cabide com ele apreciaria muito.

---
fazendo aqui o mea-culpa: falar é fácil, às vezes dou uma escorregada.


Carlos