Autor Tópico: Venda de quadros com foto  (Lida 1055 vezes)

Aline Cardoso H. da Rocha

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 8
Online: 06 de Dezembro de 2020, 02:36:18
Oi pessoal, tudo bem?

Eu fotografo por hobbie há uns bons anos, gosto de viajar e fotografar paisagens e cidades e pensei em imprimir algumas dessas fotos, emoldurar e vender online. Já pesquisei todos os custos e fiz alguns testes pra ver como ficam, mas ainda não consegui estabelecer um valor de venda e nem encontro profissionais para comparar valores porque só encontro pessoas que fazem impressão fine art. Como vou começar a vender agora quero fazer algo mais em conta em papel fotográfico mesmo e moldura com vidro.

Minha mãe trabalha com artesanatos e normalmente cobra 3x o custo mais 10% dos gastos não calculáveis. Vocês acham essa abordagem boa para fotografia? Alguém aqui vende foto assim e poderia me dizer quanto cobra?

Obrigada  :D


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.845
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #1 Online: 06 de Dezembro de 2020, 07:52:52
Aline,

Procure no YouTube e no Instagram por Melo Bastos.
Tudo o que você perguntou está respondido nos vídeos dele.

Uma dica de ouro dele pra você, não faça os quadros pra vender.
Só faça depois de conseguir o comprador.
« Última modificação: 06 de Dezembro de 2020, 07:54:46 por vangelismm »
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


amador47sc

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (16)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.350
  • Sexo: Masculino
  • Aperfeiçoando o olhar em busca da melhor imagem
Resposta #2 Online: 06 de Dezembro de 2020, 10:08:27
Olá,
recentemente o Carlos abriu esse tópico que talvez acrescente algo no seu planejamento.
Não está diretamente ligado à questão mercadológica e sim ao interesse das pessoas comprarem fotografia.

https://forum.mundofotografico.com.br/index.php/topic,138485.0.html


Aline Cardoso H. da Rocha

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 8
Resposta #3 Online: 06 de Dezembro de 2020, 16:24:26
Aline,

Procure no YouTube e no Instagram por Melo Bastos.
Tudo o que você perguntou está respondido nos vídeos dele.

Uma dica de ouro dele pra você, não faça os quadros pra vender.
Só faça depois de conseguir o comprador.

Obrigada!!!


Aline Cardoso H. da Rocha

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 8
Resposta #4 Online: 06 de Dezembro de 2020, 16:25:56
Olá,
recentemente o Carlos abriu esse tópico que talvez acrescente algo no seu planejamento.
Não está diretamente ligado à questão mercadológica e sim ao interesse das pessoas comprarem fotografia.

https://forum.mundofotografico.com.br/index.php/topic,138485.0.html


Muito interessante a discussão. Obrigada!


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.523
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #5 Online: 18 de Dezembro de 2020, 16:15:44
Eu nao sei o que vc quer dizer com Fine Arte.

Mas como regra geral vc nao vende sua arte/fotografia baseado no valor do material usado para imprimir e emoldurar. Existem muito mais custos alem desse que esta no tempo e material que vc usou para fotografar e trabalhar as fotos.

Se vc for vender baseado no custo de material (a precos mais baixos) so vale a pena se vc vender estilo varejo, em grande quantidade, que nem esses sites de stock de imagem que fotografos vendem por centavos.

Eu nao sei como eh no Brasil mas no mundo a fora eh dito que vc nao deve nunca comecar a vender a sua arte barata, pq uma vez que vc vende sua arte a preco de supermercado, quando vc subir o preco ninguem mais vai querer comprar, pq elas as pessoas associarao o seu nome e seu trabalho e preco baixo (e assim atrair pessoas que compram pelo preco baixo e deixar de atrair quem gosta de investir mais dinheiro pela arte e nao pelo preco). Em termos praticos eh dito que vc nao deve vender sua arte por menos de €/$50. Nao importa o tamanho, o material, o tema, custo, nada.

Sinceramente, nao eh preco que vc tem que tentar achar mas sim publico, o que eh mais dificil. E baseado no publico vc consegue deduzir o preco que o publico esta disposto a pagar. Preco tambem ajuda a vc a definir seu publico, mas ganhar o publico que compra arte eh bem mais dificil. Atrair publico que compra "arte" em varejo a preco de supermercado eh bem mais facil. E nesse caso vale a pena vender produtos com suas fotos (cartoes postais, canecas, camisetas, quebra-cabeca, almofadas, cortina de banheiro, tapetes, toalhas, posters, etc, etc), e deixar as fotos impressas em papel fotografico com sua assinatura para ser vendidos a precos mais altos, como arte mesmo.
« Última modificação: 18 de Dezembro de 2020, 16:18:39 por C R O I X »


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.845
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #6 Online: 18 de Dezembro de 2020, 17:06:49

Se vc for vender baseado no custo de material (a precos mais baixos) so vale a pena se vc vender estilo varejo, em grande quantidade, que nem esses sites de stock de imagem que fotografos vendem por centavos.


Na verdade não.
Tem gente vendendo quadro por 10.000 reais e é em cima dos custos.
Cobram entre 3 e 5 vezes o valor de produção do quadro.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


Aline Cardoso H. da Rocha

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 8
Resposta #7 Online: 20 de Dezembro de 2020, 20:29:26
Eu nao sei o que vc quer dizer com Fine Arte.

Fine arte, pelo que eu pude entender pelas minhas pesquisas, é um tipo de trabalho de impressão diferente, de qualidade superior à impressão normal de casa ou das gráficas.

Eu sei que não são só os custos de produção que devem ser levados em conta, por isso mesmo estou com dúvida. Sei que tenho que levar em conta minha experiência, tempo no mercado, trabalho de edição das fotos, investimentos que fiz e etc. Mas tudo isso é muito abstrato. Eu fotografo há 10 anos mas aprendi quase tudo sozinha ou com cursos gratuitos, nunca investi dinheiro em curso, comprei alguns equipamentos mas coisa pouca, tenho só uma câmera de entrada (Nikon D5100), a lente do kit, uma 50mm, um flash e um tripé. Minhas habilidades de edição são bem básicas, mas justamente por isso eu presto muita atenção na hora de fazer a foto pra que ela saia da melhor maneira possível. Já fiz ensaios pra amigos, fotografei alguns eventos, mas sempre voluntariamente pq não era meu foco profissional. Nunca vendi uma foto, mas me vi ao longo dos anos melhorando e fazendo coisas que acredito que as pessoas gostariam de comprar. Não quero desvalorizar o meu trabalho porque apesar de não ser profissional levo muito a sério a fotografia, mas ao mesmo tempo sei das minhas limitações e inexperiência de mercado. Como monetizar coisas tão impalpáveis? O que é justo cobrar na posição em que me encontro?

Pensei em reduzir os custos de produção também pra conseguir chegar num justo pela arte sem elevar tanto assim o custo total e futuramente conseguir aumentar sem tanto problema já que materiais diferentes vão ter preços diferentes mesmo.

Não sei se me fiz entender direito haha, são muitas questões na minha mente. Mas acho que meu medo principal é perder a linha e cobrar um valor muito elevado pro meu nível  de experiência 😅
« Última modificação: 20 de Dezembro de 2020, 20:31:09 por Aline Cardoso H. da Rocha »


Aline Cardoso H. da Rocha

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 8
Resposta #8 Online: 20 de Dezembro de 2020, 20:32:23
Ai meu deus, tô respondendo pelo celular e acabei digitando na citação hahaha... affff
« Última modificação: 20 de Dezembro de 2020, 20:33:09 por Aline Cardoso H. da Rocha »


spositom

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.636
Resposta #9 Online: 21 de Dezembro de 2020, 00:00:01
Pra definir produto e preço, vai precisar se posicionar com o seu publico

Por um acaso trabalho com molduras a alguns anos e iniciando com mkt digital

Tem publico que compra qq coisa que alguém baixou do GG, pirata de tudo, qualidade duvidosa e acha lindo. Tem até tutorial no youtube ensinando

Tem o pessoal que compra obra em galeria devidamente catalogada, fine art, etc.

Em minha humilde opinião, vc vai precisar passar de uma ilustre desconhecida para uma ilustre conhecida. Hipoteticamente vamos supor que vc tenha um canal de viagens com um publico e conteúdo relevante e com um pouco mais de energia vc vende suas fotos/quadros e claro que tudo isto entra nos custos de suas fotos.



C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.523
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #10 Online: 21 de Dezembro de 2020, 18:37:36
Ai meu deus, tô respondendo pelo celular e acabei digitando na citação hahaha... affff

Concondando com o sposistom e repetindo um pouco do que eu disse antes. Vc consegue definir os seus precos apos vc conseguir definir o seu publico.

Deixa eu te dizer algo. Nao existe isso de "cobrar muito alto para o seu nivel". Quem fala isso ou eh competidor seu ou eh pessoas que nao sao parte do seu publico.

Um segundo ponto. Mesmo que vc tenha gasto pouco dinheiro nos 10 anos de experiencia, vc tem 10 anos de experiencia. Tempo eh valor e conhecimento. Experiencia e tempo agrega muito mais conhecimento do que quem gasta fortunas em workshops e material com pouca experiencia e pouco tempo para ganhar conhecimento de fato.

Terceiro ponto. No mundo do dinheiro as pessoas gostam de mostrar equipamento de valor para insinuar sucesso na atividade (ta ganhando dinheiro). E isso funciona muito bem. Gente que nao tem experiencia e nem qualidade atrae pessoas pq mostra cameras top de linha. Mas em questao de qualidade de trabalho em si, nao existe essa coisa de "camera de entrada" ou "camera proficional". Qualquer coisa que vc use para trabalho profissional eh seu equipamento profissional, mesmo que seja um cabo de vassoura sendo usado como monope; eh seu equipamento profissional. O que quer que vc use que de resultado satisfatorios para vc e seus clientes eh o que importa.
Ai entra a questao de que quanto mais nome vc tiver e mais as pessoas confiarem no seu trabalho, menos elas se importam com o seu equipamento; essas pessoas querem o que vc faz, nao importa como vc faz, e acabou. Quem se importa com o seu equipamento eh pq nao confia em vc como fotografa e no seu trabalho mas somente nos seus equipamentos (acham que o equipamento que faz a foto e nao o fotografo), e assim essas pessoas facilmente te subistituem por qualquer outro que mostre um equipamento melhor, ou estudio maior, um carro maior, um relogio mais caro, etc.

Eu chamo esse ponto acima de qualidade de clientes. Clientes de boa qualidade reconhecem a sua qualudade e assim entende que a maneira que vc trabalha e seus equipamentos nao importam. E esses vao pagar pelo trabalho pq leva o seu nome, que representa a sua qualidade. Se esses clientes estiverem dispostos a pagar $1000 pela sua foto, esse eh o valor da sua foto e seu trabalho. Nao importa sua experiencia, custo, marerial, nao importa se eh "fine arte". E nao importa o que as pessoas que nao sao sua base de clientes e que sao seus concorrentes digam, pe eles sempre vao falar mau de vc.

Um ultimo ponto eh o seguinte. Para conseguir ganhar nome e atencao para as pessoas com dinheiro disposta a pagar pelo seu trabalho, vc precisa fazer contatos. E contatos nao eh LinkedIn e nem seguidores no Instagram. Contatos eh vc frequentar o maximo de galerias e exibicoes de arte e com o maximo de frequencia possivel. Nesses ambientes, alem de vc poder comer e beber vinho de graca (o que eh a parte que mais gosto), vc tende a econtrar rostos e nomes que estao sempre nesse meio e que uma hora vai se tornar familiar por vc e vc familiar a eles. O seu trabalho eh simples: se apresentar, bater papo e passar seu cartao de visita quando conveniente, e se possivel fazer amizades. Amizades, nome e rosto familiar vai fazer as pessoas te indicarem uma para as outras e isso faz com que as pessoas acreditem que umas as outras confiam no seu trabalho e qualidade, e assim uma hora estarao dispostas a obter o que vc tem a oferecer.

Mas ai eh vc ver se galerias e show de arte eh realmente o publico ideal para as suas fotos de viagem. Mas em resumo, estar no lugar certo e entre as pessoas certas.

Eh dito que o pior vendedor do trabalho do artista eh ele mesmo, e o melhor vendedor do trabalho do artista sao os amigos e familiares. O boca a boca eh a melhor publicidade que existe.

Mas nada disso eh regras, vc ve o que esta no alcance de sua realidade e possibilidades, e o que te satisfaz.

Confie em mim, eu tenho muita experiencia de fracasso e sem futuro. Eu sei do que eu estou falando.
« Última modificação: 21 de Dezembro de 2020, 18:38:46 por C R O I X »


Aline Cardoso H. da Rocha

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 8
Resposta #11 Online: 22 de Dezembro de 2020, 21:39:05
Concondando com o sposistom e repetindo um pouco do que eu disse antes. Vc consegue definir os seus precos apos vc conseguir definir o seu publico.

Deixa eu te dizer algo. Nao existe isso de "cobrar muito alto para o seu nivel". Quem fala isso ou eh competidor seu ou eh pessoas que nao sao parte do seu publico.

Um segundo ponto. Mesmo que vc tenha gasto pouco dinheiro nos 10 anos de experiencia, vc tem 10 anos de experiencia. Tempo eh valor e conhecimento. Experiencia e tempo agrega muito mais conhecimento do que quem gasta fortunas em workshops e material com pouca experiencia e pouco tempo para ganhar conhecimento de fato.

Terceiro ponto. No mundo do dinheiro as pessoas gostam de mostrar equipamento de valor para insinuar sucesso na atividade (ta ganhando dinheiro). E isso funciona muito bem. Gente que nao tem experiencia e nem qualidade atrae pessoas pq mostra cameras top de linha. Mas em questao de qualidade de trabalho em si, nao existe essa coisa de "camera de entrada" ou "camera proficional". Qualquer coisa que vc use para trabalho profissional eh seu equipamento profissional, mesmo que seja um cabo de vassoura sendo usado como monope; eh seu equipamento profissional. O que quer que vc use que de resultado satisfatorios para vc e seus clientes eh o que importa.
Ai entra a questao de que quanto mais nome vc tiver e mais as pessoas confiarem no seu trabalho, menos elas se importam com o seu equipamento; essas pessoas querem o que vc faz, nao importa como vc faz, e acabou. Quem se importa com o seu equipamento eh pq nao confia em vc como fotografa e no seu trabalho mas somente nos seus equipamentos (acham que o equipamento que faz a foto e nao o fotografo), e assim essas pessoas facilmente te subistituem por qualquer outro que mostre um equipamento melhor, ou estudio maior, um carro maior, um relogio mais caro, etc.

Eu chamo esse ponto acima de qualidade de clientes. Clientes de boa qualidade reconhecem a sua qualudade e assim entende que a maneira que vc trabalha e seus equipamentos nao importam. E esses vao pagar pelo trabalho pq leva o seu nome, que representa a sua qualidade. Se esses clientes estiverem dispostos a pagar $1000 pela sua foto, esse eh o valor da sua foto e seu trabalho. Nao importa sua experiencia, custo, marerial, nao importa se eh "fine arte". E nao importa o que as pessoas que nao sao sua base de clientes e que sao seus concorrentes digam, pe eles sempre vao falar mau de vc.

Um ultimo ponto eh o seguinte. Para conseguir ganhar nome e atencao para as pessoas com dinheiro disposta a pagar pelo seu trabalho, vc precisa fazer contatos. E contatos nao eh LinkedIn e nem seguidores no Instagram. Contatos eh vc frequentar o maximo de galerias e exibicoes de arte e com o maximo de frequencia possivel. Nesses ambientes, alem de vc poder comer e beber vinho de graca (o que eh a parte que mais gosto), vc tende a econtrar rostos e nomes que estao sempre nesse meio e que uma hora vai se tornar familiar por vc e vc familiar a eles. O seu trabalho eh simples: se apresentar, bater papo e passar seu cartao de visita quando conveniente, e se possivel fazer amizades. Amizades, nome e rosto familiar vai fazer as pessoas te indicarem uma para as outras e isso faz com que as pessoas acreditem que umas as outras confiam no seu trabalho e qualidade, e assim uma hora estarao dispostas a obter o que vc tem a oferecer.

Mas ai eh vc ver se galerias e show de arte eh realmente o publico ideal para as suas fotos de viagem. Mas em resumo, estar no lugar certo e entre as pessoas certas.

Eh dito que o pior vendedor do trabalho do artista eh ele mesmo, e o melhor vendedor do trabalho do artista sao os amigos e familiares. O boca a boca eh a melhor publicidade que existe.

Mas nada disso eh regras, vc ve o que esta no alcance de sua realidade e possibilidades, e o que te satisfaz.

Confie em mim, eu tenho muita experiencia de fracasso e sem futuro. Eu sei do que eu estou falando.

Você tem razão. Meu maior problema é a insegurança mesmo. Percebo que fico arrumando desculpa ao invés de me arriscar, mas não tem outro jeito né. Obrigada!!


Maneco Pizarro

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 898
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 22 de Dezembro de 2020, 21:54:39
Aline, por que não mostra um pouco do seu trabalho? Algumas de suas fotos? Talvez facilite ou direcione um pouco mais a conversa e as sugestões.
Além do mais, mata a curiosidade do povo. Ok, ao menos a minha, então.  :ok:  :D  :assobi:


Aline Cardoso H. da Rocha

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 8
Resposta #13 Online: 23 de Dezembro de 2020, 00:05:26
Aline, por que não mostra um pouco do seu trabalho? Algumas de suas fotos? Talvez facilite ou direcione um pouco mais a conversa e as sugestões.
Além do mais, mata a curiosidade do povo. Ok, ao menos a minha, então.  :ok:  :D  :assobi:

Tá bom, vou ver se consigo anexar algumas aqui! 😊


Aline Cardoso H. da Rocha

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 8
Resposta #14 Online: 23 de Dezembro de 2020, 01:16:17
Não consegui anexar foto aqui, clico no ícone de anexar imagem mas só aparece [Img] e não aparece pra selecionar a foto.

Fiz um Flickr com algumas das fotos que pensei em vender: https://www.flickr.com/photos/191505561@N02/?

Espero que gostem. :D