Autor Tópico: Como publicar uma revista?  (Lida 2028 vezes)

MateusZF

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.418
  • Sexo: Masculino
  • Você vê o mundo com a sua lente interior.
Online: 16 de Fevereiro de 2007, 14:12:14
Estou em dúvida como publicar uma revista de fotos, etc.

Alguém pode me esclarecer sobres os trâmites.

Já tenho a gráfica e o material.

Como funciona?

 
Minha máquina fotográfica e prolongamento natural do meu braço.
Foto é algo que depende de uma certa visão... De quem fotografa, de quem vê e de quem interpreta...

www.ribeiraopreto.sp.gov.br
http://www.meadiciona.com/mateuszf


TiagoDegaspari

  • Trade Count: (34)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.572
  • Sexo: Masculino
  • Limeira SP
    • www.TiagoDegaspari.com.br
Resposta #1 Online: 16 de Fevereiro de 2007, 14:52:52
Se for pra vender é simples...

Abrir empresa, recolher impostos, contratar um jornalista responsável, seguir os trâmites burocráticos que um bom contador pode auxliar!

Agora se for uma revista para distribuir, apenas para "amigos" afim de expor seu trabalho, basta imprimir (eu acho).

[ ]s


MateusZF

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.418
  • Sexo: Masculino
  • Você vê o mundo com a sua lente interior.
Resposta #2 Online: 16 de Fevereiro de 2007, 19:31:40
Disso eu sei amigão,
gostaria de saber sobre valores se existem, etc.
Minha máquina fotográfica e prolongamento natural do meu braço.
Foto é algo que depende de uma certa visão... De quem fotografa, de quem vê e de quem interpreta...

www.ribeiraopreto.sp.gov.br
http://www.meadiciona.com/mateuszf


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.740
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #3 Online: 17 de Fevereiro de 2007, 00:20:24
O Jornalista responsável não é obrigatório, mas ele ajuda porque tendo um você não precisa pagar impostos sobre o papel da impressão, o que barateia muito.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


MateusZF

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.418
  • Sexo: Masculino
  • Você vê o mundo com a sua lente interior.
Resposta #4 Online: 17 de Fevereiro de 2007, 01:20:48
Citar
O Jornalista responsável não é obrigatório, mas ele ajuda porque tendo um você não precisa pagar impostos sobre o papel da impressão, o que barateia muito.
Interessante iso, minha irmã e meu pai são Jornalistas aqui cm MTB.
Mas o que seria o imposto sobre papel de impressão?
Minha máquina fotográfica e prolongamento natural do meu braço.
Foto é algo que depende de uma certa visão... De quem fotografa, de quem vê e de quem interpreta...

www.ribeiraopreto.sp.gov.br
http://www.meadiciona.com/mateuszf


Frazão

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 86
Resposta #5 Online: 18 de Fevereiro de 2007, 02:26:23
Dá uma pesquisada, pois não sei se ainda existe, mas havia uma cota de papel, pelo menos para papel jornal que é, ou era, importado. Daí os impostos.
Pode ter alguma coisa a ver com isso...
Fernando Frazão


MateusZF

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.418
  • Sexo: Masculino
  • Você vê o mundo com a sua lente interior.
Resposta #6 Online: 18 de Fevereiro de 2007, 10:31:05
Citar
Dá uma pesquisada, pois não sei se ainda existe, mas havia uma cota de papel, pelo menos para papel jornal que é, ou era, importado. Daí os impostos.
Pode ter alguma coisa a ver com isso...
Disso eu sei, esta cota é somenet para a gráfica, não tem nada a ver com o cliente. E o papel não é amis importado mocmo se sabia do Canadá, vem da  Votorantim. Desde que ele pague, pode fazer até um jornal somente.
Mas como eu tenho um dinheiro para receber do jornal que trabalhei aqui em Ribeirão e eles quebraram e não vão pagar os funcionários, que são mais de 30 com processos na justiça, optaram em fazer em serviços de gráfica pois tem papel e material.

Por isso minha dúvida sobre taxas de imposto por exemplo.

Ou eu arrumo patropcínios ou coloco em banca, nesta semana conversando com um amigo que tem banca, as editoras pagam 22% de comissão para o "jornaleiro".  Então os problemas começam, como vender,  apesar que seriam alguns  milhares para atender somente a minha cidade e região, quem sabe vira uma revista de verdade, mas isso é outra história.
Minha máquina fotográfica e prolongamento natural do meu braço.
Foto é algo que depende de uma certa visão... De quem fotografa, de quem vê e de quem interpreta...

www.ribeiraopreto.sp.gov.br
http://www.meadiciona.com/mateuszf


MateusZF

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.418
  • Sexo: Masculino
  • Você vê o mundo com a sua lente interior.
Resposta #7 Online: 21 de Fevereiro de 2007, 11:05:07
Alguém amsi sabe alguma coisa?
Minha máquina fotográfica e prolongamento natural do meu braço.
Foto é algo que depende de uma certa visão... De quem fotografa, de quem vê e de quem interpreta...

www.ribeiraopreto.sp.gov.br
http://www.meadiciona.com/mateuszf


zap3

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 30
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 21 de Fevereiro de 2007, 19:09:36
Não é bem assim...se você vai publicar matérias sobre pessoas, situações...precisa de um jornalista responsável.
Que responderá judicialmente sobre os assuntos publicados e a veracidade deles.
O nome e seu MTB devera constar no editorial.
Você deverá registrar também em um cartório, o nome e os assuntos a serem tratados.
É interessante ter um advogado dando suporte juridico, pra evitar problemas legais como calúnia e difamação, danos morais e materiais.
Depois tem os problemas de distribuição, existem empresas especializadas em distribuição de revistas.
O que é mais importante é o departamento comercial, uma revista deve se pagar e dar lucro antes mesmo de ser veiculada, só com o dinheiro dos anunciantes.
Para isso você tem que preparar o mapa de mídia, tiragem...publico alvo...região... essas coisas.

Ou seja é um pé no saco...rsrsrs
Já tive uma revista e fiquei muito feliz quando a vendi....rsrsr

Mas boa sorte,

Abraço

Carlos


MateusZF

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.418
  • Sexo: Masculino
  • Você vê o mundo com a sua lente interior.
Resposta #9 Online: 21 de Fevereiro de 2007, 20:23:17
Citar
Não é bem assim...se você vai publicar matérias sobre pessoas, situações...precisa de um jornalista responsável.
Que responderá judicialmente sobre os assuntos publicados e a veracidade deles.
O nome e seu MTB devera constar no editorial.
Você deverá registrar também em um cartório, o nome e os assuntos a serem tratados.
É interessante ter um advogado dando suporte juridico, pra evitar problemas legais como calúnia e difamação, danos morais e materiais.
Depois tem os problemas de distribuição, existem empresas especializadas em distribuição de revistas.
O que é mais importante é o departamento comercial, uma revista deve se pagar e dar lucro antes mesmo de ser veiculada, só com o dinheiro dos anunciantes.
Para isso você tem que preparar o mapa de mídia, tiragem...publico alvo...região... essas coisas.

Ou seja é um pé no saco...rsrsrs
Já tive uma revista e fiquei muito feliz quando a vendi....rsrsr

Mas boa sorte,

Abraço

Carlos
Hehe, já fiz muito disso na agência.... pé mesmo!
valeu
Minha máquina fotográfica e prolongamento natural do meu braço.
Foto é algo que depende de uma certa visão... De quem fotografa, de quem vê e de quem interpreta...

www.ribeiraopreto.sp.gov.br
http://www.meadiciona.com/mateuszf