Autor Tópico: Nikon FM3A  (Lida 2183 vezes)

May

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 2
Online: 27 de Fevereiro de 2007, 23:34:15
Olá pessoal. Por favor, uma ajudinha:
Eu tenho uma NIKON FM3A, maravilhosa, muito gostosa de trabalhar, qualidade, etc. O que mais faço, e tbem o que mais gosto de fotografar são show de musicas dos mais variados tipos. Mas geralmente, com pouca luz,e tbem situações que necessito usar somente a parte manual da maquina.(mesmo que fosse automatica) Pensando em troca-la por uma digital, até por que, entre filmes para shows, revelação puxada, gravação em cd, ou mesmo copias, acaba tudo saindo muito caro, eu pergunto pra vcs:
Qual a maquina digital, que mais se assemelha a minha nikon? Como ela se comporta na parte manual? Como funciona a parte manual dessas maquinas digitais?.
Desculpem,mas realmente não sei.... se puderem me ajudar, eu agradeço muito.
valeu!


RKern

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 166
Resposta #1 Online: 28 de Fevereiro de 2007, 06:48:13
May, vc não vai economizar com digital. Lerdo engano:

 * Vai necessitar investir em novo equipamento: corpo, lentes, cartões, baterias, em bom computador com um bom monitor, programas para trabalhar as fotos, etc etc...

* Equipamento digital tem valor de revenda que deprecia a cada novo lançamento, o ciclo de atualização da tecnologia é muito rapido. O equipamento é muito mais complexo, portanto mais fácil de dar problemas e com maiores custo operacionais.

*O maior gasto, que é a impressão das fotos, vc vai continuar a ter. A captura ser analógica (química) ou digital, mas será trasferida para o papel.

*Segurança: digital os larápios ficam de olho, uma FM eles não estão nem aí

*Vc pode digitalizar seus arquivos digitais,o que ja faz


Se ainda assim achara que digital é vantagem (ISO mais alto, menos ruído) e o R$ não for limitante, o mercado tem váriaso opções com melhores ou piores respostas a sua utilização específica.

O pessoal já mostrou alguns testes que para este uso as Canon tem menor ruído, especialmente a 5D.

Mas vai ter um investimento entre tudo no valor de um carro zero.

As DSLR tem todos os contrôels manuais que uma analógica tem, mesmo as mais simples.

Se deseja investir menos uma compacta como a Fuji F30 é otima, tem até ISO 3200.

Att., Ricardo.
« Última modificação: 28 de Fevereiro de 2007, 06:51:46 por RKern »


eliverto

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 316
  • Sexo: Masculino
    • FLICKR
Resposta #2 Online: 28 de Fevereiro de 2007, 08:18:55
A Nikon D40 seria uma opção a um custo razoável, parece que os níveis de ruído em ISO alto são muito bons.
Agora, cuide bem da sua relíquia, a última mecânica feita pela Nikon - o ápice da linha. Minha FM está fazendo 30 anos em 2007, valente e precisa como sempre  :thmbup:  
Eliverto Scherer<br /><br />


Francisco

  • Trade Count: (5)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.556
Resposta #3 Online: 28 de Fevereiro de 2007, 15:21:48
Depende de quanto você pode gastar. Se você já tiver um bom set de objetivas manuais para a FM3A, acho que eu pensaria em adquirir um scanner de filme. Eu tenho um Coolscan V e a única coisa que tenho a reclamar é a velocidade (cerca de 1min30 a 2min para escanear um quadro). Mas o Coolscan 5000, que é um pouco mais caro, leva  quase a metade do tempo (diz a fabricante).

Eu acho que com um equipamento digital, você fatalmente iria deixar a FM3A de lado. Talvez você passe a fotografar uns dois ou três rolos por ano, se muito. De qualquer forma, você pode pegar um bom dinheiro com a FM3A para ajudar na compra de uma DSLR. Eu optei pelo scanner justamente porque não queria abandonar o equipamento analógico (olhe a minha assinatura e, somado a isso, uso também lentes da minha namorada). Se eu comprasse uma DSLR, mesmo que fosse Pentax para aproveitar as lentes, a minha Canon iria ser esquecida.

Em favor do equipamento analógico, contam principalmente os fatores:

- latitude: é impressionante o que tenho observado escaneando negativos com a recuperação de detalhes nas sombras e altas luzes.
- grande angular: uma ultragrande-angular para filme custa menos que uma para digital; em contrapartida, a tele é mais cara.
- variabilidade de filmes. Trocar o filme (ProImages, Tri-X, Reala, cromos...) é como "trocar o sensor" da câmera. A resposta tonal, o contraste e a granulação mudam sensivelmente.

Em favor do digital, contam:

- comodidade: possibilidade de fotografar em diversas sensibilidades sem ter de trocar o filme ou mandar puxar na revelação;
- confiabilidade: se por um acaso você errar na fotometria durante um evento, basta  fazer os ajustes a partir da foto mal exposta no lcd. Com filme, erros desse tipo provocam desastres, mas é algo com que os fotógrafos de filme se tornam imunes com a experiência;
- tele: qualquer mortal hoje em dia pode comprar uma lente que chegue aos 450mm (equiv) comprando uma 75-300 da vida. Em contrapartida, qualquer coisa abaixo de 28mm (equiv) custa bem caro.
« Última modificação: 28 de Fevereiro de 2007, 15:22:21 por Francisco »
Francisco Amorim
Porto Alegre - RS


ki-suco

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 264
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 28 de Fevereiro de 2007, 15:59:06
Se vc quiser vender a sua FM3A, mande o preço pela MP para mim :thmbup:  :laughing:  


Luiz

  • Trade Count: (9)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 359
Resposta #5 Online: 28 de Fevereiro de 2007, 17:45:32
May,

Tambem tenho uma FM3A e hoje uso maquinas digitais. No passado fui reativo a mudança, mas o fato é que independente das vantagens e desvantagens de cada lado, um dia todos nos (amadores ou profissionais) teremos que mudar. A questão é apenas decidir quando.

Em relação a maquina mais parecida, é dificil responder, pois toda a operação é muito diferente.

Quanto a operação em manual(comparado com DSLRs Nikon):
- exposição: Vc tem a vantagem de poder trabalhar com spot e matrix, além do center-weighted. A operação também é melhor, ao invés do anel de abertura no corpo da lente, você vai usar um dial com o dedo indicador direito e a velocidade voce altera com o polegar direito, sem tirar a mão do grip da camera. Os valores aparecerão no visor junto com uma escala bastante precisa que vc pode ajustar para 1/3 ou 1/2 EV de incrementos.

- foco: O foco automatico é muito rápido e preciso, principalmente com lentes AF-S . Só sinto necessidade de foco manual em situações muito escuras ou em macro. O maior problema para o foco manual é que não tem a ajuda otica no visor com o meio bi-partido e o campo matte.  A unica ajuda é eletrônica através de um ponto que acende se estiver em foco, mas se voce confiar nisso é melhor usar o próprio autofocus.

Não tenho certeza se era esse tipo de info que vc queria. Se desejar faça perguntas mais específicas de comparação (posso responde-las em relação a D70 ou D200).

Espero ter ajudado.

 


May

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 2
Resposta #6 Online: 01 de Março de 2007, 11:19:02
Obrigado pessoal ! Vcs estão me dando a maior força. Estou fazendo um trabalho que está me absorvendo bastante, mas termino até o fim de semana, e aí, quero ler com calma tudo o que me escreveram e decidir o que fazer. !!!Derrepente ainda peço mais uma força, ok??? super valeu!