Autor Tópico: Formatos de arquivos (outra vez...)  (Lida 1397 vezes)

Claudio_2009

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 22
Online: 03 de Abril de 2023, 16:36:40
Pessoal, este é um tema antigo ainda tenho algumas dúvidas a respeito.
Sou amador e nos meus passeios fotografo sempre em raw com a camera e em jpg com o celular. Ao retornar importo separadamente as fotos raw e jpg em pastas distintas no FastStone. Após editar um arquivo jpg, salvo também em jpg, na mesma pasta do arquivo original adicionando -2 ao nome do arquivo para evitar conflitos.
O arquivo fica:
   [nome].jpg
   [nome]-2.jpg
Entendo que o jpg original está sendo preservado, sem degrada-lo.

Edito os arquivos raw no Affinity Photo e salvo sempre como tiff, também na pasta original para posterior impressão ou postagem na WEB
O arquivo fica:
   [nome]_CR2
   [nome]_TIFF

Este procedimento está correto?
Claudio_2009


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 11.744
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #1 Online: 03 de Abril de 2023, 16:41:20
Sem funciona para você, está tudo certo.

Única coisa para dizer se é correto ou não, é que fazer uma copia do jpg, preserva o original sim.
"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.295
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #2 Online: 03 de Abril de 2023, 17:03:46
Não existe certo ou errado, e sim o modo de trabalhar de cada um. O que pode funcionar bem para um pode não funcionar para outro.

A única dica que dou é não ficar editando jpegs sucessivamente pois a qualidade da imagem é degradada por causa da compressão.

Mas ao meu ver tem uma etapa aí meio que desnecessária, não faz muito sentido guardar o raw e o tiff a não ser que tenha uma razão muito boa pois dependendo acaba ocupando muito espaço em disco. Eu não curto ficar editando jpegs.
« Última modificação: 03 de Abril de 2023, 17:04:30 por AFShalders »


André Sena

  • SysOp
  • Trade Count: (32)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.758
  • Sexo: Masculino
  • café & fotografia
Resposta #3 Online: 03 de Abril de 2023, 17:54:45
A única dica que dou é não ficar editando jpegs sucessivamente pois a qualidade da imagem é degradada por causa da compressão.

E se por algum motivo precisar editar sucessivamente um JPEG, antes de começar, converta para TIFF e faça o tratamento necessário. Ao finalizar converta novamente para JPEG e descarte o TIFF.  Assim evita a compressão do padrão JPEG toda vez que salvar a imagem.
André Sena
https://linktr.ee/andresena

31/03 - Dia Mundial do Backup - Não deixe para amanhã o backup de hoje.
Lembre-se: A questão não é SE o disco rígido (HD) vai falhar e sim QUANDO vai falhar.


Claudio_2009

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 22
Resposta #4 Online: 03 de Abril de 2023, 18:50:02
Pessoal,
Agradeço a atenção e as respostas ao meu questionamento. Especificamente ao AFShalders, confesso que também sempre fiquei em dúvida sobre manter tiff e raw no arquivo, até hoje faço isso ''porque alguém disse há anos"  :) Talvez seja  melhor descartar os arquivos tiff após impressão ou postagem e preservar apenas o raw. Obrigado a todos!
Claudio_2009


vangelismm

  • Trade Count: (7)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 11.744
  • Sexo: Masculino
    • MedinaFotografia
Resposta #5 Online: 03 de Abril de 2023, 19:25:10
Eu mantenho tiff ou psd caso eu tenha feito manipulação grande do Photoshop, coisa cada vez mais rara aqui.

"A perspectiva de uma imagem é controlada pela distância entre a lente e o assunto; mudando a distancia focal da lente muda o tamanho da imagem , mas não altera a perspectiva . Muitos fotógrafos ignoram este fato, ou não têm conhecimento de sua importância." -  Ansel Adams, Examples – The Making of 40 Photographs


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.295
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #6 Online: 03 de Abril de 2023, 21:41:01
Eu mantenho tiff ou psd caso eu tenha feito manipulação grande do Photoshop, coisa cada vez mais rara aqui.

Ele usa o Affinity, pode deixar no formato nativo dele se precisar no caso de uma manipulação muito grande como você mencionou. Isso garante que ele possa voltar atrás, refazer, etc.



AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.295
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #7 Online: 03 de Abril de 2023, 21:50:16
Pessoal,
Agradeço a atenção e as respostas ao meu questionamento. Especificamente ao AFShalders, confesso que também sempre fiquei em dúvida sobre manter tiff e raw no arquivo, até hoje faço isso ''porque alguém disse há anos"  :) Talvez seja  melhor descartar os arquivos tiff após impressão ou postagem e preservar apenas o raw. Obrigado a todos!


Bem, manter o TIFF do raw convertido e usa-lo como ponto de partida para editar no Affinity faz todo o sentido se for salvar o resultado em JPG e se a conversão do raw foi satisfatória. Então guarda-se esse TIFF como matriz (se for o caso).

Para o meu gosto, prefiro manter o raw e gerar os jpegs. Uso tiffs somente em casos especiais, como por exemplo ao gerar panoramicas dessas de múltiplas imagens que possam vir a serem modificadas depois. O Tiff tem outra imensa ventagem sobre o JPEG fora o problema da compressão, que é o suporte a um maior número de cores.

O JPEG por definição trabalha com 8 bits de cor por componente RGB. O Tiff vai a 16 bits por componente.
Dá para esculhambar rapidinho com os degradês de um JPEG se não tomar cuidado.

Mas como disse no início, depende muito da finalidade e da paciência... São apenas comentários meus, não uma regra a seguir.
« Última modificação: 03 de Abril de 2023, 21:51:22 por AFShalders »


lsd

  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.040
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 04 de Abril de 2023, 08:34:47
Eu uso PNG no lugar de TIFF. Mas é um mero detalhe. Tanto um formato como o outro são ótimos (lossless, suportam 16bits e canal alpha).


erickdlm

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (8)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.190
  • Sexo: Masculino
  • Feliz usuário de DSLR...Isso mesmo, DSLR.
Resposta #9 Online: 04 de Abril de 2023, 09:05:52

Para o meu gosto, prefiro manter o raw e gerar os jpegs. Uso tiffs somente em casos especiais, como por exemplo ao gerar panoramicas dessas de múltiplas imagens que possam vir a serem modificadas depois. O Tiff tem outra imensa ventagem sobre o JPEG fora o problema da compressão, que é o suporte a um maior número de cores.

Você costuma converter o raw em dng para reduzir o tamanho no armazenamento?


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.295
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #10 Online: 04 de Abril de 2023, 21:57:18
Você costuma converter o raw em dng para reduzir o tamanho no armazenamento?

Não uso DNG, para mim não traz nenhum benefício prático. Nem na Pentax que posso escolher entre .nef e .dng eu uso.
O problema é que o padrão dng é uma baderna e dependendo do programa ele pode não abrir ou não salvar direito no formato. É o falso universal.

Raw de fabricante, tem dezenas de programas que abrem perfeitamente, e jpeg, tiff e png todos tem obrigação de carregar e de salvar.

Prefiro os arquivos originais.


erickdlm

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (8)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.190
  • Sexo: Masculino
  • Feliz usuário de DSLR...Isso mesmo, DSLR.
Resposta #11 Online: 05 de Abril de 2023, 08:25:31
Não uso DNG, para mim não traz nenhum benefício prático. Nem na Pentax que posso escolher entre .nef e .dng eu uso.
O problema é que o padrão dng é uma baderna e dependendo do programa ele pode não abrir ou não salvar direito no formato. É o falso universal.

Raw de fabricante, tem dezenas de programas que abrem perfeitamente, e jpeg, tiff e png todos tem obrigação de carregar e de salvar.

Prefiro os arquivos originais.

Valeu  :ok: Estou vendo alternativas para melhorar o espaço de armazenamento.


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.295
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #12 Online: 05 de Abril de 2023, 11:13:15
Valeu  :ok: Estou vendo alternativas para melhorar o espaço de armazenamento.

O melhor é avaliar bem o que realmente precisa ser guardado...


André Sena

  • SysOp
  • Trade Count: (32)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.758
  • Sexo: Masculino
  • café & fotografia
Resposta #13 Online: 05 de Abril de 2023, 14:34:42
Eu também não converto meus RAW's para DNG.

E concordo com o Antonio: para mim não traz nenhum benefício prático.

Na verdade o uso do DNG impacta na minha estratégia de backup:

Preciso bloquear os arquivos DNG ou garantir que eles não sejam alterados configurando o software Adobe para usar arquivos XMP secundários, o DNG é modificado quando editado (alteração de metadados inclusive).

Quando o DNG é modificado acaba gerando um gatilho no software de backup para copiar o arquivo DNG novamente resultando em perda de tempo.

E eu não sou fã de XMP. Talvez isso mude no futuro, mas, atualmente não uso.

Eu uso o Adobe Lightroom Classic para gerenciar todo o meu acerco de imagens e estou acostumado e aceito que todas as informações de tratamento, palavras-chaves, etc estão contidas no arquivo de catálogo. Tenho uma atenção especial na saúde dos catálogos (otimização) e backup dos mesmos.

E quando tenho que usar DNG, arquivos RAW do drone, por exemplo: avalio bem o que precisa ser guardado.

Outro uso que tenho do DNG é quando uso o DXO PureRAW, mas nesse caso o número de imagens é bem menor  e não impacta na minha estratégia de backup.
André Sena
https://linktr.ee/andresena

31/03 - Dia Mundial do Backup - Não deixe para amanhã o backup de hoje.
Lembre-se: A questão não é SE o disco rígido (HD) vai falhar e sim QUANDO vai falhar.


AFShalders

  • Trade Count: (28)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 10.295
  • Sexo: Masculino
  • слава україна !!!
    • Old Good Light
Resposta #14 Online: 06 de Abril de 2023, 10:39:32
É por ai mesmo André...

Quanto aos sidecars eu nao me importo, mesmo porque tenho pelo menos meia dúzia de sidecars diferentes que tenho que conviver. Eles são pequenos e não me atrapalham. Mas o DNG tem potencial para gerar um verdadeiro caos, e já passei por situações chatas. Parei de usar e pronto.

O meu acervo consiste basicamente em manter os raws com os devidos sidecars em uma estrutura de pastas e os arquivos finais tratados, geralmente jpegs com a menor compressão possível em outra estrutural de pastas. Mas novamente, os casos e necessidades variam de acordo com o tipo de trabalho e do gosto da pessoa.

Aqui eu uso o Photo Supreme para gerenciar o acervo e diversos programas para processar as imagens dependendo do tipo e finalidade. de Adobe eu pulei fora já faz um bom tempo e não volto nunca mais...
« Última modificação: 06 de Abril de 2023, 10:41:35 por AFShalders »