Autor Tópico: TTL (What is shit??)  (Lida 1563 vezes)

ram

  • Trade Count: (8)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 147
Online: 17 de Junho de 2007, 19:39:16
trabalho com casamento  e me veio uma duvida
so uso luz rebatida blz ate ai mas muitas vezes eu a rebato em paredes distantes e msm sem nenhum ajunte manual a imagem me vem com boa luz pq??se ela mede pela  
lente a carga do flash??
seria por ela ter fotometrado errado ?
ou existe 1 o coisa magica q diz a distancia do assunto com relacao a parde e tal???
outra duvida...
na minha camera uso "AWB" e as vezes tive de trabalhar com flash em manual, e as fotos ganharam um tom azulado, a questao q o TTL me da 1 luz mais quente sera q a camera le e da 1 compensada???
ou apenas minha camera eh bem lokona
meu equip no dia era(canon)  XTI, 550ex, lente sigma 28-105mm, em AWB,com 1 correcao de 2 pontos de magenta e 1 laranja(nunca vi real mudanca nissu se alguem souber algo ajuda).
aguardo  alguem pra falar algo
canon 5D(eu mi amu), Rebel 300D,LENTE ADAPTADOR PRA MACRO :D ,Sigma 30mm 1.4 Ex(amor do papai), canon 24-105 4 L is usm, filtro uv,flash 580ex2 ,2 gb, k-1000, 50mm1.4, flash frata 300, yashica MF-3.-


joseazevedo

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 595
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/jerazevedo/
Resposta #1 Online: 17 de Junho de 2007, 22:00:24
Through The Lens - TTL - Através Da Lente.

Sim, a câmera controla o flash pela luz que entra pela lente. A "coisa mágica" deve ser o programa da câmera e do flash que, pela posição de foco da lente sabem a distância do assunto fotografado e levam isso em conta na hora de controlar a carga do flash.

A temperatura de cor da luz do flash é equivalente a dia. Provavelmente você estava num ambiente com luzes de tungstênio e o AWB se guiou por isso. Quando o flash disparou a câmera não considerou o uso do flash pois ele estava em manual - vai que você estava justamente querendo esse efeito azulado... A câmera não ficou entre você e a sua decisão.

Abraços,

José Azevedo


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.764
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #2 Online: 17 de Junho de 2007, 23:05:30
A coisa mágina nas digitais se chama pré-flash, ela dispara um pré-flash alguns milisegundos antes de fazer a foto (normalmente este é imperceptível para o olho humano pois parece quase que conectado ao flash principal, mas pode ser visto perfeitamente em flash em segunda cortina com baixa velocidade), esse pré-flash é lido pelo sistema TTL e em seguida é calculada a potência correta.
Azevedo poucos sistemas TTL consideram a distância e esta NUNCA é considerada em modo rebativo, neste caso é sempre usada a informação do pré-flash.
O sistema usado nos filmes é mais sobrenatural ainda...rs... Ele faz a leitura do que incide sobre a película, cortando o flash quando a exposição é suficiente.
Diferente do que se imagina o sistema TTL raramente atua na abertura (esse passo do processo só é manobrado pelos sistemas que calculam a distância do objetivo), a grande mágica do TTL está na capacidade do sistema de controlar o tempo de duração do relâmpago, baseado neste pré-flash ou na leitura do que incide sobre a película.

Flashs podem ter várias temperaturas, a maioria deles é azulada (6000K), alguns operam em 5500K que é muito próximo da temperatura da luz ao meio dia (em média 5400K), muitos sistemas de flash já transferem a temperatura de cor para a câmera (como os i-TTL e os novos E-TTL II). O que ocorre é que a câmera também tenta considerar a luz ambiente, por isso vcê deve tomar cuidado com a análise da luz ambiente, ela é de fundamental importância na composição da luz total, principalmente quando a velocidade é mais baixa o que aumenta sua influência.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


joseazevedo

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 595
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/jerazevedo/
Resposta #3 Online: 18 de Junho de 2007, 13:38:13
Citar
Azevedo poucos sistemas TTL consideram a distância e esta NUNCA é considerada em modo rebativo
Eu sei, tanto que não disse isso. Talvez pareça por estar no mesmo parágrafo onde falei sobre a medição TTL...

O sistema de flash da Nikon, através das lentes D, leva em conta essa informação para controlar a carga. Pela informação da distância passada pela lente o programa da câmera e do flash entrarm num acordo a respeito do valor da carga. Você tendo a informação da distância e um sistema como o Matrix (onde o quadro é dividido em vários setores com medição independente e depois é feita uma média levando-se em conta posição da câmera e outros fatores), nem precisa ter TTL pois baseado na distância e na luz ambiente é possivel se calcular a potência correta para a exposição balanceada, sem "estouros" de luz.

Imagino que o da Canon aja de forma semelhante.

O sistema TTL-OTF (Through The Lens Off The Film - através da lente e refletida do filme) foi criado pela Olympus para a série OM, em1971. As OM-2 controlavam o flash em tempo real já há mais de 30 anos. Como eles patentearam direitinho, as outras fabricantes rebolaram um pouco até poder ter o seu. As OM, por sinal, são excelentes máquinas, compactas, capazes, robustas e contam com excelentes lentes também.

Abraços,

José Azevedo


isabela

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 17
  • Sexo: Feminino
Resposta #4 Online: 30 de Julho de 2008, 16:52:01
o que significa AiAF TTL 9-point or center ?
e Autofocus TTL?
qual a diferenca?
 ;)