Autor Tópico: Glossário para Iniciantes  (Lida 2482 vezes)

Rosiani Rodrigues

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 12
Online: 01 de Agosto de 2007, 15:31:13
A  
Abertura
Abertura da lente. Abertura na lente da câmera através da qual a luz passa para expor o filme. O tamanho da abertura pode ser fixa ou ajustável. O tamanho da abertura geralmente é graduado em números f – quanto maior o número, menor será a abertura da lente. A abertura ajuda a determinar a profundidade do campo de uma lente: quanto maior a abertura de funcionamento (ou seja, menor é o número f), menos definido será o foco.

Abertura total
Para utilizar uma lente com a sua abertura total, ou seja, na sua configuração mais ampla. A abertura total para uma lente f/2,8 é então f/2,8. Isto minimiza a zona de nitidez (tecnicamente conhecida como profundidade de campo), ajudando a suavizar o fundo e realçar o objeto.

AE
Abreviação de exposição automática. Uma boa foto exige que a velocidade do disparador e abertura da lente sejam ajustadas para expor o filme com a quantidade de luz adequada. Com a AE, a câmera faz estes ajustes automaticamente.

AEB
Abreviação de enquadramento da exposição automática. Com esta função, a câmera fotografa automaticamente uma série de quadros, variando levemente a exposição para cada foto. Então, o fotógrafo pode escolher a melhor exposição. Especialmente útil com filme invertido colorido.

AF
Abreviação de foco automático. Geralmente é ativado ao pressionar o disparador até a metade e atualmente está disponível em quase todas as câmeras, exceto os modelos básicos.

Alta velocidade de disparo
Velocidades de disparo podem chegar a 1/250 segundo ou mais. As velocidades de 1/250 e 1/500 são altas o suficiente para prevenir a trepidação da câmera. As câmeras modernas oferecem velocidades ultra rápidas de 1/1000, 1/2000 e até 1/4000 ou mais.

Ampliação
Refere-se a tamanhos de impressões maiores, geralmente 8 x 10” e acima. As ampliações podem causar mais impactos do que as impressões de tamanhos comuns.

Ampliar com zoom
Para utilizar a lente de zoom para ampliar uma parte do objeto e recortar o resto. Devido ao fato de a abertura da maioria das lentes de zoom tornar os comprimentos focais menores, tome cuidado ao ampliar com zoom para garantir que a velocidade de disparo permaneça alta o suficiente para prevenir a trepidação da câmera.

Ângulo da câmera
Relação da posição da câmera para a posição do objeto. O mais comum é segurar a câmera horizontalmente ao objeto, mas frequentemente pode-se causar mais impacto ao alterar-se o ângulo da câmera para mudar a perspectiva e linha do objeto com um fundo interessante.

Ângulo de visão
O arco visual rodeado pela lente é, geralmente, medido na diagonal do quadro. O ângulo de visão, geralmente é de aproximadamente 60° para lente grande angular, 40-60° para lentes normais, e menos de 40° para lentes telefoto. Os exemplos no formato 35 mm incluem 75° para uma lente de 28 mm, 47° para uma lente de 50 mm, 34° para uma lente de 70 mm e 24° para uma lente de 100 mm.

 
B
Balanço de branco
Ajustar a câmera para compensar o tipo de luz iluminando o objeto fotográfico. Elimina as nuances de cor indesejada por algumas fontes de luz, como iluminação fluorescente.

Baterias da câmera
Baterias desenhadas para alimentar as diversas funções da câmera. As baterias de lítio são populares para este uso graças ao seu tamanho pequeno e vida longa. Os tipos comuns de 3V incluem CR2 e CR123A, enquanto que os tipos 6V incluem CRP2 e 2CR5. As unidades de flash normalmente utilizam baterias do tamanho AA.

Bit
Digito binário. Unidade básica de informação digital.

BMP
O formato BMP é compatível com a maioria dos softwares gráficos para PCs Windows. As imagens podem ser salvas no formato full color (16,77 milhões de cores) ou no formato 256 cores. No entanto, os dados não são comprimidos, os arquivos de imagem BMP são muito grandes.

Byte
Unidade de medida igual a 8 bits de informação digital. Unidade padrão para medida de tamanho de arquivo.

C  
Câmera 35 mm
Câmera que utiliza filme 35 mm, formato que a permite ser pequena e conveniente. Apesar da variedade de formas, elas geralmente podem ser divididas em SLRs, que apresentam lentes intercambiáveis e câmeras compactas com lentes fixas.

Câmera APS
Câmera que utiliza o filme “ Advanced Photo System” (Sistema de Fotografia Avançada), um formato de filme pequeno projetado para facilitar o uso. O cartucho drop-in torna a colocação do filme especialmente simples. Uma fita magnética no filme grava as informações de disparo para auxiliar no processamento e impressão.

Câmera compacta
Termo geral para câmeras pequenas e leves projetadas para conveniência. Ao mesmo tempo em que não oferecem lentes intercambiáveis, elas são muito úteis para snapshots (instantâneos) e algumas utilizam óptica de alto desempenho. Ideais para viagens ou aplicativos visuais.

Capa da lente
Anteparo circular que bloqueia a entra de luz estranha na lente. Utilizar uma lente sem capa corre-se o risco de clarões, que sempre aparecem como uma nevoa branca sobre a imagem.

Cassete
Recipiente de alojamento do rolo de filme, especialmente para o filme de 35 mm. O filme de 35 mm carregado no cassete também é chamado formato 135. Este filme está disponível com 12, 24 e 36 fotos, e pode ser utilizado em qualquer câmera de 35 mm antiga ou atual.

Catchlight (Reflexo de luz)
Reflexo brilhante de luz no objeto fotografado. Os reflexos de luz são importantes principalmente em retratos de rosto e ombros e impressões grandes, onde eles dão brilho e vida ao assunto. São facilmente obtidos com um flash ou refletor em frente ao objeto.

Close-up
Foto tirada próximo ao objeto, geralmente definida como tirada a 1 m de distância ou menos. Os objetos mais populares de close-up são flores, insetos e objetos pequenos. Enquanto a maioria das lentes comuns pode focalizar na distância de 40-50 cm, as lentes especializadas oferecem um melhor desempenho para close-up de fotografias profissionais.

Código DX
Código legível da câmera impresso na parte externa de cassetes de filmes 35 mm e cartuchos APS. Este código fornece informações sobre a Sensibilidade ISO, tipo de filme e extensão, permitindo que a câmera ajuste as configurações de exposição e número de quadros.

Compensação da Contra-Luz
Aumentar a exposição para contrapor a contraluz sobre um objeto. Pelo motivo da maioria dos sistemas de medição ter a tendência de subexpor os objetos iluminados pela contraluz, geralmente uma boa dica é aumentar a exposição até 1,5 EV.

Compensação da Exposição
Ativação manual que permite aumentar ou diminuir a exposição quando houver um motivo para acreditar que o foco automático da câmera não irá produzir uma exposição correta. Geralmente as câmeras oferecem uma faixa de ± 3EV de compensação da exposição. A compensação normal para a contra-luz, por exemplo, é de + 1,5 EV.

Composição
Disposição visual de todos os elementos visuais dentro de uma foto. Observe que nem sempre o objeto principal deve estar no meio do quadro. Ao compor uma foto, considere o quadro todo e todos os cantos.

Contraluz
Luz, principalmente a luz solar, que ilumina o objeto no lado oposto da câmera. Ela pode levar a câmera a subexpor o objeto, ou seja, torná-lo escuro demais. A contraluz pode ser contraposta pelo aumento da exposição e produzir retratos muito atraentes.

Contraste
Diferença no nível de iluminação entre as partes mais claras da imagem (realces) e as partes mais escuras (sombras). As imagens de alto contraste mostram uma diferença nítida entre o claro e o escuro, enquanto que nas imagens de baixo contraste as diferenças são mais atenuadas.


D  
Data de validade
Data até a qual o filme deve ser exposto e processado, geralmente impressa na parte externa da caixa. Utilizar os filmes dentro desta data garante uma qualidade de imagem total. Evite usar filmes fora da data de validade, o que pode causar perda de brilho da imagem e de detalhes.

Disparo contínuo
Manter o disparador pressionado para fotografar um quadro após o outro. As câmeras geralmente são capazes de fotografar um ou dois quadros por segundo, enquanto que modelos com velocidades mais altas podem fotografar de quatro a cinco quadros. O disparo contínuo é útil especialmente em fotografia de esportes.

Disparo lento
Velocidade de disparo lento, ou seja, o disparador permanece aberto por um longo tempo. Geralmente isto significa 1/30 segundo ou mais. Como segurar a câmera com velocidade de disparo lento sempre resulta em trepidação da câmera, sempre utilizar um tripé ou outro apoio para estabilizar a câmera.

Dispositivo de Acoplamento de Carga (CCD)
Um dos dois tipos principais de chips de computador utilizado para capturar imagens de câmeras digitais.

E
EI
Abreviação de índice de exposição, um número utilizado quando o filme é “classificado” (exposto) a uma sensibilidade diferente de sua sensibilidade ISO nominal. Por exemplo, um filme de sensibilidade ISO 100 pode ser promovido para um El de 400 pela exposição como se fosse um filme de sensibilidade ISO 400 e, em seguida, ser processado de acordo.

EV
Valor de exposição, medida da quantidade de luz que incide sobre o filme. A exposição é determinada pela combinação entre a velocidade de disparo e abertura da lente. Cada multiplicação/divisão da velocidade de disparo ou abertura/fechamento da lente é por um número-f é equivalente a 1 EV.

Exposição correta
Combinação entre a velocidade de disparo e abertura da lente que distribui a quantidade correta de luz para produzir uma boa imagem no filme. A função da câmera que faz estes ajustes automaticamente é conhecida como exposição automática (AE) .

Exposição Prolongada (B)
Configuração que permite abrir e fechar o disparador manualmente, útil para exposições prolongadas (por exemplo, 5 a 10 segundos ou mais). Tradicionalmente era ativada por um cabo liberador com uma trava. A maioria das câmeras atuais utiliza um cabo de controle eletrônico.

F
Filme de alta sensibilidade
Filmes com sensibilidade ISO 400 a 800. Os filmes de alta sensibilidade modernos oferecem cores muito vivas e ricas, tornando-os uma substituição para todos os usos dos filmes de ISO 100 do passado.

Filme de baixa velocidade
ãos extremamente finos, excelente nitidez e reprodução de cores vivas e ricas. Sua velocidade baixa tende a resultar em velocidades lentas do obturador (disparador), tornando-se aconselhável o uso de um tripé ou outro suporte de câmera.

Filme invertido colorido
O filme grava uma imagem positiva (ou seja, cores e claro/escuro igual à realidade). Este tipo de filme pode ser utilizado não só para slides, mas também para impressões diretas coloridas. A exposição deve ser bastante precisa, desse modo, o filme invertido colorido é mais apropriado para fotógrafos semi-profissionais e profissionais.

Filtro
Dispositivo óptico que se anexa à lente para fornecer um efeito visual específico. Os tipos comuns incluem filtro UV para filtrar a luz ultravioleta, filtros polarizantes (PL) para cortar os reflexos e escurecer o céu, filtros de compensação de luz (LB) para compensar a luz do amanhecer, anoitecer e tempo nublado, e filtros de correção de cores (CC) para o controle preciso das cores.

Foco
Ajuste do ponto máximo de nitidez ao fotografar um objeto. As câmeras com foco automático fazem isto automaticamente, mas observe que ao fotografar em close up, frequentemente é mais rápido e preciso alterar para o foco manual.

Foco de fundo
Uma situação onde a lente está realmente focalizada atrás do objeto principal, resultando em uma pequena suavidade desse objeto. O foco de fundo é um problema comum quando há um outro objeto atrás do objeto principal, e o foco automático trava sobre esse outro objeto.

Foco frontal
Situação quando a lente está realmente focalizada na frente do objeto principal, resultando em uma leve suavidade do objeto. O foco frontal pode ser um problema ao fotografar uma paisagem ou cena distante e o foco automático pode travar sobre um objeto em primeiro plano.

Foco panorâmico
Para focalizar uma lente para que tudo ao redor, longe ou perto, esteja com foco de nitidez aceitável. Isto é mais bem executado utilizando uma lente grande angular e mudar para uma abertura pequena; em seguida, ajustar o foco para minimizar a área do quadro que aparece nítida.

Fora de foco
Sair da zona de nitidez do foco de uma lente. Exemplos comuns incluem a grama borrada em primeiro plano ao focalizar uma paisagem distante ou fundo borrado de um foto em close-up de uma flor.

Formato de filme 135
Filme de 35 mm dentro de um cassete. O tamanho mais popular está disponível em rolos de 12, 24 e 36 exposições. O código DX no cassete permite que a câmera ajuste a sensibilidade ISO e outros parâmetros automaticamente.

Formato H
Formato de impressão padrão a partir de negativos de filme APS. Sua proporção de imagem de 16:9 é a mesma de uma TV de alta definição, sendo útil para mostrar a expansão horizontal ou vertical do objeto, assim como, adicionar sensação de profundidade à cena.

Fotografia com flash
Utilizar um flash embutido ou externo para iluminar o objeto. O uso habilidoso de um flash pode clarear um objeto para obter lindos resultados, mas é mais bem utilizado junto com a luz existente para uma foto com aparência natural.

Foto natural
Foto de qualquer objeto natural, de animais, pássaros e insetos à plantas e flores, e até mesmo objetos subaquáticos. Existe uma infinidade de possibilidades, usando todas as lentes de telefoto a macro. Flores e pássaros são muito populares e fáceis de fotografar.

Fundo
Pano de fundo por atrás do objeto principal e elemento chave da composição fotográfica. Escolher o fundo correto – uma cor especial, por exemplo, ou edifícios, árvores ou céu – têm um efeito maior no impacto de sua foto.


 
G  
Giro panorâmico
Seguir um objeto em movimento com a câmera, geralmente utilizando uma velocidade de disparo lenta de aproximadamente 1/60 segundo. Isto pode borrar o fundo enquanto mantém o objeto em foco nítido, trazendo uma sensação de movimento e velocidade.


H  
Horizontal
Quadro direcionado com a lateral longa para a horizontal, geralmente a câmera é mantida no nível horizontal para obter uma foto com aparência mais natural. Enquanto que a maioria da fotos são horizontais, os fotógrafos profissionais tendem a procurar por mais variedade fotografando na direção vertical.


I  
Iluminação frontal
Luz incidindo sobre o objeto a partir da mesma direção da câmera. A iluminação direta torna seguro utilizar a exposição automática. Enquanto que a iluminação frontal é ideal para fotos de grandes grupos de pessoas, a falta de sombras e contornos não é a iluminação mais atraente para a maioria dos objetos.

Impressão de dados
Dados impressos no filme ou sobre as imagens. Os tipos de dados impressos podem incluir data e hora, modo de disparo, distância focal, velocidade do obturador (disparador) e abertura, compensação da exposição, AF/MF, flash ligado/desligado e etc. Cerca de 645 câmeras e câmeras APS oferecem este recurso, e databacks também estão disponíveis para alguns tipos de câmeras.

Impressão direta
Impressão feita diretamente de um slide colorido. As impressões diretas FUJIFILM são chamadas impressões Fujichrome, em contraste com as impressões Fujicolor, que são feitas a partir de um filme negativo colorido. As impressões diretas tendem a parecer nítidas com alto contraste e cores vivas

Instantâneos
Fotografia tirada rapidamente e por reflexo, geralmente de pessoas: atividades comuns nas ruas da cidade ou campo, crianças brincando, etc. Uma câmera compacta com um filme de alta sensibilidade e uma lente grande angular é a ferramenta comum para este tipo de fotografia, mas as lentes telefoto também podem ser utilizadas. O segredo é aproximar-se do objeto o máximo possível.


J
JPEG
JPEG comprime arquivos descartando as informações de cores que o olho humano não consegue perceber. Este formato reduz significativamente o tamanho do arquivo. Mas a qualidade da imagem se deteriora conforme a taxa de compressão aumenta. Uma vez que os dados estão salvos, a compressão não pode ser revertida.

L  
Latitude
Variação de valores de exposição permitidos de um filme. Enquanto que há somente uma única exposição “correta” que determina que a variação total de tonalidade de sombra para realce, o filme tolera alguns graus de sobre-exposição e sub-exposição, e isto pode ser levado em conta ao ajustar a exposição.

LCD (Liquid Crystal Display)
Tela de Cristal Líquido encontrada em muitas câmeras digitais que permite visualizar as fotos.

Lente de zoom
Lente de zoom oferece uma faixa de comprimento focal continua, especialmente de grande angular à telefoto. Apesar de maiores, mais pesadas e mais lentas em comparação com as lentes de comprimento focal único, as lentes de zoom oferecem maior conveniência e qualidade crescente, e tem obtido muitos seguidores entre os fotógrafos.

Lente macro
Lente desenhada para fotografia em close-up, ou seja, a uma distância de aproximadamente 20 cm. As lentes Macro são as preferidas para fotos de flores e insetos. Os comprimentos focais populares são 50-60 mm, enquanto que as lentes macro de 90-100 mm são úteis quando precisar de um pouco mais de distância do objeto.

Lente rápida
Lente com uma abertura máxima ampla (por exemplo, f/1,7 ou f/2,8), que permite a entrada de uma grande quantidade de luz. Embora seu desempenho seja bom com pouca luz, as lentes rápidas tendem a ser grandes e caras. As lentes com aberturas máximas pequenas (por exemplo, f/5,6 ou f/8) são chamadas lentes lentas.

M
Manual
Qualquer função não-automática. Os ajustes manuais comuns incluem foco manual, controle manual da exposição (ajustando a velocidade de disparo e abertura) e inserção manual da sensibilidade ISO, ativação manual do código DX.

Marcas de moldura de close-up
Pequenas marcas adicionais dentro do visor de câmeras compactas que aproximam o tamanho do quadro ao fotografar em distâncias pequenas. Utilize estas marcas ao fotografar em close-up para evitar erros como cortar a cabeça do objeto.

Medição pontual
Modo de medição encontrado em muitas câmeras SLR que avalia a exposição de acordo com uma pequena área no centro do quadro. A medição pontual é útil para objetos com alto contraste, permitindo medir as áreas claras e escuras e, então selecionar uma exposição intermediaria. Um outro uso seria para fotografia de palcos ou outras situações onde os objetos são iluminados seletivamente.

Megabyte
Unidade de medida de dados armazenados igual a 1.024 kilobytes ou 1.048.576 bytes.

Megapixel
Indica a resolução de imagem de um milhão de pixels ou mais. Quanto maior o número de pixels em uma imagem, mais alta a resolução e, portanto, maior a qualidade da imagem.


N  
Negativo Colorido
Filme para impressões coloridas. O filme grava uma imagem negativa (ou seja, cores e claro/escuro exatamente ao contrário da realidade), que então se torna positiva quando impressa em papel colorido. O filme colorido negativo é tolerante a uma ampla variedade de exposições, o que facilita o seu uso.

Número-f
Medida de abertura, isto é, diâmetro focal, de uma lente, descrito como “f/” (por exemplo, f/2,8) ou com dois pontos (1:2,8). Quanto menor o número, mais clara a lente. A progressão dos números-f é: f/1.0, f/1.4, f/2.0, f/2.8, f/4, f/5.6, f/8, f/11, f/16, f/22, f/32.


O  
Objeto
O item mais importante de uma foto – uma pessoa, um animal, uma planta, uma montanha etc. O objeto deve ser o foco da foto, mas outros objetos podem ser incluídos para causar mais interesse à foto. Sempre é bom perguntar a si mesmo: qual é o objeto desta foto e o que estou tentando fotografar?


P  
Painel LCD
Painel de tela encontrado na maioria das câmeras digitais que fornece as informações de disparo incluindo status de carregamento do filme, número de quadros, data e hora, flash ligado/desligado, status da bateria, velocidade de disparo, abertura, modo de cena, modo de medição, foco no infinito, etc.

Paralaxe
Imprecisão do visor porque a lente e o visor vêem o objeto de ângulos ligeiramente diferentes. O paralaxe aumenta com a maior aproximação do objeto. Um dos benefícios do desenho da câmera SLR é a ausência de paralaxe.

Pixel
Significa elemento de imagem. Um ponto em uma tela de computador ou imagem digital.

Preenchimento
Luz suplementar de um flash, lâmpada ou refletor usada para clarear as sombras que incidem sobre um objeto iluminado pela luz solar direta. Fotografar sem preenchimento nesta situação tende a produzir um contraste áspero.

Primeiro plano
Porção da cena mais próxima da câmera, em contraste com o plano médio e fundo. Incluir um primeiro plano a uma paisagem ou instantâneo ajuda a criar uma sensação de profundidade e pode adicionar uma característica ou ajuste útil ao objeto principal ou objeto mais distante.

Prioridade de abertura AE
Modo de exposição automática que permite ao usuário ajustar a abertura da lente. Então, a câmera determina automaticamente a velocidade de disparo correta. Isto permite o controle efetivo da profundidade do campo e é popular entre os fotógrafos profissionais.

Profundidade
Qualidade da profundidade tridimensional em uma foto. Existem várias maneiras de se obter esta sensação de profundidade, tais como comprimir a perspectiva de um objeto distante, ângulos radicais da câmera e foco seletivo.

Profundidade de campo
Distância entre parte frontal e traseira do ponto do foco mais definido que ainda é aceitavelmente definido. Quanto maior a abertura da lente, menor a profundidade de campo, enquanto lentes grande angular oferecem uma profundidade de campo mais aparente.

Programa AE (P)
Modo AE totalmente automático no qual a câmera determina a velocidade de disparo e abertura. O programa é desenhado para minimizar a trepidação da câmera permitindo que a maior da cena permaneça no foco.


Q  
Qualidade de imagem
Avaliação da qualidade visual geral de uma impressão. Os critérios de qualidade de imagem incluem boa nitidez, tonalidade suave, grãos finos, detalhes de sombra e realce, e fidelidade e riqueza de cores.



R  
RAW
O formato de imagem RAW contém os dados conforme são recebidos diretamente do sensor de imagem da câmera digital, sem nenhum processamento na câmera.

Realces
Partes mais iluminadas de uma imagem. Os realces são os opostos das sombras, as partes mais escuras da imagem e a transição entre as duas que proporciona à foto sensação de tonalidade. A exposição correta deve tornar os realces brilhantes preservando os detalhes.

Redução de olhos vermelhos
Modo em muitas câmeras que dispara uma luz de pré-exposição ou flash para dilatar as pupilas do objeto e prevenir o problema comum de olhos vermelhos com fotografia com flash. Útil para fotografar pessoas com pouca luz.

Refletor
Um objeto refletor branco ou prateado usado para refletir luz nas áreas de sombra de um objeto, especialmente em luz solar direta onde o contraste é grande. Os refletores podem ser comprados ou facilmente improvisados e são essenciais para fotografar modelos.

Reprodução das Cores
Fidelidade e beleza das cores que as impressões coloridas e slides fornecem à cena original. Filmes diferentes possuem características de cores diferentes e cada um é capaz de produzir um “aspecto” distinto.

Resolução
A quantidade pixels por polegada linear em uma imagem ou quantidade de pontos por polegada linear produzida por um dispositivo de saída.

Retrato
Foto de uma pessoa, normalmente em pose. No formato 35 mm, uma lente de 8-100 mm de alcance proporciona um perspectiva natural. Diferente de fotografar retratos de cabeça-e-ombros diretamente, os fotógrafos geralmente colocam a pessoa sentada em ângulo e, em seguida, giram a cabeça da pessoa para a direção da câmera. Trabalhos de retratos profissionais tem melhores resultados com uma câmera de formato grande.

Ruído
Granularidade em uma imagem, causada por pouca iluminação ou por defeitos no sinal elétrico gerado durante o processo de captura de imagens.


S  
Slide colorido
Quadro de filme invertido colorido colocado em um suporte de filme, para uso em projetor de slides. A nitidez e as cores vibrantes deste tipo de filme causa impacto e prazer às apresentações de slides.

Semicondutor óxido metálico (CMOS)
Um dos dois tipos principais de chips de computador utilizado para capturar imagens de câmeras digitais. Os sensores CMOS atualmente são encontrados em somente algumas câmeras digitais.

Sensação de movimento
Qualidade de fotografia de objetos em movimento onde a câmera simplesmente não congela o movimento, mas o mostra de alguma forma. Isto pode ser feito propositadamente deixando o objeto um pouco borrado ou usando um disparador lento ou utilizando o giro panorâmico com o objeto, borrando o fundo.

Sensibilidade
Sensibilidade à luz de um filme, ou seja, quanta luz é necessária para produzir uma imagem. Quanto mais sensível o filme, mais rápido ele será. A sensibilidade do filme é expressa em ISO, ou seja, ISO 400 ou ISO 800, números mais elevados indicam maior sensibilidade.

Sensibilidade ISO
Medida padrão internacional de sensibilidade de filmes. Quanto mais sensível o filme (ou seja, filme que exige menos luz para uma exposição) é chamado de “alta sensibilidade”, enquanto que um filme com menos sensibilidade é chamado de “baixa sensibilidade”.

Sensibilização
Expor o filme a um EI superior a sua sensibilidade ISO e depois compensar no estágio de processamento.

SLR
Abreviação de lente de reflexo único, é um tipo de câmera que mostra ao usuário a visão real através de qualquer lente anexada, de grande angular, telefoto e zoom, sua versatilidade torna indispensável para fotografia profissional.

Sombras
As partes mais escuras de um objeto ou imagem. O oposto das sombras são os realces, as partes mais claras da imagem e a transição entre as duas que proporciona uma sensação de tonalidade às fotos. A exposição correta deve preservar os detalhes delicados mesmo nas áreas de sombra.

Subexposição
Quando o filme não recebeu luz suficiente para uma exposição correta. A subexposição faz os negativos parecerem mais “finos” (claros), que produz impressões granuladas e turvas.

Superexposição
Quando o filme recebeu muita luz para a exposição correta. Os negativos parecem escuros, produzindo uma névoa branca e realces queimados nas impressões. Os slides com superexposição são pálidos e nebulosos.

Suporte de slide
Moldura plástica ou de papel usada para suportar um quadro de filme. Os suportes de slide de 35 mm medem 5 x 5 cm. Encomendados geralmente ao entregar o filme para o laboratório, solicitando que o filme processado seja “montado”.

T  
Tamanho do quadro
Área do filme que grava a imagem real. Também conhecido como formato do filme. Os formatos comuns incluem APS (16.7 x 30.2mm), 35mm (24 x 36mm), 645 (41.5 x 56mm), 6x7 (56 x 69mm), 6x8 (56 x 76mm), e 6x9 (56 x 82.6mm).

Temperatura da cor
Quantidade de vermelho (calor) ou azul (frieza) da luz, expressa em graus Kelvin. Números mais altos significam luz mais fria e números mais baixos indicam luz mais quente. A luz do meio-dia padrão é considerada de 5400 K, enquanto que a luz duas horas após o crepúsculo e duas horas antes do pôr-do-sol é de 4800 K.

TIFF
O formato TIFF foi desenvolvido para permitir a manipulação dos dados da imagem em plataformas diferentes. Permite armazenar imagens sem compressão.

Tonalidade
As tonalidades de claro e escuro de um objeto ou foto, de realce a sombras. A tonalidade pode ser forte, com grandes diferenças entre os tons, ou suave, significando transições mais suaves entre as tonalidades.

Trava do foco
Recurso da maioria das câmeras AF que permitem focalizar uma parte da imagem pressionando-se o botão do obturador (disparador) até a metade; em seguida, recompondo a foto e pressionando o botão do obturador (disparador) totalmente para tirar a foto. A rotina do uso da trava do foco assegura que o foco seja exatamente como o desejado.

Trepidação da câmera
Qualquer movimento da câmera no momento em que o obturador (disparador) é pressionado. A trepidação da câmera é um dos motivos principais das fotos borradas, com probabilidade de acontecer em velocidades de disparo de 1/30 segundo ou inferior. Uma outra causa é pressionar o obturador (disparador) com muita força.

Tripé
Acessório essencial para apoiar a câmera de maneira estável em velocidades de disparo lentas ou ao utilizar lentes longas. Um tripé é a melhor maneira de prevenir a trepidação da câmera. Ao escolher um tripé, procure por um de operação simples e do tamanho mais prático para as suas necessidades.


V  
Vazamento de bateria
Vazamento de líquido por deixar baterias descarregadas na câmera. Os danos causados aos componentes internos podem causar maus funcionamentos e serem difíceis de reparar. Sempre deixe a câmera desligada quando fora de uso. Para armazenamento por períodos mais longos, remova as baterias e mantenha as mesmas em local fresco e seco.

Vertical
Quadro direcionado com o lado longo para a vertical. Segurar a câmera verticalmente e incluir o primeiro plano, o médio e o fundo é uma maneira eficiente de criar uma sensação de profundidade. Boas composições verticais são a marca de um bom fotografo.

Visor
Janela na câmera que mostra a cena. As câmeras com foco automático normalmente focalizam no centro do quadro como no mostrado no visor. Utilize a trava do foco para garantir que o foco esteja correto: centralize o quadro sobre o objeto, pressione o disparador até a metade e mantenha-o pressionado, em seguida, recomponha a imagem a seu gosto e pressione o disparador totalmente.

 
 


Tati Andreza

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 317
  • Sexo: Feminino
Resposta #1 Online: 01 de Agosto de 2007, 15:33:21
Eita que legal  :thmbup:  
Tatiana Andreza

Flickr


Rosiani Rodrigues

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 12
Resposta #2 Online: 01 de Agosto de 2007, 15:38:23
Sou iniciante mas acho fascinante o "mundo fotográfico" achei esse glossário navegando e achei super útil pra mim, acho que também pode ser outras pessoas do fórum..

compartilhando experiências = somando resultados  


DiogoLeal

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 367
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 01 de Agosto de 2007, 15:58:50
Rosiani e Tati,
Eu tb acho muito interessante um glossário.
É por isso que o pessoal da comunidade já fez um muito bom e está disponível  facilmente aqui no site.
Vejam o que tem escrito no início da página,do lado direito:
"Bate papo    "Glossa'rio" ....

vale a pena ir ver lá

abs
Diogo de C. Leal
Recife-PE
Pentax K110D
Pentax SMC 18-55mm
Tamron 28-75mm f2.8
Tamron LD Di Macro 70-300mm f4.5/5.6
Zenit MC Helios 58mm f2.0
Super Takumar 135mm f3.5


Rosiani Rodrigues

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 12
Resposta #4 Online: 01 de Agosto de 2007, 16:41:35
É vero Diogo, não tinha observado... de repente dá até pra incluir alguns itens que não tem no glossário oficial, que realmente é muito bom... se os moderadores quiserem apagar esse topico e incluir no outro, à vontade...
 


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.731
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #5 Online: 01 de Agosto de 2007, 17:02:41
Estamos trabalhando em grandes mudanças no site, em breve faremos uma revolução... rs...
:)
Mas é uma boa, pelo menos serve como base para futuras modificações.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


jeanneres

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 5
Resposta #6 Online: 01 de Agosto de 2007, 23:19:50
Muito bom o glossário, da deu pra tirar muitas duvidas aqui.
depois seria uma boa fazer um glossario de outros coisa
como photoshop, e outros programa que se usam na fotografia. :clap:  :thmbup: