Autor Tópico: Alexander Rodtchenko (1891-1956)  (Lida 1157 vezes)

Miliandre Garcia

  • Visitante
  • Trade Count: (0)
Online: 07 de Setembro de 2007, 21:31:58
Hoje visitei uma exposição de fotografias do artista russo Alexander Rodtchenko e gostaria de compartilhar com meus colegas foristas essa experiência, cujas imagens podem ser vistas em:
http://www.evene.fr/culture/agenda/rodtchenko-photographe-17230.php?photo
http://www.radiomontaje.com.ar/fotografos/rodtchenko.htm
http://laboiteaimages.hautetfort.com/archive/2007/06/26/rodchenko-l-expo.html
http://www.onne.com.br/modules.php?name=browse&mode=page&cntid=4595

Rodtchenko tem formação em Belas-Artes, é um dos fundadores do construtivismo russo e dedicou-se não só à fotografia com também à pintura, escultura, design e artes gráficas. Viveu entre 1891 e 1956 e só fez uma viagem na vida, para Paris, que resultou inclusive numa série de fotografias.
É reconhecido pelo trabalho com sombras e formas geométricas e tematizou bastante o trabalho operário, o cotidiano das fábricas, obras públicas, multidões, etc. Suponho que esse interesse particular pela questão do trabalho e das multidões tenha relação direta com o Partido Comunista. A preocupação com questões correlatas à militância levou-o, a partir da década de 1910, a fundar com outros artistas o Sindicato dos Artistas Pintores.
Mas o artista não tematizou apenas o mundo do trabalho. Ele tem uma série de fotografias de circos (tradicionais na Rússia), muitos retratos (o mais conhecido é o retrato de sua mãe) e alguma coisa de natureza.
Em algumas fotografias notei uma preocupação constante em retratar elementos da modernidade como a energia elétrica, os bondinhos etc. Pra quem viveu na passagem do século XIX para o XX, na Rússia, essa expansão causou forte impacto.
Fez também ilustrações de muitos livros de Vladimir Maiakovski (poeta russo muito conhecido) e tem um trabalho muito expressivo de foto-montagem.


« Última modificação: 12 de Setembro de 2007, 14:06:17 por Miliandre Garcia »


Beto Eterovick

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.390
  • Sexo: Masculino
  • NOVO SITE: www.betoeterovick.fot.br
Resposta #1 Online: 07 de Setembro de 2007, 22:44:05
Interessante o trabalho dele. A fotografia da mulher segurando o óculos de leitura é muito bonita. Achei interessante mesmo as foto-montagens e as artes gráfiacs.


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #2 Online: 09 de Setembro de 2007, 16:37:19
O Contrutivismo é a forma artística por exelência do Modernismo. Ela é a assunção da geometria como criadora de emoções estéticas.

Gostei muito. Obrigado


lambe-lambe

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 31
  • Pela difusão da informação
Resposta #3 Online: 24 de Março de 2008, 23:12:22
Para quem se interessa pela obra do fotógrafo, encontrei esse artigo de Annateresa Fabris sobre o assunto. O artigo chama-se "Um olhar sob suspeita".
redalyc.uaemex.mx/redalyc/pdf/273/27314205.pdf

Resumo: As fotografias de Aleksandr Rodtchenko feitas a partir de pontos de vistas desconcertantes, são consideradas demasiado concentradas em aspectos formais, estando, com isso, distantes dos processos sociais e históricos contemporâneos. O artista, que introduz a fotografia de vanguarda na União Soviética, defende a busca da inovação formal como uma maneira de transformação da percepção numa sociedade revolucionária.

Como, nos últimos tempos, meu interesse tem se voltado justamente para as relações entre a busca de inovação formal e o desejo de transformação da realidade, acabei encontrando esse trabalho e aceito outras indicações.
« Última modificação: 24 de Março de 2008, 23:19:08 por lambe-lambe »


Marcelo Voss

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 578
Resposta #4 Online: 25 de Março de 2008, 02:36:22
Também gostei do trabalho dele. Tenho um apreço peculiar pela Rússia, que vai além do campo da fotografia.

valeu a dica  :ok:
`Eagles don`t flock, you have to find them one at a time. ´