Autor Tópico: Daiane Arbus - Informações URGENTE!!!  (Lida 1111 vezes)

StreetShot

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 49
  • Sexo: Masculino
    • André Simões fotografia
Online: 24 de Setembro de 2007, 16:20:27
Olá pessoal do fórum!

Gostaria de saber quem conhece Daiane Arbus, suas opiniões sobre o trabalho dela e dicas de onde posso achar mais informações sobre ela.
Preciso fazer um tabalho sobre a Daiane e as opniões de vocês serão muito importantes pra mim.

Obrigado e abração a todos!
« Última modificação: 24 de Setembro de 2007, 16:24:46 por StreetShot »
- ALS - Campinas -

>> Nikon D300s / Sigma 70-300mm / Nikkor 70-300mm / Nikkor 18-55mm / SB-800 / Nikkor 28mm f2.8 <<


Roberto O. Almeida

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.431
Resposta #1 Online: 24 de Setembro de 2007, 16:59:38
O segundo ensaio do livro Sobre Fotografia, de Susan Sontag, de nome "Estados Unidos, Vistos em Fotos, De um Ângulo Sombrio" fala bastante sobre a Daiane Arbus.


joseazevedo

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 588
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/jerazevedo/
Resposta #2 Online: 25 de Setembro de 2007, 00:37:08
Oi,

ela foi uma fotógrafa "diferente". De certa forma, uma precursora de gente como Annite Leibowitz. Ficou reconhecida por seus retratos em locação e por seus assuntos preferidos - que muitas pessoas classificariam como freaks, desajustados, bizarros. Trabalhos por muitos anos na Esquire, fazendo reportagens fotográficas para ilustrar matérias com os mais variados temas.
Seu olhar era único, daía a forma inustiada com que posicionava as pessoas no ambiente em suas composições, tudo muito bem estudado e nunca igual, mas com um estilo próprio.
Ela nasceu em New York em 1923. Sempre teve uma queda pelas artes, desenhava muito bem. Em 1941 se casou com o fotógrafo Allan Arbus (nasceu Diane Nemerov). Ele a ensinou fotografia. Eles começaram a trabalhar juntos e formaram um time que deu certo na déacada de 50, fotografando para revistas como Vogue. Lá pelo final da década ela começou a trilhar seu próprio rumo, estudando com a fotógrafa Lisette Model e começando a fotografar pessoas que encontrava vagando pela cidade. Ela começou a frequentar locais "inusitados" em busca de personagens - de hotéis pulguentos ao IML, parques, etc. Foram essas imagens que chamaram atenção para a sua visão e a colocaram na Esquire, o que catapultou a sua carreira na década de 60, quando ela fez exibições no MOMA, em várias galerias e se tornou amiga de fotógrafos como Richard Avedon e Walker Evans.
Sua vida pessoal era um tanto quanto conturbada, após a separação, em 1969 ela entrou em depressão e acabou se suicidando em 1971, em seu apartamento em New York. Em 2006 Nicole Kidman a representou no filme "Fur".

Bom, essa é uma breve história da sua vida. Procure por imagens dela na web e, ao admirá-las, tenha em mente que elas foram feitas nos anos 60, foram as primeiras nesse formato, são de uma mulher (na década de 60 nos USA). Tudo isso tem um peso que, provavelmente e junto com outras coisa e pressões, contribuiu para que ela não o suportasse.
Tem um livro muito bom, embora não muito barato, sobre o trabalho dela:  Diane Arbus Revelations.

Diane Arbus é uma figura fascinante, criativa, intrigante no mundo da fotografia. Eu ainda tenho muito a aprender sobre ela e seu trabalho único, seja o comercial/editorial ou o pessoal. Espero ter contribuído.

Abraços,

José Azevedo


StreetShot

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 49
  • Sexo: Masculino
    • André Simões fotografia
Resposta #3 Online: 28 de Setembro de 2007, 19:12:05
O segundo ensaio do livro Sobre Fotografia, de Susan Sontag, de nome "Estados Unidos, Vistos em Fotos, De um Ângulo Sombrio" fala bastante sobre a Daiane Arbus.

Muito obrigado! Pesquisando sobre Sontag achei bastante coisa sobre Diane, valew!
- ALS - Campinas -

>> Nikon D300s / Sigma 70-300mm / Nikkor 70-300mm / Nikkor 18-55mm / SB-800 / Nikkor 28mm f2.8 <<


StreetShot

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 49
  • Sexo: Masculino
    • André Simões fotografia
Resposta #4 Online: 28 de Setembro de 2007, 19:14:57
Oi,

ela foi uma fotógrafa "diferente". De certa forma, uma precursora de gente como Annite Leibowitz. Ficou reconhecida por seus retratos em locação e por seus assuntos preferidos - que muitas pessoas classificariam como freaks, desajustados, bizarros. Trabalhos por muitos anos na Esquire, fazendo reportagens fotográficas para ilustrar matérias com os mais variados temas.
Seu olhar era único, daía a forma inustiada com que posicionava as pessoas no ambiente em suas composições, tudo muito bem estudado e nunca igual, mas com um estilo próprio.
Ela nasceu em New York em 1923. Sempre teve uma queda pelas artes, desenhava muito bem. Em 1941 se casou com o fotógrafo Allan Arbus (nasceu Diane Nemerov). Ele a ensinou fotografia. Eles começaram a trabalhar juntos e formaram um time que deu certo na déacada de 50, fotografando para revistas como Vogue. Lá pelo final da década ela começou a trilhar seu próprio rumo, estudando com a fotógrafa Lisette Model e começando a fotografar pessoas que encontrava vagando pela cidade. Ela começou a frequentar locais "inusitados" em busca de personagens - de hotéis pulguentos ao IML, parques, etc. Foram essas imagens que chamaram atenção para a sua visão e a colocaram na Esquire, o que catapultou a sua carreira na década de 60, quando ela fez exibições no MOMA, em várias galerias e se tornou amiga de fotógrafos como Richard Avedon e Walker Evans.
Sua vida pessoal era um tanto quanto conturbada, após a separação, em 1969 ela entrou em depressão e acabou se suicidando em 1971, em seu apartamento em New York. Em 2006 Nicole Kidman a representou no filme "Fur".

Bom, essa é uma breve história da sua vida. Procure por imagens dela na web e, ao admirá-las, tenha em mente que elas foram feitas nos anos 60, foram as primeiras nesse formato, são de uma mulher (na década de 60 nos USA). Tudo isso tem um peso que, provavelmente e junto com outras coisa e pressões, contribuiu para que ela não o suportasse.
Tem um livro muito bom, embora não muito barato, sobre o trabalho dela:  Diane Arbus Revelations.

Diane Arbus é uma figura fascinante, criativa, intrigante no mundo da fotografia. Eu ainda tenho muito a aprender sobre ela e seu trabalho único, seja o comercial/editorial ou o pessoal. Espero ter contribuído.

Abraços,

José Azevedo

Valew José! Muito obrigado pela sua opinião e pela breve biografia sobre Diane. Achei algumas fotos dela e realmente são únicas. Sua contribuição vai direto pro meu trabalho, agradeço de coração.
- ALS - Campinas -

>> Nikon D300s / Sigma 70-300mm / Nikkor 70-300mm / Nikkor 18-55mm / SB-800 / Nikkor 28mm f2.8 <<


padu

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 444
  • Sexo: Masculino
  • I have ten fingers
    • Padu Casual Photography
Resposta #5 Online: 28 de Setembro de 2007, 19:47:36
Eu assisti o filme... tenha muito cuidado, pois a Daiane do filme eh ficcional, "inspirada" na original.
Nao fala muito sobre a fotografia dela, mas sim sobre os seus demonios internos e a sua revolucao emocional.
http://www.flickr.com/photos/padu_merloti/ http://padu.merlotti.com <br />Sony Alpha 100, Minolta Maxxum 7, Toyo4x5  View Camera, Calumet 4x5 View Camera, 1942 US Navy 4x5 Combat Camera, Voighlander Bessa R, Canon Powershot SD800, Minolta Maxxum 7000 (aposentada), Zenit 12XP (aposentada)<br />San Diego, California


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.045
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 28 de Setembro de 2007, 20:39:46
Oi,

ela foi uma fotógrafa "diferente". De certa forma, uma precursora de gente como Annite Leibowitz.

É uma questão de ponto de vista, mas Annie Leibovitz é fótografa de personalidades, Arbus influenciou mais as novas gerações tipo Larry Clark e Terry Richardson, que fotografam temas "marginais" à sociedade, ecoando o trabalho dela no passado.