Autor Tópico: foto(ou olhar) técnica(o) e foto(ou olhar) artistica(o)  (Lida 6689 vezes)

Pedro Vilas Boas

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 598
Online: 09 de Outubro de 2007, 06:54:30
eu estava olhando o meu jeito.
Eu não consigo enxergar coisas legais no dia-a-dia.
eu fiquei triste.

tem gente que faz fotos lindas, artisticamente muito bonitas com sombras, com retas, raízes de árvores ou galhos secos.

mas eu não consigo enxergar isso.


eu diria que meu estilo de fotografia é mais para registro (animais, locais, paisagens) do que fazer arte, inventar.


eu acho lindo inventar.
estava no Kronocroma esses dias, e o carinha me mostrou um trabalho de uma mulher...
ela simplesmente pegou uma lampada, pegou um lustre de plastico...
assim... como se fosse aqueles de ventilador de teto, mas quadrado.

e só com a luz/sombra e com aquele lustre aceso, ela fez fotos maravilhosas em P&B!
eu fiquei BO-BO!

eu acho que se eu olhando a obra dos outros... o "como eles transformam coisas simples em coisas bonitas"...talvez eu consiga desenvolver um pouco esse lado.
nem que seja "copiando" o olhar fotografico da pessoa.

talvez eu tivesse que olhar obras de vários fotografos pra ver como eles fazem... e , no começo, fazer parecido. Como se fosse um exercicio. Exercício de vista, de visão.


Ou então eu continuo tirando foto da natureza ,rs

eu não tenho capacidae de fazer fotos urbanas bonitas, A NÃO SER que o lugar seja bonito (o que já ajuda!)
mas fora isso...
uma parede com cuma caixa de relogio (que marca luz) velha com fios arrebentados. Eu não tenho capacidade inventar sobre isso. =\


Como , que vocês vêem isso?
além do dom artistico, da presença disso(por natureza) em algumas pessoas; eu também posso tentar desenvolver esse lado?
ou vale mais eu investir no que eu gosto e "sei"? que é ficar deitado no chão esperando a danada da borboleta abrir as asas?
(no fds , que fui aqui no parque da pedra branca, fiquei uns 30 minutos só tirando foto de UMA borboleta, que estava descansando e bebendo agua. mas a danada não abria as asas!)



Miliandre Garcia

  • Visitante
  • Trade Count: (0)
Resposta #1 Online: 09 de Outubro de 2007, 07:37:31
"ou vale mais eu investir no que eu gosto e "sei"? que é ficar deitado no chão esperando a danada da borboleta abrir as asas?"

Pedro: você não existe!!! ;D



LeandroFabricio

  • Trade Count: (9)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.686
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 09 de Outubro de 2007, 09:37:01
 Acredito que isso seja realmente o mais dificil na fotografia.

 Desenvolver o olhar não é como aprender a fotometrar ou outras regras. Não existem informações o suficiente sobre esse tema para que uma pessoa possa aprender.
 Tem muita ligação com diversos fatores, incluindo a cultura/costume da pessoa.

 Na verdade não sei se o certo seria dizer "Olhar", gosto mais do termo linguagem. E desenvolver essa linguagem acontece de forma muito subjetiva.

 Não conheço outra forma de conseguir isso que não seja o treinamento. Gosto muito de observar coisas e muitas vezes me pego olhando pra qualquer coisa na rua "sem importância", analisando a luz, formas, contrastes, fundos. O pessoal que passa do meu lado deve me achar muito doido, assim como eu te acharia doido se te visse 30min deitado ao lado da borboleta.

 Faça um "plano de ação" e saia para observar, não precisa estar com a câmera, apenas observe. Treine seu olhar, mas se quiser levar a câmera tudo bem, mas não deixe que ela te atrapalhe, isso mesmo a câmera atrapalha nesse momento de aprendizagem, principalmente se você ficar se preocupando com foco, fotometria, etc. Primeiro OLHE, encontre o belo no que está vendo, só depois ajuste a câmera para captar o que você viu.

 Espero ter ajudado,
 Leandro
São Paulo - SP


Vitor C

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 11
Resposta #3 Online: 10 de Outubro de 2007, 10:27:27
Acho que o olhar artístico é o segredo da fotografia. Técnica aprende-se rapidamente com uma fonte de informação e dedicação. Olhar artístico é diferente...


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.740
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #4 Online: 10 de Outubro de 2007, 10:55:55
Pedro é mais questão de atenção e paciência...
Tem gente que espera o momento certo e tem gente que presta atenção aos melhores detalhes... É só treinar que você consegue melhorar isso... :D

Uma coisa super importante é conhecer o tema fotografado, quanto mais você conhece o assunto mais você sabe o que procurar e como procurar... :) Conhecer o assunto é fundamental.
Um exemplo, se for fotografar moda e glamour, aprenda MODA e glamour, saiba o que desperta a atenção,  que é tendência, o que cada coisa transmite, o que era para ser transmitido, como cada detalhe funciona na transmissão da sensação e por ai vai...
Ou seja, para fotografar você precisa conhecer a técnica, conhecer o que se fotografa e treinar tanto uma coisa quanto outra para que o processo de achar a combinação de elementos que melhor valoriza aquilo seja intuítiva.
Por isso que não existe um fotógrafo genial em todas as áreas, porque a visão de quem fotografar arquitetura certamente é diferente da visão de quem fotografa moda e glamour, essas pessoas irão procurar elementos diferentes na cena. ;)
« Última modificação: 10 de Outubro de 2007, 11:01:02 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


RFP

  • Colunista
  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 625
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 10 de Outubro de 2007, 12:30:02
Certamente essa questão vai muito além do olhar. "Olhar" é entendido como identificar e esperar boas cenas e momentos. No entanto, nada impede que você crie suas próprias cenas manipulando os elementos. Pode começar copiando outros mesmo, pois "dom" não é algo inato, é aprendido ao longo da vida através da observação, tentativas e treino.


Beto Eterovick

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.390
  • Sexo: Masculino
  • NOVO SITE: www.betoeterovick.fot.br
Resposta #6 Online: 10 de Outubro de 2007, 13:10:55
Eu vejo o "olhar" como um elemento muito mais amplo do que você descreve. Pra mim o olhar fotográfico é a linguagem e a técnica incorporados na essência do fotógrafo. E acho que essa "falta" de linguagem que você coloca, faz parte do processo de identidade que cada um de nós passa, como fotógrafos. Lembro que há algum tempo atrás me ví sem motivação para fotografar, não conseguia fazer fotos que gostasse, etc... Depois percebí que era uma fase mesmo e o que ajuda muito é exercitar, olhar milhares de fotos na internet, conhecer as técnicas fotográficas, se familiarizar com elas, e ir tirando, tirando, muitas fotos.

Até,


LuizNdo

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.407
  • Sexo: Masculino
  • Tente, invente.
Resposta #7 Online: 10 de Outubro de 2007, 13:34:30
Você vê uma cena e clica... isso todo mundo faz.

Você vê uma cena, enquadra e clica... isso os menos piores fazem.

Você vê uma cena, fotometra, enquadra e clica... isso os fotógrafos fazem.

Você vê a cena, compõe a cena, fotometra, enquadra e clica... isso os bons fotógrafos fazem.

Até chegar ao momento que você vê a cena e clica... aí será um fotógrafo genial.

that´s it. ;)
>> Belo Horizonte <<
Fotógrafo Entusiasta.
Sony P100
Canon 7D e XT + 18-55 mm + 75-300 mm USM III + Canon 50mm f1.8 + Sigma 10-20mm + Canon 100-400mm L IS + Adaptador de Telescópio!
Meu Flickr


rafaelfrota

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 254
  • Sexo: Masculino
  • "Toda a arte é absolutamente inútil" (O. Wilde)
    • http://www.rafaelfrota.com
Resposta #8 Online: 10 de Outubro de 2007, 15:34:08
O maior prêmio para qualquer pessoa que entra em um meio artistico (seja fotografia, pintura, escultura, música, etc) é a bendita da PERSONALIDADE. A personalidade é aquilo que você é sem saber que é e que vai te definir como tal, e creio que na maioria das vezes não é algo que se possa manipular.
Desde que eu entrei na faculdade de artes, meu sonho era ter uma personalidade artística como a de uma pintora chamada Lourdes Barreto. Até hoje, depois de formado, e já com alguma (pouca) personalidade nos meus trabalho, minha maior frustração é não ter uma linguagem tão boa quanto esta pintora. Mas cá pra nós, personalidade é isso..é algo que voc~e é e não adianta lutar contra nem tentar moldar conscientemente.
Todas as pessoas que começam nas artes têm seus heróis, que acabam mudando conforme o aprendizado. Não existe outra forma de se aprender a fazer algo senão copiando e vendo muita, muita coisa. Sempre no começo somos maneiristas...copiamos descaradamente algum herói nosso. Só que a nossa personalidade pessoal sempre vai fazer com que você faça aquilo de outra forma, que te encaminha para outro herói e vc mistura os 2...até que a partir de um determinado momento você é uma mistura de tudo com algo a mais. Todos são assim, até os maiores gênios.

>> Eu não consigo enxergar coisas legais no dia-a-dia.
Nós somos o que comemos. quanto mais você estudar as fotografias que você gosta, mais   fácil aprender a enxergar as coisas. Nas aulas de desenho que eu ministro, eu costumo falar pros alunos que ninguém aprende a desenhar, mas sim a observar detalhadamente o que se vê. E não é ver só fotografias não...aconselho bastante a estudar história da arte, biografia de artistas, ver muito filme, ir a muitas exposições...ninguém forma uma personalidade artística sem consumir arte.

>> eu diria que meu estilo de fotografia é mais para registro (animais, locais, paisagens) do que fazer arte, inventar.
Uma coisa que há de se perguntar é "quem sou eu?". Não adianta a pessoa unicamente "querer" ser criativa e fazer tudo na base do maneirismo. Creio que a melhor coisa é ser bom naquilo que se faz. É a famosa história do pato: ele anda, nada, voa...faz tudo, porém, nada disso ele faz direito. Não adianta querer ser bom em registro, moda, nu, urbano, grafismo, etc. Pergunte a si o que você gosta e o que você quer fazer direito, concentre-se apenas nisso e faça o que for necessário. Não perca tepo tentando abraçar o mundo com as pernas

>> além do dom artistico
Dom artístico foi uma desculpa dos preguiçosos que nunca se deram o trabalho de estudar e aprender.

>> ou vale mais eu investir no que eu gosto e "sei"? que é ficar deitado no chão esperando a danada da borboleta abrir as asas?
Isso aí, "mermão", só você pode responder. É a mesma coisa que um guitarrista se perguntar se vale a pena tentar aprender piano. Essa experiência pode ser um fracasso total  ou uma frutífera empreitada. Aí cabe a você descobrir.

No mais, brother, é arregaçar as mangas e "olhar" muito e não esperar que saiam coisas maravilhosas do dia pra noite. Você só vai descobrir que está indo pelo caminho certo quando se pegar feliz mesmo fazendo uma porção de merda e querendo sempre aprender mais. Aí sim você encontrou o amor e um caminho a seguir

Boa sorte, véio!


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.740
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #9 Online: 10 de Outubro de 2007, 15:59:22
Citar
Dom artístico foi uma desculpa dos preguiçosos que nunca se deram o trabalho de estudar e aprender.
Rafael eu sempre digo isso rs...
Eu não concordo de forma nenhuma com a existência de dons intelectuais e criativos, isso tudo é estudo, curiosidade e a soma do que aprendemos durante a vida, nada além disso... ;)
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


padu

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 444
  • Sexo: Masculino
  • I have ten fingers
    • Padu Casual Photography
Resposta #10 Online: 10 de Outubro de 2007, 16:27:36
...
talvez eu tivesse que olhar obras de vários fotografos pra ver como eles fazem... e , no começo, fazer parecido. Como se fosse um exercicio. Exercício de vista, de visão.
...


Pedro,

Nao tem jeito, cada um tem um olhar diferente. Esse olhar depende muito das nossas raizes, do nosso conhecimento, e ate mesmo da nossa alma.

Agora isso q vc mencionou ai em cima nao eh copiar, e sim se inspirar... Um dos melhores exercicios para desenvolver a sua visao e o seu estilo eh olhar o trabalho de varios artistas, e em cada foto que te toque, tentar descobrir porque exatamente aquela foto mexe com voce. Eh a luz? Eh o momento? A geometria?

Existem tambem as tecnicas, e ate por onde sei, nao se patenteia tecnica para tirar fotografia... portanto, nao tenha medo de copiar a tecnica de um outro fotografo, pois mesmo usando a mesma tecnica, o resultado sera diferente.


Citar
Como , que vocês vêem isso?
além do dom artistico, da presença disso(por natureza) em algumas pessoas; eu também posso tentar desenvolver esse lado?

com certeza. procure ler mais sobre arte, em geral. os conceitos de beleza sao universais, e podem ser intercambiaveis por diversos tipos de arte.

Citar
ou vale mais eu investir no que eu gosto e "sei"? que é ficar deitado no chão esperando a danada da borboleta abrir as asas?
(no fds , que fui aqui no parque da pedra branca, fiquei uns 30 minutos só tirando foto de UMA borboleta, que estava descansando e bebendo agua. mas a danada não abria as asas!)

Se eh isso o que te toca... o requisito para uma boa foto eh a atracao pelo assunto. Para que voce vai fazer uma foto se vc mesmo nao achou nada de especial no assunto? Agora, se voce achou aquela borboleta bonita e especial para voce, se pergunte porque ela eh especial, e tente passar esse motivo na sua foto.

http://www.flickr.com/photos/padu_merloti/ http://padu.merlotti.com <br />Sony Alpha 100, Minolta Maxxum 7, Toyo4x5  View Camera, Calumet 4x5 View Camera, 1942 US Navy 4x5 Combat Camera, Voighlander Bessa R, Canon Powershot SD800, Minolta Maxxum 7000 (aposentada), Zenit 12XP (aposentada)<br />San Diego, California


padu

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 444
  • Sexo: Masculino
  • I have ten fingers
    • Padu Casual Photography
Resposta #11 Online: 10 de Outubro de 2007, 16:30:25
...
Não conheço outra forma de conseguir isso que não seja o treinamento. Gosto muito de observar coisas e muitas vezes me pego olhando pra qualquer coisa na rua "sem importância", analisando a luz, formas, contrastes, fundos. O pessoal que passa do meu lado deve me achar muito doido, assim como eu te acharia doido se te visse 30min deitado ao lado da borboleta.
...


As vezes eu estou assistindo um filme e me pego prestando atencao em como a cena foi iluminada, quantas fontes de luz, onde esta o rebatedor, etc... ai eu acabo perdendo a historia do filme.
http://www.flickr.com/photos/padu_merloti/ http://padu.merlotti.com <br />Sony Alpha 100, Minolta Maxxum 7, Toyo4x5  View Camera, Calumet 4x5 View Camera, 1942 US Navy 4x5 Combat Camera, Voighlander Bessa R, Canon Powershot SD800, Minolta Maxxum 7000 (aposentada), Zenit 12XP (aposentada)<br />San Diego, California


Pedro Vilas Boas

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 598
Resposta #12 Online: 10 de Outubro de 2007, 16:49:15
Citar
Dom artístico foi uma desculpa dos preguiçosos que nunca se deram o trabalho de estudar e aprender.
Rafael eu sempre digo isso rs...
Eu não concordo de forma nenhuma com a existência de dons intelectuais e criativos, isso tudo é estudo, curiosidade e a soma do que aprendemos durante a vida, nada além disso... ;)

[NÃO DÊEM ATENÇÃO AO QUE ESTÁ AQUI,
DEPOIS DE RELER OS POSTS ACIMA, PERCEBI QUE FUGI DA NARRATIVA.
MAS COMO ME DEU TRABALHO PRA ESCREVER, NÃO VOU APAGAR HEHHE... DEIXA ELE AQUI. VOU "POSTAR OUTRO POST"]


eu vou excrever aqui um post pra agradecer a contribuição de todos. COM CERTEZA, ler essas dicas, ideias, me ajuda muito a ver um caminho.. o "por onde começar".

mas deixa eu tentar ver se entendi oq o Leo disse.

tem uma coisa leo na arte. arte mesmo. pintar quadro por exemplo
que , bom, eu sou meio espiritualizado... então eu, MUITAS, vezes quando desenhava.. me sentia inspirado (eu gostava de desenhar, desenhava super bem)
tecnica existe...

mas tem uma coisa assim, sutil, que não dá pra desenvolver assim.. pelo menos, dentro de poucos anos, não

e é o que vc falou "dom".
dom é uma palavra unica.
quero dizer, vc que é dessa área deve até ja ter ouvido falar de um Marketeiro que era camelô das ruas do centro aqui do Rio.
ele tem um dom que o permitiu, sem ajuda de nenhuma teoria, se destacar no mundo do marketing.
e dá palestras com um carinha fazendo tradução.

deixa eu tentar ser mais claro (eu me enrolo mt falando)
ele, digamos, nasceu com uma facilidade enorme de entender a politica de mercado sem, se quer, tocar num lápis ou ir a escola.
Outros fazem doutorado em Harvard pra ser a metade do que ele é.

CLARO QUE.
ESTE É UM EXEMPLO que estou tentnado ressaltar a diferença de quando uma pessoa tem uma facilidade, habilidade, (poderia dizer dom?) a mais...

mas é claro que qualquer pessoa no mundo consegue estudar entender o mercado.. etc e, enfim, fazer marketing.

mas tem pessoas, as vezes raras (como esse camelô), que não precisam nem de estudo pra serem top.

é oq as pessoas chamam de "ele leva jeito" , "ele tem facilidade" , "ele é bom nisso"
etc

agora, uma coisa é certa e que todos disseram.
vamos supor que eu pudesse medir (com um instrumento) meu grau artístico.
então eu vi que o instrumento marcou 0 numa escala 0-10
Não é por esse fato de eu não ter dom artistico nenhum , que um dia, quiçá, eu não me torne um 10.
mas sim, exige dedicaçao, amor, dorça de vontade, tudo isso.. e vc chega lá =)
« Última modificação: 10 de Outubro de 2007, 17:01:16 por Pedro Vilas Boas »


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.740
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #13 Online: 10 de Outubro de 2007, 17:10:01
Pedro tudo é fruto de sua experiência, você está aprendendo 24horas por dia 7 dias por semana.
O que chamamos de dom nada mais é do que o resultado disso, seja obtido por meio acadêmico, seja por meio de experiência de vida, o ser humano é feito do que absorve através de seus sentidos. Os grandes artistas tiveram experiências únicas e observaram coisas únicas, na verdade é isso que nos diferencia. Mas é tudo fruto de nossa atenção de de nosso esforço em observar e entender o mundo a nossa volta, a forma com a qual o entendemos é que nos faz criar e pensar de formas diferentes.
Você não nasce com um dom, você o adquiri através de sua vida. Se você não teve a experiência que outro indivíduo teve então busque experiências que o levem a este novo nível. Não acredite que alguém é melhor que você ou tem um dom que você não tem, no máximo esta pessoa teve experiências diferentes da sua, mas não é nada que você também não possa buscar por conta própria.
Somos únicos, não porque nascemos únicos e sim porque nos tornamos únicos no decorrer da vida, um sorriso em um momento diferente muda completamente sua percepção sobre uma determinada coisa, ver um evento a uma distância diferente muda completamente sua percepção da coisa, Da Vince é um exemplo clássico de intelecto artístico construído artificialmente. O que ocorre é que alguns possuem experimentações em seu dia a dia que os levam as ser grandes gênios da arte, outros da matemática e por ai vai, eu considero isso sorte e não dom, porque esses indivíduos acabam vendo o mundo diferente porque tiveram a sorte de experimentar coisas diferentes, mas qualquer um que consiga observar e experimentar (que é da índole humana) e acima de tudo que busque relacionar os sentidos e entender, vai atingir essa genialidade.
Ninguém nasce gênio, as pessoas se tornam geniais devido ao próprio empenho ou ao empenho de outras pessoas, sendo que em alguns casos você pode ter também a pitada de sorte..
Além disso ainda existe uma questão pertinente, o que é o gênio? Observo que o gênio nada mais é do que um cara de muita sorte, que viu uma determinada coisa na hora certa, Da Vince hoje provavelmente seria desprezado se tivesse feito sua arte da mesma forma e que elaborou uma visão diferenciada capaz de estabelecer paradígmas... Ou seja, é tudo uma questão de conhecimento acumulado (veja que conhecimento não é só o que se aprende na academia, mas sua vida é feita aquisição de conhecimento) e uma pitada de sorte para estar no lugar certo e na hora certa, mas ninguém nasce com dom intelectual, se você nasceu normal (sem problemas físicos que o prejudique) é o seu conhecimento que lhe dará o que você precisa, então lute por ele, seja observador, seja curioso e acima de tudo seja empenhado.... ;)
Você pode
« Última modificação: 10 de Outubro de 2007, 17:20:12 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Pedro Vilas Boas

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 598
Resposta #14 Online: 10 de Outubro de 2007, 17:19:39
olha, perfeito oq vcs disseram.
e o mais engraçado. que cada um post de vcs, completa o do outro.
cada um fala de uma forma diferente mais ou menos a mesma coisa.
muito bom.
 
muito obrigado pela ajuda de todos =)

olha, não vou dizer o nome de todos do post , pq são muitos heheh
mas todos me ajudaram bastante!

eu achei que seria legal eu tentar urbanismo. Eu acho bonito as fotos de arquitetura, construções abandonadas... acho legal.
acho que esse não seria o meu ponto mais fraco de todos.

mas natureza é meu Holy Grail
eu AMO estar no mato. amo mesmo!
estive gastando uns rolos no parque da pedra branca, aqui perto. E meu fim de semana ficou maravilhoso.
Eu me dou MUITO bem com a natureza. Muito mesmo.

então acho que esse seria o meu foco. tudo que bixo, planta. amo muito.
=)
vcs me ajudaram a dar mais nitidez no meu foco hehe


sabe um tarzan, sou praticamente um.
quem aqui ja sobiu em bananeiras pra tirar cachos de banana? hehehehe
eu ADORO! é um desafio subirm, mas cair é muito facil hehe. Escorrega MUIIIIITO.

uma vez, eu fiquei com tanta pena.
vcs não vão acreditar (que até pode me ajudar são os biologos do forum) . eu presenciei uma BIG migraçao de formigas!
vocês não tem IDEIA quão alto é o barulho das formigas andando sobre folhas...
imagina eu com uma macro ali?!?!?!?!
MEU DEUS. ia se aquelas fotos pra ampliar bem grande, e fazer um quadro.

No fds passado, eu fui na urca. la é muito bonito em todos os sentidos
mas só consegui tirar fotos de coisas que tinham vida. plantas, e uns micos na pista paulo coutinho (nao sei se é esse o nome)
fiz umas 10 exposições de uns besouros dentro de flores... e outras 10 só com os micos...
la tem muito lugar bonito. construções legais.
Mas se não tiver uma planta, um bixo, pra mim perde a graça.

eu tentei fazer uma pan vertical de um coqueiro muuuuuuuito alto.

então é isso.
muito , mesmo, obrigado por todas as ideias.

até me ajudaram a ficar mais tranquilo. Pq eu achava que como eu não sabia fotografar urbano (por exemplo) eu seria um mau-fotografo.

eu fiquei cerca 30 centrimetros de dois zangoes (ou abelhas rainha, não sei a diferença). sem medo nenhumzinho de ser picado.

eu contei da borboleta né? uma meia hora deitado no chão.
mas eu não contei da mosca varejeira.
aquelas que ficam paradinhas no ar.  tentei tentei tentei.... mas agora não lembro se consegui fazer uma exposição dela.
linda, no sol, com um verde brilhante.

outro sonho? fotografar em macro, aqueles "besourinhos" verdes que trabalham fazendo bolinhas de estrume e rolando com elas. (só mesmo os biologos aqui do forum pra saber o nome deles)
vou fazer um panning em macro deles hehehehe


mais uma vez.
obrigado à todos!!!
concordo com todos em cada letra que escreveram!

grande abraço!!!  ;D