Autor Tópico: TODOS TEM OBRIGACAO DE VE ISSO! URGENTE!  (Lida 6025 vezes)

jeanpaulo

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 186
Online: 20 de Outubro de 2007, 15:45:25
descobri esse site hoje. eu so desejo q vcs passem isso pra o maximo de pessoas possiveis, e vamos comentar aqui e discutir aqui, é muito valido.
http://mercedeslorenzo.multiply.com/
http://mercedeslorenzo.multiply.com/photos/album/23


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #1 Online: 20 de Outubro de 2007, 15:54:18
Jean Paulo;

Eu já conhecia essas fotos.

Há hoje uma grande fantasia a respeito da Natureza, que é a de uma natureza acolhedora. A verdade é que a natureza é hostil. Fique nú no meio da selva e veja quanto tempo você vai durar sem virar comida.

Os elefantes, aí dóceis, são os maiores matadores entre os animais selvagens na Africa, sabia disso? Matam mais que leões (falo de matar homens, não somente a matança mútua por sobrevivência).

Hoje usamos em relação à Natureza a mitologia do "bom selvagem" do Russeau. Attribuímos à natureza uma capacidade de equilíbrio que ela não tem, uma harmonia que ela não tem, etc. Atribuímos à natureza ser um repositório de bondades, enquanto o tubarão não come a perna de alguém, enquanto o jacaré não arrasta para o rio uma criança, enquanto a onça não nos faz de bife.

Hoje a Natureza é para o homem, e não para si. Toda a nossa preocupação com o ambiente natural tem o único sentido de produzir um lugar melhor para vivermos, embora tanta gente acredite em um bem natural antagõnico ao bem artificial.

São bonitas fotos, tão bonitas quanto uma história da carochinha.


Miliandre Garcia

  • Visitante
  • Trade Count: (0)
Resposta #2 Online: 20 de Outubro de 2007, 16:05:06
Os limites entre a boa vontade e a ingenuidade são muito tênues. Refiro ao site que tem intenção nobre (ajudar o planeta), porém os meios (retratar intimidade entre crianças e animais selvagens e vender sacolas coloridas) parecem ingênuos para tamanho projeto.

P.S.: Mudei as palavras, mas o sentido permanece o mesmo.
« Última modificação: 22 de Outubro de 2007, 07:24:45 por M. Garcia »


Michel Rezende

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 830
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/michelrezende
Resposta #3 Online: 20 de Outubro de 2007, 17:03:42
Super interessante a abordagem da natureza mostrada nas fotos Jean, é de uma sensibilidade incrível e causa sensações interessantes aos meus olhos sou um defensor apaixonado pela vida natural em todas as suas formas e gostei muito mas muito mesmo das fotos!

Obrigado por trazer esse link ao meu conhecimento.

Michel Rezende
Michel Rezende - BH-MG
Canon 6D, CANON 7D Flickr



Pedro Vilas Boas

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 598
Resposta #4 Online: 20 de Outubro de 2007, 17:39:58
hehe
Os elefantes, aí dóceis, são os maiores matadores entre os animais selvagens na Africa, sabia disso? Matam mais que leões (falo de matar homens, não somente a matança mútua por sobrevivência).
isso sempre fala na Natinal Geographic.

Atribuímos à natureza ser um repositório de bondades, enquanto o tubarão não come a perna de alguém, enquanto o jacaré não arrasta para o rio uma criança, enquanto a onça não nos faz de bife.
Não são todos que pensam assim
Particularmente eu não penso.
Depende do animal. Da índole da pessoa. Do que a pessoa pretende fazer.
É muito facil evitar acidentes.
Se o animal é venenoso, arisco, etc... não se chega perto. ponto.
se o animal é domesticado ou tem contato com o ser humano, arrisca-se uma aproximação.

Por exemplo, no caso do tubarão.
habitat dele. hehehe. Nem há o que discutir. O mesmo para o jacaré e a onça.


Um animal selvagem atacar uma pessoa é completamente normal =)

vejamos:
sel.va.gem
1. Da selva ou próprio dela; silvestre.
2. Que não está domesticado; bravo.
3. Que nasce e cresce sem cultura, sem cuidado especial; bravo, silvestre.
4. Grosseiro, rude, rústico.
5. Bruto, ignorante.
6. Nômade, bárbaro.
7. Que evita o convívio humano, ou gosta de viver só.

então chegar perto desse tipo de animal é querer que aconteça algo de ruim para a pessoa.
Porque se , por exemplo, uma onça me matar e comer ... pra mim é ruim, pra ela é bom.
simples assim ^^

é a história da seleção natural.
Nos só não morreriamos pq ao invés da força, pensamos. daí podemos dominar e , hoje em dia, domesticá-los.


---
no caso das fotos (são mesmo fotos?).
eu acredito que
isso,
http://mercedeslorenzo.multiply.com/photos/photo/23/18
isso
http://mercedeslorenzo.multiply.com/photos/photo/23/9
e isso
http://mercedeslorenzo.multiply.com/photos/photo/23/3
possa acontecer.

Mas, acredito também, que isso não é de natureza selvagem.
Seriam animais domesticados ou que tenham convívio com o ser humano.

Sim.
Há animais SELVAGENS que são doceis.
Acho que as baleias jubarte não atacam seres humanos, ou mesmo um tubarão-baleia.
Mas não tenho certeza. Quem pode confirmar isso (animais selvagens, porém "dóceis") são os biólogos e ecólogos.

Lê-se docil no sentido de não atacar o Ser Humano.
« Última modificação: 20 de Outubro de 2007, 17:41:20 por Pedro Vilas Boas »


Miliandre Garcia

  • Visitante
  • Trade Count: (0)
Resposta #5 Online: 20 de Outubro de 2007, 17:52:27
Bem, todos nós sabemos que a National Geographic Society é especialista em fotografar o mundo selvagem. Na última parte do curso de fotografia tem um texto que tem correlação com esse tópico e dei-me o trabalho de transcrevê-lo aqui. Segue texto:

"Embora a National Geographic publique os mais diversos tipos de artigos a respeito dos mais variados assuntos, um tema específico que não pode faltar em nenhuma das publicações é o mundo animal. A National Geographic contribuiu muito para o conhecimento da fauna selvagem com a difusão de suas imagens: se pensarmos que, no início do século passado, os animais eram vistos somente como um troféu para ser pendurado na sala, um objeto de caça, ou simples alimento, perceberemos o quão distantes estamos dessa idéia hoje e como progrediu o nível de conscientização a respeito da proteção ambiental e da natureza.
As regras da National Geographic são bem claras e não deixam espaço para eventuais equívocos: os animais, grandes ou pequenos, dever ser fotografados em seu hábitat natural e as imagens não podem enganar o leitor sobre seu comportamento. O instinto do predador deve ser mostrado quando o animal está em ação. O animal que se encontra em seu esconderijo tem o direito de permanecer ali, sem ser perturbado pela presença do fotógrafo. Nunca deverá ser mostrado um animal em situação falsa, em pose feita ou provocada de modo a reagir. A natureza tem seus direitos, e os animais devem ser vistos como realmente são e não como nós queremos ou imaginamos que deveriam ser".

Sem considerar a auto-promoção da NGS e as contradições com a prática - a exemplo dos documentários na TV que, por vezes, exageram no sentido inverso, ou seja, apresenta o animal como assassino, sanguinário, que mata por desejo e não por instinto -, o texto evidencia que valorizar a natureza não significa subestimá-la ou crê-la dócil. Em resumo, se antes o homem invadia o espaço selvagem e tornava o animal um trófeu, não que hoje essa prática não exista, não se pode inverter a situação, e torná-lo dócil e imaginar uma convivência pacífica e amistosa com um animal selvagem. "Nem tanto ao céu, nem tanto ao mar".

P.S.: Escrevia enquanto o Pedro postava. Pedro, se entendi bem, estamos falando de animais selvagens que vivem no seu habitat natural, sem considerar a idéia de "domesticação" que pode ser bem frágil quando se trata de um leão, de um urso etc. Há inúmeros casos de domadores que foram atacados por seus animais "treinados". Nem vamos entrar nesse debate. É melhor se concentrar no animal selvagem.
« Última modificação: 22 de Outubro de 2007, 07:25:38 por M. Garcia »


jeanpaulo

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 186
Resposta #6 Online: 20 de Outubro de 2007, 18:04:24
eu axei essas imagens incriveis... fico pensando como o cara conseguiu fazer isso! principalmente as da agua!

bom mais eu postei o link mais pelo site em si do q pelas fotos, recomendo q todos naveguem exautivamente nesse site. por exemplo nele vc encontra o link para todos os globo ecologia da serie aquecimento global. encontra varias solucoes q cada pessoa comum, eu e vcs, podem fazer p melhorar o planeta, o nosso planeta, para q nossos filhos tenham pelo menos a metade dos recursos naturais q nos tivemos.

------------------
hoje em dia todo o meu pensamento diario e minha producao fotografica independente esta voltado para ajudar o planeta. estou preparando uma campanha, q vai durar toda a minha vida. ela tem o objetivo de melhorar o mundo e a vida das pessoas... hoje eu trabalho ganhando dinheiro com casamentos, encadernando fotos para outros fotografos e agora revelando fotos de pequenas a grandes ampliacoes, e o unico objetivo atual da minha vida é ajudar o planeta. com o meu proprio dinheiro eu vou fazer a campanha, entao fiquem sabendo que utilizar meus serviços vai esta ajudando em alguma coisa, indiretamente o planeta, pois é do meu proprio bolso q vai sair as priemiras verbas p iniciar a campanha. hoje em dia eu nao tenho ambicao material por mais nada, nao preciso de dinheiro p nada, apenas p aprimorar meus serviços para q eu possa ganhar mais dinehiro e investir mais na campanha de ajudar o planta. vc ainda vao ouvir falar de mim em rede nacional!!!!!!!

pretendo sensibilizar e mudar as pessoas com todas as armas q eu tenho, com a fotografia, com textos, musicas, videos, estou produzindo e catalogando um pouco de cada tipo de midia. utilizo todo o meu pequeno senso artistico para tentar seduzir as pessoas, para q elas melhorem suas vidas e o mundo, para o bem delas mesmo. quero formar uma especie de exercito de gente, q pense igual a mim p me ajudar e fazer essas ideias chegar o mais longe possivel...

minha primeira ideia é q a campanha seja lancada no proximo ano... vcs ainda vao ouvir falar muito disso por mim! vou sempre informa a todos os q queiram saber!


Pedro Vilas Boas

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 598
Resposta #7 Online: 20 de Outubro de 2007, 18:15:38
P.S.: Escrevia enquanto o Pedro postava. Pedro, se entendi bem, estamos falando de animais selvagens que vivem no seu habitat natural, sem considerar a idéia de "domesticação" que pode ser bem frágil quando se trata de um leão, de um urso etc. Há inúmeros casos de domadores que foram atacados por seus animais "treinados". Nem vamos entrar nesse debate. É melhor se concentrar no animal selvagem.

sim sim
Então vamos valorizar os animais selvagens que não atacam.
eu acho que existem.

por exemplo a Baleia Jubarte:
Citar
A baleia jubarte (Megaptera novaeangliae), também chamada baleia corcunda ou preta, pertence a família Balaenopteridae e é conhecida por seu temperamento dócil, pelas acrobacias que realiza (saltos, exposição de cabeça e nadadeiras, etc.) e por um desenvolvido sistema de vocalização.
http://www.baleiajubarte.com.br/

agora, tomara que esse "dócil" que o texto fala, seja o mesmo dócil que eu estou pensando rsrs


se eu fosse um mergulhador
eu procuraria uma pra nadar junto ^^
desde que me garantissem que ela é dócil heheh
agora. pode ser que ela ataque. E isso seria completamente compreensivel.


Miliandre Garcia

  • Visitante
  • Trade Count: (0)
Resposta #8 Online: 20 de Outubro de 2007, 18:18:05
Então Jean, ia mesmo perguntar o que desejou discutir quando postou o tópico.
Se serve de inspiração, segue abaixo um grande projeto sobre a relação homem-natureza.

***

Vi recentemente essa exposição, ao ar livre, que trata da relação do homem com o mundo animal, a natureza e a sua diversidade.
A exposição procura aletar para os males que temos causado ao planeta. Seu objetivo não é apenas mostrar a beleza da natureza, exposta nas fotos, mas alertar para a sua preservação, enfatizada pelos textos que acompanham as fotos. No site tem até um livreto para download propondo atividades de caráter pedagógico voltado para a educação infantil. Infelizmente, a exposição está agendada apenas para França e Suíça e o folheto está em francês.
De qualquer forma, as fotos são lindas e estão disponíveis para visualização no site da Good Planet, em tamanha reduzido, mas já dá para ter uma idéia. Na exposição, a ampliação tinha em torno de 1,5X1,5.

Para ver as fotos clique em: http://www.goodplanet.org/

Depois em: "Exposition Vivants"

Em seguinda, no final da página, clique "voir toutes les photos e les textes de l'exposition":
http://www.yannarthusbertrand.com/goodplanet/vivants/visite_virtuelle_accueil.php

Agora é só clicar sobre as fotos e vê-las divididas em grupos:
http://www.yannarthusbertrand.com/goodplanet/vivants/visite_virtuelle.php?id=1

« Última modificação: 22 de Outubro de 2007, 07:26:24 por M. Garcia »


Pedro Vilas Boas

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 598
Resposta #9 Online: 20 de Outubro de 2007, 18:32:15
olha Jean
seu projeto, o que vc quer elaborar é bom e ousado.

eu não tenho essa ambição toda.
tento fazer só a minha parte nos "Reduzir, Reciclar, Reaproveitar"
Aqui em casa o lixo é separado, e tal..

tento economizar agua no banho etc.

enfim
eu faço um mini-projeto de mim para mim mesmo hehe


agora. os projetos grandes são muito importantes.
são eles que me dão Ânimo de continuar ajudando... separando lixo... jogando lixo no lixo..
pegando as pilhas e tacando no lixo de pilhas la da COPPE-UFRJ

é incrível.
dá pra contar nos dedos o número de lixeiras especiais para Bateria/pilhas/eletrônicos, que tem pela cidade.

Muito mal dá pra encontrar uma lixeira normal.

Depois reclamam que minha mochila vive com embalagens de barra de cereal.
o que eu posso fazer!?


jeanpaulo

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 186
Resposta #10 Online: 20 de Outubro de 2007, 18:42:45
pois é pedro, meu obejtivo é incentivar as pessoas a fazer exatamente o q vc esta fazendo! acada um fazer sua parte.

o grnade problema do assuntos é q todos esperam q as grandes autoridades resolvam o problema, e nao fazer nada. vcs ja leram sobreo tratado de quioto? se eu nao me engano eles querem reduzir 5% da poluicao! na minha ingenua ingnorance, isso é nao nada comparado ao q podemos fazer... se todos fizessem sua parte... o mundo tem quase 7 bilhoes de pessoas... se todo mundo ajudasse, dava p reduzir no minimo 50% sem grandes esforços...
um pequeno exemplo, quantos litros dagua vc gasta escovando os dentes?? 5 litros?? a maior parte das pessoas q conheço demora uns 3 mim escovando os dentes, e com a torneira ligada, o q gasta no minimo 10 litros, coisa q da p se fazer com um copo de agua. e no banho???

pois é... se todo mundo ajudar é muito facil!
eu vou lutar ate o fim dos meus dias para fazer as pessoas mudarem, e quero ajuda de todos... e se eu partir dessa vida, ja quero ter deixado varios continuando esse projeto! parabens pedro!


Miliandre Garcia

  • Visitante
  • Trade Count: (0)
Resposta #11 Online: 20 de Outubro de 2007, 18:43:21
Quando eu tinha 17 anos, faz muito tempo, escrevi um texto para o jornal da minha cidade "analisando" o projeto "Cidade Limpa" da prefeitura que incluía o aumento do número de lixeiras pela cidade e a coleta seletiva de lixo. Eu era adepto do projeto e o jornal, segundo maior da cidade (que, aliás, não significa nada), criticava o projeto. O jornal publicou o texto, minha família ficou feliz e eu também, mas não mudou nada na vida das pessoas, na cidade, no jornal etc. Atuação, seja em qualquer esfera (política, ecológica etc.) é mais complexa, julgo eu.

P.S.: Jean, só para esclarecer, quando falei dos limites da ingenuidade referi-me à proprietária do link que você postou, que tem objetivo nobre, porém posta fotos e idéias que não retratam a realidade, que é mais complexa, bem mais complexa, a mim mesma que acreditava em coisas que a experiência me fez desacreditar. Mas não duvido da sua capacidade de realizar sua proposta, afinal, nem te conheço, você não me conhece, como poderia duvidar. Mas acho que o caminho é árduo e acho também o propósito nobre, espero que alcance. Agora só para esclarecer não me referi a você, aliás nem sabia qual era seu propósito quando postou o tópico, pensava que era sobre as fotos que retratavam uma visão deturpada da realidade, embora possam ser de situações reais. Acho que você entendeu, né?
« Última modificação: 23 de Outubro de 2007, 16:22:55 por M. Garcia »


Pedro Vilas Boas

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 598
Resposta #12 Online: 20 de Outubro de 2007, 18:46:57
Quando eu tinha 17 anos, em 1993-94, nem lembro mais, escrevi um texto para o jornal da minha cidade "analisando" o projeto "Cidade Limpa" da prefeitura de Londrina que incluía o aumento do número de lixeiras pela cidade e a coleta seletiva de lixo [...] , eu achava que ia mudar o mundo com minhas idéias solitárias lá no interior do Paraná, através do jornaleco da cidade.

pode ter certeza absoluta que mudou o modo de pensar de pelo menos 1(uma) pessoa.
isso já é um sucesso. Não é o bastante. Mas é um sucesso =)


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #13 Online: 20 de Outubro de 2007, 18:50:22
Jean;

Eu sempre gostei de suas idéias e iniciativas. O fato de não ter "entrado no ar" neste tópico foi uma exceção.

Contudo, posso lhe dar uma sugustão? Esqueça a idéia de salvar o Planeta. O mundo está cheio de salvadores, e os salvadores terminam envolvidos no jogo necessário para terem dimensão, jogo esse que é ter poder e amealhar dinheiro. Você pode até começar com o seu dinheiro, o que seria uma atitude altruista. Mas ao longo da caminhada a lógica das organizações -pois isso necessita de uma organização- se imporia, e organizações ganham vida própria independentemente das razões pelas quais foram iniciadas.

Por isso, toda vez que acho que preciso salvar o mundo volto-me para a papelada espalhada sobre a minha mesa e tento arrumá-la. Nunca consigo totalmente, o que dirá o mundo.


Pedro Vilas Boas

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 598
Resposta #14 Online: 20 de Outubro de 2007, 19:14:11
Junto com a idéia do Ivan eu tbm deixo a minha.
que,propositalmente , tem outro angulo de visão (não necessariamente oposta).

Se vc tem forças; tem aquela energia; vc tem um sonho que é além de fazer pra si, quer tbm expalhar suas ideias.
Vá em frente!
Pense em fazer o melhor. Mas saiba que quando as projetos passam a envolver dinheiro e tal... podem existir pessoas proximas de vc com uma índole não tão boa.
A tentação pelo dinheiro é forte... isso pode mudar a cabeça das pessoas no meio do caminho.

tome cuidado com a questão " R$ "
mas quer saber?
se não fossem todas essas ONGs e Projetos , eu não seria como sou.
O que eu quero dizer.
Pode acontecer de haver pessoas má intencionadas nesses projetos. Mas somando tudo... é um sucesso.

É um sucesso no sentido de transmissão.
Mesmo uma ONG tenha problemas internos, o beneficio que ela trás ofusca as coisas ruins.

Eu, particularmente, não gosto de doar dinheiro para, por exemplo, o Greenpeace.
As ações deles, que são mostradas, são muito boas!
O ser humano tem uma breve incompatibilidade com o poder/dinheiro.

Nem pra ele , nem pra ninguem.
Eu, se doasse, preferiria doar minhas ações fisicas. Minha presença. Minha força... no caso de um fotografo, doaria meu trabalho.
Numa forma fisica.
Doar algo pra alguem.
Dôo minha presença, meu carisma, simpatia. Dôo alimentos. Evito doar dinheiro em especie.


Mesmo essas Ongs tendo desvio de dinheiro e coisas ruins internamente. O beneficio que elas fazem pra humanidade é maior.
Maior ainda quando se leva em consideração a informação.
Informar. Fazer que alguem leigo, entenda um mínimo. trazer interesse às pessoas.
Isso sim!

Contanto todos os lados bons e ruins de um projeto grande.
acho que o lado bom é bem grande frente ao ruim.


Então...
Se vc quiser mesmo fazer o que planeja. É muito sua vontade?
VAI EM FRENTE!
ouça todos os conselhos e críticas e os guarde numa caixinha. Analise-os e faça sua propria opinião.

hehhe
não tenho mais o que dizer.
Se é isso o que vc quer, te dou meu apoio moral. Quem sabe um dia, fisico!
ehhehe=)

abraços