Autor Tópico: Registro e Merchandising  (Lida 722 vezes)

Marcelo Favero

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 767
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo dos Santos
Online: 21 de Dezembro de 2007, 13:45:36
Noto nas reportagens da Rede Globo (e não reparei outro canal fazer isso) a preocupação em ocultar quaquer sinal de publicidade, seja em camisetas, fachadas, placas, o que for, com uma mancha de desfoque em cima. Ora, isso é jornalismo? Trazendo para o fotojornalismo, imaginem se "a moda pega"!! É lícito um veículo jornalístico alterar a imagem por questões comerciais? Isso não é uma adulteração da realidade?
Embora esteja citando o telejornalismo, trago esta questão para este fórum pois isto pode se tornar uma praxe também nos registros fotográficos!
O que acham?
Marcelo dos Santos

Associado Fototech


zairon

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 79
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 21 de Dezembro de 2007, 14:07:58
No inicio do fotojornalismo, creio que a imagem não tinha tanta importância como agora.

Hoje com o avanço da tecnologia, a rápida distribuição da informação, a foto se tornou tão importante quanto o texto. Quando entramos no UOL, vemos na tela inicial as fotos, e impressiona a pouca distância de tempo entre o fato ocorrido e a chegada da imagem na tela.

Mas bom, o fato de alterar a foto para não aparecer determinada marca, pode ou não acarretar em problema. Se a propaganda nada tem a ver com a imagem principal, então não haverá problema em ser removida.


Marcel MM

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.209
    • http://mmartinez.multiply.com
Resposta #2 Online: 21 de Dezembro de 2007, 14:21:48
Zairon, acho que vc não entendeu o que o Marcelo quis dizer.

É claro que alteração de imagem em fotojornalismo é adulteração da realidade. Fotojornalismo é documento, isto é, está documentando (registrando) um fato ocorrido em determinado período da história e poderá ser objeto de estudo para os futuros historiadores, sendo assim, borrar uma marca de produto em uma foto se não é adulteração da realidade é omissão dela.
Marcel Martinez - Rio/RJ
br]http://mmartinez.multiply.com


Guto Marc

  • Trade Count: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.543
    • http://www.gutomarcondes.com.br
Resposta #3 Online: 21 de Dezembro de 2007, 19:29:00
isso só serve para uma coisa: mostrar como a Globo é medíocre, ridícula, demagoga e imbecial.
Será que estou exagerando ? huahuahuahua
** NÃO TRABALHO MAIS COM SEGURO DE EQUIPAMENTOS **

Visitem meu blog sobre fotografia : http://www.gutomarcondes.com.br/blog e conheçam mais sobre a profissão no dia a dia. Conheçam também http://www.fotografosocial.com.br e http://www.gutomarcondes.com.br
Não respondo MP com dúvida de equipamentos/fotografia. Abra um tópico pois isso é importante para o fórum !


joseazevedo

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 588
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/jerazevedo/
Resposta #4 Online: 21 de Dezembro de 2007, 23:27:01
Isso é bizarro, anti-ético, autoritário e extremamente ridículo. Hoje, cada vez mais, tudo vive às custas de patrocínio, inclusive a própria Rede Globo.

Quando ela apaga patrocinadores de times de futebol com esse recurso ela está tirando dinheiro dos clubes. E, também, dos mesmo anunciantes a quem ela vai pedir dinheiro depois. Será que ela quer mais dinheiro APENAS para ela, os outros que se virem? Sinceramente, é BEM provável já que ela se mostra cada vez mais incompetente para administrar suas contas e seu Ibope. Ultimamente vem perdendo espaço para as concorrentes com uma frequência nunca vista antes.

Daí recorrer ao jogo sujo. "Se eu não ganho, nínguém ganha." É aquela questão infantil do "dono da bola". Ele não joga porcaria nenhuma mas, como a bola é sua, se ele não joga, ninguém joga...

Mas por outro lado, o que os times prejudicados fazem? NADA. O mínimo que os times deveriam EXIGIR dessa emissora tolinha é que isso não existisse. Ou, simplesmente, boicotá-la. Dêem entrevistas aos outros canais, os "normais" e não-arrogantes e deixem a "dona do mundo" do lado de fora. Sem notícia ela logo abre as pernas...

Há três anos atrás o maior anunciante do Brasil boicotou-a, concentrando sua verba nas outras emissoras e mantendo um mínimo na Globo. Adivinha quem venceu a queda de braço por descontos  ::)

Esse recurso é ainda mais ridículo porque qualquer pessoa que tenha o mínimo interesse por futebol sabe quem patrocina qual time (dos grandes, claro). Aí você fica vendo a bola da LG, o oval da Samsung, o BR da Petrobrás embaçados e vem aquela sensação de "Quem esses imbecis acham que estão enganando???" ou "Será que eles acham que eu sou tão idiota a ponto de não saber que a empresa X patrocina o meu time???". É o autoritarismo tentando defender o seu interesse e nos chamando de idiotas.

Não é só na política que a ética caiu em desuso. Proteste. Não dê Ibope a quem lhe trata como um imbecil. Mude de canal.

Abraços,

José Azevedo


michel_caetano

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 487
  • Sexo: Masculino
  • apertador de botão?!!! NÃO
Resposta #5 Online: 22 de Dezembro de 2007, 08:49:04
Caros colegas,

Isso é $$$$$
quem tem que ser profissional é o cara que está atrás da câmera!!


Marcelo Favero

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 767
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo dos Santos
Resposta #6 Online: 22 de Dezembro de 2007, 11:47:00
Esse recurso é ainda mais ridículo porque qualquer pessoa que tenha o mínimo interesse por futebol sabe quem patrocina qual time (dos grandes, claro). Aí você fica vendo a bola da LG, o oval da Samsung, o BR da Petrobrás embaçados e vem aquela sensação de "Quem esses imbecis acham que estão enganando???" ou "Será que eles acham que eu sou tão idiota a ponto de não saber que a empresa X patrocina o meu time???". É o autoritarismo tentando defender o seu interesse e nos chamando de idiotas.


O pior é que a questão vai bem além do futebol e outros esportes onde há um patrocínio na carona. Chega ao ponto de esconder a marca da "Borracharia do Alemão", por exemplo, na camiseta rasgada de alguém numa reportagem em algum vilarejo do semi-árido. E mais que uma atitude ridicularmente mesquinha, é um desrespeito ao espectador, e um perigo se influenciar outros veículos, inclusive da mídia impressa (numa realidade mais próxima de nós, membros desta comunidade). Um crime para o jornalismo sério e o registro histórico.

Certa vez, em uma galeria virtual, um colega me chamou a atenção por não ter tirado no photoshop uma placa de trânsito, pois a foto ficaria mais bonita! E respondi: "Mas a placa estava lá!!!!"
Marcelo dos Santos

Associado Fototech


Marcelo das Fotos

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 35
Resposta #7 Online: 26 de Dezembro de 2007, 11:38:39
É o capitalismo, né?

A emissora sabe muito bem que qualquer imagem que seja transmitida traz um benefício muito grande para uma marca. Na visão do capitalismo, todo benefício pode (e deve) ser convertido em dinheiro.

Acho uma pena em relação aos patrocinadores individuais em esportes. Quase sempre o rosto do atleta aparece de forma a esconder o boné, ou a camiseta. Realmente é muito ruim, pois isso desincentiva o patrocínio.

Sobre apagar a placa, tem um artigo interessante no luminous landscape:

http://www.luminous-landscape.com/essays/cloning-the-can.shtml

[]'s
« Última modificação: 26 de Dezembro de 2007, 11:40:09 por Marcelo das Fotos »
Marcelo Versiani

versiani.net


Alex Biologo

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.803
  • Sexo: Masculino
    • Olhares Dispersos
Resposta #8 Online: 26 de Dezembro de 2007, 11:46:28
sem defender a globo, isso rola a bem mais tempo fora do Brasil, pega emissoras americanas e observa.

Acho o lance dos esportes desagradável chega a mudar até o nome das equipes (rexona vira Rio de Janeiro, Finasa vira Osasco e por ai vai
Alex Martins dos Santos - São Paulo/SP
Fuji S5100
Pentax MZ-50
Canon 10D e 300D + lente  28-135 is Canon + lente 70-300 TAmron