Autor Tópico: MAGNUM EM 50 IMAGENS - Exposição em SP  (Lida 1195 vezes)

Maxtra

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 274
  • Sexo: Masculino
  • Aprendendo...
Online: 16 de Fevereiro de 2008, 00:44:35
14/02/08
MAGNUM EM 50 IMAGENS
A agência que revolucionou o fotojornalismo mundial comemora seis décadas de existência
Fundada em 1947, após a Segunda Guerra Mundial, por um grupo formado por Henri Cartier-Bresson, Robert Capa, David “Chim” Seymour e George Rodger, a Magnum queria revolucionar a fotografia em sua linguagem e procedimentos, além de apresentar uma dimensão mais humanística da imagem. Sessenta anos após conquistar o objetivo, a agência abre parte de seu acervo na mostra Magnum 60 Anos, em cartaz a partir de 21 de fevereiro, em São Paulo.

Administrativamente a Magnum também era diferente, funcionando como uma cooperativa em que seus membros tinham a liberdade de apresentar projetos, direito à posse de seus negativos, a edição e assinatura de seus ensaios.

Entre os fotógrafos de destaque que passaram pela Magnum, estão os nomes da fotografia mundial, como Ernest Hassa, Gisele Freund, Eve Arnold e os brasileiros Sebastião Salgado e Miguel Rio Branco, este último ainda atuante na agência. A exposição conta com 50 imagens, coloridas e em preto-e-branco, divididas em seis temas: Tradição da Magnum; Momentos; Retratos; Novas Perspectivas; Fotografia Documental Contemporânea e Magnum In Motion.

A curadoria é de João Kulcsár.

Da Redação





Onde: CAIXA Cultural, Av. Paulista, 2083, (Conjunto Nacional), São Paulo – SP
Quando: Abertura: 21 de fevereiro (para convidados); em cartaz até 6 de abril
Quanto: entrada franca
Visitação: ter. a sáb., das 9h às 21h; dom., das 10h às 21h
Informações: tel. (11) 3321-4400
Canon 7D
_________________

Flickr: http://www.flickr.com/photos/maxnigrorocha/


Seymor

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 184
Resposta #1 Online: 20 de Fevereiro de 2008, 09:40:56
Pertinho do meu trabalho! Obrigado pela dica!  :ok:


lambe-lambe

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 31
  • Pela difusão da informação
Resposta #2 Online: 20 de Fevereiro de 2008, 13:15:45
Sai hoje na Folha, uma matéria sobre a exposição. Como o acesso é restrito ao assinante, vou postá-la aqui.
Vale a pena conferir...



Magnum reconta sua história em 50 imagens

Caixa Cultural exibe trabalhos famosos de Cartier-Bresson, Capa e Elliot Erwitt

Agência fundada em Paris em 1947 ganha exposição até 6 de abril na avenida Paulista; registros vão do cotidiano aos grandes fatos
 

EDER CHIODETTO
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Com um olho na tradição e outro na renovação, a mítica e mais aclamada agência de fotografias do mundo, a Magnum, tornou-se sexagenária no ano passado. Para comemorar a efeméride foram realizadas 180 exposições por diversos países.
São Paulo recebe a partir de hoje, na Galeria Paulista da Caixa Cultural, uma versão diferenciada desta mostra, com curadoria assinada pelo pesquisador João Kulcsár. Fundada em Paris, em 1947, pelos fotógrafos Henri Cartier-Bresson, Robert Capa, David Seymour e George Rodger, a agência se notabilizou ao priorizar o flagrante, o momento decisivo idealizado por Bresson e a narrativa de forte acento autoral, tanto para retratar os grandes acontecimentos como o cotidiano mais banal observado nas ruas. Tal filosofia deu ao fotojornalismo uma dimensão humanística que ainda lhe faltava e ditou as regras da produção dos repórteres-fotográficos a partir de então.
As 50 fotografias que integram a mostra que chega agora a São Paulo são obviamente insuficientes para abarcar a diversidade do arquivo da agência, que conta com mais de 1 milhão de imagens.
Kulcsár optou por selecionar imagens clássicas, muitas das quais já fazem parte do nosso arquivo de imagens mentais da história, como a fotografia de Stuart Franklin em que um estudante chinês impede a passagem de tanques de guerra na praça Tiananmen, em Pequim, em 1989, ou a célebre imagem de Robert Capa que mostra o desembarque dos soldados americanos na Normandia, em 1944, conhecido como o Dia D, que culminaria com o fim da Segunda Guerra Mundial.
A magia inerente à fotografia, que a faz evocar tempos e espaços distintos do passado para reuni-los no exíguo espaço de uma galeria, permite ao visitante passar em revista, por exemplo, Fidel Castro no poder, o movimento estudantil em maio de 1968 na França, a Guerra do Vietnã, os conflitos em Gaza, o assassinato de John F. Kennedy, a guerra civil da Nicarágua e o ataque em Nova York em 11 de setembro de 2001.
Entre os módulos criados pelo curador, há flagrantes de pequenos gestos e imensa beleza, geralmente colhidos na rua, ao estilo dos "street photographers", sobretudo nos trabalhos de Bresson e Elliot Erwitt, além de retratos de personalidades como Che Guevara, Marilyn Monroe, James Dean e Salvador Dalí.
Para contrapor as imagens de autores e acontecimentos de décadas anteriores, há alguns poucos trabalhos da nova geração de fotógrafos da Magnum, com destaque para o premiado fotodocumentarista italiano Paolo Pellegrin, 44, especializado em zonas de conflito, e o francês Antoine D'Agata, 47, um dos mais vigorosos fotógrafos da atualidade, com obra dedicada aos personagens que trafegam, traficam, se vendem e se drogam nas noites das grandes metrópoles.



MAGNUM 60 ANOS
Quando: abertura hoje, às 19h30 (convidados); de ter. a sáb., das 9h às 21h; dom., das 10h às 21h; até 6/4
Onde: Caixa Cultural - Galeria Paulista (av. Paulista, 2.083, tel. 0/xx/11/3321-4400)
Quanto: entrada franca