Autor Tópico: Avaliação de fotografia: no visual ou técnica ??  (Lida 775 vezes)

Rodrigo Gil

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 134
Online: 19 de Fevereiro de 2008, 20:06:25
Olá pessoal, estou mais uma vez pedindo auxilio  :aua:
Perdoem minha ignorância  :doh: mas como vcs analisam uma fotografia digital ? assim: depois de clicadas em JPG, por exemplo, vcs visualizam no PS, ou outro programa qualquer, como vcs concluem que esta ou aquela foto precisa de ajuste de acerto de exposição, redução de ruído, ou outro ajuste necessário para a ampliação no lab ? Ex: 01 foto subexposta, qual o ajuste máximo para clarear a foto para que na impressão não fique cheia de ruído ou distorcidas ? há uma técnica que diz isso ou é no visual mesmo ? pode ser analizada pelo hisotgrama da imagem ? ;) ;) ;) ;)
Desculpem a ignorancia, irei fazer um cursinho de PS em breve, mas a dúvida presiste...
Obrigado.
Rodrigo Gil
Sapucaia do Sul/RS
Nikon D50
Lentes 18-55 e 18-135
Flash SB800 e SB600
Olympus X775
http://www.flickr.com/photos/rodrigogil


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #1 Online: 19 de Fevereiro de 2008, 21:44:17
Rodrigo;

Depende da finalidade. Se você está fotografando arquitetura profissionalmente, a correção de perspectiva é quase obrigatória.

Mas no meu mundo, que é de fotógrafo amador, eu sigo o que minha análise visual indica, e faço as correções que acho necessárias. Digamos que eu tenho um "projeto semiconsciente" a seguir. Sei mais ou menos o que quero e vou caçando.

Como não fotografo em JPEG, isso começa antes, já na conversão e antes até, naregulagem da cãmera prevendo a conversão.


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.740
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #2 Online: 19 de Fevereiro de 2008, 21:50:30
Rodrigo este tipo de análise é bastante profunda e envolve vários fatores, mas o principal é a foto conseguir dizer alguma coisa. Os elementos técnicos devem ser usados como ferramentas para conseguir mostrar e evidenciar o que você quer dizer e eles devem ser aplicados de tal forma que leve a isso, então o que é uma exposição perfeita? Depende, depende do que você quer evidenciar, do que você quer mostrar e de como você quer mostrar aquilo e isso vale para tudo na fotografia.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


GutoVilaça

  • Trade Count: (6)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.321
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 20 de Fevereiro de 2008, 01:58:41
Uma coisa que tenho procurado fazer quando vou tratar minhas fotos é tentar não fugir muito da realidade a não ser quando é proposital ou existe uma finalidade. Usar o bom senso para alterar qualquer parâmetro numa foto é fundamental. Isso significa usar as ferramentas para corrigir somente os "defeitos" que realmente são significativos e que comprometem uma boa foto. Procuro trabalhar minha sensibilidade e percepção analizando minhas fotos e de outros colegas, fazendo testes com os recursos do programa, comparando e etc. Só procuro compensar, com os tratamentos, alguns atributos que me incomodam  pela falta de recursos da minha câmera ou por um erro técnico que prejudicou alguma foto que fiz. Ficar viciado em PS para corrigir sempre suas fotos é ruim. Procure usar  quando há uma necessidade concreta. O ideal é vc tentar corrigir seus "deslizes" na hora de clicar. Uma coisa que percebo é que o tempo que eu gasto para fazer uma foto é inversamente proporcional ao tempo que gasto para tratar da mesma (rsrsrs) ou seja quando perco um tempo maior planejando a foto com cuidado raramente vou para o PS fazer retoques. O que o Ivan citou sobre um "projeto semiconsciente" também acontece comigo quando quero estabelecer um padrão de qualidade para minhas fotos. Vou tentando chegar a esse objetivo seja na hora de clicar...seja na hora de fazer os tratamentos. Na minha cabeça tenho (mais ou menos) uma opinião formada a respeito de cores, contrastes e etc que vou trabalhando nas minhas fotos quando se faz necessário. Quando termino o tratamento sempre gasto um bom tempo também comparando com a foto original e fazendo uma auto crítica. É nessa hora que costumo perceber alguns exageros e volto atrás. Outras vezes não consigo mexer muito para "melhorar" as fotos. Nesses casos fico até feliz porque pode ser um indício que eu acertei a mão na hora de clicar. Mas na verdade, eu acho que não existe uma regra...cada foto exige um olhar crítico sobre ela. Conhecer as ferramentas e os recursos dos programas é excelente e necessário mas não é o fundamental. O mais importante é vc ter essa sensibilidade para reconhecer o que precisa ser retocado. Os cursos vão te ensinar a técnica e os recursos mas como vc vai utilizá-los vai depender da sua autocrítica e da sua percepção fotográfica.
abs.
« Última modificação: 20 de Fevereiro de 2008, 02:09:36 por GutoVilaça »
VAMOS ESTUDAR MAIS FOTOGRAFIA ANTES DE CRITICAR UMA FOTO ALHEIA. VAMOS CRITICAR SE O AUTOR PEDIR. SE VAMOS CRITICAR E COMENTAR, VAMOS FAZER COM SABEDORIA, COM EMBASAMENTO E DE MODO QUE SEJA ALGO CONSTRUTIVO. NÃO APELE SE O AUTOR DAS FOTOS REBATER ÀS CRÍTICAS AFINAL ISSO É DIREITO DELE. VAMOS DÁ BONS EXEMPLOS COM NOSSAS FOTOS POIS SÓ FICAR CRITICANDO FOTOS DOS OUTROS NÃO FAZ DA GENTE UM BOM FOTÓGRAFO.  VAMOS FOTOGRAFAR MAIS E CORNETAR MENOS!!!


wdantas

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.183
  • Sexo: Masculino
    • WDantas Fotogaleria
Resposta #4 Online: 20 de Fevereiro de 2008, 08:20:31
Quando faço uma foto me preocupo muito com fotometria em primeiro lugar, porque quando tem pouca luz os problemas com ruído são mínimos. É fundamental se preocupar com altos contrastes para não desequilibrar a composição que também deve ser cuidadosa. Um enquadramento correto elimina a necessidade de crop futuro. Quando não dá, seja pela distância ou ângulo em relação a imagem, então faço o crop. Gosto de fotos coloridas saturadas e P&B com fortes contrastes, mas sempre com cautela na aplicação desses recursos. Emfim, o que dá prazer mesmo é ao retirar a foto da câmera ver que não precisa quase nada de pós-produção. Nesse momento a gente se sente fotógrafo.


Rodrigo Gil

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 134
Resposta #5 Online: 20 de Fevereiro de 2008, 12:41:42
Justamente, essa sensibilidade que ainda não possuo, pelo menos au acho...creio que para obter essa sensibilidade, tenho que ver e rever várias fotografias, pois como trabalho com eventos sociais, e pela opinião do pessoal, as fotos devem ficar claras, não é uma regra, mas na maioria as pessoas da minha região seguem esse padrão. Então as fotos que ficam um pouco subexpostas, eles acham que não ficou boa. Daí a dúvida de ajustar no PS a exposição e chegar a um grau suficiente para que na ampliação, não fique com ruídos visiveis...   :ponder:
Rodrigo Gil
Sapucaia do Sul/RS
Nikon D50
Lentes 18-55 e 18-135
Flash SB800 e SB600
Olympus X775
http://www.flickr.com/photos/rodrigogil


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.740
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #6 Online: 20 de Fevereiro de 2008, 12:48:09
Rodrigo quando lidamos com fotografia comercial temos que pensar em atender a necessidade do cliente, é diferente lidar com fotografia na questão artística de lidar com a fotografia na questão comercial, em termos de arte não existem regras, em termos comerciais você precisa ter uma linguagem estabelecida e consistente, que permita aos seus clientes escolher você para atender a certas necessidades, sabendo o que esperar do seu trabalho.
Então o principal é ter essa consistência no seu trabalho e ouvir o cliente que você está atendendo, sabendo reconhecer quando não será capaz de atender o que ele espera de você.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Rodrigo Gil

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 134
Resposta #7 Online: 20 de Fevereiro de 2008, 14:51:39
Valeu mesmo colegas, como estou começando e ainda não descobri o caminho das pedras, esbarro nessa questão...mas vou tentar seguir uma linha e ''entrevistar'' o cliente para descobrir se posso ou não atendê-lo.
Valeu mesmo... :D
Rodrigo Gil
Sapucaia do Sul/RS
Nikon D50
Lentes 18-55 e 18-135
Flash SB800 e SB600
Olympus X775
http://www.flickr.com/photos/rodrigogil


Marcelo Favero

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 770
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo dos Santos
Resposta #8 Online: 22 de Fevereiro de 2008, 15:45:14
Esta etapa é determinada pelo conjunto da experiência que você tem. Como os colegas já disseram, não há "receita de bolo". Tudo depende de "objetivo". Não há um conjunto de regras, apenas o conhecimento que você adquire sobre a matéria (fotografia, no caso), pois o software no computador nada mais é do que um laboratório avançado com ferramentas e recursos derivados na maioria, de técnicas e ferramentas que sempre existiram.
A técnica existe, desde o disparo até a correção. Mas ela vale mais para dizer como não fazer do que como fazer.
Marcelo dos Santos

Associado Fototech