Autor Tópico: O que define a categoria de uma câmera?  (Lida 758 vezes)

Ricardo Smania

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.063
Online: 26 de Julho de 2005, 18:35:41
Olá pessoal!

Eu estava pensando aqui, o que exatamente define se uma câmera é amadora, prossumer, profissional, etc? Algumas categorias coisas são bem óbvias, por exemplo as compactas são pequenas, as super-compactas mais ainda, as ultrazoom tem zoom grande, etc.

Mas essas aí que eu falei eu realmente não sei. O que define por exemplo a 1Ds Mk II como profissional e a 20d não? Tamanho do sensor? Velocidade?
(1Ds é profissional, certo?)

Mas a principal dúvida é quanto às prossumers mesmo, o que faz delas melhores que as amadoras?

Me corrijam se eu falei alguma besteira.

Abraços,

Ricardo
Ricardo Smania - Salto - SP
Desenvolvedor de software
Equipamento:
Panasonic FZ50
Canon A60


Matheus

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.384
  • Sexo: Masculino
    • http://www.mundofotografico.com.br
Resposta #1 Online: 26 de Julho de 2005, 18:50:17
Eu penso algo diferente viu Ricardo ... meu caso, se um dia eu "ganhasse" uma 1ds MK II ... com certeza eu usaria ela como amador ... então eu mesmo não falaria q ela é profissional ...

Aki mesmo na região tem uma negada q usa 300D, D70 como profissional mesmo .. então fica dificil dizer oq cada qual camera é ... (no meu ponto de vista, claro)

Mas vou esperar a galera expor o ponto de vista deles ... acho curioso isso tb .. só sei q a camera tal é Prossumer .. Tal é compacta .. etc .. pq mesmo, hehe , tb sei nao ..

T+


Danilo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 858
  • Sexo: Masculino
    • Portfólio
Resposta #2 Online: 26 de Julho de 2005, 19:15:02
O Leo define isso muito bem. Vamos deixar isso para ele  :lol:  :lol:

abraços


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.732
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #3 Online: 26 de Julho de 2005, 21:40:32
Hahahahahha....
Bom a definição é mais focada na aplicação alvo do equipamento, vou tentar fazer um resumão:

Ultra compactas: Câmeras que focam diretamente a comodidade, tem tamanho muito reduzido e são fáceis de usar, podem ser levadas facilmente do bolso, o compromisso dessas é comodidade, recursos e qualidade não são fatores fundamentais para esse tipo de equipamento.

Compactas: É a categoria mais simples, o foco é mais no custo, são equipamentos voltados ao mercado amador de entrada, simples de serem usados com alguns recursos e um compromisso de oferecer alguma qualidade com custo reduzido.

Compactas Ultra Zom: São parecidas com as compactas, porém com o compromisso de oferecer também um range de Zoom maior, essa categoria andou sofrendo alguns desvios e por ter se tornado muito popular alguns fabricantes também se propuzeram a produzir equipamentos com um compromisso menor no preço e maior na qualidade criando um grupo de UZ que fica muito perto das prossumers do escalão inferior.

Prossumers: São câmeras focadas no amador avançado, já não possuem um compromisso tão grande com a comodidade (apesar de algumas ainda se preocuparem com isso), mas o foco passa a ser oferecer alta qualidade de imagem, essa categoria costuma ser muito controversa devido às câmeras SLR, mas pelo conceito toda câmera focada no amador avançado é uma prossumer, então nesta categoria teríamos as Prossumers de EVF (como a Pro1, Sony F-828, Fuji S7000, etc), as SLR de lente fixa (como a Olympus E-20), as SLR de lente intercambiáveis de entrada (como a 300D, 350D, D70, D50, Olympus E-300, Pentax *ist Ds, etc).

Profissionais: São equipamentos com foco voltado principalmente na qualidade final e na resistência mecânica, existe diversas variações que enquadram até algumas compactas como as Leica Digilux que são profissionais que visam comodidade, mas a base para uma câmera profissional é o desenho e os recursos focados para um dado tipo de aplicação profissional aliados a uma boa confiabilidade e durabilidade em conjunto com uma boa qualidade final. Neste caso eu classifico a 20D assim como a D100 e etc como profissionais sim, elas são voltadas para o público de fotógrafos sociais e são muito bem feitas para tal.

É claro que independente desta classificação vc poderá encontrar pessoas de todos os tipos usando qualquer categoria de câmera, eu já vi amador usando 1D e tbm já vi profissional usando 300D, elas só não são máquinas totalmente adequadas e desenhadas para o que eles fazem, mas cada um tem um gosto não é verdade? Conheço vários fotógrafos sociais que usam F-828 para trabalhar, é uma câmera voltada ao amador avançado mas que em dados casos consegue atender alguns tipos de profissionais. ;)
 
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Ricardo Smania

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.063
Resposta #4 Online: 26 de Julho de 2005, 23:58:57
Bom, vendo por esse lado tudo é relativo. Eu mesmo já usei minha A60 "profissionalmente", quando tirei fotos de um terreno para servirem de fundo numa maquete eletrônica que eu fiz, mas obviamente eu fui contratado para a maquete, e não para a foto.

Bom, mas tudo bem, vamos desconsiderar esse ponto de vista do uso, que uma amadora pode ter uso profissional e uma profissional pode ter uso amador. Minha dúvida é realmente o que faz daquela câmera amadora, prossumer, semi-profissional, profissional, o que seja.

Eu sou muito inesperiente, nunca tive câmera não-amadora, a mais avançada que usei seriamente foi a minha A60, então talvez a diferença dela para uma prossumer seja óbvia, mas eu realmente não sei.

Então, voltando ao assunto, vamos pegar por exemplo a Pro1 que o Leo citou. Quais são as características que fazem dela uma prossumer, e não uma amadora? Quais as diferenças entre ela e a A60, que fazem dela uma prossumer mas da A60 uma amadora? Um outro exemplo é o da Fuji, com a S5100 e a S7000. Esteticamente falando, as câmeras são bem parecidas, mas nunca usei as duas para saber as diferenças, então o que faz com que tenham preços diferentes e sejam consideradas de categorias diferentes? Vendo do ponto de vista técnico, desconsiderando se o uso que vai ser feito é amador ou não.

Mas de qualquer forma é interessante esse ponto de vista de que tudo é relativo.

Abraços,

Ricardo

PS: Leo, isso está me matando de curiosidade, o que está escrito embaixo do seu nome na sua assinatura?
« Última modificação: 27 de Julho de 2005, 00:00:21 por Ricardo Smania »
Ricardo Smania - Salto - SP
Desenvolvedor de software
Equipamento:
Panasonic FZ50
Canon A60


Matheus

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.384
  • Sexo: Masculino
    • http://www.mundofotografico.com.br
Resposta #5 Online: 27 de Julho de 2005, 00:05:13
Deve tá escrito "Fotografia" na lingua do Osama Bin Laden ...

 


Roberto O. Almeida

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.431
Resposta #6 Online: 27 de Julho de 2005, 01:02:09
Tá escrito Leo - Terra, lê de trás pra frente. (chutando aqui hahahha).


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.732
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #7 Online: 27 de Julho de 2005, 02:28:18
Olha ricardo, é bem simples, pegando os exemplos que eu citei, uma compacta ultra zoom não tem compromisso com qualidade e sim com comodidade e preço, pegando para comparar a S5100 com a S7000 encontraremos uma considerável diferença na ótica e no sistema de AF que é bem menos consistente na S5100, ou seja a S7000 é uma câmera feita para oferecer maior qualidade de imagem do que uma S5100, porém a S5100 é menor e tem comodidades como Zoom mais longo, preço mais baixo entre outras, é uma questão de compromissos.
Quando se comprar uma Pro 1 com uma compacta como a A60 as diferenças ficam ainda mais marcantes, pois a A60 é uma câmera totalmente voltada a custos baixos, as diferenças de consistência, recursos de exposição e disponibilidade de flashs externos, fora melhor ergonomia, corpo melhor contruído e ótica muito superior mostram uma clara mudança de categoria que visa atender um público totalmente diferente do público que busca baixo custo como o da A60.

Quanto à assinatura trata-se de Hebraico que como o Robarto notou é escrito da direita para a esquerda (diferente do sistema latino) e está escrito:
Mahain - E Houve Luz.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Ricardo Smania

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.063
Resposta #8 Online: 27 de Julho de 2005, 12:15:00
Bom, então isso é bem subjetivo mesmo? Não tem uma "regra" que fale: uma prossumer tem que ter tais recursos a mais que uma amadora. Interessante.

Obrigado pela ajuda! (E pela tradução ;) )

Abraços,

Ricardo
Ricardo Smania - Salto - SP
Desenvolvedor de software
Equipamento:
Panasonic FZ50
Canon A60


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.732
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #9 Online: 27 de Julho de 2005, 12:45:24
Não é subjetivo não, é questão de foco e é muito bem definido nas pesquisas de mercado, eles colocam em cada uma os fatores que atendem as necessidades de cada grupo específico de fotógrafos, tudo isso é muito bem definido nas pesquisas de mercado, as necessidades mais requisitadas e com maior peso são colocadas cmo preferência, é tudo bem científico.
Por exemplo, a opção viewfinder SLR pode aparecer como necessidade para os consumidores de compactas porém com um peso bem mais baixo que custo e tamanho, ai eles jogam tudo isso em um diagrama QFD onde são relacionados os requisitos e o que eles geram e neste caso eles concluiriam que um viewfinder SLR seria um fator restritivo para os quesitos custo e tamanho que tem um peso maior para esse target, então eles eliminariam o de menor peso e que é restritivo para os de maiores pesos, então quando se separa as câmeras por categoria na verdade estamos separando as pessoas que compram câmeras em grupos com necessidades bem específicas, quanto maior o peso de certas necessidades e a frequencia dessa necessidade no grupo selecionado maior é a tendência deste recurso constar no equipamento.
Então pense da seguinte forma, vc pode ser um amador muuuuuito exigente e que acaba comprando uma 1D Mark II, isso quer dizer apenas que vc apesar de amador está fora dos padrões do grupo que vc deveria compor, isso acontece, esse tipo de desvio é comum em estatística, mas não quer dizer que a 1D Mark II é uma máquina para amadores (por simples subjetividade) por estatística ela continua sendo uma câmera profissional desenvolvida sob critérios de profissionais de fotojornalismo (um grupo específico do mercado) porém um amador desviado a consumiu, mesmo com ela sendo totalmente fora dos padrões de consumo de um amador.

É tudo muito bem pesquisado, na verdade existem outras subcategorias, para vc ter uma noção existem câmeras voltadas para homens e mulheres, existem cêmeras focadas em mercados específicos (tipo a Kiss preta era praticamente uma coisa obrigatória na ásia pq asiáticos simplesmente odeiam câmeras desse tipo prateadas, o amador avançado lá compra uma cam dessa para parecer mais profissional, enquanto nos EUA o consumidor amador avançado gosta de inovações e de ser diferente, coisa típica de americano e por isso a opção prateada foi colocada, ou seja pequenas variações dentro de um mesmo equipamento para atender regionalismos).


Hehheheheheh Vc foi a primeira pessoa que me perguntou o significado :)
Essa frazer "E houve luz" é a cássica frase de Gêneses que foi traduzida para  português como "E fez-se a luz". :) acho que tem tudo a ver comigo e com fotografia heheheh!
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Ricardo Smania

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.063
Resposta #10 Online: 27 de Julho de 2005, 15:07:13
Bom, sem comentários, depois dessa aula nem sei mais o que dizer. Só uma coisa: já foi feita alguma pesquisa desse tipo no Brasil?

E sobre o nome, realmente combina muito com um fotógrafo hehe.  :)

Muito obrigado pelos esclarecimentos!
Ricardo Smania - Salto - SP
Desenvolvedor de software
Equipamento:
Panasonic FZ50
Canon A60