Autor Tópico: ISO alto: preciosismo ou necessidade?  (Lida 5308 vezes)

Sandro Amaral

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.076
  • Sexo: Masculino
  • Pedi e dar-se-vos-á...Mt 7:7
Online: 17 de Setembro de 2008, 23:15:24
Olá gente,

Nas muitas leituras que tenho feito nestes últimos meses de reviews, testes e opiniões de usuários uma coisa tem me saltado à vista, a (ao meu ver) descabida necessidade do ISO nas alturas.

Isso tem me perturbado um pouco. Muitos de nós se sentem extremamente incomodados com a fatídica pergunta "Mas quantos MP tua câmera tem?", eu começo a me sentir assim com "Ahhh mas em ISO 6400 tem muito ruído ou ISO 12800 é impraticável...".

Caberia ainda a pergunta, como se fotografava antes do ISO 3200 "usável"? E olha que nem faz tanto tempo assim.E ainda, quem utiliza ISO 6400 ou 12800?Fotografia social? Casamentos?E os flashes servirão para que daqui há algum tempo?

Obviamente sei das vantagens INDISCUTÍVEIS da utilização do ISO alto "utilizável" com relação à velocidade,abertura, etc, mas para mim nada justifica a crucificação das câmeras que não trabalhem tão bem com ISO acima de 1600.

Nós, conscientemente ou não, nos entregamos ao que tanto reclamamos que era a corrida dos MP´s, e vem correndo por fora, e com boas chances de vitória outro novo corredor: O ISO 12800!!

Abraço.

« Última modificação: 19 de Setembro de 2008, 13:04:32 por Kika Salem »
SANDRO AMARAL - Curitiba-PR

Srs. Não responderei perguntas enviadas por MP. Socialize sua dúvida abrindo um tópico. Ajuda você, outras pessoas e o fórum. Obrigado.



wdantas

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.183
  • Sexo: Masculino
    • WDantas Fotogaleria
Resposta #1 Online: 18 de Setembro de 2008, 00:18:20
Sandro esse é um bom questionamento.

ISO alto torna-se necessário naquelas ocasiões que não se pode usar luz artificial, notadamente em teatro. Fiz umas fotos no início do ano de peças teatrais usando ISO 1600 com lentes f/2.8, que foi de bom tamanho, contanto que o ruído seja aceitável. Fora dessas ocasiões especiais não tem serventia, até porque todos nós sabemos que o ISO mais baixo é aquele de melhor desempenho do equipamento.

A guerra dos Mpx é que é uma loucura. Tem cara que só faz no máximo 18x25 e fica exaltando os Mpxs do seu equipamento. Pra que precisa? Agora, se o negócio é uma foto de 1x0,6m ou maior uns pixelzinhos a mais faz toda a diferença. Hoje estou com uma D300 e devo ficar com ela por uns 3 anos.

abs


Xiru

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.402
    • Flickr
Resposta #2 Online: 18 de Setembro de 2008, 00:47:25
Bom questionamento, é sempre bom a gente se cuidar pra não exisir absurdos.


o que sei, e finalmente fiquei satisfeito, é que agora os isos 3600 e 6400 realmente superaram as películas (tratando-se de 135).

Também noto que um pouco se perdeu a "noção" do que se tinha NOS NEGATIVOS: por exemplo, um TRI-X em 3200 era uma pusta (e bela) granulação. Muita, e pra fazer uma foto 40x60 ficava ruim.
Mas se fizer isso como 3200 da D3, por exemplo, fica bem melhor.
isso é um ponto, e nisso é bom mesmo cuidarmos com as paranóias.

mas por outro lado:
Não devemos aceitar os limites da película como limites do digital. O digital esta engatinhando e já está indo além. Se há muito investimento em pesquisas e elas resultam em isos cada vez melhores... por que não??

Se se chegasse a um iso3200 como era há 3 anos, e daí não se conseguisse mais evoluir, ok. Teríamos de aceitar. Mas se uma fabricante conseguiu ultrapassar, e cada vai vai mais longe... temos sim que esperar que as outras se esforcem pra acompanhar. Claro, mantendo a qualidade ;)
« Última modificação: 18 de Setembro de 2008, 00:48:20 por Xiru »
Gentileza gera gentileza.

Xirú Sander Scherer - Ivoti / RS

Flickr
.. Blog: Andarilho Freak


pedro_raythz

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.469
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 18 de Setembro de 2008, 01:15:00
Eu concordo coim o Xiru e acho que tecnologia está aí para isso... porque essa pergunta "E como se fotografava antes do (...)?" serve para muita coisa rs
Uma vez falando com um fotógrafo (antes de comprar a minha câmera, no meio do ano passado), falei que estava pendendo para a K100D por causa do estabilizador de imagens. Sabe o que ele respondeu? "Ahh é só mais uma coisa pra dar defeito! Antigamente não tinha nada disso e conseguiam belas fotos." Achei melhor nem replicar rs

Claro que cabe a cada um se realmente é importante. Pra esse cara (que é fotojornalista, eu acho), o estabilizador não serve para nada, já que ele usa sempre velocidades altas. A mesma coisa é para o ISO. Se uma pessoa não fotografa em ambientes escuros, se não tem problemas com flash (porque tem que não goste, como eu rs), não tem a menor necessidade de comprar uma câmera que tenha o ISO3200

Já no meu caso, eu uso bastante o ISO3200 mesmo não sendo limpo, mas para fotos descompromissadas mesmo. Não gosto da iluminação do flash (dependendo do caso nem rebatido no teto) e quando estou entre amigos e quero captar mais a "essência" do momento, uso o ISO alto sem pestanejar. Se eu tivesse uma D700, usaria o ISO12800 sem problemas, mesmo não estando priorizando a qualidade :P

Sem lá se estou falando coisas com sentido... estou com muito sono. Vocês não dormem não? uhAHUahu


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #4 Online: 18 de Setembro de 2008, 07:41:49
Uma das melhores coisas das câmeras digitais, e nesse ponto são muito superiores às de filme, é poder trabalhar em ISOs altos. Porque quando fazemos isso temos uma abertura para inúmeras cenas que eram não-fotografáveis.

A combinação de uma c^maera com ISO alto e uma lente clara é fabulosa. Tenho usado muito ISO 3200 e 1600, fotografando de noite nas luzes mais improváveis e conseguindo resultados que muito me agradam.


Paulo Machado

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.015
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 18 de Setembro de 2008, 07:58:24
Vou dar o outro lado da moeda.
Para o meu estilo de foto não serve para nada, nunca usei.
3200 só para testar a câmera. Se tem pouco luz uso tripé. Aliás seria melhor usar tripé sempre, mas a preguiça impera.

Não estou dizendo que não é uma conquista importante, o ISO junto com o WB são grandes diferenciais com relação ao filme, é que eu nunca escolheria uma câmera por sua performance em ISO alto, para mim isto não é fator determinante.
When words become unclear, I shall focus with photographs. When images become inadequate, I shall be content with silent.  - Ansel Adams


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #6 Online: 18 de Setembro de 2008, 08:54:41
Compreendo, Paulo.

mas tudo é uma questão de tipo de fotografia. Para quem fotografa paisagens, por exemplo, é inútil, pois paisagens aceitam no máximo ISO 200. Para quem usa flash habitualmente, idem, pois o flash fornece a luz e permite o ISO baixo. Mas para quem, como eu, gosta de fotografar com luzes delicadíssimas, quase insexistentes, aí é uma benção. Por mais que nos queixemos de ruído, ISO 3200 na digital é menos granulado que um filme Fuji Press 800. Sabendo expor consegue-se resultados muito bons.

A foto abaixo foi feita com ISO 3200, e na forma como está seria perfeitamente imprimível em 20X30. Ela foi feita em ISO 3200, com abertura f/1.4, com velocidade 1/10s, e não é uma foto posada, minha filha jogava e mexia-se (pouco, mas nada de imobilidade total). Então, como fazer isso sem ISO 3200? Não dá. Toda a luz do rosto provém do videogame, e o restante de uma porta entreaberta do quarto. Não dava para tripé (foi na mão) nem dava para estabilizador (que não congelaria o movimento dela).

« Última modificação: 18 de Setembro de 2008, 08:55:55 por Ivan de Almeida »


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #7 Online: 18 de Setembro de 2008, 08:58:40
Então, respondendo... Entre duas câmeras com características semelhantes, eu preferiria a que tem ISOs altos melhor aproveitáveis, e não aceitaria, hoje, uma cujos ISOs altos fossem absolutamente inaproveitáveis. Estaria disposto a trocar algumas coisas por isso, por exemplo, poderia ficar com a fotometria em 9% da área se isso fosse oferecido (embora prefira a pontual) ou poderia preferir uma câmera de 10mpx ao in´ves de uma de 12mpx.


Guto Marc

  • Trade Count: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.565
    • http://www.gutomarcondes.com.br
Resposta #8 Online: 18 de Setembro de 2008, 09:08:49
Eu uso bastante ISO alto quando fotografo shows e teatro. Normalmente de 1600 para cima, contando que uso lente 2.8. Já tive o prazer de fotografar teatros com filme. Na época usava o "Press ASA 800" e se precisava puxava na revelação. Granulava bastante, bem diferente do ruído que temos no digital. Com certeza hoje conseguimos imagens mais nítidas nas mesmas condições. Mas também o nível geral dos fotógrafos caiu na proporção inversa que os recursos avançaram.
** NÃO TRABALHO MAIS COM SEGURO DE EQUIPAMENTOS **

Visitem meu blog sobre fotografia : https://www.gutomarcondes.com.br
E meu site sobre dicas de viagem :
https://www.reviewdeviagem.com.br


Paulo Machado

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.015
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 18 de Setembro de 2008, 09:57:29
Sem dúvida, Ivan, a gente ter que procurar o equipamento que melhor se adapta ao nosso tipo de fotografia.
Para que ISO alto em estúdio ou paisagens? Além de ocorrer o ruído com o aumento do ISO, que nem é tão importante assim quando se imprime, ocorre uma desaturação e dimimuição da intervalo dinâmico.
Eu acho que existe uma supervalorização de performance da câmera com relação ao ISO e fps, que claro tem o seu valor, mas não para todo mundo.
Eu prefiro procurar cores melhores, coisa que a Canon, com sua excelente performance em ISO, ficava devendo até pouco tempo. Nas novas câmeras isto melhorou muito e quase não é comentado.
Ou a qualidade do viewfinder, como as da Pentax em cropadas, compatibilidade com lentes antigas, e por aí vai.
Os equipamentos hoje tem um performance tão boa que os detalhes pequenos são supervalorizados. Na verdade todas são muito boas, ótimo para nós.
« Última modificação: 18 de Setembro de 2008, 10:10:20 por Paulo Machado »
When words become unclear, I shall focus with photographs. When images become inadequate, I shall be content with silent.  - Ansel Adams


Alex Biologo

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.803
  • Sexo: Masculino
    • Olhares Dispersos
Resposta #10 Online: 18 de Setembro de 2008, 10:15:20
Paulo, concordo com vc que hoje todasas câmeras seguram a onda, e o que muda são pequenos detalhes.

Acontece que cada um deve procurar os detalhes que mais interessam pra fotografa que pretende fazer.

Toda marca tem um chamariz positivo, e isso é utilizado pra vender câmera
Alex Martins dos Santos - São Paulo/SP
Fuji S5100
Pentax MZ-50
Canon 10D e 300D + lente  28-135 is Canon + lente 70-300 TAmron


rogerio_prazeres

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.171
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 18 de Setembro de 2008, 11:05:18
O fato é que da época do filme a fotografia sempre foi uma arte de sacrifícios. Algumas fotos eram impossíveis e ponto final.

* A abertura ou o uso de filmes de grande formato diminuia o DOF.
* O tempo de exposição alto borrava os movimentos.
* O ISO alto granulava e diminuia a latitude.

Com as digitais e seus ISOs altos as fronteiras da fotografia sem luz artificial estão se expandindo. Fotos antes impossíveis se tornaram possíveis.

Na verdade é uma grande evolução para a arte fotográfica que as digitais trouxeram.

Eu acho bem bacana, assim como acharia legal se a coisa evoluísse para uma latitude realmente grande para que pudéssemos fotografar como a visão humana faz.

Tivemos a corrida de pixels, já estamos começando a corrida de ISO e depois eu acho a corrida de latitude.

A pena é que muito se discute sobre equipamentos e pouco sobre fotografia.
« Última modificação: 18 de Setembro de 2008, 11:07:38 por rogerio_prazeres »
Agora dirigindo um fusquinha das DLSR... Canon D30  :wub:

rogerio_prazeres@yahoo.com.br


Sandro Amaral

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.076
  • Sexo: Masculino
  • Pedi e dar-se-vos-á...Mt 7:7
Resposta #12 Online: 18 de Setembro de 2008, 16:40:01
A pena é que muito se discute sobre equipamentos e pouco sobre fotografia.

Inquestionável esta tua colocação Rogério, mas este assunto já rendeu bastante em outros tópicos.rsrsrsrsrs...

Hoje grande parte dos fóruns discutem muitíssimo mais equipamentos do que fotografia em si.Sem dúvida é com bons equipamentos que se fazem boas fotos, mas nem só de equipamentos vive a fotografia.

Aqui no fórum acho que o balanço está aceitável, existem discussões de elvado nível sobre a arte fotográfica e Homéricas dicscussões sobre equipamentos,rsrsrsrs.

Abraço.

SANDRO AMARAL - Curitiba-PR

Srs. Não responderei perguntas enviadas por MP. Socialize sua dúvida abrindo um tópico. Ajuda você, outras pessoas e o fórum. Obrigado.



Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.059
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 18 de Setembro de 2008, 17:25:37
Se existe uma corrida de ISO, eu apoio ela. ISO alto possibilita mais liberdade criativa, enquanto que muitos megapretzels possibilitam que eu fique pobre de tanto comprar cartão de memória.

Acho que os fabricantes podem criar sensores com baixos níveis de ruído em ISO alto, mas a maioria dá mais valor à resolução astronômica, o que é um contra-senso na minha opinião.


wdantas

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.183
  • Sexo: Masculino
    • WDantas Fotogaleria
Resposta #14 Online: 18 de Setembro de 2008, 18:26:56
Acho que os fabricantes podem criar sensores com baixos níveis de ruído em ISO alto, mas a maioria dá mais valor à resolução astronômica, o que é um contra-senso na minha opinião.

Nisso eu concordo plenamente.
Danado é que o marketing em cima dos usuários em geral é a tal da quantidade de pixels que o equipamento tem. E a grande maioria nem precisa tanto deles para o tamanho de impressão que fazem.

Mas um dia a coisa muda. Vamos aguardar