Autor Tópico: Google Images e Direito de Imagem - copiaram minha foto!  (Lida 3635 vezes)

Fabricio

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 33
  • Sexo: Masculino
    • Testes Personalidade
Online: 09 de Outubro de 2008, 11:49:53
Gente, se não for a sala certa favor mover...


Sou de Petrópolis-RJ, e sou fotógrafo amador. Em 2006, coloquei uma foto minha na Wikipedia (em baixa resolucao e com marca d'água) pra ilustrar a página de Petrópolis e tal. Ótimo.

Acontece que essa semana passei por uma grande loja de xerox e afins daqui da cidade, e eles fizeram um megaposter com fotos da cidade, e essa minha foto estava lá, com qualidade porca, e meu nome aparecendo na foto. Só por curiosidade digitei 'universidade católica de petrópolis' no Google Images e voilá, apareceu essa minha foto de cara, que também foi roubada por um blog português, eis a URL:

http://cache01.stormap.sapo.pt/fotostore02/fotos//e5/bd/fa/12695_0006911f.jpg

Quanto ao cara usar no blog dele, nem me importo, afinal pus na net mesmo. O que está me incomodando é o fato da loja estar usando a foto naquele painel.. devem ter pensado que a foto era do português do blog e ele jamais iria ver a impressão, ledo engano. Eu até autorizo a usar a imagem, contanto que eu a forneça em alta resolução e eu seja pago para isso, claro.

Minha pergunta aos experts em direito autoral: devo eu chegar no gerente da loja e apenas negociar 'entre bons amigos' um valor, ou devo fazer um minicontrato de 'empréstimo temporário de uso da imagem', por determinado tempo e valor X? Eu li alguns artigos e exemplos de contrato, mas pra ser sincero achei tudo meio complicado. Quem puder me dar uma luz para resolver isso de forma simples eu agradeço.

Outra coisa: quanto cobrar? A foto no painel está com um tamanho de aproximadamente 30x20. A loja fica no centro da cidade (200 mil habitantes), onde há bastante movimentação durante o dia.

Thanks  :ok:


Anderson Fonseca

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 691
  • Tião Carreiro e Pardinho Salva!!!!!!
Resposta #1 Online: 09 de Outubro de 2008, 12:06:30
Fabrício, a primeira atitude é sempre tentar resolver na conversa. tire umja foto do painel, ou filme, enfim faça algum registro de que sua imagem está mesmo sendo usada sem sua autorização.

deppis converse com o dono da loja. Ele com certeza sabe que está usando uma foto sem autorização, sabe que está errado, e vai querer resolver isso da melhor forma possível.

caso não de certo, já sabe oque fazer. :ok: :ok: :ok:


Fabricio

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 33
  • Sexo: Masculino
    • Testes Personalidade
Resposta #2 Online: 09 de Outubro de 2008, 12:08:47
Pois é Anderson, quero resolver na amizade... de processo já basta aquele que está roaldno contra o mercadolivre e a maldita da freeshopping pra reaver a grana do meu monitor. Valeu!


rafaelfrota

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 254
  • Sexo: Masculino
  • "Toda a arte é absolutamente inútil" (O. Wilde)
    • http://www.rafaelfrota.com
Resposta #3 Online: 09 de Outubro de 2008, 13:05:28
Fala Fabricio

A primeira coisa é entrar em contato com o dono da loja e explicar o que aconteceu, como funciona a lei, etc. Na maioria das vezes a pessoa não faz idéia de que é crime usar uma imagem sem autorização. Outra coisa que pode acontecer é ele ter contratado um "dizáiner" pra fazer o tal cartaz, que por sua vez surrupiou a sua foto. Caso isso seja usado como desculpa, isso é irrelevante pois ele é o responsável solidário com o que acontece, logo, ele responde pelo crime.
Decida as suas prioridades: o que vc quer? Retirar a foto por ter qualidade baixa ou receber o direito pela veiculação? Se for pra retirar, isso vai ser mole. Se for pra receber uma grana, aí vai ser complicado porque o que ele vai pagar pela veiculação vai ser o preço que ele pagou no painel e com certeza outras fotos também foram surrupiadas e ele vai ficar com medo :hysterical:
No entanto, chegue lá com um contrato te cessão de direitos imagem pra ele assinar caso vc de sorte de ele ter muito dinheiro. Não tem muita dificuldade...é um contrato que cede a veiculação por tempo X nas midias Y no local Z. Mas atente ao fato de que tem que ser um contrato legalmente válido, senão não vai adiantar lhufas.
Se você não tiver um carinho muito grande pela foto, vai lá e cobre um valor que dê pra você ir ao cinema e tomar um ovomaltine no final de semana e deixe a foto lá. Trocar a foto ele não vai, porque vai custar caro ele refazer o painel. Cobre um valor simbolico e faça um acordo que ele nao vai mais utilizar aquela foto em nenhuma outra mídia.
De resto, como já dito, documente tudo, fotografe com data, tenha td material necessário pra provar que aquilo estava lá.
De resto é torcer pra td se resolver na amizade

Aqui tem uma tabela de referencia legal que alguém da comunidade postou

http://www.photoshowcase.com.br/Doc/PhotoPricing.aspx

ps: Se você tropeçar em uma pedra na praça da liberdade, saiba que foi a minha inveja por vc morar num lugar tão bom quanto petrô!  :hysterical:

Abraços e boa sorte


Fabricio

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 33
  • Sexo: Masculino
    • Testes Personalidade
Resposta #4 Online: 09 de Outubro de 2008, 13:39:15
Valeu pelas dicas Rafael! Petrópolis é legal mesmo, a única porcaria daqui é mercado de trabalho... terminei agora a minha segunda faculdade (uma de marketing e outra administração) e ainda não consegui entrar na área, é complicado. Abraço!


Renato B.

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 102
Resposta #5 Online: 09 de Outubro de 2008, 13:44:18
Fabricio,

O que pode ser um complicador, é que a imagem que você retratou é a cidade... vamos supor que você fotografou um prédio, nesse caso, o arquiteto também deve receber parte dos direitos autorais.
Em algumas cidades turísticas/históricas a prefeituta vende (ou autoriza) a utilização dessas imagens.

Por exemplo: eu não posso tirar uma foto da oktoberfest e vendê-la... somente posso utilizar uma imagem assim com a autorização da prefeitura de blumenau... alguns parques e monumentos funcionam da mesma maneira.

procure a prefeitura da sua cidade e veja como ela trata deste assunto. Se tudo bem, peça por escrito a autorização para utilização da imagem.

abraços


rafaelfrota

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 254
  • Sexo: Masculino
  • "Toda a arte é absolutamente inútil" (O. Wilde)
    • http://www.rafaelfrota.com
Resposta #6 Online: 09 de Outubro de 2008, 15:01:06
Essa é uma questão complexa que só mesmo um especialista em direitos autorais pode dar certeza, mas o fato é que o art. 48 da lei 9610 diz

Art. 48. As obras situadas permanentemente em logradouros públicos podem ser representadas livremente, por meio de pinturas, desenhos, fotografias e procedimentos audiovisuais.

http://www.cultura.gov.br/legislacao/direitos_autorais/legislacao/index.php?p=1074&more=1&c=1&pb=1

Portanto há de se pressupor que não existe problema legal em tirar foto de um projeto arquitetonico.


Renato B.

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 102
Resposta #7 Online: 09 de Outubro de 2008, 15:26:34
Acho que não me expressei direito...rsrs

na verdade você pode fotografar, mas não pode comercializar esta imagem.
Por exemplo: não posso fotografar o cristo redentor e vender cartões postais com essas imagens (cartão postal???? isso entrega a idade,rsrsrs)a menos que recolha parte dos direitos para a  prefeitura.
 um cliente meu teve problemas na sua loja  em blumenau.... ele utilizou uma foto da oktoberfest (a foto foi comprada com autorização da prefeitura, etc...), mas nessa foto aparece uma moça  e ela ao se ver na foto dentro da loja logo tratou de processar o meu cliente... e o processo foi respingar na prefeitura...enfim uma confusão

abraços


Fabricio

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 33
  • Sexo: Masculino
    • Testes Personalidade
Resposta #8 Online: 09 de Outubro de 2008, 15:45:21
Não sabia desse aspecto de fotografia de arquitetura, muito bom saber, obrigado mesmo!

Mas e quanto a loja, vamos supor que eu não autorize a exibição daquela foto, eu tenho todo o direito de exigir que ela seja retirada, correto?



edit: me bateu uma dúvida aqui. Constatemente fotógrafos usam a faculdade como cenário para as fotos de formatura dos alunos. Supondo que o prédio entre nesse caso de não poder ter fotografias comercializadas, como ficaria esse caso? O fotógrafo da formatura teria que repassar uma parte à prefeitura ou IPHAN (acho que o prédio é tombado)?
« Última modificação: 09 de Outubro de 2008, 15:51:35 por Fabricio »


Renato B.

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 102
Resposta #9 Online: 09 de Outubro de 2008, 16:04:25
Fabricio,

Se o predio for utilizado como pano de fundo apenas, não há problema, mas mesmo assim deverá haver um consentimento do dono do prédio...
eu tenho outro cliente aqui em são paulo, que na loja dele tem uma fonte enorme e várias pessoas vão lá tirar fotos (até noivas,rsrsr) mas para ele não tem problema, pois é uma loja popular e isso melhora a imagem dele no mercado.
Com relação a sua foto, você tem todo o direito sobre  ela poder ou não estar no painel da loja... Mas como já disseram aqui, vale mais conversar com o dono da loja e encontrar uma solução amigável.

Vai que você consegue um espaço para expor outras de suas fotos... ou apenas que a foto tenha os créditos de sua autoria destacados, enfim...
abraços


Fabricio

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 33
  • Sexo: Masculino
    • Testes Personalidade
Resposta #10 Online: 09 de Outubro de 2008, 16:14:29
Pois é, quero é resolver de maneira amigável, o que não quero é aquela qualidade TOSCA de uma foto de 500px ampliada pra uns 40cm... e como tem meu nome né, dá impressão de que o porco sou eu...

Vou conversar com ele. Valeu pelas dicas! :)


Guto Marc

  • Trade Count: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.552
    • http://www.gutomarcondes.com.br
Resposta #11 Online: 09 de Outubro de 2008, 18:19:17
Eu iria direto no advogado. A imagem está com nome, e mesmo assim foi usada sem compensação financeira. Isso é abusivo e ilegal !!!

Um adendo: Quando eu falo pra galera que pra postar mesmo em fórum tem que colocar marcas gigantes de assinatura, muitos criticam.
** NÃO TRABALHO MAIS COM SEGURO DE EQUIPAMENTOS **

Visitem meu blog sobre fotografia : http://www.gutomarcondes.com.br/blog e conheçam mais sobre a profissão no dia a dia. Conheçam também http://www.fotografosocial.com.br e http://www.gutomarcondes.com.br
Não respondo MP com dúvida de equipamentos/fotografia. Abra um tópico pois isso é importante para o fórum !


Anderson Fonseca

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 691
  • Tião Carreiro e Pardinho Salva!!!!!!
Resposta #12 Online: 09 de Outubro de 2008, 20:39:38
eu não entendi bem esse negócio que disseram aí de fotografia de monumentos ter que pagar a prefeitura...se o prédio é um monumento, logo é público...no caso da oktoberfest,é festa pública ou particular??

e no caso de eu fotografar qualquer coisa, o caso de direito autoral não deve querer saber oque foi fotografado, e sim de quem é a autoria da foto, pois é ela a questão, não é não?? o cara no caso está comercializando a imagem do prédio, e não o prédio...

sei lá...isso é complexo pra caramba...


Renato B.

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 102
Resposta #13 Online: 09 de Outubro de 2008, 21:58:53
Olá Anderson,
reamente o assunto é controverso. Mas pense que o arquiteto tem direito autoral pelo desenho que ele criou e projetou... e nesse caso você está utilizando a obra dele para criar a sua obra e  ganhar dinheiro...

como a modelo que posa para fotos a foto´é sua mais o corpo (a base é dela)


Anderson Fonseca

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 691
  • Tião Carreiro e Pardinho Salva!!!!!!
Resposta #14 Online: 09 de Outubro de 2008, 22:07:03
mas então...o arquiteto e a modelo cedem o projeto deles...o arquiteto vende o projeto, que passa a ser da prefeitura, logo, torna-se público...e a foto não...a não ser que vc a venda, ela não pode deixar de ser um direito seu, entende...
é complicado mesmo. :ok: :ok: :ok: :ok: :ok: