Autor Tópico: Armazenamento de ampliações/impressões  (Lida 795 vezes)

Pedro Vilas Boas

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 598
Online: 17 de Outubro de 2008, 22:48:55
Eu improvisei aqui numa "caixa" , espécie de baú, um lugar pra guardar as ampliações e os meus negativos. Queria saber se, apesar de não ser ideal, a solução preserva o papel.. etc

foi o seguinte,

Na "caixa", eu revesti toda por dentro por placas de isopor de 10mm. Assim preserva a temperatura dentro da caixa.
Ela é parcialmente vedada. Há troca de ar. Imagino que seja beeem pouca , mas há.
Mesmo com MUITO calor, quando a caixa era aberta, dava pra sentir um ar mais fresco e a superfície dos papeis estavam também frescas.


Ventilação não há. No link abaixo diz que tem que ter ventilação.

O problema é que, no RJ, o ar é naturalmente úmido e ventilação sem umidade teria que estar numa biblioteca, museu... com aqueles aparelhos que tiram umidade. Inviável.

Eu pus também no canto da caixa uma embalagem de "Secar"...


eu lí algumas dicas aqui
http://www.zone.com.br/rafting/index.php?destino_comum=dicas_mostra&id_noticias=10954


---
Já procurei no fórum algum tópico de vocês que falasse de armazenamento das suas fotos (físicas) mas nem encontrei.

Elas, como vocês fazer pra armazenar?
Vocês improvisaram algum lugar na casa? Alguma solução criativa, barata, boa?

a intenção é mesmo trocar idéias.

abraços!!


marca registrada

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 64
Resposta #1 Online: 18 de Outubro de 2008, 00:14:59
Materiais de Embalagem e Locais para Armazenamento por Longos Períodos


Utilize materiais adequados para embalagem. Não armazene material processado na embalagem original. Com o tempo, alguns adesivos, colas, e subprodutos da fabricação do papel e plásticos se tornam nocivos para os produtos fotográficos.

Todas as placas de suporte, papéis de proteção, capas e páginas de álbuns, e porta negativos deverão estar isentos de ácidos, peróxidos, plastificadores, partículas metálicas, fibras de madeira, sulfitos, nitratos, e cloretos. A placa de suporte isenta de ácido, de alta qualidade, é essencial para o armazenamento de cópias montadas por longos períodos. Qualquer material utilizado para montar cópias em cores deverá estar isento de lascas de madeira, pedra-ume ou breu, e deverá ter pH de 7 a 7,5 (Um pH de 7 a 9,5 é considerado aceitável para a montagem de cópias em preto-e-branco).

Os materiais aceitáveis, muitas vezes descritos como de grau de conservação, de museu, ou para arquivamento, estão disponíveis em algumas lojas de fotografia e de suprimentos para arquivos.

Teste os materiais em caso de dúvidas. Se você não sabe se um material é satisfatório, teste-o para verificar a atividade fotográfica (chamada nos meios técnicos de foto-atividade). Um teste simples e direto está descrito na Norma American National Standard IT9.2-1988, Imaging Media - Photographic Processed Films, Plates, and Papers - Filing Enclosures and Storage Containers (Meios de Impressão de Imagens - Filmes, Chapas, e Papéis Fotográficos Processados - Invólucros de Arquivamento e Recipientes de Armazenamento). Esta Norma também inclui as especificações para papéis, plásticos, adesivos, tintas e para a confecção de envelopes de armazenamento.

Use sílica gel para desumidificar.

NOTA: A utilização de sílica gel e outros desumidificadores não é recomendável para proteger negativos, slides, ou cópias guardadas por longos períodos. O pó fino dos desumidificadores pode ser abrasivo ou reagir com os materiais fotográficos armazenados. Os desumidificadores também exigem reativação periódica, e devem ser usados somente para armazenamento por curtos períodos.

Se você vedar os materiais fotográficos em envelopes ou outros recipientes à prova de ar, quando a umidade relativa for alta, você estará vedando em um alto nível de vapor de água. Quando não houver nenhum outro meio de reduzir a umidade relativa, sob condições de umidade excepcionais, você poderá utilizar um desumidificador tal como sílica gel como um agente de secagem provisório. Colocando a sílica gel junto do material fotográfico, ela absorverá o vapor de água e reduzirá a umidade dentro do recipiente. (A secagem satisfatória de filmes cinematográficos com sílica gel não é possível porque a umidade se move muito lentamente através de um rolo de filme grande).

A sílica gel é como uma esponja; ela absorve grandes quantidades de vapor de água e não reage com os materiais mais comuns. Freqüentemente, a sílica gel contém um indicador de umidade que altera a cor quando o desumidificador necessita reativação. Você pode reativar e reutilizar a sílica gel secando-a em uma estufa a uma temperatura de aproximadamente 175ºC, durante 1 a 3 horas. Para impedir a reabsorção do vapor de água, deixe a sílica gel resfriar em um recipiente metálico fechado. Vede o recipiente, a não ser que você utilize a sílica gel imediatamente. Você necessitará somente 40 g de sílica gel para controlar a umidade relativa em 0,03 m3 de espaço vedado.

Escolha cuidadosamente a área de armazenamento. Você poderá evitar condições de armazenamento prejudiciais guardando seus arquivos fotográficos num andar principal ou superior, não em porões úmidos ou num sótão quente. Evite as áreas com alto teor de umidade relativa, ou grande variação de temperaturas. (A umidade relativa poderá ser alta em sótãos e porões, especialmente sem aquecimento ou sem isolamento. A umidade da condensação poderá entrar em contato com os materiais fotográficos armazenados nestas áreas). Evite dutos e registros de aquecimento (fontes de calor), e canos de água (que podem ter vazamentos). Idealmente, a sala de armazenamento deverá ter sistema de ar condicionado filtrado para manter a sala livre de pó, poeira, e gases poluentes e contaminação. Se uma sala foi pintada com uma tinta a base de óleo, deixe arejar por no mínimo 4 semanas antes de utilizá-la para armazenar as cópias e negativos. Use arquivos e recipientes de metal, ou caixas (ou bandejas) de papelão ou plástico projetadas para armazenamento de materiais fotográficos por longos períodos.

A água de enchentes, combate a incêndios, sistemas de "sprinklers", ralos, canos rompidos, e tetos com goteiras podem causar sérios danos aos filmes e cópias. Armazene os recipientes de fotografias no mínimo 15 cm acima do piso; evite porões, sótãos, e locais onde possam ocorrer vazamentos.

Proteja o material fotográfico contra o fogo. Naturalmente, o fogo pode ser devastador para os filmes e cópias. Uma caixa-forte à prova de fogo, localizada e construída de acordo com os códigos de construção locais e as regulamentações de companhias seguradoras, oferece proteção adicional para grandes coleções. A caixa-forte deverá ter isolamento suficiente para oferecer controle satisfatório de temperatura durante o ano inteiro, evitar a condensação de umidade nas paredes, e proporcionar uma boa resistência contra aumentos de temperatura interna em caso de incêndio.

Para coleções de menor porte, um armário ou cofre à prova de fogo oferecerá proteção adequada. Examine qualquer cofre cuidadosamente antes de usar. Muitos cofres e armários resistentes ao fogo possuem um tipo de isolamento que libera umidade quando aquecidos, e seu interior pode ficar cheio de vapor durante um incêndio, danificando as emulsões fotográficas. Antes de armazenar qualquer filme ou cópias neste tipo de cofre, vede-os em envelopes fotograficamente inócuos e à prova de umidade.

As especificações para caixas-fortes, arquivos, ou cofres à prova de fogo estão, em geral, baseadas no ponto de carbonização superficial ou combustão do papel. As emulsões gelatinosas de filmes e cópias estão sujeitas a danos bem abaixo deste ponto. Portanto, tais dispositivos de armazenamento talvez não forneçam proteção para materiais fotográficos nas especificações mencionadas. O calor pode causar secura extrema, resultando em fragilidade ou outros danos físicos. De modo similar, o calor poderá causar o amolecimento da superfície gelatinosa dos materiais fotográficos de modo que fique sujeita a danos através de fusão, enrugamento da superfície, depressões, absorções, e adesão a outras superfícies. Em geral, se o dispositivo de armazenamento impede que a temperatura aumente acima de 38ºC, a maioria dos materiais não serão afetados. Quando as temperaturas excedem a 66ºC, a maioria dos materiais fotográficos serão suscetíveis a danos. Para temperaturas entre 38ºC e 66ºC, os resultados variam por produto e condição. Quando estiver escolhendo ou projetando locais de armazenamento resistentes ao fogo, lembre-se de manter as condições para o material fotográfico de menor tolerância.
Sony Alpha 300 + 18-70mm + 75-300mm + Flash F56AM + CF 4GB + Sony H5 + MS 2GB

Há dois tipos de pessoas no mundo: as que fazem as coisas e as que encontram mil motivos para não fazerem.

Ivan de Almeida Fotográfo


Pedro Vilas Boas

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 598


Pedro Vilas Boas

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 598
« Última modificação: 18 de Outubro de 2008, 15:55:06 por Pedro Vilas Boas »