Autor Tópico: Tópico externo sobre filme X digital  (Lida 1702 vezes)

DiogoLeal

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 367
  • Sexo: Masculino
Online: 21 de Outubro de 2008, 00:07:30
Pessoal,
não quero aqui levantar mais uma vez a acirrada discussão do filme x digital.Apenas li um artigo de um fotógrafo premiado falando da vantagem do filme em relação ao digital.
O topico é esse:
http://www.lucianopires.com.br/idealbb/view.asp?topicID=9270&pageNo=1

As minhas dúvidas são as seguintes:
CMOS são mais usados mesmo?Pensei que somente a Canon usasse esse tipo de sensor.
A principal é em relação à maneira como a imagem é captada no filme.Como ele fala no tópico,no filme os grãos de prata são sensibilizados e atingem nuaças desde o pretp ao branco.Até aqui,ok.Mas no final ele coloca como se a conformação dos grãos de prata,por n serem planos,fizessem uma diferença na captação da luz.Como se eles mativessem o aspecto 3D dos objetos fotografados.É isso mesmo?Entendi corretamente?

Obrigado aos que responderem minhas dúvidas.

Abs
« Última modificação: 21 de Outubro de 2008, 01:47:56 por Kika Salem »
Diogo de C. Leal
Recife-PE
Pentax K110D
Pentax SMC 18-55mm
Tamron 28-75mm f2.8
Tamron LD Di Macro 70-300mm f4.5/5.6
Zenit MC Helios 58mm f2.0
Super Takumar 135mm f3.5


Mestaky

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 725
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 21 de Outubro de 2008, 00:40:51
Opinião sincera ?

Filme só supera o digital para fazer fotos de pôr do sol ou fontes de luz muito quentes que causem muita emanação de IR causando blooming.

Fora isso, há quem prefira o analógico, e respeito isso, mas eu hoje prefiro o digital.
Whatsapp / Telegram: 21 98799 7105
mestaky@gmail.com


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #2 Online: 21 de Outubro de 2008, 08:14:49
Com todos os tratamentos que se dê à fotografia digital, é IMPOSSÍVEL simular/reproduzir, as cores e os contrastes do filme. Então posso dizer que as fotos em filme de alguns assuntos têm cores mais bonitas. Quanto ao contraste, o contraste do filme é mais rápido, o que dá a sensação de uma foto mais desenhada.

O chato do filme é que é muito chato usá-lo, comparativamente à fotografia digital, de modo que esses benefícios se perdem e são provavelmente menores que o conjunto de benefícios decorrentes da praticidade da foto digital, motivo pelo qual tendo a deixar de usar filme, e já o uso bem pouco.

É possível fazer fotografia de qualidade de um jeito e de outro.


rogerio_prazeres

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.171
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 21 de Outubro de 2008, 10:56:37
Até aqui,ok.Mas no final ele coloca como se a conformação dos grãos de prata,por n serem planos,fizessem uma diferença na captação da luz.Como se eles mativessem o aspecto 3D dos objetos fotografados.É isso mesmo?Entendi corretamente?

O Alex Soletto pode ser um fotógrafo premiado, mas ficou claro ele não entende nada de física, química ou de teoria de informação que é a área de estudos que melhor explica essa diferença entre os processos digitais e analógicos.
Essa coisa do 3D foi uma das afirmações mais sem cabimento que eu já ouvi sobre o assunto.

Em termos de captação, armazenamento, transmissão e reprodução de informações de qualquer tipo, se bem dimensionados, os sistemas digitais são mais eficientes que qualquer mídia analógica*. Isso é algo simples de provar.

Já em relação à imagem dos filmes quando comparadas às imagens digitais, são diferentes sim. Se são melhores ou piores aí já é outra discussão do campo da percepção e a definição do que seria qualidade.

Esquecendo as definições de qualidade vamos a outra pergunta. É possível obter uma imagem igual à do filme numa mídia digital?

O registro da luz no filme, como em todo sistema 100% analógico, tem uma grande parcela de processos não lineares que são extremamente difíceis de serem simulados em todas as suas variáveis.

Imitar o modo que um determinado filme representa uma determinada cena pode ser praticamente possível ou praticamente impossível (com a tecnologia disponível) mas não teoricamente impossível.

Com todos os tratamentos que se dê à fotografia digital, é IMPOSSÍVEL simular/reproduzir, as cores e os contrastes do filme. Então posso dizer que as fotos em filme de alguns assuntos têm cores mais bonitas. Quanto ao contraste, o contraste do filme é mais rápido, o que dá a sensação de uma foto mais desenhada.
...

É possível fazer fotografia de qualidade de um jeito e de outro.

Quando o Ivan diz ser impossível e concordo em parte. Ele possui ampla experiência nessa área e um conhecimento prático e teórico invejáveis. Se ele diz ser impossível com as condições que possui, eu concordo plenamente.

Porém é fato que as experiências partem de um sistema já limitado. Um arquivo RAW que já passou pelo conversor A/D de um sistema que não foi projetado especificamente para imitar um filme. Isso já invalida uma conclusão categórica.

* Obs.: Uma mídia que não é nem digital nem analógica é o nosso sistema nervoso. Esse sim é um sistema fantástico que o conhecimento humano ainda não desvendou.
« Última modificação: 21 de Outubro de 2008, 10:57:55 por rogerio_prazeres »
Agora dirigindo um fusquinha das DLSR... Canon D30  :wub:

rogerio_prazeres@yahoo.com.br


Francisco

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.550
Resposta #4 Online: 21 de Outubro de 2008, 14:24:24
A fotografia já é digital, independente da mídia usada para captar a luz. É impossível conceber a fotografia apenas impressa hoje em dia. A internet é um grande meio de divulgação e vemos verdadeiras exposições virtuais de fotografia por aí. Talvez em breve vejamos exposições de fotos em galerias com exibição em monitor LCD para manter a fidelidade das cores obtidas durante a concepção da foto (captura - filme/scan ou sensor e a pós-produção).

Não vejo muito sentido em discutir as vantagens técnicas do digital sobre o filme e vice-versa. É evidente a satisfação de fotógrafos que utilizam uma ou outra tecnologia, então não existe uma melhor forma de captar a luz. Existe a forma que é mais adequada para cada um.

O que eu percebo nas entrelinhas dessas discussões é o medo de que uma linguagem se sobressaia sobre a outra em um ou mais aspectos. Os usuários de filme têm medo da escassez de insumos, então é natural querer dizer que o filme é melhor com a esperança de que uma adesão maior de usuários pressione o mercado a oferecer produtos para filme. Isso é improvável. O provável é que chineses produzam filmes com a sucata das fábricas da Kodak e Fuji, assim como já ocorre com válvulas para equipamentos eletrônicos.

Os usuários de digital têm outros medos. Existe uma pulga atrás da orelha, algo como "será que estamos deixando algo para trás abandonando o filme?". Usar filme hoje em dia é subversivo - talvez burrice para uns, é ir na contramão da tendência, mas, ao mesmo tempo, provoca um certo fascínio por produzir fotos que são nitidamente diferentes da foto captada com sensor, sem entrar no mérito se é melhor ou pior.

O melhor caminho é aquele que acreditamos e nos é mais gratificante.
Francisco Amorim
Porto Alegre - RS
2x Canon F1 Old, AE1; Pentax MX, K100D; Fuji Finepix f10; Panasonic LX3


DiogoLeal

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 367
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 21 de Outubro de 2008, 19:18:32
Gostei muito do rumo que tomou essa conversa.EU queria apenas entender o que o Alex falou sobre esse negocio de 3D,porque isso não entrava na minha cabeça de jeito nenhum.
Há muito tempo deixei de tentar achar quem é o melhor.Apenas aceito que são diferentes...
Como disse o Ivan:
É possível fazer fotografia de qualidade de ambas as formas..

abs
Diogo de C. Leal
Recife-PE
Pentax K110D
Pentax SMC 18-55mm
Tamron 28-75mm f2.8
Tamron LD Di Macro 70-300mm f4.5/5.6
Zenit MC Helios 58mm f2.0
Super Takumar 135mm f3.5


Anderson Fonseca

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 691
  • Tião Carreiro e Pardinho Salva!!!!!!
Resposta #6 Online: 22 de Outubro de 2008, 18:29:08
esse vai render. :assobi:


Francisco

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.550
Resposta #7 Online: 22 de Outubro de 2008, 18:38:45
Acho que não... ninguém mais cai nessas polêmicas...

Será?

:P
Francisco Amorim
Porto Alegre - RS
2x Canon F1 Old, AE1; Pentax MX, K100D; Fuji Finepix f10; Panasonic LX3


DiogoLeal

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 367
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 22 de Outubro de 2008, 19:00:36
Concordo com o Francisco.Acho que não vai render.Todo mundo ja ta cansado dessa polemica e,a´té agora,todos que se manifestaram têm uma opnião bem moderada em relação ao assunto.
Não tem mais muito o que discutir.
Diogo de C. Leal
Recife-PE
Pentax K110D
Pentax SMC 18-55mm
Tamron 28-75mm f2.8
Tamron LD Di Macro 70-300mm f4.5/5.6
Zenit MC Helios 58mm f2.0
Super Takumar 135mm f3.5


lucash_br

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 666
Resposta #9 Online: 22 de Outubro de 2008, 23:18:24
Dando meu pitaco, é um bom momento pra comprar máquinas de filme... Estão baratas, e tem uma qualidade inegável. O problema são os custos de revelação.
Abraços


rogerio_prazeres

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.171
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 23 de Outubro de 2008, 00:46:04
Bom... esse negócio de 3D em fotografia foi realmente uma afirmação infeliz.

Mas falando em 3D, apenas como curiosidade, pra fazer o tópico ficar no topo mais um pouquinho e também pra ver se alguém anima com a discussão :assobi:

A holografia usa uma emulsão similar à fotográfica para representar objetos em 3D numa superfície plana.
É um processo bem diferente, usa luz coerente e espelhos. Interessantíssimo em teoria (eu ainda não entendo) e mais ainda na prática.

Vi um exemplo prático de uma holografia de um microscópio que eu fiquei pasmo.

Olhando o holograma além de ser possível ver todos os detalhes em 3D do microscópio, se vc olhasse na ocular (virtual) dava pra ver a imagem dentro do microscópio, uma mosca com todos os detalhes. E só quem tava olhando pela ocular (daquele ângulo e altura específico) via, é claro.

Algo que só vendo pra crer. Recomendo a todos irem a um museu de holografia pelo menos uma vez na vida.

Abraços!
Agora dirigindo um fusquinha das DLSR... Canon D30  :wub:

rogerio_prazeres@yahoo.com.br


Credilson

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 295
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 23 de Outubro de 2008, 11:28:26
Analógico x digital. Comecei com analógico, fui para o digital e um dia senti saudades do analógico que voltei a usar (também).

Apesar de gostar muito do analógico, vejo dificuldades de disponibilidade de Minilabs de qualidade, pelo menos na minah cidade, para revelação e impressão em papel. As vezes não fico satisfeito.

O digital trouxe o hábito de ver as fotos em monitores (computadores, telinhas de celular, etc), que resultou na popularidade da fotografia. Hoje em dia todo mundo tem alguma coisa que fotografa digitalmente, fotografa tudo que vê pela frente, e acha uma maravilha ver suas fotos nessas telinhas, sem jamais imprimi-las para o papel.

Muitas vezes eu me decepciono com algumas fotos minhas que ficaram maravilhosas na tela e uma porcaria na impressao do minilab (digitais e analógicas).
Credilson
Nikon e coisas


Randal.Junior

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 890
  • Sexo: Masculino
  • Think out of the blackbox.
    • Flickr
Resposta #12 Online: 23 de Outubro de 2008, 11:48:41
Além de boa parte dos MiniLabs hj na verdade Escanearem o negativo p/ depois fazer a impressão.
Ou seja já virou digital de qquer jeito.

Sinceramente admiro que ainda usa filme, mas p/ mim a o digital não tem volta.

Ex. Os amplificadores de som, os analógicos ainda são os melhores (grandes e caros), mas os digitais tomaram conta até do publico high-end.
Randal Junior
Now shooting on D80 D90 D7000 D7200 + 10.5 fisheye + 35/1.8 + 16-85VR + 85 macro + 70-300VR + SB600

Flickr: Photostream
.


Credilson

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 295
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 23 de Outubro de 2008, 13:01:59
Pois é, Randal, inclusive num deles a atendente me falou isso, digitaliza negativo e imprime do digital.

Citar
Ex. Os amplificadores de som, os analógicos ainda são os melhores (grandes e caros), mas os digitais tomaram conta até do publico high-end.

Nesse caso, para os consumidores do high-end, ainda resiste o vinil. Eu também uso e ainda compro.
Credilson
Nikon e coisas


Francisco

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.550
Resposta #14 Online: 23 de Outubro de 2008, 13:09:10
Ex. Os amplificadores de som, os analógicos ainda são os melhores (grandes e caros), mas os digitais tomaram conta até do publico high-end.

Pelo menos para guitarras, os valvulados ainda são o padrão. É como se o timbre de guitarra não pudesse ser dissociado do som das válvulas. Existem n simuladores digitais que até são utilizados pelo consumidor high-end, mas, no fim, o dispositivo de saída sempre acaba num amplificador valvulado. Isso também ocorre no uso de órgãos Hammond e seus simuladores (para quem não sabe que som tem isso, pense nos teclados do Deep Purple). Hoje é comum o uso de simuladores digitais de órgão Hammond, mas o público high-end os pluga em amplificadores valvulados (talvez um Marshall, como fazia o Jon Lord do Deep Purple) ou caixas Leslie giratórias.

Enfim, na música, ainda é bem comum mesclar as duas tecnologias. O digital dá flexibilidade (grande variedade de timbres a um clique ou uma pisada) e o valvulado dá aquela suavizada na saída do stack digital.
Francisco Amorim
Porto Alegre - RS
2x Canon F1 Old, AE1; Pentax MX, K100D; Fuji Finepix f10; Panasonic LX3