Autor Tópico: Como fotografar locais com iluminação ambiente?  (Lida 4948 vezes)

Mlcost

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 6
Online: 27 de Novembro de 2008, 01:08:19
Oi pessoal,

Gostaria de saber como configuro obturador e diafragma da minha câmera, para poder fotografar ambientes aproveitando a iluminação ambiente?
Eu cubro muito evento social na minha região, mas vejo em várias revistas fotos de buffet's e casas de festas com uma iluminação incrível, e percebo q muito dessa beleza é apagada qd se usa o flash. Sei q tenho q usar uma velocidade muito baixa de disparo e uma focagem bem baixa, mas muitas veses minhas fotos ficam "tremidas" ou borradas, tenho q usar tripé então?
Existe alguma técnica específica?

Aguardo mais uma bela dica da galera aê!!!

Antes, obrigado pessoal.


MateusZF

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.418
  • Sexo: Masculino
  • Você vê o mundo com a sua lente interior.
Resposta #1 Online: 27 de Novembro de 2008, 01:25:53
Depende muito da luz ambiente, mas eu pensaria em obter uma lente bem clara.
De f1.4 a no máximo f4.

 :D
Minha máquina fotográfica e prolongamento natural do meu braço.
Foto é algo que depende de uma certa visão... De quem fotografa, de quem vê e de quem interpreta...

www.ribeiraopreto.sp.gov.br
http://www.meadiciona.com/mateuszf


Davi Sato

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.036
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #2 Online: 27 de Novembro de 2008, 09:15:02
Acho que se vc utilizar o flash rebatido no teto para deixar a luz difusa e vindo de cima para baixo, e velocidades mais baixas, tipo 1/90 ou 1/60, vc consegue isso.
Canon D80 / Pentax K10d / Sigma 28-70 f/2.8 / Pentax 18-55 / Pentax 50-200.
São Gotardo – MG


Marcelo Favero

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 770
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo dos Santos
Resposta #3 Online: 27 de Novembro de 2008, 09:43:57
Quando fazia eventos, usava na maior parte do tempo o flash rebatido para iluminar e congelar o primeiro plano, mas trabalhava com velocidade razoavelmente baixa em 1/40, 1/30 e as maiores aberturar possíveis de acordo com cada lente. O resultado era pessoas e assuntos em primeiro plano bem iluminados e congelados e o fundo aparencendo sempre 1/2 ou 1 ponto sub-exposto, desfocado e sem problemas por estar tremido. O que era suficente para mostrá-lo, mas sem detalhes. No caso de decoração, fazia a mesma coisa, mas caprichando no rebatimento do flash.

http://www.santos.fot.br/social/pages/16.html

http://www.santos.fot.br/social/pages/11.html

http://www.santos.fot.br/social/pages/06.html

Veja lá meu site:
http://www.santos.fot.br/social/index.html#6

Sempre há também a possibilidade de trabalhar com dois ou mais flashes também.

abraço
Marcelo dos Santos

Associado Fototech


Fransergio Paiva

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.522
  • Sexo: Masculino
    • http://www.fransergiopaiva.com.br/
Resposta #4 Online: 27 de Novembro de 2008, 10:03:58
Usar aberturas grandes é muito bom, mas tem que ter muita atenção com a distância do assunto.. se estiver muito próximo grande parte dele ficará fora de foco devido ao DOF.

Uma atenção especial deve ser dada ao balanço de branco... se estiver usando com a indicação para flash, você deverá altera-lo quando for fazer com somente a luz do local.


 :ok:
Fransergio Paiva
Analista de Sistemas
Belo Horizonte - MG  - 
Nikon D7200
Nikon D300s
Nikon D50
Nikon 50mm 1.8 / Nikon 80-200mm 2.8 / Tamron 28-75mm 2.8
SB-600 / SB-900
Sekonic L-358 Flash Master Light

http://www.fransergiopaiva.com.br/


liao

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 108
Resposta #5 Online: 28 de Novembro de 2008, 10:21:34
se for prar tirar fotos somente do ambiente ( sem ninguem no salao ) , use tripe e velocidades baixas ... 1/8 , 1/4 , aberturas f8 ou f11 , iso 800 , sem flash ... ficam otimas fotos ...


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.098
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 28 de Novembro de 2008, 10:28:24
não deixe o flash sobrepor a iluminação natural, para isso 2 principais coisas:
1) o flash tem que ser subexposto em relação a luz principal (que é a luz do ambiente).
2) de preferencia transformar a luz do flash em uma fonte suave, ou rebatendo em sueperficie maior, ou com diversos disparos fracos andando com ele na mão (caso a camera esteja fixa).

Na verdade não é tão simples assim, mas já é um começo de conversa.


Marcelo Favero

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 770
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo dos Santos
Resposta #7 Online: 28 de Novembro de 2008, 10:44:49
não deixe o flash sobrepor a iluminação natural

Oi Claudio! Como assim deixar o flash na mesa intensidade da luz natural? Então pra quê precisa dele? Se ele for tão intenso quando a luz natural, a imagem toda vai sair sub-exposta, ou tremida, ou borrada... Afinal, se há luz natural suficiente, pra quê flash?
Talvez eu não tenha entendido o que quis dizer. Mas o flash tem sim que ter mais pontos de luz que a o ambiente, mas o segredo para também ter a luz ambiente é não deixar essa diferença ser muito grande.

Outra coisa que esquecemos de mencionar é o usar o ISO razoavelmente alto, até um limite aceitável de qualidade de sua camera. Eu uso 600 ou 800, no mínimo 400 em ambientes fechados.

Abraços
Marcelo dos Santos

Associado Fototech


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.098
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 28 de Novembro de 2008, 11:04:06
não deixe o flash sobrepor a iluminação natural

Oi Claudio! Como assim deixar o flash na mesa intensidade da luz natural? Então pra quê precisa dele? Se ele for tão intenso quando a luz natural, a imagem toda vai sair sub-exposta, ou tremida, ou borrada... Afinal, se há luz natural suficiente, pra quê flash?
Talvez eu não tenha entendido o que quis dizer. Mas o flash tem sim que ter mais pontos de luz que a o ambiente, mas o segredo para também ter a luz ambiente é não deixar essa diferença ser muito grande.

Outra coisa que esquecemos de mencionar é o usar o ISO razoavelmente alto, até um limite aceitável de qualidade de sua camera. Eu uso 600 ou 800, no mínimo 400 em ambientes fechados.

Abraços

marcelo, não existe regra geral pra isso.

to tentando dizer que em fotos de ambientes, pra preservar a ambiência, eu uso os flashes de modo que eles compensem e não sobreponham, sendo eles sub-expostos em relação à luz principal, que é a da arquitetura do ambiente.

Uns exemplos onde usei flash dessa forma







Mas foi só um ponto de vista, cada um faz como quiser.


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.098
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 28 de Novembro de 2008, 11:08:16
Sorry, agora que eu entendi que o post era sobre fotos de eventos, a abordagem não tem nada a ver com fotos de arquitetura e ambientes, onde gralmente leva-se horas só pra acertar o equilibrio dos flashes que podem chegar a 10 cabeças.

Então meus posts realmente não acrescentaram nada, peço que desconsiderem.

Foi mal.


Marcelo Favero

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 770
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo dos Santos
Resposta #10 Online: 28 de Novembro de 2008, 11:31:31
Sorry, agora que eu entendi que o post era sobre fotos de eventos, a abordagem não tem nada a ver com fotos de arquitetura e ambientes, onde gralmente leva-se horas só pra acertar o equilibrio dos flashes que podem chegar a 10 cabeças.

hehehe, é isso então!
Você está iluminando no caso, "o ambiente" com o(s) flash(s) e na fotografia social a idéia é incluir no enquadramento o ambiente.
Boa iluminação de ambiente a sua, por sinal!

Abraço  :ok:
Marcelo dos Santos

Associado Fototech


B.Gomes

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.558
Resposta #11 Online: 28 de Novembro de 2008, 13:18:57
não deixe o flash sobrepor a iluminação natural

Oi Claudio! Como assim deixar o flash na mesa intensidade da luz natural? Então pra quê precisa dele? Se ele for tão intenso quando a luz natural, a imagem toda vai sair sub-exposta, ou tremida, ou borrada... Afinal, se há luz natural suficiente, pra quê flash?
Talvez eu não tenha entendido o que quis dizer. Mas o flash tem sim que ter mais pontos de luz que a o ambiente, mas o segredo para também ter a luz ambiente é não deixar essa diferença ser muito grande.

Outra coisa que esquecemos de mencionar é o usar o ISO razoavelmente alto, até um limite aceitável de qualidade de sua camera. Eu uso 600 ou 800, no mínimo 400 em ambientes fechados.

Abraços
O flash garante que não haja sombra no rosto das pessoas que estão no primeiro plano, o que costuma ser importante em social. :ok:

Mas para trabalhar com luz ambiente mesmo, sem flash, é preciso saber fotometrar corretamente e conhecer as conseqüências de cada opção que poderá ser feita. Velocidade baixa, iso alto, abertura grande, tudo isso fará com que a câmera capte mais luz, mas cada ajuste traz resultados diferentes para a exposição (velocidade baixa aumenta o risco de tremer, iso alto gera ruído e aberturas grandes geram pouco dof, por exemplo).
« Última modificação: 28 de Novembro de 2008, 13:20:16 por B.Gomes »


Marcelo Favero

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 770
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo dos Santos
Resposta #12 Online: 28 de Novembro de 2008, 13:49:57
O flash garante que não haja sombra no rosto das pessoas que estão no primeiro plano, o que costuma ser importante em social. :ok:

Mas para trabalhar com luz ambiente mesmo, sem flash, é preciso saber fotometrar corretamente e conhecer as conseqüências de cada opção que poderá ser feita. Velocidade baixa, iso alto, abertura grande, tudo isso fará com que a câmera capte mais luz, mas cada ajuste traz resultados diferentes para a exposição (velocidade baixa aumenta o risco de tremer, iso alto gera ruído e aberturas grandes geram pouco dof, por exemplo).

Oi Bruno, sim, claro... Levei em conta que Mlcost já teria essa informação mais básica.

Mas a pequena confusão, acho eu, se deu por conta de entender erroneamente que o Cláudio queria dizer para usar o flash sub-exposto em relação à luz ambiente refletida, e não à fonte de luz. Ou seja, ele falava de mostrar os pontos de luz, como abajours, spots e etc numa decoração para retratar equilibradamente um ambiente sem grandes high-lights (não é isso Cláudio?). E eu estava respondendo ao Mlcost sobre a luz refletida, num ambiente de evento social. Ora, se "sub-expusecemos" (putz, tem no Aurélio?) o flash em relação a luz refletida, a iluminação dele seria inferior ao que já tinhamos no ambiente, ou seja, nem apareceria, seria inócua. Pois até na luz de preenchimento que você citou acima é necessário acrescentar pontos de luz àquela que está refletida na superfície a se preencher. Se não é igual a nada!
Ufa! Estou certo?

Abraços!
Marcelo dos Santos

Associado Fototech


Mlcost

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 6
Resposta #13 Online: 28 de Novembro de 2008, 17:01:50
O flash garante que não haja sombra no rosto das pessoas que estão no primeiro plano, o que costuma ser importante em social. :ok:

Mas para trabalhar com luz ambiente mesmo, sem flash, é preciso saber fotometrar corretamente e conhecer as conseqüências de cada opção que poderá ser feita. Velocidade baixa, iso alto, abertura grande, tudo isso fará com que a câmera capte mais luz, mas cada ajuste traz resultados diferentes para a exposição (velocidade baixa aumenta o risco de tremer, iso alto gera ruído e aberturas grandes geram pouco dof, por exemplo).

Oi Bruno, sim, claro... Levei em conta que Mlcost já teria essa informação mais básica.

Mas a pequena confusão, acho eu, se deu por conta de entender erroneamente que o Cláudio queria dizer para usar o flash sub-exposto em relação à luz ambiente refletida, e não à fonte de luz. Ou seja, ele falava de mostrar os pontos de luz, como abajours, spots e etc numa decoração para retratar equilibradamente um ambiente sem grandes high-lights (não é isso Cláudio?). E eu estava respondendo ao Mlcost sobre a luz refletida, num ambiente de evento social. Ora, se "sub-expusecemos" (putz, tem no Aurélio?) o flash em relação a luz refletida, a iluminação dele seria inferior ao que já tinhamos no ambiente, ou seja, nem apareceria, seria inócua. Pois até na luz de preenchimento que você citou acima é necessário acrescentar pontos de luz àquela que está refletida na superfície a se preencher. Se não é igual a nada!
Ufa! Estou certo?

Abraços!
O flash garante que não haja sombra no rosto das pessoas que estão no primeiro plano, o que costuma ser importante em social. :ok:

Mas para trabalhar com luz ambiente mesmo, sem flash, é preciso saber fotometrar corretamente e conhecer as conseqüências de cada opção que poderá ser feita. Velocidade baixa, iso alto, abertura grande, tudo isso fará com que a câmera capte mais luz, mas cada ajuste traz resultados diferentes para a exposição (velocidade baixa aumenta o risco de tremer, iso alto gera ruído e aberturas grandes geram pouco dof, por exemplo).

Oi Bruno, sim, claro... Levei em conta que Mlcost já teria essa informação mais básica.

Mas a pequena confusão, acho eu, se deu por conta de entender erroneamente que o Cláudio queria dizer para usar o flash sub-exposto em relação à luz ambiente refletida, e não à fonte de luz. Ou seja, ele falava de mostrar os pontos de luz, como abajours, spots e etc numa decoração para retratar equilibradamente um ambiente sem grandes high-lights (não é isso Cláudio?). E eu estava respondendo ao Mlcost sobre a luz refletida, num ambiente de evento social. Ora, se "sub-expusecemos" (putz, tem no Aurélio?) o flash em relação a luz refletida, a iluminação dele seria inferior ao que já tinhamos no ambiente, ou seja, nem apareceria, seria inócua. Pois até na luz de preenchimento que você citou acima é necessário acrescentar pontos de luz àquela que está refletida na superfície a se preencher. Se não é igual a nada!
Ufa! Estou certo?

Abraços!

Isso Marcelo, eu já tenho essas informações mais básicas, tipo granulações no ISO mais alto e a maior possibilidade de borrar qd a velociedade é baixa...
Mas minha maior dificuldade, nos eventos sociais, é no registro do espaço. Sempre chego cerca de 1 hora mais cedo, justamente pra registrar o decoração e as peculiaridades da decoração, principalmente em casamentos, em alguns casos, preciso fazer fachadas que normalmente são à noite e tenho que estar a uma boa distância do objeto, assim o flash não ajuda muito, a menos q os coloque em tripés (em média 2) lateralmente.
A foto funciona mas não tem uma plástica muito real, já q a iluminação é bem elaborada, com cores, refletores direcionais... e o flash esconde muito disso.
Uso uma lente 18/135 f3.5-5.6, acho q preciso de uma lente mais clara mesmo.

P.S: Muito boas suas fotos Cládio. Parabéns!


Mlcost

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 6
Resposta #14 Online: 28 de Novembro de 2008, 17:15:06
Quando fazia eventos, usava na maior parte do tempo o flash rebatido para iluminar e congelar o primeiro plano, mas trabalhava com velocidade razoavelmente baixa em 1/40, 1/30 e as maiores aberturar possíveis de acordo com cada lente. O resultado era pessoas e assuntos em primeiro plano bem iluminados e congelados e o fundo aparencendo sempre 1/2 ou 1 ponto sub-exposto, desfocado e sem problemas por estar tremido. O que era suficente para mostrá-lo, mas sem detalhes. No caso de decoração, fazia a mesma coisa, mas caprichando no rebatimento do flash.

http://www.santos.fot.br/social/pages/16.html

http://www.santos.fot.br/social/pages/11.html

http://www.santos.fot.br/social/pages/06.html

Veja lá meu site:
http://www.santos.fot.br/social/index.html#6

Sempre há também a possibilidade de trabalhar com dois ou mais flashes também.

abraço

Oi Marcelo,

Visitei seu site, parabéns pelo seu trabalho. Show de bola mesmo!

Na foto 23 do seu catálogo de "sociais", como vc conseguiu borrar o ambiente deixando a casal do primeiro plano focado. Com que velocidade e abertura vc consegui aquele resultado? Maravilhoso!
Quanto tento algo parecido, e "borrado" fica no assunto inteiro.