Autor Tópico: Até que ponto podemos publicar uma foto?  (Lida 1851 vezes)

Luciano Moraes

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 368
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Moraes
Online: 07 de Janeiro de 2009, 07:14:31
Olá pessoal, tudo bem?

Até que ponto uma imagem pode ser divulgada?
exemplo: estava ontem em uma apresentação de canto e piano e vi um fotógrafo tirando as fotos do evento. Então, se eu estivesse tirando tbm ou eu poderia vender ao jornal da cidade, sei lá, ou então exibi-la no meu site.
Até quando eu posso ou não usar a imagem de outro para ser mostrado como portifolio ou para venda?

Att.

Luciano Moraes
« Última modificação: 07 de Janeiro de 2009, 11:13:57 por Kika Salem »
Luciano Moraes
Poços de Caldas - MG

www.lucianomoraes.com.br

Ótimos clicks a todos.


MateusZF

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.418
  • Sexo: Masculino
  • Você vê o mundo com a sua lente interior.
Resposta #1 Online: 07 de Janeiro de 2009, 09:02:55
Olá pessoal, tudo bem?

Até que ponto uma imagem pode ser divulgada?
exemplo: estava ontem em uma apresentação de canto e piano e vi um fotógrafo tirando as fotos do evento. Então, se eu estivesse tirando tbm ou eu poderia vender ao jornal da cidade, sei lá, ou então exibi-la no meu site.
Até quando eu posso ou não usar a imagem de outro para ser mostrado como portifolio ou para venda?

Att.

Luciano Moraes

Nada a ver, mesmo se aquela pessoa foi contratada pelo serviço, você pode usar omo portfólio profissional. Respeitando a ética e o profissionalismo.
Se eu estou no evento, levo a minha câmera e vou tirar foto independente de contratação eu posso comercializar, porque você pagou para entrar ou ganhou credencial etc.
Se fosse assim, em eventos, festas em que siets de baladas fazem as fotos, não podiam fazer, pois tem sempre o fotógrafo contratado e a galerinha de sites.
Eu penso assim.

Isso é um paparazzi!

 :ok:
Minha máquina fotográfica e prolongamento natural do meu braço.
Foto é algo que depende de uma certa visão... De quem fotografa, de quem vê e de quem interpreta...

www.ribeiraopreto.sp.gov.br
http://www.meadiciona.com/mateuszf


Luciano Moraes

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 368
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Moraes
Resposta #2 Online: 07 de Janeiro de 2009, 09:08:05
ola mateus, outro exemplo: caso eu tire alguma foto de alguma pessoa em algum evento e colocar essa foto no site como forma de exibir o meu trabalho. caso essa pessoa entre e veja a foto dela la, ela pode chegar ate mim e pedir para tirar do ar ou entao cobrar por aquela aparicao?
Luciano Moraes
Poços de Caldas - MG

www.lucianomoraes.com.br

Ótimos clicks a todos.


Fly Angler

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 83
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 07 de Janeiro de 2009, 09:25:05
ola mateus, outro exemplo: caso eu tire alguma foto de alguma pessoa em algum evento e colocar essa foto no site como forma de exibir o meu trabalho. caso essa pessoa entre e veja a foto dela la, ela pode chegar ate mim e pedir para tirar do ar ou entao cobrar por aquela aparicao?

Sim, pois você está fazendo uso comercial da foto (divulgação de seu trabalho). Você precisa de uma autorização da pessoa. Você só não precisa de autorização quando a foto vai para um trabalho editorial (jornal, revista, matérias), e se ela for maior de 18 anos.


Luciano Moraes

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 368
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Moraes
Resposta #4 Online: 07 de Janeiro de 2009, 09:32:57
entao na pratica ja tenho que andar com um modelo de autorizacao para caso apareca alguma oportunidade de foto?
Luciano Moraes
Poços de Caldas - MG

www.lucianomoraes.com.br

Ótimos clicks a todos.


MateusZF

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.418
  • Sexo: Masculino
  • Você vê o mundo com a sua lente interior.
Resposta #5 Online: 07 de Janeiro de 2009, 11:42:10
Não é bem assim, se vc vai em algum evento e tem algum famoso cantando etc, é diferente de vc fotografar transeunte.
Se fosse fotografado para este fim comercial, eu cobraria. rs

Melhor você montar as cenas que deseja com família e amigos, assim terá menos problemas e pode fazer até o contrato.

abs
Minha máquina fotográfica e prolongamento natural do meu braço.
Foto é algo que depende de uma certa visão... De quem fotografa, de quem vê e de quem interpreta...

www.ribeiraopreto.sp.gov.br
http://www.meadiciona.com/mateuszf


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.732
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #6 Online: 07 de Janeiro de 2009, 14:32:46
Octávio para editorial precisa sim de autorização, só matérias de cunho fotojornalísticos é que não precisam. Um editorial de moda, por exemplo, exige autorização da modelo, porque não é reconhecido como material jornalístico (já trabalhei para uma revista que tomou um ferro por conta disso).
Quanto ao uso para portfólio existe uma grande polêmica, pois a lei permite ao fotógrafo expor seu trabalho. O que você não pode é comercializar estas fotos sem a devida autorização, mas para portfólios nunca um fotógrafo foi condenado, sempre que alguém se queixou o fotógrafo ganhou. MAs é importante ter ética, se você fotografa um casamento é de bom grado que os noivos saibam que a foto será usada em porfólio, pois isso pode te queimar com futuros clientes, caso os noivos não concordem. Agora é extremamente importante avaliar algumas condições legais do direito de imagem. Pessoas em multidão e fotos de cunho fotojornalístico não exigem autorização de uso de imagem. Fotos feitas em locais públicos também tem sido freqüente que o seu uso seja aberto, ou seja, em um ambiente público você virtualmente poderia fotografar qualquer pessoa a qualquer tempo, sem restrições. Porém cabe novamente o bom senso, você não vai querer ser espancado pelo pai daquela criança que você sismou em fotografar não é verdade? rs... Via de regra a lei te permite o uso de diversas imagens de pessoas com cunhos específicos, por isso que os Paparazzi que clicam nas ruas não têm tido problema, porque a lei que protege o direito de imagem da pessoa não é focada em direito patrimonial e sim nas leis que protegem a privacidade, por isso que as fotos de multidão e em locais públicos não apresentam problema, porque não se pressupõem privacidade em áreas públicas. ;)
Mas é importante tomar cuidado com as leis autorais. Por exemplo, fotografar uma casa e usar de portfólio é permitido, mas a forma de uma casa é considerada propriedade intelectual do arquiteto e/ou do proprietário, neste caso se o direito patrimonial for do priprietário é necessário autorização do mesmo para você poder vender a foto da casa. :)
« Última modificação: 07 de Janeiro de 2009, 14:33:49 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


mbus

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 24
    • http://
Resposta #7 Online: 09 de Janeiro de 2009, 15:24:25
Pegando um gancho - Nas reportagens que fiz, no contrato constava autorização para usar as imagens em mostruários e portfolio ("sendo-lhe autorizado a usa-los para amostras em albuns e exposições, ficando vedado sua imagem em jornais e revistas sem prévia autorização por escrito do CONTRATANTE"). Nessa época nao tinha conhecimento dos foruns fotograficos. Se expo-las nos foruns, poderá haver algum problema?


Leonardo Mota

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 105
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 09 de Janeiro de 2009, 15:55:48
Já que mencionaram o assunto estou com uma dúvida sobre o assunto também...

Tirei algumas fotos em uma praia no final do ano passado, e uma delas eu gostei bastante e tinha pensado em enviar para um concurso fotográfico, o problema é que a foto tem como fundo a praia e uma pessoa como assunto principal da foto, sendo a praia um espaço público, eu teria problemas em enviar esta foto para o concurso? Afinal não estou vendendom a foto, mas se ganhar o concurso poderia receber dinheiro por conta dela, meio confuso, alguém tem idéia?

Abs.
Leonardo Mota


Fly Angler

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 83
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 09 de Janeiro de 2009, 16:02:57
Já que mencionaram o assunto estou com uma dúvida sobre o assunto também...

Tirei algumas fotos em uma praia no final do ano passado, e uma delas eu gostei bastante e tinha pensado em enviar para um concurso fotográfico, o problema é que a foto tem como fundo a praia e uma pessoa como assunto principal da foto, sendo a praia um espaço público, eu teria problemas em enviar esta foto para o concurso? Afinal não estou vendendom a foto, mas se ganhar o concurso poderia receber dinheiro por conta dela, meio confuso, alguém tem idéia?

Abs.

Acho que vc vai ter problema sim.


Fly Angler

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 83
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 09 de Janeiro de 2009, 16:14:26
Octávio para editorial precisa sim de autorização, só matérias de cunho fotojornalísticos é que não precisam. Um editorial de moda, por exemplo, exige autorização da modelo, porque não é reconhecido como material jornalístico (já trabalhei para uma revista que tomou um ferro por conta disso).

Sim é claro, nesse caso vc está vendendo os produtos de vestuário, etc. Além do que os modelos são contratados e tudo mais, é uma situação bem diferente de você fotografar uma pessoa na rua e usar numa matéria tradicional.


Francisco

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.550
Resposta #11 Online: 09 de Janeiro de 2009, 18:11:43
Já que mencionaram o assunto estou com uma dúvida sobre o assunto também...

Tirei algumas fotos em uma praia no final do ano passado, e uma delas eu gostei bastante e tinha pensado em enviar para um concurso fotográfico, o problema é que a foto tem como fundo a praia e uma pessoa como assunto principal da foto, sendo a praia um espaço público, eu teria problemas em enviar esta foto para o concurso? Afinal não estou vendendom a foto, mas se ganhar o concurso poderia receber dinheiro por conta dela, meio confuso, alguém tem idéia?

Abs.

Pelo que o Leo e outras pessoas falaram, se a foto concorrer na categoria "fotojornalismo", não teria problema aparentemente. Mesmo em outras categorias, como documental, saúde, lazer, sei lá... acho que o problema maior é quando essas fotos vão parar na publicidade e editoriais.
Francisco Amorim
Porto Alegre - RS
2x Canon F1 Old, AE1; Pentax MX, K100D; Fuji Finepix f10; Panasonic LX3


Ana Adams

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.653
  • Sexo: Feminino
    • http://www.anaadams.com
Resposta #12 Online: 09 de Janeiro de 2009, 19:23:43
Em geral os concursos " sérios"  vão pedir autorização por escrito de qualquer pessoa que seja reconhecível na fotografia inscrita. Sendo assim, já de cara vc vai saber se pode ou não inscrever a foto. Se não houver esta condição, mesmo assim vc deve se preocupar com isso, porque digamos que sua foto seja vencedora, seguramente o site do concurso se reserva o direito de usar sua foto para divulgação, o que configura uso comercial, portanto envolve $$ na história. Há casos em que esta autorização não é necessária, como o que já se falou aqui, de conteúdo jornalístico.
()s
GuiGui  :)


Chello

  • Trade Count: (15)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.638
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 09 de Janeiro de 2009, 19:25:09
Bem,

Vendo este tópico preciso deixar aqui minha participação, pois justamente na última segunda em conversa com meu advogado - sobre outros assuntos não relacionados à fotografia - surgiu o seu relato sobre um caso que ele enfrentou recentemente sobre um cidadão que se valeu do parágrafo décimo, artigo 5o. da Constituição Federal para não ter sua imagem veiculada num jornal de bairro.

Diz o referido parágrafo:

X - são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;

Segundo meu advogado independente de o fotografado estar ou não em uma multidão, num acontecimento de massa, sendo possível o reconhecimento de sua pessoa na imagem veiculada, o direito de proteção à sua imagem e antes disso a individualidade prevalecem e não é permitida sua divulgação sem autorização prévia. Porém, como não é comum existirem ações por parte de pessoas nessas condições os veículos de comunicação fazem mesmo assim suas matérias, pois precisam!

É uma situação muito complexa, mas concordo plenamente com o Leo, que o importante é bom senso e ter jogo de cintura!

Abs
Chello
Fotojornalista
Nikon

Site | Fanpage | Instagram | Flickr


Leonardo Mota

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 105
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 09 de Janeiro de 2009, 23:08:09
Valeu colegas pela contribuição.

O negócio é usar o bom senso mesmo, mas infelizmente o direito é uma ciência não exata e por mais que existam definições, e artigos, depende de interpretação e o que um considera que não fere a honra do terceiro, outro pode interpretar que fere e assim por diante.

O melhor mesmo é tirar fotos de objetos e animais selvagens, porque se for animal de estimação, corre-se o risco do proprietário querer te processar também :D.

Abraços,

Léo
Leonardo Mota