Autor Tópico: Filme para o dia a dia  (Lida 1896 vezes)

majewski

  • Trade Count: (3)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 471
  • Sexo: Masculino
    • By Leonel Fotografia
Online: 11 de Março de 2009, 10:16:07
Olá, pessoal!

Gostaria de saber a opinião de vocês para um filme 35mm que seja bom para usar no dia a dia. Atualmente uso somente o Provalue 200 e até que fico satisfeito com os resultados.
Entre o Provalue 200 e o Superia 400, qual fornece melhores imagens. Algum outro filme nessa faixa de preço (até R$ 10,00) fornece imagens de boa qualidade?

[]s,
_________________
José LEONEL Majewski
josemajewski@gmail.com
Visitem meu humilde blog sobre fotografia - http://www.byleonel.blogspot.com/ (voltando a ativa em breve)


Paulo Machado

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.015
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 11 de Março de 2009, 10:52:02
majewski, imagens de boa qualidade dependem do fotógrafo, da câmera e das lentes e muito pouco do filme.
Todos os filmes de hoje dão de sobra para o uso do dia a dia.
Eu pessoalmente gosto do Fuji Quality, baratinho, e do Kodak Gold e Ultra,
When words become unclear, I shall focus with photographs. When images become inadequate, I shall be content with silent.  - Ansel Adams


Elmo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.458
Resposta #2 Online: 11 de Março de 2009, 11:03:05
Sei que não se deseja comparar os dois entre si, mas qual seria melhor para o dia-a-dia.

Mas vou comentar o que acho dos dois e sobre a pergunta.

Primeiro creio que somente fotografando muito com os dois e comparando em ampliações (e não impressões) realizadas nas mesmas condições seria possível verificar qual o melhor. Teoricamente o Provalue deveria se sair melhor que o Superia.

Quanto ao uso dos mesmos, o Provalue 200 teria mais versatilidade que o Superia 400. Porém isso dependeria do uso, não é mesmo? Caso fosse fotografar com uma lente fixa de dia, eu usaria o Pro 200, com zoom o Superia e por ai vai...

Na verdade acho que não há um filme para o uso cotidiano. Aliás, muita foto boa, na minha opinião, tem um dedão da sorte. E sorte até no filme que escolheu pra colocar na câmera.


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #3 Online: 11 de Março de 2009, 11:41:28
Em termos de versatilidade para o meu tipo de fotografia e considerando que câmeras modernas admitem altas velocidades, o filme ISO 400 é o mais versátil.

Se usada cãmra com limite de velocidade de 1/500s, então o 200 fica melhor.

O filme ISO 400 granulará mais, embora quando bem exposto isso seja minimizado.

A questão de imprimir/ampliar não se coloca, em minha opinião, pois fotografamos coerentemente com o contexto tecnológico disponível. Então se os labs disponíveis produzem cópias queimando o papel fotográfico com laser, é isso o que se tem e pronto, não adianta considerar outras hipóteses.



Elmo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.458
Resposta #4 Online: 11 de Março de 2009, 12:49:45
Bom, Ivan.

Eu não imprimo minhas fotos, eu as amplio.

Felizmente aqui em BH temos isso à disposição.


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #5 Online: 11 de Março de 2009, 13:03:50
Bom, Ivan.

Eu não imprimo minhas fotos, eu as amplio.

Felizmente aqui em BH temos isso à disposição.

Aqui também tem, mas vira coisa trabalhosa -risos. O lab que faz com laser é do lado de minha casa, não adiante que não vou ficar procurando outro...


majewski

  • Trade Count: (3)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 471
  • Sexo: Masculino
    • By Leonel Fotografia
Resposta #6 Online: 11 de Março de 2009, 14:20:17
O Provalue eu conheço bastante. Posso dizer que é o filme colorido que tenho usado nos últimos quatro anos. Embora não tenha fotografado tanto assim (um rolo a cada dois, três meses), gosto muito dos resultados, principalmente porque fotografo bastante paisagens e a Fuji tende a puxar o verde das fotos.
Testarei o Superia para ver se o resultado me agrada tanto quanto o Provalue. Pelo menos, acho interessante a idéia de ter mais versatilidade por possuir um filme com ISO maior.

A questão de imprimir/ampliar não se coloca, em minha opinião, pois fotografamos coerentemente com o contexto tecnológico disponível. Então se os labs disponíveis produzem cópias queimando o papel fotográfico com laser, é isso o que se tem e pronto, não adianta considerar outras hipóteses.

Ivan, o que você disse para mim é novidade. Eu sempre pensei que quando se tratasse de filme, o que o laboratório tem que fazer é ampliação. E que a impressão a laser era reservada as imagens - não costumo chamar de foto uma captura digital, apenas por uma questão de gosto pessoal - obtidas com câmeras digitais.

Agora me surgiu outra dúvida: como descobrir se o que o laboratório faz é ampliação ou impressão? Perguntando ao atendente, que muitas vezes nem sabe qual é o Minilab que possuem?!?!?

[]s,

P.S.: ainda bem que para fotos PB temos a certeza de que podemos realizar ampliação e laboratórios específicos ou, para os mais avançados, ampliar por conta própria.
_________________
José LEONEL Majewski
josemajewski@gmail.com
Visitem meu humilde blog sobre fotografia - http://www.byleonel.blogspot.com/ (voltando a ativa em breve)


Ivan Lee

  • Trade Count: (11)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 861
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 11 de Março de 2009, 15:20:03
Eu gosto muito do Kodak ProImage 200

Um filme q eu gostava muito tb e não acho mais é o Fuji NPH 400

aliás, alguem sabe se vale a pena comprar filmes pelo Ebay? digo, tem problemas se passarem pelo raio-x?
Pq a variedade de filmes no Brasil é ridícula, vc só acha os filmes "amadores"

Sony Alpha A77 e Alpha A550 - Tamron 17-50 f/2.8 - Minolta 35 f/2 - Sony 50 f/1.4 - Minolta 28-70 f/2.8G - Sony 70-300 f/4.5-5.6 G SSM - Carl Zeiss 135 f/1.8


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #8 Online: 11 de Março de 2009, 16:33:54
Ivan, o que você disse para mim é novidade. Eu sempre pensei que quando se tratasse de filme, o que o laboratório tem que fazer é ampliação. E que a impressão a laser era reservada as imagens - não costumo chamar de foto uma captura digital, apenas por uma questão de gosto pessoal - obtidas com câmeras digitais.

A grande maioria dos laboratórios não faz mais ampliação colorida por projeção cônica. A foto entregue em filme é escaneada e o papel fotográfico é "queimado" ou "exposto" a uma varredura laser ou por leds. Depois o papel fotográfico é revelado normalmente com banhos químocos, mas a exposição não foi cônica com ampliador, a ampliação é por software.

Fotografia digital é tão fotografia quanto quqalquer outra. Desculpe-me, mas nesse caso é uma maneira de chamar que denota preconceito, e esse preconceito é inócuo para o mundo mas é prejudicial a você mesmo...

Por exemplo, já há muito tempo você estava fazendo fotografia digital (filme escaneado) e não sabia...  ;)

E se as cópias estavam a contento e você não as distinguia das feitas em ampliador, para que se incomodar?



Elmo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.458
Resposta #9 Online: 11 de Março de 2009, 16:50:57
Majewski,

E é bem pior. Se você mandar ampliar um filme pb, é bem provável que irão utilizar papel para filme colorido no seu querido pb. Pois papel pb tá o olho da cara.

Mas a diferença mesmo só existe se você tiver as duas cópias em mãos e comparar, principalmente nas grandes ampliações.

Ivan, entendo seu ponto de vista. Mas como não fotografo profissionalmente e é muuuuito difícil sair uma foto que preste, me dou ao luxo de ampliar somente AQUELA foto no Laboratório Nota Mil.


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #10 Online: 11 de Março de 2009, 22:51:36
Elmo;

No caso do PB, aí de fato é triste


LeandroFabricio

  • Trade Count: (9)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.686
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 11 de Março de 2009, 23:07:36
Eu gosto do ProImage 100 e 200.
De PB eu gosto de HP5 e Delta 100.


Se comprar de outros países procure o Agfa Portrait ISO 160.
E tinha um q não lembro o nome direito mas acho que era Ultracolor ISO 100.
São Paulo - SP


Credilson

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 295
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 12 de Março de 2009, 08:30:37
Citar
E é bem pior. Se você mandar ampliar um filme pb, é bem provável que irão utilizar papel para filme colorido no seu querido pb.

Já percebi isso, o branco fica meio cinza, preto meio esverdiado e por aí vai.
Credilson
Nikon e coisas


Alessandro D.

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 129
  • Sexo: Masculino
    • AD-PHOTOS
Resposta #13 Online: 12 de Março de 2009, 16:17:32
Ainda quanto ao tipo de filme, tenho usado muito o Provalue 200, mas às vezes as cores não me agradam muito quando fotografo em ambientes internos. Para paisagem me agrada muito, também pelos verdes.
Outro dia usei um Kodak Ultra 400 e o resultado foi o inverso: as cores me agradaram mais em ambiente interno e no externo não gostei muito. Decidi, então, que usaria cada um para uma situação.
Apesar de tudo, acho que este tipo de coisa vai muito do gosto pessoal de cada um.  :ok:
Alessandro D.
São Paulo-SP
Canon Elan 7N (EOS30) + Canon EF 28-105mm f/3.5-4.5 II USM + Canon EF 70-300mm f/4-5.6 IS USM
http://www.flickr.com/photos/AD-PHOTOS


lucash_br

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 666
Resposta #14 Online: 12 de Março de 2009, 17:30:47
Metendo o bedelho, concordo com o Ivan quanto a filmes 400. São os melhores custo-beneficio, e nem granulam tanto assim, ainda mais ampliando 10x15. Eu compro normalmente o Superia, apesar de fotografar pouco com colorido, então nem sou parâmetro, rs, só dei o pitaco quanto a sensibilidade!

Quanto a ampliação de PB, dependendo do lugar q vc vai, consegue as condiçoes "melhorzinhas". A um tempo atrás estava levando alguns rolos na capovilla da Pedroso, (do lado da FullFrame, alias, revelar PB lá é um absurdo de caro, comento pq sei q o Fernando frequenta o forum, quem sabe ele leia e abaixe o preço rs!) e conversando com o laboratorista, ele me explicou (e de fato eu vi depois) que o papel é o kentmere, que não é nem o melhor nem o pior, é o q tem e pronto. E é apropriado pra PB.
Abraços,

Lucas