Autor Tópico: duvida - artigo Ivan Lee -  (Lida 1237 vezes)

pumba

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.008
  • Sexo: Masculino
Online: 14 de Março de 2009, 17:58:17
Ivan, andei lendo uns artigos seus sobre obter uma melhor latitude da foto em raw
a questao do "tirando foto para a direita"(acho que era isso)
Não entendi direito como funciona e se eu estaria fazendo certo.

Primeiramente, aumentar um ponto significa aumentar somente um quadradinho no visor (eu nao sei o nome das coisas.. hehe.. desculpa) porque voce comenta que o normal é aumentar 3 pontos, correto?
no meu tem 3 stops ate aumentar 1 (creio eu) e, quando eu realizo esse procedimento, qunado vou retrabalhar a imagem no acr, os highlights continuam estourados, mesmo quando eu aumento somente um ponto.

Desculpe-me ser bem ignorante nisso e nem saber explicar o que ocorre ao certo.
Obrigado


Ivan Lee

  • Trade Count: (11)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 861
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 14 de Março de 2009, 22:46:54
hehe acho que vc deve ter me confundido com o outro Ivan. o Ivan de Almeida :hysterical:

Não sou muito bom pra escrever artigos... mas bem q eu gostaria de ter o conhecimento  :ok:

Sony Alpha A77 e Alpha A550 - Tamron 17-50 f/2.8 - Minolta 35 f/2 - Sony 50 f/1.4 - Minolta 28-70 f/2.8G - Sony 70-300 f/4.5-5.6 G SSM - Carl Zeiss 135 f/1.8


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #2 Online: 14 de Março de 2009, 22:47:58
Pumba você está se referindo ao Ivan de Almeida mesmo rs.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #3 Online: 15 de Março de 2009, 00:06:35
Olha só...

Você está fotografando com fotometria central ou pontual e está medindo a luz mais alta da cena?

Você está antes deixando essa luz mais alta centradinha e depois calculando os três pontos?

Não é necessariamente três pontos. Conforme a cor da alta luz e a câmera pode ser 3,3 ou 2,6. Por isso tem no blog um método para você experimentar e saber o limite da sua câmera. Inclusive com exemplo de como calcular a velocidade. Dê uma olhadinha lá.

Se você medir sem ser medição pontual ou central e aumentar três pontos, é claro que vai eestourar de montão. Porque este método só funciona medindo a luz mais alta (mais clara) com certa precisão. É esta luz mais clara que você vai botar a +3 (ou próximo disso).

Deu para entender?

Pelo que você falou, o problema está no método de medição.

O blog tem por objetivo somente explicar o uso do RAW. Essas questões de medição são assumidas como já sabidas pela pessoa, então seria legal você antes ter certeza que está medindo a coisa certa.


ramon

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 51
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 16 de Março de 2009, 10:58:42
Ivan(de almeida rs) vou aproveitar e te fazer uma pergunta a respeito disso pra não precisar abrir outro tópico.
Bom,li os teus artigos no blog e acabei pensando....se você vai fazer uma foto em raw de uma cena com 2 flashs ou mais e vá fotometrar ela no cálculo de acordo com potência de cada um,vai ser meio complicado de visualizar a imagem original em raw no display pra saber se o fez correto...porque visualizará ela em jpeg,no entanto para ter certeza da exposição correta teria de fotometrar ela com um flashmeter,estou certo?

Abraço.


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #5 Online: 17 de Março de 2009, 17:07:38
Ramom, sua questão é interessante.

O objetivo do blog, naturalmente, não é explicar todas as situações possíveis, mas dar clareza a certos conceitos diferentes que se tem de considerar quando se trabalha em RAW.

Contudo, estou para escrever um acréscimo a esse artigo da exposição aqui comentado a partir de coisas que só vim experimentar depois de já tê-lo escrito. Uma dessas coisas é o uso do UniWB. Usando o UniWB existe convergência quase total entre o histograma mostrado e o histograma do RAW. O preço a se pagar por isso é que a imagem mostrada ficará com cores aberrantes, a saber, fortemente esverdeada, refletindo o que é de fato a imagem capturada sem as multiplicações por 2 ou quase dos canais vermelho e azul (razão pela qual são mais ruidosos).

Usar o UniWB resolve este caso, embora você tenha de ponderar o custo benefício disso em função de ter uma imagem em cores falsas que precisará de correção na conversão.

Desde que conheci esta possibilidade, configurei o UniWB na minha câmera e nunca mais tirei.


Xiru

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.402
    • Flickr
Resposta #6 Online: 18 de Março de 2009, 04:08:13
Ramom, sua questão é interessante.

O objetivo do blog, naturalmente, não é explicar todas as situações possíveis, mas dar clareza a certos conceitos diferentes que se tem de considerar quando se trabalha em RAW.

Contudo, estou para escrever um acréscimo a esse artigo da exposição aqui comentado a partir de coisas que só vim experimentar depois de já tê-lo escrito. Uma dessas coisas é o uso do UniWB. Usando o UniWB existe convergência quase total entre o histograma mostrado e o histograma do RAW. O preço a se pagar por isso é que a imagem mostrada ficará com cores aberrantes, a saber, fortemente esverdeada, refletindo o que é de fato a imagem capturada sem as multiplicações por 2 ou quase dos canais vermelho e azul (razão pela qual são mais ruidosos).

Usar o UniWB resolve este caso, embora você tenha de ponderar o custo benefício disso em função de ter uma imagem em cores falsas que precisará de correção na conversão.

Desde que conheci esta possibilidade, configurei o UniWB na minha câmera e nunca mais tirei.

Ivan (e creio que o Pictus também saberia ajudar)
(e crio que o papo já está virando papo de subfórum Manipulação Digital. Mas não deixa de ser Arte fotográfica)

Ja li noutro tópico tu e o Pictus trocando umas idéias sobre o UniWB. Me pareceu muito interessante, mas infelizmente quando li eu estava centrado em outras idéias. Não era a 'minha' hora.

Enfim: me pareceu razoavelmente clara a idéia do UniWB. Ainda não tenho como experimentar por ausência das ferramentas necessárias.
Mas já pintou uma dúvida: Na conversão, dá pra tirar esse esverdeado que fica na foto? Ou dizendo de outra forma: dá pra recuperar numa boa as cores "naturais" ou "reais" (por mais subjetivos que sejam estes termos) ? Ou ficam vestígios negativos?

Porque se o sacrifício do UniWB for "mais tratamento e resultado com vestígios", não vale a pena. Mas se o sacrifício é só "mais tratamento", mesmo que bem mais, tá valendo!
Gentileza gera gentileza.

Xirú Sander Scherer - Ivoti / RS

Flickr
.. Blog: Andarilho Freak


Xiru

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.402
    • Flickr
Resposta #7 Online: 18 de Março de 2009, 04:10:31
Ivan(de almeida rs) vou aproveitar e te fazer uma pergunta a respeito disso pra não precisar abrir outro tópico.
Bom,li os teus artigos no blog e acabei pensando....se você vai fazer uma foto em raw de uma cena com 2 flashs ou mais e vá fotometrar ela no cálculo de acordo com potência de cada um,vai ser meio complicado de visualizar a imagem original em raw no display pra saber se o fez correto...porque visualizará ela em jpeg,no entanto para ter certeza da exposição correta teria de fotometrar ela com um flashmeter,estou certo?

Abraço.

E infelizmente, não é um problema exclusivo ao uso de flash. Pode ocorrer na fotometria de qualquer situação.
Gentileza gera gentileza.

Xirú Sander Scherer - Ivoti / RS

Flickr
.. Blog: Andarilho Freak


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #8 Online: 18 de Março de 2009, 10:15:09
Estou confuso sobre o meu nome -risos.

Bem, deixa prá lá.

O cara vai ao meu blog, lê, resolve me perguntar algo e sequer presta atenção no nome de quem escreveu aquele texto todo... É a tal "objetividade" dos fóruns à qual falta a necessária atenção humana.

Depois eu respondo mesmo assim e nem mesmo um "muito obrigado"...

Isso é sinal dessa geléia geral da internet, que embaralha as coisas e que torna tudo "pegue grátis", ou seja, nem a autoria das coisas é considerada.

Bem, por isso e por outros motivos, a partir de agora, peço que eventuais dúvidas sejam colodadas como comentários no Blog mesmo, visto que elas e suas respostas enriquecerão o conteúdo. O blg foi feito por dois motivos: concentrar conteúdo e definir autoria. Perguntas sobre o blog feitas em fóruns impedem o enriquecimento das questões lá, onde todos os interessados as lerão. E perguntas feitas ao Ivan Lee são a própria anulação da autoria -risos.

Mas, respondendo ao Xiru...

Olha só, acho que vou postar amanhã um artigo complementando o capítulo 1 sobre a captura. Esse artigo falará só sobre UniWB. Já está setenta por cento escrito, mas hoje não poderei terminá-lo.


Naty

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 9
Resposta #9 Online: 18 de Março de 2009, 13:24:19
Ivan de Almeida, eu acabei nao acompanhando o topico.. pensei que tinha sido esquecidou. peco desculpas pela confusão, eu sabia que era voce quem tinha criado o artigo.
Apesar de sempre acompanhar essa sessão, não havia percebido que haviam respondido minhas questões.
Obrigado pela explicacao. acho que seja mais razoavel eu tentar entender melhor a fotometragem,para depois questionaro artigo.
Desculpa tambem pela demora do retorno,apreciei muito seu artigo!
Vou buscar entender um pouco mais para tentar entender seu topico corretamente.



ramon

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 51
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 18 de Março de 2009, 13:59:04
Obrigado Ivan,me esclareceu um pouco sobre o assunto.
Depois irei dar uma lida no teu blog a respeito do UniWB após a postagem.

Xiru,a respeito dos flash só foi um exemplo de uso...a questão mesmo era a fotometria perfeita em raw e a visualizacao dela no display em jpeg,mas enfim...

Obrigado Ivan


pumba

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.008
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 18 de Março de 2009, 14:58:26
Acabei respondendo pelo login da minha namorada!
Desculpe-me Ivan pelo descaso.
Eu é que acabei não acompanhando o tópico mesmo. Olhava a sessão mas não via meu topico!
Obrigado pelo esclarecimento (apesar de eu ter percebido que o que falta pra mim eh um pouco de estudo de minha parte mesmo)


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #12 Online: 18 de Março de 2009, 17:19:37
Acabei respondendo pelo login da minha namorada!
Desculpe-me Ivan pelo descaso.
Eu é que acabei não acompanhando o tópico mesmo. Olhava a sessão mas não via meu topico!
Obrigado pelo esclarecimento (apesar de eu ter percebido que o que falta pra mim eh um pouco de estudo de minha parte mesmo)

Pumba;

Nitidamente, pela sua pergunta, estão faltando fundamentos de fotometria.

Os conceitos/práticas de medir a luz de cada parte da fotografia, entender qual a "posição" desta luz na fotografia, identificar a luz mais brilhante e medi-la e a colocar na posição que você quer no fotômetro, esses são fundamentos de fotometria.

O artigo considera que o leitor sabe isso. Pode acontecer de não saber, mas se o artigo começar a explicar isso, vira uma enciclopédia e perde o foco no RAW.

O mesmo vale para interpretação do histograma, etc.

Abraços,
ivan


pumba

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.008
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 18 de Março de 2009, 19:15:25
Pois é, meu problema na verdade foi achar que era algo simples!

Obrigado pelo esclarecimento, vou procurar saber mis sobre o assunto e depois tentar aplicarnovamente o que voce mostraem seu artigo!
Abraco


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #14 Online: 19 de Março de 2009, 00:15:52
Pois é, meu problema na verdade foi achar que era algo simples!

Obrigado pelo esclarecimento, vou procurar saber mis sobre o assunto e depois tentar aplicarnovamente o que voce mostraem seu artigo!
Abraco


É bem simples:

1) setar a câmera para fotometria spot ou central (depende da cãmera)
2) Apontar o centro da lente para a parte mais clara da fotografia que você deseja recuperar.
3) Centrar o fotômetro apontando para essa parte clara;
4) Dividir o denominador da velocidade por 8 (3 pontos) e setar a velocidade.

(por exemplo deu 1/200 centrada, então, divide por 8, , da´1/25s.

Pronto.
Ivan