Autor Tópico: Profissão de fotógrafo será regulamentada!?  (Lida 1478 vezes)

Formel

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.186
  • Sexo: Masculino
    • Formel Fotografia
Online: 30 de Julho de 2009, 20:06:20
Vi esse assunto em uma outra lista que faço parte e resolvi trazer a polêmica para cá.

Segue o link:

http://www.dci.com.br/noticia.asp?id_editoria=9&id_noticia=295183

Transcrevo aqui parte do que escrevi lá, a parte do link eu não sei onde vi então vale aqui também:

Outro dia eu estava pensando justamente na utilidade da formação acadêmica e mesmo em outras áreas ela está cada vez mais inútil. Cheguei a escrever sobre isso no meu blog e até usei um vídeo que foi postado aqui (acho que foi aqui que vi o link, não lembro) para enfatizar o que escrevi, se alguém quiser dar uma lida, segue o link:

http://alhuresfilosofico.blogspot.com/2009/07/nao-quero-ir-para-escola.html

[ ]s

Formel


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.740
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #1 Online: 30 de Julho de 2009, 20:18:43
Olha nenhuma profissão artística poderá ser regulamentada. Estas profissões na verdade se baseiam no direito básico de expressão. Não tem como regulamentar o trabalho artístico sem ferir este direito constitucional. Então qualquer deputado sem senso e sem cérebro pode pensar em regulamentar a arte, mas o que ele irá conseguir é apenas passar por ridículo.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Marcelo Favero

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 770
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo dos Santos
Resposta #2 Online: 30 de Julho de 2009, 21:30:06
Endosso o que disse o Leo, e digo mais:

Imagine que acabaram de desregulamentar a profissão de jornalista, nunca regulamentaram a de publicitário. Seria no mínimo exótico regulamentar a profissão de fotógrafo. Isso é lobby de alguma instituição caça-níqueis, porque uma faculdade séria como o Senac já é atraente pelo seu conteúdo, e não por força da lei.

Abraços
Marcelo dos Santos

Associado Fototech


rogeriom

  • Trade Count: (10)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 415
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 30 de Julho de 2009, 21:46:40
Tem tanta profissão por aí carecendo de regulamentação que chega a ser rídiculo esse projeto do nobre deputado (será que ele já usou uma máquina fotográfica)?
Acho que a explicação mais lógica é a do Marcelo, parece lobby de alguma instituição caça níquel.
[ SONY NEX-F3 SEL1855OSS SEL1650OSS SEL55210OSS NIKKOR 50/F1.8D ]


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.740
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #4 Online: 30 de Julho de 2009, 21:48:33
Sem dúvida Marcelo.
Mesmo porque regulamentar a profissão de fotógrafo é ainda mais absurdo do que regulamentar a de jornalismo.
A comunicação deve ser sempre livre e irrestrita. Comunicar não pode ser regulamentado de forma alguma.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


rafaelfrota

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 254
  • Sexo: Masculino
  • "Toda a arte é absolutamente inútil" (O. Wilde)
    • http://www.rafaelfrota.com
Resposta #5 Online: 30 de Julho de 2009, 22:43:02
Deus queira que não...já chega de fascismo no Brasil  :aua:


Formel

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.186
  • Sexo: Masculino
    • Formel Fotografia
Resposta #6 Online: 31 de Julho de 2009, 00:44:08
Com toda certeza, ou esse deputado esta com falta de trabalho ou (mais provável) é lobby. Educação aqui no Brasil é um setor muito lucrativo.



rafaelfrota

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 254
  • Sexo: Masculino
  • "Toda a arte é absolutamente inútil" (O. Wilde)
    • http://www.rafaelfrota.com
Resposta #7 Online: 31 de Julho de 2009, 17:38:31
Para quem quiser:

http://www.camara.gov.br/sileg/integras/654111.pdf

http://www2.camara.gov.br/internet/proposicoes/chamadaExterna.html?link=http://www.camara.gov.br/internet/sileg/Prop_Detalhe.asp?id=433437

Detalhe do PL:

O presente projeto se justifica por se tratar de uma profissão
marginalizada e discriminada por falta de uma legislação específica do ensino
técnico e científico
.
Em quase todos os países do mundo a profissão de fotógrafo é
reconhecida e regulamentada, com cursos em nível superior. Somente nos
Estados Unidos, em 1978, já existiam mais de 4000 (quatro mil) cursos e 918
(novecentos e dezoito) cursos de pós- graduação.
No Peru, em 1989, houve a comemoração pelos 50 anos da Academia de Fotografia.
No Brasil, somente em 2002, três cursos de fotografia foram criados
em São Paulo (Faculdade de Fotografia do SENAC/SP) Faculdade de Fotografia
da PUC/SP e Faculdade de Fotografia do Mackenze/SP), embora o curso de
fotografia não seja reconhecido.




Marcelo Dornelles

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 518
  • Sexo: Masculino
  • fotografando a criação e a criatura...
Resposta #8 Online: 01 de Agosto de 2009, 18:23:19
Na verdade algumas profissões estão sendo desregulamentadas. Vejam só a notícia do link http://web.infomoney.com.br/templates/news/view.asp?codigo=1632869&path=/negocios/  :doh:


marcospr

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 180
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 01 de Agosto de 2009, 22:09:56
A própria justificativa do projeto já denuncia o intuito caça-níquel: se poucas instituições aqui fornecem uma formação acadêmica, regulamentar a profissão vira uma mina de ouro nas mãos da turma bancada pelas instituições de "ensino".

E vejam o quanto é cretina a proposta: vão proibir Cristiano Mascaro - formado em arquitetura -; Sebastião Salgado - formado em economia - (dentre tantos outros profissionas) de exercerem a profissão de fotógrafo no Brasil? Era só isso que faltava por essas bandas...

---------------
PS. depois vi que texto da lei permite que quem exerce a profissão por mais de 2 anos consecutivos ou 4 anos intercalados fique livre dessa abominação. Mas isso não torna a proposta menos absurda.
« Última modificação: 01 de Agosto de 2009, 22:21:42 por marcospr »


rogeriom

  • Trade Count: (10)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 415
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 01 de Agosto de 2009, 22:55:18
A profissão de manobrista é que deveria ser regulamentada:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u603623.shtml
[ SONY NEX-F3 SEL1855OSS SEL1650OSS SEL55210OSS NIKKOR 50/F1.8D ]


mauricio jordan

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 70
  • Sexo: Masculino
    • mauricio jordan
Resposta #11 Online: 04 de Agosto de 2009, 18:33:06
 :ponder: Quais seriam as implicações advindas da regulamentação desta atividade para quem não obtivesse o DRT? :ponder:


rafaelfrota

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 254
  • Sexo: Masculino
  • "Toda a arte é absolutamente inútil" (O. Wilde)
    • http://www.rafaelfrota.com
Resposta #12 Online: 04 de Agosto de 2009, 19:53:51
Processo por exercício ilegal da profissão  :aua:


Ivan Lee

  • Trade Count: (11)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 861
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 08 de Agosto de 2009, 06:40:26
Podem bater em mim, me xingar... mas achei interessante a proposta.  :assobi:
Sony Alpha A77 e Alpha A550 - Tamron 17-50 f/2.8 - Minolta 35 f/2 - Sony 50 f/1.4 - Minolta 28-70 f/2.8G - Sony 70-300 f/4.5-5.6 G SSM - Carl Zeiss 135 f/1.8


Guigo_Mr

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.566
  • Sexo: Masculino
    • Rodrigo Augusto - fotografia & arte
Resposta #14 Online: 08 de Agosto de 2009, 08:30:15
Rapidamente minha opinião :

Por formação eu sou Analista de Sistemas, com pós em gestão de processos e também sou Bacharel em Teologia.

Aspirante a estudante de direito, já que irei encarar novo vestibular no final do ano.

Ou seja, nada a ver com jornalismo.

Mas... tenho um portal de internet em minha cidade e fui impelido, pelas atividades deste portal a escrever e a cobrir os fatos importantes da cidade e da região.

Depois de 3 anos eu venho novamente sendo impelido por diversos detalhes a tornar as principais notícias um periódico quinzenal ou mensal pra começar; mas estava quase tudo certo para ter que contratar um jornalista de fachada só para assinar o jornal, assim eu poderia comercializá-lo.

Seria absurdo, já que eu mesmo escreveria e nunca ele. Ainda estávamos negociando que ele recebesse pelos seus "préstimos" uma comissão sobre a tiragem ao invés de um "salário" fixo; e mesmo essa falcatrua sendo prática comum ainda me incomodava muito.

Agora que a obrigatoriedade do registro profissional de jornalista caiu, preparei o processo e dei entrada, agora sem jornalista "responsável".

Agora, duvido que um jornal grande terá intenções de me contratar.  :hysterical: :hysterical: :hysterical:

E... se um dia alguém quiser, será por um trabalho relevante e assim eu teria construído um nome na área (mas não tenho esta pretensão nem de longe) iriam contratar mesmo com a obrigatoriedade do registro.

A formação dá subsídio, técnica e certa capacitação, mas isso também se consegue de outras maneiras. Penso que a liberdade de expressão deve estar sobre todas estas que não deixam de ser fundamentais.

E me lembro da frase, mesmo não sendo velho  :assobi: : Tostines vende mais porque é fresquinho, ou é fresquinho porque vende mais ?

 :ponder:
« Última modificação: 08 de Agosto de 2009, 08:33:08 por Guigo_Mr »