Autor Tópico: Assunto antigo - e polêmico!  (Lida 4111 vezes)

GuiCastro

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.556
  • Sexo: Masculino
Online: 21 de Agosto de 2009, 05:49:51
Amigos foristas,

Eu começei a aprender alguma coisa sobre fotografia no começo do ano, minha intenção é aprender o máximo que eu puder, para que eu, algum dia (quem sabe?) possa me tornar um profissional, ou melhor dizendo, um verdadeiro fotógrafo. Por enquanto eu ainda estou aprendendo com uma compacta UZ, a famosa (e criticada) Sony H50.

Acontece que eu comento com um, comento com outro, e as pessoas de vez enquando dão uma olhada nas fotos que eu faço, e realmente gostam. Numa dessas, uma moça me perguntou se eu poderia fotografar o casamento da irmã dela. Ela nem perguntou nada, já foi querendo saber quanto eu cobrava.

A minha primeira reação foi dizer que eu não sou profissional, que eu estou aprendendo e que não sei se eu poderia fazer isso, tanto pela minha limitação técnica quanto pela limitação do equipamento. Ela ficou tristonha, reclamando que os convidados mesmo iriam ter que tirar as fotos, mas que não existiria algo "oficial", já que eles não tem dinheiro para pagar R$800,00 para um fotógrafo que conheciam.

Finalizando, eu deixei em aberto, falei que iria pensar na proposta dela.

O que me deu mais vontade de ir la e pegar este serviço foi o fato de que eu iria aprender absurdos com isso, para mim, seria uma experiência prática perfeita, ainda mais pelo moneyzinho, que seria por volta dos E$200,00 com direito a CD de umas 100 ou 200 fotos photoshopadas! Mas por outro lado eu fico com um pé atrás, pela responsabilidade que é fazer isso, ainda mais depois que eu vejo uma coisa dessas:

http://www.tyingtheknot.net/index2.php

Esses caras fazem fotos, que na minha opinião, são PERFEITAS, sem tirar nem pôr. Eu penso em me inspirar nesse site antes de fazer as fotos, mas não sei se conseguiria 1/1000 disso aí.

Fica a minha pergunta para vocês:

O que os Srs. (as) fariam (ou já fizeram?) nessa situação? Qual valor seria cobrado, ou não cobrariam?

Muito Obrigado pela atenção, desde já agradeço as contribuições!

GuiCastro


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #1 Online: 21 de Agosto de 2009, 08:08:46
Guicastro.
Se for considerado um teste para voce
sem nehuma exigencia do lado deles,
Voce ja explicou que nao e PRO.
O valor de r$ 200,e simbolico,
nenhum profissional cobra isso.
Pode ser interesante sim para as duas partes.
Se ja estavam pensando, conformados,
nas fotos dos convidados,
bem voce pode fazer uma prova!!!.
Pode ser uma boa oportunidade.
Abraço
Angelo.


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #2 Online: 21 de Agosto de 2009, 08:15:00
Guicastro.
Se for considerado um teste para voce
sem nehuma exigencia do lado deles,
Voce ja explicou que nao e PRO.
O valor de r$ 200,e simbolico,
nenhum profissional cobra isso.
Pode ser interesante sim para as duas partes.
Se ja estavam pensando, conformados,
nas fotos dos convidados,
bem voce pode fazer uma prova!!!.
Pode ser uma boa oportunidade.
Abraço
Angelo.

So para acrescentar,
nao e bom comparar teu trabalho de estudante
com trabalhos pro,
obvio que vai ficar com receio e com o pe atras,
sim servem de referencia, como ideia.
Mas nao desanime.
Atençao a um detalhe,
ha muita foto de site que e produzida, nao e espontanea de evento!!!!,
como voce bem disse,de certa forma cria algum tipo de polemica.
abs.
Angelo


Marcelo Favero

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 770
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo dos Santos
Resposta #3 Online: 21 de Agosto de 2009, 08:15:46
Faça de graça!
Seria o mais ético, honesto e proveitoso que poderia fazer. Quem cobra R$ 1,00 está assumindo uma responsabilidade profissional. Então, se quer só aprender e ser camarada, não cobre nada. Não seria correto receber por um serviço que ainda não domina.

Abraço

Ah! Foi assim que eu comecei: Trabalhando de graça! Você ganha experiência, kilometragem e futuros clientes.
Marcelo dos Santos

Associado Fototech


broering

  • Trade Count: (5)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 279
    • www.eduardobroering.com
Resposta #4 Online: 21 de Agosto de 2009, 08:22:22
Se eles não iriam contratar nenhum fotografo, de certeza abasoluta, então, se eu estivesse na mesma situação, faria as fotos de graça. Deixaria claro que estaria fazendo isso pra ter um aprendizado e ganhar experiencia. Qualquer 10 reais que tu cobre vai sempre dar margem pra reclamação depois.
O que podes propor é, caso eles queiram, depois de vistas as fotos, um album, que pode ser um da digipix mesmo. Aí tu faria um composite e ganharia esse 200 pila em cima disso. Se o album sair pra ti a 150 diz pros noivos q custa 390,00, pois tem o teu tempo de montagem o album e tal.

Agora, se você pretende mesmo entrar fundo na fotografia, compre uma DSLR. No começo um kit básico pode te antederá bem. Mas depois invista em algumas lentes claras.


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #5 Online: 21 de Agosto de 2009, 09:10:30
Faça de graça!
Seria o mais ético, honesto e proveitoso que poderia fazer. Quem cobra R$ 1,00 está assumindo uma responsabilidade profissional. Então, se quer só aprender e ser camarada, não cobre nada. Não seria correto receber por um serviço que ainda não domina.

Abraço

Ah! Foi assim que eu comecei: Trabalhando de graça! Você ganha experiência, kilometragem e futuros clientes.
Marcelo
Essa e outra ideia boa,
de fato eu particularmente começei fazendo muita coisa de graça, 
tambem ja vi muita gente que fica sem jeito
ao receber um "trabalho" sem pagar por ele,
dali os "valores simbolicos".
O ponto e nao se vender como pro, e nao ser.
Abs.
Angelo.


GuiCastro

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.556
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 21 de Agosto de 2009, 09:24:53
Primeiro, já agradeço aos que responderam!

Acho que o broering tem toda a razão! Eu não tinha pensado por esse lado, pois se eles acharem que o trabalho foi bom, ótimo, eles levam as fotos, agora se acharem que não foi bom, eles levam as fotos e felizes todos ficamos! É meio que um "mix" das duas coisas: o de trabalhar de graça e o de cobrar.

Óbvio que eu irei deixar BEM claro o que eu vou fazer, para que assim não tenhamos problemas depois de feitas as fotografias.

Quanto a comprar uma DSLR, ainda não está muito nos meus planos. Acontece que estou sem dinheiro no momento, e eu ainda tenho milhões de coisas para aprender atras daquele obturador!


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #7 Online: 21 de Agosto de 2009, 09:30:57
Faça de graça!
Seria o mais ético, honesto e proveitoso que poderia fazer. Quem cobra R$ 1,00 está assumindo uma responsabilidade profissional. Então, se quer só aprender e ser camarada, não cobre nada. Não seria correto receber por um serviço que ainda não domina.

Abraço

Ah! Foi assim que eu comecei: Trabalhando de graça! Você ganha experiência, kilometragem e futuros clientes.

Concordo. Mesmo 200 sendo pouco, será suficiente para motivar queixas.


GuiCastro

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.556
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 21 de Agosto de 2009, 09:33:36
Concordo. Mesmo 200 sendo pouco, será suficiente para motivar queixas.

Mesmo depois do trabalho entregue?


Guto Marc

  • Trade Count: (14)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.565
    • http://www.gutomarcondes.com.br
Resposta #9 Online: 21 de Agosto de 2009, 10:20:08
quando eu comecei nunca trabalhei de graça. Minha proposta nesses casos era: Não me pague nada adiantando. Se ao ver as fotos você gostar, me paga. E dessa forma eu ganhava a confiança dos amigos que me chamavam e ao mesmo tempo experiência e dinheiro. Trabalhar de graça não aconselho..... até porque o fato de você estar recebendo criará uma responsabilidade maior, e isso faz parte do aprendizado.
Você já deixou claro que não é profissional, então foi ético. Faça essa proposta a seus amigos: Assim você garante um aprendizado e um dinheiro no bolso porque na hora de mandar o equipamento para o conserto o dono da oficina não vai deixar de cobrar... kkkk
** NÃO TRABALHO MAIS COM SEGURO DE EQUIPAMENTOS **

Visitem meu blog sobre fotografia : https://www.gutomarcondes.com.br
E meu site sobre dicas de viagem :
https://www.reviewdeviagem.com.br


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #10 Online: 21 de Agosto de 2009, 10:31:39
Faça de graça!
Seria o mais ético, honesto e proveitoso que poderia fazer. Quem cobra R$ 1,00 está assumindo uma responsabilidade profissional. Então, se quer só aprender e ser camarada, não cobre nada. Não seria correto receber por um serviço que ainda não domina.

Abraço

Ah! Foi assim que eu comecei: Trabalhando de graça! Você ganha experiência, kilometragem e futuros clientes.
É uma boa pedida, porque tira o peso das suas costas. É claro que os clientes recebem pelo que pagam, mas de qualquer forma o nível de exigência é por muitas vezes muito maior do que o valor pago, o cliente paga R$ 200,00 esperando que você vá fazer o trabalho igual àquele fotógrafo famoso que faz casamentos a 20 anos. Este risco é muito grande em termos de responsabilidade.

A idéia do Guto também é muito boa, mas de qualquer forma existe aquele risco, pois sendo você o único fotógrafo o cara acaba meio que refém, uma vez que mesmo não gostando você é o único que possui as recordações de tão precioso momento. De qualquer forma rola um risco.

Gui o problema é exatamente o pós-trabalho. ;)
« Última modificação: 21 de Agosto de 2009, 10:33:21 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Marcelo Favero

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 770
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo dos Santos
Resposta #11 Online: 21 de Agosto de 2009, 10:31:58
quando eu comecei nunca trabalhei de graça. Minha proposta nesses casos era: Não me pague nada adiantando. Se ao ver as fotos você gostar, me paga. E dessa forma eu ganhava a confiança dos amigos que me chamavam e ao mesmo tempo experiência e dinheiro. Trabalhar de graça não aconselho..... até porque o fato de você estar recebendo criará uma responsabilidade maior, e isso faz parte do aprendizado.
Você já deixou claro que não é profissional, então foi ético. Faça essa proposta a seus amigos: Assim você garante um aprendizado e um dinheiro no bolso porque na hora de mandar o equipamento para o conserto o dono da oficina não vai deixar de cobrar... kkkk

Guto,

Nunca deixei de ser responsável e de fazer o máximo ao meu alcance porque não estava cobrando. Pelo contrário, meu objetivo era conquistar e aprender (estamos supondo aqui que todos somos honestos, éticos e bem intencionados, certo?). Depois disso, aqueles a quem atendi de graça foram os maiores propagadores do meu trabalho e as melhores referências. Mas concordo que cobrar somente mediante a satisfação é uma maneira válida também.

Ah, você vai querer que o dono da oficina que conserta sua máquina tenha as ferramentas certas e o conhecimento necessário, não vai?

Abraço
Marcelo dos Santos

Associado Fototech


Gularth

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 240
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 21 de Agosto de 2009, 11:07:49
Concordo com o Marcelo, e os demais que sugeriram fazer de graça.

Cobrar por um serviço, significa responsabilidade, e vou ser sincero fiz um casamento uma vez e o negócio dá o maior cagaço no começo, só fiquei mais tranquilo, por que foi junto com um amigo meu (também com uma DSLR), pois sempre fica aquela coisa "e se o equipamento falar??", mas deixando claro a sua situação e fazendo de graça, você não corre este risco.

Minha sugestão, tire as fotos de graça, depois de terminado o evento analize as fotos, exclua as que tiverem ruim, se você tiver gostado do resultado, apresente para os noivos uma amostra ou tudo em baixa resolução e se eles gostarem e acharem que o trabalho vale a pena ser remunerado, faça o tratamento das fotos grave no CD e pegue seu $$.
Canon 6D / Canon EOS 30 + Grip
Flash 550 EX / Flash 580 EX II
Objetiva EF 24-85mm USM / EF 35-135mm USM / EF 50mm 1.4 USM / EF 85mm 1.8 / EF 24-105mm 4.0 L


GuiCastro

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.556
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 21 de Agosto de 2009, 11:36:39
Tá fechado! É isso mesmo que vou fazer. Vou falar sério: vocês realmente me ajudaram. Eu não havia pensado em fazer de graça e depois ver se gostaram, aí cobrar. Eu tinha pensado: ou fala que não vai cobra nada e não cobra nada mesmo, ou cobra e corre o risco de dar mancada.

Bom, o casamento é 26 de Setembro, até lá eu vou treinar o máximo que der, estudar tudo que estiver ao meu alcance. Antes disso, eu vou fotografar o 3º aninho da minha priminha (nesse caso meu tio disse que não iria contratar ninguém, então eu ja iria fazer sem cobrar de qualquer jeito, devo muito a ele).

Agradeço novamente a ajuda!


Randal.Junior

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 890
  • Sexo: Masculino
  • Think out of the blackbox.
    • Flickr
Resposta #14 Online: 21 de Agosto de 2009, 11:52:40
Vou levantar uma questão, mesmo trabalhando de graça, ou com um pagamento acertado p/ depois.

Num casamento, mesmo que a pessoa não gostar e não pagar, ela já terá um custo emocional de ficar sem as fotos do casamento, ou ter fotos ruins.
Isso já não é uma responsabilidade?
Randal Junior
Now shooting on D80 D90 D7000 D7200 + 10.5 fisheye + 35/1.8 + 16-85VR + 85 macro + 70-300VR + SB600

Flickr: Photostream
.