Autor Tópico: Sobre digitalização e tratamento (cor -> p&b)  (Lida 2385 vezes)

Pomba

  • Trade Count: (10)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 335
  • Sexo: Masculino
Online: 13 de Outubro de 2009, 22:59:17
olá a todos!
vejo o trabalho de alguns usuários no fórum com p&b digitalizados que ficam bastante interessantes. o melhor exemplo que me vem a cabeça é o elmo e seu scanner hp (perdoe-me se estiver errado). por outro lado, vejo algumas pessoas usando dslr e tratando as fotos em p&b com o photoshop, que também tem um resultado bastante satisfatorio.
como fotografo amador (e quebrado) que sou, no momento tenho apenas uma slr e a possibilidade de revelar fotos coloridas em minilabs. no max algum p&b cromogenico. então, pensando no custo e desempenho pensei na seguinte possibilidade.
com o scanner, digamos o hp g4050, e o vuescan, com o mecanismo de várias passadas, teríamos um maior controle sobre a foto mantendo a qualidade que numa digital. dessa forma, controlando melhor as cores e tendo uma latitude maior, os tratamentos em p&b ficariam mais interessantes que numa dslr.
posso estar falando besteira, mas o raciocínio tem lógica? e no caso da impressão das fotos, o resultado ficaria mais proximo de um p&b ampliado?


Paulo Machado

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.015
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 14 de Outubro de 2009, 08:58:54
Pomba, eu tenho um G4050 e já imprimi um filme 35mm até 38x25cm com bom resultado. Se voce usar filme 120 pode imprimir um tamanho bem maior.
E com um scanner o próximo passo é revelar o seu filme e ter todo o processo sob seu controle.
A latitude do filme PB e as transições de tons são incomparáveis. Veja esta foto que tirei no domingo, revelei e escannei no G4050. Existem detalhes nas sombras, no canto direito e no sol, com digital só com HDR.
When words become unclear, I shall focus with photographs. When images become inadequate, I shall be content with silent.  - Ansel Adams


Pomba

  • Trade Count: (10)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 335
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 14 de Outubro de 2009, 14:12:43
obrigado, paulo!
mas a duvida pricipal seria em relação a passar fotos coloridas para preto e branco
ou essa sua foto foi escaneada de um negativo colorido?


Paulo Machado

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.015
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 14 de Outubro de 2009, 14:31:38
Pomba, sem problemas, a latitude e transição de tons é semelhante. Este foi com negativo PB. Em casa eu procura uma feita com negativo colorido e convertida e coloco aqui.
When words become unclear, I shall focus with photographs. When images become inadequate, I shall be content with silent.  - Ansel Adams


Pomba

  • Trade Count: (10)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 335
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 14 de Outubro de 2009, 15:20:23
vai ser de grande ajuda
obrigado!


Paulo Machado

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.015
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 14 de Outubro de 2009, 18:48:08
Colorida.


PB convertida pelo scanner.
« Última modificação: 14 de Outubro de 2009, 18:49:54 por Paulo Machado »
When words become unclear, I shall focus with photographs. When images become inadequate, I shall be content with silent.  - Ansel Adams


Ferrari

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 150
  • Sexo: Masculino
  • Faço coleção de fotos de torcidas.
Resposta #6 Online: 18 de Outubro de 2009, 16:46:24
Pomba, eu tenho um G4050 e já imprimi um filme 35mm até 38x25cm com bom resultado. Se voce usar filme 120 pode imprimir um tamanho bem maior.
E com um scanner o próximo passo é revelar o seu filme e ter todo o processo sob seu controle.
A latitude do filme PB e as transições de tons são incomparáveis. Veja esta foto que tirei no domingo, revelei e escannei no G4050. Existem detalhes nas sombras, no canto direito e no sol, com digital só com HDR.

Paulo sabe me dizer se este scanner HP4050 da para digitalizar filme cromo, depois dele apenas revelado pelo laboratório?
Obrigado! :ok:
Ferrari
Nikon FM-10 / Vivitar 28-105mm 2.8/3.8
Olympus OM-1 / Zuiko 50mm 1.4 / Zuiko 50mm 1.8 / Zuiko 75-150mm 4.0


Elmo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.458
Resposta #7 Online: 19 de Outubro de 2009, 00:19:54
Dá sim pra digitalizar cromo. Olhe abaixo, escaneei todas com o HP:







RodrigoNeves

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 335
  • Sexo: Masculino
    • Minha página no flickr
Resposta #8 Online: 20 de Outubro de 2009, 09:49:34
Putz, estou muito interessado em um scanner destes, e minha dúvida era exatamente se ele escaneava também 120. Agora que sei, pode ser que guarde umas pilas para comprá-lo. Alguém tem uma média do preço?

Abs


Renato Picarelli

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 201
  • Sexo: Masculino
  • Minha lente e meus olhos se unindo para transforma
    • Renato Picarelli - Fotografia
Resposta #9 Online: 09 de Novembro de 2009, 12:00:13
Bom
Dá sim pra digitalizar cromo. Olhe abaixo, escaneei todas com o HP:







Bom dia Elmo!
Em questão de economia a longo prazo e controle do processo e trabalho fotografico, seria viavel a compra de um escaner como o HP que você usa?
Estou com esssa dúvida. Porque para saber se minha fotos ficaram boas na analogica tenho que revelar todas as fotos. Porem com o escaner penso que eu poderia pagar no caso aqui 4 reais para revelar apenas o negativo e depois escanear o mesmo e ver o resultado no PC. Assim poderia conferir o trabalho feito e escolher apenas as fotos que me agradaram para revelar no laboratório. O que pode me dizer a respeito desse comentário? Obrigado.
Renato Picarelli - Minha lente e meus olhos se unindo para transformar momentos em imagens!

  http://www.renatopicarelli.blogspot.com/


Elmo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.458
Resposta #10 Online: 09 de Novembro de 2009, 12:30:52
Renato, é exatamente isso que eu faço. A diferença é que aqui em BH só me é cobrado R$ 2,00 por filme.


Renato Picarelli

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 201
  • Sexo: Masculino
  • Minha lente e meus olhos se unindo para transforma
    • Renato Picarelli - Fotografia
Resposta #11 Online: 09 de Novembro de 2009, 13:08:34
Obrigado E
Renato, é exatamente isso que eu faço. A diferença é que aqui em BH só me é cobrado R$ 2,00 por filme.
Obrigado Elmo!
é aqui no MS tudo é um pouco mais caro, o pior é que nem capital não é, é interiorzãooooo mesmo rss. Até mais  e obrigado.
Renato Picarelli - Minha lente e meus olhos se unindo para transformar momentos em imagens!

  http://www.renatopicarelli.blogspot.com/


Leandr0

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 1
Resposta #12 Online: 26 de Setembro de 2010, 11:27:43
Elmo,
como vc consegue chegar a esses resultados? tenhm um G4050 porém não consigo estes resultados...
Vc usa o vuescan, certo? Como vc o configura?estou digitalizando fotos em sua maioria 10x15...

Abraço


Dá sim pra digitalizar cromo. Olhe abaixo, escaneei todas com o HP:








lsd

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 895
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 29 de Setembro de 2010, 13:24:48
Olha, há anos eu estou na mesma - revelando eu mesmo e scaneando, e os coloridos eu mando revelar fora e scaneio - e só posso dizer que apesar do tempo consumido, é a melhor maneira de fazer o filme "sobreviver", claro que por muito tempo ainda será possível levar um filme num lab e voltar com as ampliações, mas, o problema é o controle sobre o resultado, que tem ficado cada vez mais precário. No caso do PB, dá até pra revelar em casa mesmo, e scanear, e o bom é que esses scanners de mesa como o HP funcionam muuuuuuuito bem pra PB, o unico porém do HP é o software dele, é muito ruim, limitado, trabalhoso, tanto que vc pode ver que o pessoal acaba usando o Vue (que eu pessoalmente não gosto).

Outra opção, mais cara, é o Silverfast (mas não sei se tem pro HP). Eu uso aqui às vezes, mas no caso do meu scanner o software original dele já resolve até que bem, teve um caso de um filme que eu achei que tinha ficado ruim, é um filme que eu bati numa viagem que eu fiz pra Recife em 2001, com uma câmera péssima... bem na época cheguei de viagem, e mandei revelar o filme, e as cópias ficaram todas mortas e acinzentadas, anos depois mandei scanear o filme num lab da Fuji e melhorou um pouco, e mais anos ainda depois consegui um Epson V750 e fui scanear o filme de novo, e nossa, que susto!

Exemplo duma imagem feita c/o minilab Fuji (e saiu invertida) http://picasaweb.google.com/lh/photo/Jx7JnPteR1F-jqTWPEzcsRhpMHHC9FnieEtlb9cTtA8?feat=directlink

E com o V750 (com o soft original, sem mexer quase nada): http://picasaweb.google.com/lh/photo/VDEFlbgZ6bk-EllBsYV7eO3nf8wzDN_v_rE67meGnfc?feat=directlink

Eu, particularmente, prefiro scanear as fotos em 16bits por canal e depois mexer nas cores no PS, mas isso é questão de gosto pessoal, um professor meu p/ex prefere regular tudo no software do scanner.