Autor Tópico: Entendendo a anatomia de uma objetiva  (Lida 2877 vezes)

rafaelfrota

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 254
  • Sexo: Masculino
  • "Toda a arte é absolutamente inútil" (O. Wilde)
    • http://www.rafaelfrota.com
Online: 19 de Janeiro de 2010, 03:57:22
No meio das leituras sobre optica e toda parte conceitual da fotografia, me surgiu uma questão. A lente converge os raios para dar nitidez à imagem e o diafragma controla a intesidade da luz que chega até o material sensível. isso é o básico.
Minha dúvida é por que o diafragma é colocado depois da lente?
De acordo com o olho humano, o cristalino, que atua como lente convergente, está depois da pupila, que atua como diafragma. O que até certo ponto faz mais sentido pra mim, porque os raios são convergidos depois de passarem pela pupila.


Raciocinando desta forma, o diafragma atrás da lente acaba atuando como um "bloqueador" de luz, o que me levou a ter certeza de que não estava entendendo absolutamente NADA do assunto:aua:

Então peço a ajuda dos amigos para me esclarecer esta questão. Se tiverem algum esquema gráfico de como a luz passa pela lente e depois pelo diafragma, vou ficar muito agradecido!  8-)

Valeu, gente...


CVM

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 18
  • Sexo: Masculino
  • (LUMIX)
Resposta #1 Online: 21 de Janeiro de 2010, 14:19:09
Não sou especialista no assunto, mas 'acho' que o diafragma fica normalmente entre os conjuntos de lentes (próximo ao centro ótico). Nessa posição, penso, evita-se problemas de nitidez com abertura menores que tem tendencia a formar uma imagem sobreposta àquela feita pelas lentes. Lembrando que essa caracteristica, de que um pequeno furo forma uma imagem, é o conceito das 'pin-hole', onde não há lente e o controle da exposição é feito pelo tempo de abertura. Além disso tem o problema da proteção. O sistema de diafragma é delicado e não poderia ficar exposto.
No olho a pupila também está protegida. Ela está entre  o cristalino e a córnea, que também atua como lente.
« Última modificação: 21 de Janeiro de 2010, 14:24:06 por CVM »
D-90|D-40|SB-600|SB-400|Filtros


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #2 Online: 21 de Janeiro de 2010, 17:40:52
Normalmente o diafragma fica sobre o ponto de foco da objetiva, para não criar um "foco simulado" pelo buraquinho do diafragma.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


CVM

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 18
  • Sexo: Masculino
  • (LUMIX)
Resposta #3 Online: 21 de Janeiro de 2010, 23:07:26
Normalmente o diafragma fica sobre o ponto de foco da objetiva, para não criar um "foco simulado" pelo buraquinho do diafragma.
Olá, Leo
Aproveitando para aprender: o 'ponto de foco' que vc se refere, em relação ao conjunto de lentes que formam a objetiva, ficaria onde? O ponto de foco não seria onde se forma a imagem?
D-90|D-40|SB-600|SB-400|Filtros


rafaelfrota

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 254
  • Sexo: Masculino
  • "Toda a arte é absolutamente inútil" (O. Wilde)
    • http://www.rafaelfrota.com
Resposta #4 Online: 21 de Janeiro de 2010, 23:30:11
Citar
O ponto de foco não seria onde se forma a imagem?

Tive essa mesma dúvida. Pra mim, o ponto de foco é o próprio sensor. Haveria algum lugar com alguma ilustração sobre como é essa interação de luz do diafragma e da lente?
Eu nao consigo associar muito bem o esquema gráfico dos 2 trabalhando juntos e formando uma imagem, pois na verdade o próprio diafragma atua como uma lente convergente. Passar isso pro papel de forma científica é muito complicado.


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.744
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #5 Online: 22 de Janeiro de 2010, 02:38:50
CVM mesmo que as câmeras tivessem uma única lente o a imagem só se formaria sobre o ponto de foco se o objeto se encontrasse no no infinito (ótica básica). O que acontece é que as objetivas são formadas por diversas lentes. Neste conjunto todo algumas lentes e grupos terão seus pontos de foco dentro da objetiva. Normalmente se utiliza um nó deste tipo para colocar o diafragma exatamente pela questão colocada pelo Rafael (um diafragma age formando algo similar ao ponto de foco de uma lente). Em casos de lentes grande angular os fabricantes chegam a usar um conjunto ocular para trabalhar com o foco da objetiva internamente e projetar posteriormente sobre a mídia.
A questão toda é que muitos tendem a tentar entender a dinâmica pensando em uma lente única e no foco no infinito. Esta forma de abordar o problema é bastante simplista, já que na verdade uma objetiva é um conjunto de lentes montadas em vários grupos e raramente você terá uma lente no infinito. ;)
« Última modificação: 22 de Janeiro de 2010, 03:00:29 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


rafaelfrota

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 254
  • Sexo: Masculino
  • "Toda a arte é absolutamente inútil" (O. Wilde)
    • http://www.rafaelfrota.com
Resposta #6 Online: 22 de Janeiro de 2010, 03:00:49
Nem quando tentei ler o Finnegans Wake eu boiei tanto...acho que o melhor pra eu fazer é aceitar e parar de tentar entender isso  :hysterical: :hysterical: :hysterical:


Elmo

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.458
Resposta #7 Online: 22 de Janeiro de 2010, 05:11:28
Existem objetivas com o diafragma antes e outras com o diafragma depois de um certo grupo de lentes, e em ambos os casos os mesmos provocam distorções diferenciadas.


CVM

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 18
  • Sexo: Masculino
  • (LUMIX)
Resposta #8 Online: 22 de Janeiro de 2010, 11:36:56
Leo, muito bem explicado.
Entendi quanto aos vários pontos de focos internos sendo um escolhido para posicionar o diafragma, e que, no caso das grandes angulares, um conjunto de lentes projetam a imagem virtual formada pelos primeiros. Parece que os microscópios utilizam método similar como forma de obter grandes ampliações.
Nada como uma aula '0800'... Grato.  :ok:
« Última modificação: 22 de Janeiro de 2010, 11:37:28 por CVM »
D-90|D-40|SB-600|SB-400|Filtros