Autor Tópico: [ARTIGO] LENTES - O CORAÇÃO DA CÂMERA  (Lida 13355 vezes)

André

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 137
    • http://www.usefilm.com/photographer/61006.html
Online: 19 de Outubro de 2004, 23:15:23
Autor: Leonardo Terra (Leo Terra)
Este post(artigo) foi retirado da comunidade Fotografia Digital Brasil no ORKUT
O link para o post original é esse:
http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=44652&tid=863247
(somente para quem tem cadastro no orkut)
Quando o li a primeira vez (eu li várias pra entender, hehe), eu ainda achava que megapixel era o que mais importava na câmera. Com certeza ajudará muita gente como ajudou muitos no orkut.

LENTES - O CORAÇÃO DA CÂMERA

Dando seguimento aos artigos para ajudar nas compras dos usuários vamos tratar do ponto crítico de equipamentos fotográficos que é a ótica. As lentes são o elemento chave de uma câmera e afetam diretamente a imagem capturada, tanto em resolução, como em padrões de cores. Uma câmera com boas lentes consegue sem dúvida superar qualquer concorrente (mesmo as que tenham sistemas melhores).

O primeiro preceito que temos que derrubar quando tratamos de lentes é que marcas significam qualidade e que luminosidade é sinônimo de boa lente, estes são apenas pequenos fatores que influenciam na avaliação de qualidade de uma lente e devemos tratá-los como parte de um todo bem maior em nossas avaliações.
Em primeiro lugar vamos definir itens que formam uma boa lente, são eles na seqüência:
1 - Sharpness (ou resolução) define a capacidade da lente de recompor as imagens assim como são capturadas, diferente do que as pessoas imaginam o sharpness não pode ser recuperado por software, os algoritmos de sharpness apenas aguçam detalhes capturados, o que não foi capturado não pode ser recuperado e acarreta em perda de qualidade, este problema é mais comum nas lentes Zoom normalmente perto dos extremos focais (por exemplo em uma lente 28-105mm o sharpness normalmente é menor perto do 28mm e do 105mm).
Como via de regra lentes com menos elementos, multiplicadores focais menores (como 3X) e elementos de cristais especiais e bem polidos tornam as lentes melhores, elementos de acrílico (como os encontrados em certas câmeras inferiores) prejudicam muito o desempenho da lente neste quesito.       
     
2 - Distorção: Define o quanto as lentes distorcem a imagem, este problema é mais visível em lentes grande angulares, porém toda lente apresenta distorção (independente de qual lente seja), nas Teles tal efeito é menor, enquanto nas grande angulares é facilmente visível mesmo pelos menos experientes, boas grande angulares conseguem reduzir tal problema com o uso de conjuntos de elementos corretivos ou com elementos aesféricos (que normalmente diminuem o número de elementos necessários para a correção), tal problema é de difícil correção via software e normalmente acarreta em perdas de resolução.
Em geral lentes com elementos aesféricos são superiores no quesito distorção, assim como lentes com menores multiplicadores focais (como 3X).

3 - Aberrações Cromáticas (a famosa borda azul dos elementos): Um problema típico das teles, se deve a fenômenos óticos referente à dispersão da luz com diferentes freqüências, tal problema é de difícil correção via software e acaba sempre trazendo complicações em termos de resolução da imagem.
As melhores lentes para este aspecto são as que apresentam elementos de dispersão anômala (como os fluorite, os AOP, os ED e os DO) tais elementos conseguem corrigir esta aberração invertendo a dispersão convencional dos outros elementos, além disso as lentes com mais lâminas no diafragma ou com diafragmas redondos são menos propensas a este problema. Por ser um problema comum a maior parte dos fabricantes apresentam boas soluções para ele.       
     
4 - Luminosidade: A famosa abertura máxima que tantos usam para definir uma boa lente é na verdade um problema relativo a velocidades de disparo, lentes com boas aberturas proporcionam boas velocidades de disparo possibilitando inclusive fotos em ambientes mais escuros sem o uso do flash, a luminosidade pode ser facilmente corrigida no computador (principalmente 1 ou até 2 pontos) sem perda significativa, porém é um fator que ajuda o fotógrafo em fotos usando teles, pois possibilita que o fotógrafo eleve a velocidade de disparo ao extremos evitando "tremidas".
A luminosidade como conceito de abertura é dada pela relação entre a distância focal e o diâmetro do diafragma. Mas criou-se um conceito equivocado de que lente luminosa é lente boa, o que nem sempre é verdade.

5 - Velocidade do AF: É a capacidade do servo que equipa a lente chegar ao foco com rapidez, quanto maior melhor, como fotografia tem o fator oportunismo uma lente rápida pode salvar uma boa foto.
Em geral lentes com motores especiais apresentam melhores performance, em alguns casos o foto pode ser ajudado por elementos externos como ama luz auxiliar, um holograma, dentre outros, apesar de não ser parte da lente é interessante levar em consideração tal fator no conjunto da escolha).       
     
6 - Recomposição de Cores: As lentes influenciam na temperatura de cor capturada, algumas são neutras algumas puxam para amarelo, outras para azul, em teoria as lentes neutras deveriam ser as melhores, mas nota-se que tais lentes possuem um menor contraste e saturação de cores, normalmente os profissionais preferem as lentes puxadas para o amarelo que apresentam uma maior saturação de cores e um maior contraste, tornando as imagens mais vivas, no mundo digital é fácil corrigir a recomposição de cores no computador, mas é sempre bom uma lente que já poupa trabalho.
Via de regra é muito difícil reconhecer a temperatura de cor de uma lente, a única forma de reconhecer isso antes de comprar o equipamento é lendo as especificações da lente, que normalmente são difíceis de ser obtidas.

7 - Abertura constante: a maior parte das lentes não apresentam abertura máxima constante, o que faz com que a lente varie de abertura enquanto é utilizada. Para fotos de dia a dia tal fator não é muito importante, porém vale a pena levar em consideração uma lente de abertura constante quando pretende-se criar fotos planejadas e deseja-se a abertura máxima na máxima distância focal.

8 - Estabilização de imagem: Um fator que está na moda, é um dispositivo eletro-mecânico que movimenta alguns elementos do conjunto para estabilizar a imagem de entrada no fotograma, realmente ajuda na fotografia quando o elemento fotografado não se move com velocidade, pois a estabilização de imagem corrige apenas o movimento do fotógrafo, portanto a luminosidade é ainda uma melhor solução para tais fotos.
O contra é que aumenta o número de elementos da lente reduzindo o sharpness e quando ligado incorretamente proporciona uma perda maior do sharpness do que se estivesse desligado. Vale a pena para quem faz muito uso de teles em condições adversas de luz, onde nem mesmo boas aberturas seriam suficientes. Via de regra vale a pena usar o estabilizador de imagem do que o aumento do ISO nas digitais.       
     
9 - Sistema do Zoom: O Zoom pode ter um acionamento mecânico direto (inclusive em algumas digitais de lente fixa) ou um acionamento eletrônico, o acionamento mecânico apresenta uma grande vantagem por ser bem mais rápido do que qualquer acionamento eletrônico, além de ter uma vida útil maior e não consumir energia do equipamento.

10 - Sistema do Foco Manual: Este fator normalmente desprezado, as pessoas pensam apenas em possuir foco manual, mas assim como o Zoom existem os sistemas servo assistidos com anel eletrônico e o sistema mecânico, os fatores são o mesmo do mecanismo do Zoom, então prefiram os mecânicos.

11 - Outros Fatores: Outros fatores como não mover a frente da lente (item importante para o uso de filtros como polarizadores e de distorção), construção do corpo com boa qualidade (importante para aumentar a durabilidade), peso baixo (afinal nossos braços não são de aço), consumo de energia (ninguém pensa nisso mas lentes gastam energia de nossos equipamentos), precisão do servo (um fator também desprezado, mas é muito triste perdermos uma foto pois o servo parou fora do lugar e a deixou sem foco), qualidade do Bokeh da imagem, propensão a apresentar flare, dentre outros fatores menores devem ser considerados com atenção, tanto para quem compra uma câmera com lente fixa como para quem compra uma lente para uma SLR.       
     
Em resumo ao escolher uma lente ou uma câmera considere principalmente os 3 primeiros fatores, opte por lentes com elementos de melhor qualidade (como cristais e vidros bem polidos) e menor multiplicador de zoom (3 a 4X no máximo), caso opte por lentes com grandes multiplicadores de Zoom (6X ou mais) certifique-se que a lente apresenta elementos de correção, tanto de aberração cromática como de distorção e procure lentes compostas de vidros com polimentos especiais ou preferivelmente cristais, que evitam a dispersão de luz dentro do conjunto de tais lentes (que normalmente possuem mais elementos), lentes com acionamento mecânico de foco manual e zoom ajudam bastante no desempenho, assim como lentes com motores especiais. Esteja atento à questão de marcas, existem mascas usando lentes de marcas famosas montadas com vidros comuns ou alguns com vidros bem polidos (Não usando cristais) o que faz dessas lentes piores do que similares de marcas menos conceituadas.


Estando atento a estes fatores dificilmente você fará uma compra ruim em termos de lentes.       
     
=========================
O EXEMPLO PARA COMPARAÇÃO

Um exemplo bom é a comparação da Sony 717 com a Nikon 5700, apesar da famosa marca de lentes que equipa a Sony a lente montada na câmera apresenta menos elementos de qualidade na montagem, enquanto a concorrente tem uma lente extremamente bem montada com cristais de primeira linha, o que torna sua ótica mais eficiente apesar do maior multiplicador focal.

Mais uma vez espero ter ajudado e espero que gostem do artigo.
« Última modificação: 15 de Julho de 2011, 10:11:59 por Leo Terra »
André Sant'Anna
Minhas fotos
Minolta Dimage A2
-----------------------------------
Só existem 10 tipos de pessoas no mundo, as que entendem código binário e as que não entendem.


Ana Adams

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.653
  • Sexo: Feminino
    • http://www.anaadams.com
Resposta #1 Online: 20 de Outubro de 2004, 12:42:45
Oi Leo,

Excelente o artigo, obrigada!
Mas tem uma coisa que eu, iniciante, não sei o que é ...:blink:
o que é servo e o que faz?
Bj
GuiGui


Matheus

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.384
  • Sexo: Masculino
    • http://www.mundofotografico.com.br
Resposta #2 Online: 20 de Outubro de 2004, 14:15:44
Movi o topico pra cá pq criei uma seção exclusiva para Artigos dos usuarios ..

T+


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.741
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #3 Online: 20 de Outubro de 2004, 16:04:35
Citar
Oi Leo,

Excelente o artigo, obrigada!
Mas tem uma coisa que eu, iniciante, não sei o que é ...:blink:
o que é servo e o que faz?
Bj
GuiGui
O servo é o motor que aciona o foco automático de sua câmera e coloca o conjunto ótico na posição adequada de foco. :)
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Marcio Monteiro

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 24
    • http://
Resposta #4 Online: 20 de Outubro de 2004, 22:20:16
Leonardo, excelente artigo...

é sempre bom conhecer as dicas de pessoas mais experientes.

Abraços
Marcio
Minha Câmera: Sony DSC-W1

Fotografar, é guardar os momentos importantes da vida.


Renan

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 47
    • http://www.flickr.com/photos/renanschmidt/
Resposta #5 Online: 23 de Outubro de 2004, 20:01:20
Belissimo trabalho, parabéns.

Acredito que vai ajudar muito quem esta iniciando na arte da fotografia, tirando ele do quarto escuro e aprendendo a desmascarar marketing.

Unica coisa que não concordo com o seu artigo, e isso também vai de cada pessoa, é que quanto mais leve melhor. Uma camera mais leve dificulta muito a estabilidade da maquina, principalemente em zoom. Acho que uma camera deva ter um peso bom para dar uma melhor "pegada" e firmeza.

Do resto esta ótimo, espero que quem esteja iniciando lendo isso ja diminui e  muito em tópicos repetinos.

 
Nome: Renan Barros Schmidt
Cidade: Porto Alegre - RS
Equipamento: Lumix Fz20
Lente:36-432mm IS
Cartão: 512Mb Scan Disk
Pagina: Flickr /renanschmidt/


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.741
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #6 Online: 24 de Outubro de 2004, 01:34:44
Citar
Belissimo trabalho, parabéns.

Acredito que vai ajudar muito quem esta iniciando na arte da fotografia, tirando ele do quarto escuro e aprendendo a desmascarar marketing.

Unica coisa que não concordo com o seu artigo, e isso também vai de cada pessoa, é que quanto mais leve melhor. Uma camera mais leve dificulta muito a estabilidade da maquina, principalemente em zoom. Acho que uma camera deva ter um peso bom para dar uma melhor "pegada" e firmeza.

Do resto esta ótimo, espero que quem esteja iniciando lendo isso ja diminui e  muito em tópicos repetinos.
Chima vc já viu giro establizadores? Vc falou em pegada e estabilidade, eu particularmente não gosto muito de peso (esse é o único defeito da 10D para mim), eu prefiro equipamentos leves. :)
Mas eu concordo que os mais pesados aumentam a estabilidade, porém a algum tempo eu vi um fotógrafo do estadão com um giro estabilizador super leve na câmera, tive a oportunidade de pegar na mão a câmera dele e experimentar o dispositivo, fiquei impressionado, como um simples aparelho, super leve, pode dar tanta estabilidade para um fotógrafo, o galho é que só vi um aparelho desses para comprar e custava mais que uma boa digital, alguém mais já teve oportunidade de pegar uma câmera com este equipamento? Alguém já vui giros "compraveis"?
« Última modificação: 24 de Outubro de 2004, 01:35:04 por mahain »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Renan

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 47
    • http://www.flickr.com/photos/renanschmidt/
Resposta #7 Online: 26 de Outubro de 2004, 15:34:51
Mahain.

Nuca peguei num, para falar a verdade não conhecia este aparelho. Acredito para fotografos profissionais e principalemte fotografos jornalista, onde ficam o dia inteiro com ela na mão corendo atras do melhor momento, não deve ter coisa melhor.

Nunca conheci alguem que tenha mais é bem provavel que deva existie tendinite pelo uso frequente e consecutivo de maquinas fotograficas.

Acho ele deve ser pensado para quem necessita usar a maquina mais de 5horas por dia, pois como vc disse dependendo da lente pode aumentar e nuito o peso dela, mais eu ainda prefiro uma com um peso relativamente bom.

Vou dar uma olhada no estabilizadores ou establizadores, acredito que a correta seja a primeira. Valeu pela dica Mahain
Nome: Renan Barros Schmidt
Cidade: Porto Alegre - RS
Equipamento: Lumix Fz20
Lente:36-432mm IS
Cartão: 512Mb Scan Disk
Pagina: Flickr /renanschmidt/


Matheus

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.384
  • Sexo: Masculino
    • http://www.mundofotografico.com.br
Resposta #8 Online: 25 de Novembro de 2004, 23:30:29
...


clickdigital

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 2
Resposta #9 Online: 09 de Dezembro de 2004, 20:24:55
Legal demais o artigo ...

Agora ficará a duvida: Como achar uma maquina com uma boa otica ?

Mas começar com as marcas tradicionais deve ser um bom começo...

Será que toda maquina Nikon tem otica boa a ponto de preferir uma Nikon a uma ... sei lah Fuji por exemplo (que nao tem tanta tradiçao em maquinas convencionais) ?

De qualquer forma, desde que o mundo eh fotografado (hehehe), oticas boas sempre custaram um bom dinheiro ...

E uma coisa que eh muito legal em fotografia é a "otica humana", ou seja, o olhar, a sensibilidade, o momento ...


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.741
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #10 Online: 09 de Dezembro de 2004, 20:58:04
é só pegar e comparar esses fatores, olhe imagens feitas nas mesmas condições de ambas as câmeras e procure por esses fatores óticos.
Você vai ter boas surpresas, exitem marcas consagradas que se dão pior que menos consagradas, mas tudo depende da categoria analisada pois há casos onde a marca tem ótica boa para uma categoria e ótica ruim em outra. :)
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Zeiss

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 698
    • Melhor pra Deus
Resposta #11 Online: 07 de Fevereiro de 2005, 20:19:42
B) Realmente tem que testar. Vi uma vez um teste em uma revista americana em que a objetiva 50mm de uma Pentax da década de sessenta obteve uma melhor foto que uma 50mm de uma Leica M6 zero, ambas feitas em p/b. A definição de uma objetiva (relação entre resolução e nitidez) só se comprova na prática. Antigamente, quando as objetivas eram montadas manualmente, havia diferenças de uma para outra, então os fotógrafos famosos recebiam alguns exemplares da fábrica para testarem e escolherem a melhor. Hoje com a montagem automatizada e verificada por computadores a diferença é menor. Fluorite, ED, APO, Aspherical, Zeiss, Leitz, L, são letras e nomes que sonhamos em nossas objetivas, mas devemos ver o marketing por trás delas.
Se alguém quiser ler muito sobre fotografia sem gastar demais tenho uma dica que me deu muitos bons momentos, apesar de na época não existirem máquinas digitais. Procure em sebos de livros usados a coleção FOTO da editora Salvat. São dez volumes capa dura encadernados que foram lançados no início da década de oitenta. A técnica da fotografia e o exemplo dos mestres continuam com valor inestimável.
Bye
João Bosco
Sony Alpha A100+18-70+F56AM
Sony NEX F3 Black+18-55
Panasonic Lumix TZ10
boscovieira@hotmail.com-Fortaleza-CE


Xiru

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.402
    • Flickr
Resposta #12 Online: 09 de Agosto de 2005, 05:45:54
Dúvida, pra variar:

Numa lenta com grande multiplicador de zoom (8x, por exemplo)..... as distorções causades pelo multiplicados na lente aconte apenas quando p zoom é usado ou tbm quando não se usa o zoom?
Gentileza gera gentileza.

Xirú Sander Scherer - Ivoti / RS

Flickr
.. Blog: Andarilho Freak


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.741
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #13 Online: 09 de Agosto de 2005, 11:13:41
Xiru, acontece sempre, porque as correções para tele são diferentes das correções para GA e para normal, quando temos um grande multiplicador acabamos abrangendo grandes áreas e com isso fica muito mais difícil corrigir as lentes, normalmente em lentes zoom os extremos sempre acabam mais prejudicados e quanto maior o range mais prejudicado ficam, por exemplo, uma 28-135IS normalmente tem menos qualidade quando se aproxima de 28 e de 135mm, uma 28-300 tem esse efeito ainda mais radical, mas tbm tem grande perda nas DF intermediárias. :) Não existe milagre, para ganhar uma coisa vc normalemnte tem que sacrificar outra. :)
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


diaemus

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 247
  • Sexo: Masculino
    • Laboratório de Síntese Ecológica
Resposta #14 Online: 27 de Dezembro de 2006, 19:34:06
Pessoal, obrigado pelo artigo. Aproveitando a deixa, quais são os limites de distância focal considerados para se classificar as lentes em olho-de-peixe, grande angular, normal e tele?
Cientista profissional, fotógrafo amador.