Autor Tópico: ISENÇAO DE IMP DE IMPORTAÇAO  (Lida 2153 vezes)

huskymoonlight

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 21
  • Sexo: Masculino
Online: 01 de Junho de 2010, 17:49:52
CAROS AMIGOS DO FORUM GOSTARIA PODER CONTAR COM AJUDA DE TODOS OS PROFISSIONAIS DA AREA QUANTO A ABSURDA CARGA TRIBUTARIA QUE INCIDE SOBRE NOSSOS EQUIPAMENTOS DE TRABALHO, A ALEGADA RESERVA DE MERCADO NAO FAZ SENTIDO VISTO QUE NAO SAO PRODUZIDOS EQUIPAMENTOS SIMILARES PELA INDUSTRIA NACIONAL, ESPERO A AJUDA DE TODOS PARA Q POSSAMOS FAZER UM ESFORÇO NO SENTIDO DE PRESSIONAR NOSSOS GOVERNANTES A VEREM COM MELHORES OLHOS ESTA CATEGORIA QUE COM TALENTO PRODUZ TRABALHOS DE ALTISSIMO NIVEL MAS TEM SOBRE SI O FARDO DE UM IMPOSTO INJUSTO QUE NOS TORNA DESIGUAIS EM RELAÇAO AO CENARIO INTERNACIONAL. MUITOS DE NOS SOMOS OBRIGADOS A RECORRER A COMPRAS ILEGAIS E SONEGAR IMPOSTOS PELA ABSOLUTA FALTA DE BOM SENSO DE CERTOS GOVERNANTES. QUEM PUDER, QUISER, OU SAIBA DE MEIOS MAIS EFETIVOS PARA QUE BUSQUEMOS ESTE DIREITO, PARTICIPE DO FORUM TWITTER (@studiofranke )E TODOS OS MEIOS POSSIVEIS, AGUARDO A COLABORAÇAO DE TODOS E FICO A DISPOISÇAO PARA TODO TIPO DE CONTRIBUIÇAO(CRITICAS INCLUSIVE).

UM FORTE ABRAÇO.
STUDIO FRANKE PHOTOGRAFIAS


thiagosilva010

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 727
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 01 de Junho de 2010, 17:52:38
Estamos lá!!!!


huskymoonlight

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 21
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 01 de Junho de 2010, 17:57:50
OBRIGADO THIAGO
E UM ASSUNTO QUE INTERESSA A TODOS.
STUDIO FRANKE PHOTOGRAFIAS


thiagosilva010

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 727
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 01 de Junho de 2010, 17:59:29
Com certeza, acho que nossos políticos só fazem aquilo que os convém, e se a classe se organizar com certeza conseguiremos bater essa barreira!!!
Vamos lá galera!


huskymoonlight

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 21
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 01 de Junho de 2010, 18:03:52
E OLHA QUE A CLASSE NAO E PEQUENA, O RAMO FOTOGRAFICO UNIDO TEM UM GRANDE PODER, MESMO QUE NAO SAIBA.FAVOR DIVULGUE A QUE PUDER O TOPICO, TMBM ESTOU POSTANDO ESSE CHAMAMENTO NO TWITTER. @STUDIOFRANKE
STUDIO FRANKE PHOTOGRAFIAS


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #5 Online: 03 de Junho de 2010, 17:34:27
Toda America do sul e igual.
Nossa ferramenta de trabalho e considerada
"artigo superfluo", por isso os Ferozes impostos.
No que puder ajudar, a ideia e Boa.
Abs.
AG.


rogeriom

  • Trade Count: (10)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 415
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 03 de Junho de 2010, 17:59:53
Eu até consigo entender como um americano paga menos da metade do preço num carro, mas não consigo entender como pagamos 60% a mais do que um argentino paga num mesmo carro.




http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI142235-15259,00-POR+QUE+TUDO+E+TAO+CARO+NO+BRASIL+TRECHO.html
[ SONY NEX-F3 SEL1855OSS SEL1650OSS SEL55210OSS NIKKOR 50/F1.8D ]


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #7 Online: 04 de Junho de 2010, 00:07:55
Eu até consigo entender como um americano paga menos da metade do preço num carro, mas não consigo entender como pagamos 60% a mais do que um argentino paga num mesmo carro.




http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI142235-15259,00-POR+QUE+TUDO+E+TAO+CARO+NO+BRASIL+TRECHO.html

Caro
Um real vale 2 pesos argentinos,
logo entao la o custo do corolla e 92000 da moeda local, aqui e 75000,
mesmo assim a politica tributaria deles nao e tao assasina como a nossa.
Aqui se paga muito mas imposto quase sem retorno.
O pior que ha muitos paises mas equilibrados que o nosso.
So aqui voce mostrou 12 deles.
paciencia


pumba

  • Trade Count: (7)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.007
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 04 de Junho de 2010, 10:50:29
esse corolla é produzido no brasil!?

o problema, ao meu ver, não são as taxas cobradas pelo governo. é sim, a falta de investimentos em diversas áreas de desenvolvimento nacional.
Nunca deixamos de ser exportadores de matéria prima para produtos tecnologicos. Enquanto não superarmos essa fase, os impostos serão realmente altissimos, pois serão produtos em que o retorno capital pro pais é minimo.

é necessário desenvolver tecnologia, negociar possibilidade de desenvolvimento e pesquisa em cima dos produtos.

Um bom exemplo disso foi quanto aos avioes do exercito que seriam comprados pela forca aerea brasileira.

Tá na hora de desenvolvermos tecnologia que se volte pro mercado interno e pro mercado externo também!


huskymoonlight

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 21
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 04 de Junho de 2010, 11:36:57
BEM CONSIDEREM ENTAO QUE COMO NOSSO GANHA PAO TAMBEM E SUPERFLUO E OS IMPOSTOS QUE PAGAMOS COM O SUOR DESTE TRABALHO TAMBEM DEVA SER CONSIDERADO SUPERFLUO. POR ESTE ANGULO A DESOBEDIENCIA CIVIL SERIA , ENTAO , O CAMINHO...
STUDIO FRANKE PHOTOGRAFIAS


rogeriom

  • Trade Count: (10)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 415
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 04 de Junho de 2010, 15:18:53
Caro
Um real vale 2 pesos argentinos,
logo entao la o custo do corolla e 92000 da moeda local, aqui e 75000,
mesmo assim a politica tributaria deles nao e tao assasina como a nossa.
Aqui se paga muito mas imposto quase sem retorno.
O pior que ha muitos paises mas equilibrados que o nosso.
So aqui voce mostrou 12 deles.
paciencia

Não, não !!!
Um Corolla na Argentina custa o quivalente a R$ 46.780.
Veja de novo o quadro...
[ SONY NEX-F3 SEL1855OSS SEL1650OSS SEL55210OSS NIKKOR 50/F1.8D ]


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #11 Online: 04 de Junho de 2010, 15:44:48
Não, não !!!
Um Corolla na Argentina custa o quivalente a R$ 46.780.



Acompanha o raciocinio a ver se fui mas claro.
aqui e 75.000 dividido 1,85= U$S 40540,00
la e U$S 40540,00 x 3.94(valor do dolar la)= $159.729,72.
Entao eu aqui com 75 pau compro o carro,
la os coitados precisam quase 160 paus na sua moeda,para comprar o carro.
Todas as cotaçoes devem pasar pela transformaçao em dolar(arbitragem).
Seria barato para nos se vamos la a comprar ,
mas para entrar na patria amada brasil pagariamos, uma tonelada de impostos, ao nacionalizar o veiculo.
Infelizmente para nos se ficamos quietos em casa , tudo e lindo,
mas se colocamos o nariz para fora para ver como e a coisa em outros paises,
custo x beneficio,salario x capacidade de compra, IDH, indice de desenvolvimento humano, e outros etc,
nossa posiçao esta muitooooooooooo longe de ser confortavel.
abs.
AG


Gazineo

  • Trade Count: (4)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 108
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 04 de Junho de 2010, 15:52:08
Talvez importar o carro do México (que temos acordo de redução de imposto de importação) seja uma solução!!!!!!


rogeriom

  • Trade Count: (10)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 415
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 04 de Junho de 2010, 16:12:23
Um Corolla na Argentina custa por volta de 100 mil pesos.
Um peso equivale a 0,47 reais. Logo um Corolla custa por volta de 47.000 reais na Argentina.
Como na tablea da Revista Época.

Não, não !!!
Um Corolla na Argentina custa o quivalente a R$ 46.780.



Acompanha o raciocinio a ver se fui mas claro.
aqui e 75.000 dividido 1,85= U$S 40540,00
la e U$S 40540,00 x 3.94(valor do dolar la)= $159.729,72.
Entao eu aqui com 75 pau compro o carro,
la os coitados precisam quase 160 paus na sua moeda,para comprar o carro.
Todas as cotaçoes devem pasar pela transformaçao em dolar(arbitragem).
Seria barato para nos se vamos la a comprar ,
mas para entrar na patria amada brasil pagariamos, uma tonelada de impostos, ao nacionalizar o veiculo.
Infelizmente para nos se ficamos quietos em casa , tudo e lindo,
mas se colocamos o nariz para fora para ver como e a coisa em outros paises,
custo x beneficio,salario x capacidade de compra, IDH, indice de desenvolvimento humano, e outros etc,
nossa posiçao esta muitooooooooooo longe de ser confortavel.
abs.
AG
[ SONY NEX-F3 SEL1855OSS SEL1650OSS SEL55210OSS NIKKOR 50/F1.8D ]


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.759
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #14 Online: 04 de Junho de 2010, 17:17:40
Talvez importar o carro do México (que temos acordo de redução de imposto de importação) seja uma solução!!!!!!
Não vai resolver nada, porque o problema não são os impostos. Os impostos são a descupinha esfarrapada que as montadoras nacionais dão para garantir suas margens exorbitantes.
Os carros brasileiros vendidos no México pagam praticamente todos os tributos aqui e são vendidos por lá por quase a metade do preço, ainda pagando impostos Mexicanos.
O Brasil tem dois problemas graves, as cadeias longas com margens absurdas propagadas no decorrer de toda a cadeia e logística de péssima qualidade. Estas margens só são possíveis porque o consumidor brasileiro paga o que é pedido por um produto, independentemente da qualidade. Somos um povo de consumidores burros. Por isso que países com cargas tributárias maiores do que a nossa (como a França) conseguem praticar preços bem mais baixos do que os nossos, pois detentor do capital não consegue ampliar suas margens, uma vez que o povo por lá simplesmente não compraria.

O primeiro passo para resolver o problema dos preços no Brasil é observar que a carga tributária está longe de ser o principal problema. Mesmo quando nossa carga tributária era de 25% do PIB (equivalente à americana), nossos produtos já eram absurdamente caros e nos forçavam a buscar alternativas no Paraguai. O que precisamos neste momento é perceber que durante uma crise mundial as únicas montadoras que deram lucro foram as brasileiras, mesmo com seus preços absurdos e carros de má qualidade. O que precisamos perceber é que, enquanto os salários da classe média caem, os lucros dos detentores do capital estão cada vez maiores e estes estão cada vez mais ricos. Por fim temos que perceber que o problema não são os impostos e sim a forma com a qual incidem.

Se queremos pagar menos de produtos devemos simplesmente biocotar o comércio. Devemos simplesmente parar de comprar e esperar o preço desmoronar (porque ele vai desmoronar se isso acontecer).
Se queremos ter justiça tributária devemos exigir que o capitalista, que explora trabalho, pague mais impostos do que o trabalhador (hoje ocorre o inverso, os investidores pagam menos impostos do que os trabalhadores).
Se queremos que nossa carga tributária se reflita em mais resultado devemos fomentar a educação de qualidade e escolher melhor nossos governantes, para que estes 38% de carga tributária que temos possa refletir em mais arrecadação e melhor utilização do dinheiro público (porque mesmo com nossa carga tributária atual sendo de 38% nossa arrecadação por habitante é infinitamente menor do que a de países com cargas tributárias menores, como os EUA, ou seja, os impostos não retornam, porque o que vale é a arrecadação e para o tamanho da população pode parecer incrível, mas o Brasil arrecada pouco perto dos países desenvolvidos, pois a produtividade do país é medíocre).

Por fim sugiro que as sugestões e críticas não fiquem só na Internet. É preciso enviar diretamente ao governo. O governo federal mantém canais de comunicação por e-mail e carta, que sempre procuram encaminhar as colocações feitas em tais canais para os canais competentes. Então devemos sim reclamar, mas devemos fazê-lo  não só pelos canais mais fáceis, como também pelos canais competentes.



« Última modificação: 04 de Junho de 2010, 17:18:48 por Leo Terra »
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.