Autor Tópico: Fotografias não mentem, mas mentirosos fotografam  (Lida 3952 vezes)

helder84

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.187
Online: 27 de Novembro de 2005, 22:05:25
A frase é a seguinte: "Fotografias não mentem, mas mentirosos fotografam".
É de autoria de um fotografo americano, Lewis Hine.
Pelo que já li, ele é considerado um dos mestres da fotografia documental.
Sua fotografia mostrou crianças trabalhando em fábricas, nas ruas e no campo. Isso rendeu a aprovação da lei contra o trabalho infantil nos EUA.
Participou de movimentos que reivindicavam melhores condições de trabalho.

Aconteceu que ele se tornou vítima da pobreza que sempre mostrou.
Morreu em estado de miséria.

Mas quem me ajuda a interpretar a frase?
Helder Viana

"É um que sabe mais que o outro."


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #1 Online: 27 de Novembro de 2005, 23:03:39
Helder:

mentirosos fotografam e podem usar a fotografia para mostrar apenas uma parte do que estão vendo, ou de forma que uma coisa pareça outra. Veja, se você fotografar uma escola com uma usina atômica ao fundo, e fotografar de longe com uma 500mm, parecerá que a escola é ao lado da usina atômica, mesmo que haja mais de um quilômetro entre eleas.

Um outro exemplo é você fotografar numa escola alunos bem vestidos e arrumados e dar a impressão de que todos são assim, e por aí vai.

Como a pessoa que vê a foto não vê o que o fotógrafo viu, mas somente o que o fotógrafo quis mostrar, isso é uma forma de mentira também.

Ivan


jesieltrevisan

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.655
  • Sexo: Masculino
  • Harmonize-se
Resposta #2 Online: 28 de Novembro de 2005, 11:20:08
Manipulam  a imagem a favor de um bem maior, seja uma ideia, seja financeiramente.

Como é o caso de varias fotos de Disco Voadores, todas fraudes.

E por ae vai.
Canon EOS 5D + BG-E4 + Canon EOS Kiss (300D) 
Canon EF 50mm f/1.8 mk I + Canon EF 100mm f/2 + Canon EF 28-70mm  f/3.5~4.5 II + Sigma 18-50mm f/2.8 DC EX  + 430EX II
--
Dúvida sobre as regras do fórum? --> REGRAS GERAIS
Dúvidas gerais? -->FAQ


Raulscl

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 231
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 28 de Novembro de 2005, 11:57:42
essa frase realmente é otima...
* Nome : Raul Lopes
* Cidade / Estado : Rio de Janeiro - RJ
* Equipamento : Canon 7D


helder84

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.187
Resposta #4 Online: 29 de Novembro de 2005, 01:48:14
Obrigado pelas respostas...
Algumas coisas nao tinham ficado claras pra mim, por tanto, vocês ajudaram muito!
Obrigado! =D
Helder Viana

"É um que sabe mais que o outro."


Juliana Dedavid

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 49
  • Sexo: Feminino
Resposta #5 Online: 14 de Fevereiro de 2006, 19:35:39
Oi, pessoal!

Acompanho o fórum faz um bom tempo, mas só agora me dignei a participar ativamente desse vasto campo de idéias :P Geralmente me deparo com comentários interessantíssimos do pessoal e acabo julgando que os meus seriam só mais-do-mesmo. Mas uma hora temos que encarar, né, dar a cara ao tapa :P

Resolvi me manifestar especificamente nesse tópico porque simplesmente adoro essas conversas sobre o olhar e sobre as suas infinitas formas. Já andei bisbilhotando e encontrei posts sobre o Saramago, que é alguém que fala brilhantemente disso.

Bom, eu acho que existem, no mínimo, duas considerações a se fazer a respeito da frase do Lewis Hine. Uma foi a consideração importante já feita aqui de que a fotografia pode gerar ilusões na ótica de quem a vê, pelas suas possibilidades de composição e tratamento, referente à qual o Ivan bem exemplificou com uma foto à longa distância que aproxima objetos distantes.

A outra, que me parece mais filosófica e viajante (e de repente, mais simples de se conceber) é a existência incorrigível de um contexto. Acredito que o exemplo da foto de meia dúzia de crianças bem vestidas na escola, como se elas dessem conta da totalidade dos alunos daquela escola, por mais que a saibamos parcial, ilustra bem isso.

A fotografia, bem ou mal, prende um momento. E esse momento está sempre envolto por um contexto, ou real, das coisas que têm a nossa volta, ou imaginário, dependendo das coisas a que a foto nos remete, da nossa própria história, vivência, conhecimento disso ou daquilo.

Acredito que cada um tenha o seu próprio filtro da realidade. Ela sempre é carregada da opacidade ou brilho de cada um. Então os contextos que a gente formula são infinitos! E o fascínio da fotografia talvez seja esse: fixar uma imagem que pode ter infinitos significados, dependendo de quem vê e do momento em que se vê. Uma pequena imagem é capaz de provocar mil sensações diferentes e criar contextos fantásticos, que a gente pode inventar. E essa nossa possibilidade de viajar, criar em cima realidade posta pode servir tanto pro bem quanto pro mal.

A questão da ilusão de ótica é um exemplo. Acho que é algo bem delicado, principalmente quanto se fala do uso desse recurso em foto documental. Envolve uma questão forte de ética....
Mas pra isso já deve haver outro tópico! :P

Bom, escrevi demais, mas espero que seja só o começo :)

(E sei que foi um post típico de mulherzinha... nada técnico, heheeh).

Beijocas.
Juliana Dedavid
Porto Alegre - RS
Pentax MX; Pentax 1:1.7 50mm, Tokina 1:2.8 28mm, Samyang 1:4.0-5.6 70-210mm;
Minolta AL; Minolta SRT-102.


Paulo Machado

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.015
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 14 de Fevereiro de 2006, 19:53:32
Illis, bem vinda ao fórum.
Muito bom ter mais participação de mulheres porque mostro maneiras diferentes de ver, um outro lado que um fórum mais masculino não se prende.
Estamos esperando mais participações, não se acanhe.
When words become unclear, I shall focus with photographs. When images become inadequate, I shall be content with silent.  - Ansel Adams


Jack

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.853
    • http://www.olhares.com/jackdb
Resposta #7 Online: 14 de Fevereiro de 2006, 20:27:24
Belas palavras Illis, esse fórum tem hora que parece o clube do bolinha, onde estão as mulheres? :D

Essa foto pode servir de exemplo para o tema que está sendo discutido, foi feita em frente a uma obra, por isso o arame farpado e a placa e na composição geral podemos tirar várias conclusões porque tem uma favela atras, não deixa de ser contrastante. Até as linhas do arame e das casas são em sentido contrário.



 
Jack db - Floripa


Juliana Dedavid

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 49
  • Sexo: Feminino
Resposta #8 Online: 14 de Fevereiro de 2006, 22:21:33
Obrigada pelas calorosas boas-vindas! :P :)

Jack: É, a tua foto tem tudo a ver com o tópico.
 
Juliana Dedavid
Porto Alegre - RS
Pentax MX; Pentax 1:1.7 50mm, Tokina 1:2.8 28mm, Samyang 1:4.0-5.6 70-210mm;
Minolta AL; Minolta SRT-102.


feimiga

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 206
Resposta #9 Online: 14 de Fevereiro de 2006, 22:27:52
Citar
Obrigada pelas calorosas boas-vindas! :P :)

Jack: É, a tua foto tem tudo a ver com o tópico.
Não sei se você percebeu mas ela te chamou de mentiroso... heheheh
Abraços!


Jack

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.853
    • http://www.olhares.com/jackdb
Resposta #10 Online: 14 de Fevereiro de 2006, 22:31:47
Citar
Citar
Obrigada pelas calorosas boas-vindas! :P :)

Jack: É, a tua foto tem tudo a ver com o tópico.
Não sei se você percebeu mas ela te chamou de mentiroso... heheheh
Abraços!
Huahuahuau, boa :D
Jack db - Floripa


Davi Sato

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.036
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #11 Online: 14 de Fevereiro de 2006, 22:38:26
Citar
Acredito que cada um tenha o seu próprio filtro da realidade. Ela sempre é carregada da opacidade ou brilho de cada um. Então os contextos que a gente formula são infinitos! E o fascínio da fotografia talvez seja esse: fixar uma imagem que pode ter infinitos significados, dependendo de quem vê e do momento em que se vê. Uma pequena imagem é capaz de provocar mil sensações diferentes e criar contextos fantásticos, que a gente pode inventar. E essa nossa possibilidade de viajar, criar em cima realidade posta pode servir tanto pro bem quanto pro mal.
 
Que o diga o pessoal da publicidade!!

Sensações.

É tudo uma questão de sensações que uma imagem pode passar, do contexto!!!

Illis, bem vinda e poste sempre!!!  :thmbup:  
Canon D80 / Pentax K10d / Sigma 28-70 f/2.8 / Pentax 18-55 / Pentax 50-200.
São Gotardo – MG


Francisco

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.550
Resposta #12 Online: 14 de Fevereiro de 2006, 22:39:50
Eu sei que ninguém se passou com a Juli, mas só para evitar constrangimentos no futuro: ela é minha namorada :P

Foi ela que me iniciou no mundo da fotografia analógica com a Pentax MX do pai dela (que acabou ficando sem câmera). Já andei falando dessa história da pentax em algum(ns) posts atrás...

[]'s
 
Francisco Amorim
Porto Alegre - RS
2x Canon F1 Old, AE1; Pentax MX, K100D; Fuji Finepix f10; Panasonic LX3


Juliana Dedavid

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 49
  • Sexo: Feminino
Resposta #13 Online: 14 de Fevereiro de 2006, 22:47:49
Citar
Citar
Citar
Obrigada pelas calorosas boas-vindas! :P :)

Jack: É, a tua foto tem tudo a ver com o tópico.
Não sei se você percebeu mas ela te chamou de mentiroso... heheheh
Abraços!
Huahuahuau, boa :D
Falei que o recurso da composição que cria novos contextos pode ser usado tanto para o bem como para o mal :P

Não acredito que no caso do Jack tenha sido para o mal... Então ele é um mentiroso do bem, hehee :)
Juliana Dedavid
Porto Alegre - RS
Pentax MX; Pentax 1:1.7 50mm, Tokina 1:2.8 28mm, Samyang 1:4.0-5.6 70-210mm;
Minolta AL; Minolta SRT-102.


Juliana Dedavid

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 49
  • Sexo: Feminino
Resposta #14 Online: 14 de Fevereiro de 2006, 22:53:36
Citar
Eu sei que ninguém se passou com a Juli, mas só para evitar constrangimentos no futuro: ela é minha namorada :P

Foi ela que me iniciou no mundo da fotografia analógica com a Pentax MX do pai dela (que acabou ficando sem câmera). Já andei falando dessa história da pentax em algum(ns) posts atrás...

[]'s
É... O problema de apresentar brinquedinhos tecnológicos pra namorado é que ele sempre entende mais que tu e te deixa pra trás. A Pentax MX do pai ficou lá em casa por 20 anos e eu nunca aprendi 1/10 do que o Fran aprendeu em 6 meses :P

Meu lindo :*
Juliana Dedavid
Porto Alegre - RS
Pentax MX; Pentax 1:1.7 50mm, Tokina 1:2.8 28mm, Samyang 1:4.0-5.6 70-210mm;
Minolta AL; Minolta SRT-102.