Autor Tópico: Rumores de uma Canon APS-H 1.3x "mirrorless"  (Lida 1783 vezes)

F.Kruschewsky

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 323
Online: 06 de Julho de 2010, 21:00:57
Source: http://photorumors.com/2010/06/09/canon-aps-h-1-3x-mirrorless/

This is the email I received about a potential Canon APS-H 1.3x mirrorless camera:

    “Canon APS-H 1.3x mirrorless

    I was talking with a friend of mine who often tests EOS cameras, that I can’t wait any longer to buy my first mirrorless system but in the same time that am not satisfied with the IQ of any of the available offers (M4/3, NEX …etc)! He said “if IQ is what you want then maybe you should wait just a little bit longer”. What do you mean?! I asked. “Canon will soon be launching an APS-H mirrorless camera” he said. APS-C you must’ve meant?!. “No it’s 1.3x” he insisted. That’s likely to be heavier, bulkier and more expensive then the competition, I commented. “Not really, the size & weight aren’t any higher than Panasonic G1/GH1″. The price could be comparable to xxD, he is guessing based on the build quality & features of the almost-finalized version he tested.

    Why would Canon use an APS-H sensor in that upcoming camera but not in the seemingly more demanding 7D class? I asked my friend. He thinks the main reason 7D didn’t get APS-H is that Canon already has two lines of SLR lenses and doesn’t want to add a third one to solve the UWA problem of 1.3x, but for mirrorless they have to introduce a new line of lenses anyway so the sensor can be any size. And Canon chose the APS-H according to my friend because of the following:

       1. They think that APS-C in general and their 1.6x (versus others’ 1.5x) in particular is becoming increasingly difficult to improve on, update after update.
       2. Sensor production costs have fallen and there isn’t much difference between 1.6x and 1.3x for Canon.
       3. Canon develop a new 1.3x sensor for the 1D series every few years and no other camera shared the R&D cost with the 1D before, but this time round the 16MP sensor of 1D4 will have a new use.
       4. Weight and size can be taken care of by design. So a larger sensor does not necessarily mean a heavier and bulkier package than the competition.”


« Última modificação: 06 de Julho de 2010, 21:01:18 por F.Kruschewsky »


Paradela

  • Trade Count: (3)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 469
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 07 de Julho de 2010, 10:54:38
Esperar para crer!
Alexandre Paradela


LuizNdo

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.407
  • Sexo: Masculino
  • Tente, invente.
Resposta #2 Online: 07 de Julho de 2010, 11:30:53
Não sendo compatível com EF ou EF-S, manterei minha intenção inicial de comprar uma Micro4/3.
>> Belo Horizonte <<
Fotógrafo Entusiasta.
Sony P100
Canon 7D e XT + 18-55 mm + 75-300 mm USM III + Canon 50mm f1.8 + Sigma 10-20mm + Canon 100-400mm L IS + Adaptador de Telescópio!
Meu Flickr


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 07 de Julho de 2010, 11:32:56
Eu acho que não faz muito sentido se a intenção da Canon é competir com Micro 4/3 e a Sony NEX, pois ela sempre ficará atrás da concorrente no quesito portabilidade do corpo+lente.


LuizNdo

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.407
  • Sexo: Masculino
  • Tente, invente.
Resposta #4 Online: 07 de Julho de 2010, 11:58:27
Leandro, ela poderia manter a compatibilidade de mount mesmo desenvolvendo lentes mais apropriadas para EF-"Mirrorless".

Quem sabe a 50mm 1.8 não ficasse legal de usar no APS-H?
E uma lente pra APS-H numa câmera APS-C? Porque não?
Eu sei que questão de distância lente-sensor influenciaria no foco, mas seria uma possibilidade.
>> Belo Horizonte <<
Fotógrafo Entusiasta.
Sony P100
Canon 7D e XT + 18-55 mm + 75-300 mm USM III + Canon 50mm f1.8 + Sigma 10-20mm + Canon 100-400mm L IS + Adaptador de Telescópio!
Meu Flickr


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.000
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 07 de Julho de 2010, 20:45:11
Segundo o texto a câmera com sensor 1.3x seria do mesmo tamanho que uma GF1/EP1. Mas concordo que as lentes tem chances de ser grandes, a não ser que eles consigam algo diferente.


Azuma

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 390
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 07 de Julho de 2010, 21:14:44
Ao mesmo tempo quem ja tem lentes canon espera que sejam compativeis.. :D :D :D

5D | EX 12-24 | EF 17-40 f/4L | EF 28-70 f/2.8L | EF 24-105 f/4L | EF 70-200 f/4L IS | EF 15 f/2.8 | EF 50 f/1.4 | EF 85 f/1.2L II | EF 100 f/2.8 | EF 135 f/2L | EX 50-500


F.Kruschewsky

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 323
Resposta #7 Online: 08 de Julho de 2010, 15:24:48
Eu acho que não faz muito sentido se a intenção da Canon é competir com Micro 4/3 e a Sony NEX, pois ela sempre ficará atrás da concorrente no quesito portabilidade do corpo+lente.

Entendo que a Canon não é obrigada a competir com Micro 4/3 e Sony NEX (nem com uma possível Nikon EVIL). Utilizando um sensor APS-H, a Canon pode oferecer ao mercado uma opção mirrorless com uma qualidade de imagem que não poderá ser iguladada pela concorrência, que utiliza sensores menores (Micro 4/3 e Sony NEX/APS-C).

Também entendo que, em algum momento no futuro, teremos câmeras mirrorless "full-frame" (24 x 36mm).  Canon e Nikon tem condições de oferecer um equipamento assim, se o desejarem...  
« Última modificação: 08 de Julho de 2010, 15:25:09 por F.Kruschewsky »


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 08 de Julho de 2010, 15:40:29
F.Kruschewsky, eu sinceramente não consigo ver necessidade de se utilizar um sensor tão grande assim pra conseguir um desempenho em ISO alto que pra grande maioria dos usuários desse tipo de câmera nem vai notar.

Se colocarmos as câmeras mirrorless com 04 principais objetivos (abaixo), um excelente equilíbrio desses quatro objetivos é o sistema 4/3 que utiliza um sensor ainda menor que o APS-C.
1- Qualidade da imagem (ISO alto/baixo).
2- Portabilidade.
3- DOF curto.
4- Lentes intercambiáveis.

Vc chegou a ver o anúncio da Invisage? Se esse negócio for realmente verdade, pode acreditar que no futuro o tamanho do sensor vai ser o mínimo possível....será apenas para DOF curto, que pra mim o sensor 4/3 já está ótimo.
http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=41931.0

Valeu
« Última modificação: 08 de Julho de 2010, 15:42:02 por Leandro Federsoni »


F.Kruschewsky

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 323
Resposta #9 Online: 10 de Julho de 2010, 00:28:28
F.Kruschewsky, eu sinceramente não consigo ver necessidade de se utilizar um sensor tão grande assim pra conseguir um desempenho em ISO alto que pra grande maioria dos usuários desse tipo de câmera nem vai notar.

O sensor APS-H ainda é menor que um FF.  Entendo que o tipo de usuário que a Canon pretenderia alçancar com uma câmera desse tipo pode não ser o mesmo que compraria uma Sony NEX ou Micro 4/3.   Uma qualidade de imagem e um D.O.F próximos ao que se consegue com uma "Full Frame" em um corpo menor que uma Rebel/Kiss ou D3000, por exemplo.  Estava pensando em algo semelhante a uma Leica M9.  Não vejo uma futura APS-H "mirrorless" como uma câmera para as "massas" (mas seria bem mais acessível que uma M9, naturalmente!!!).  

Se colocarmos as câmeras mirrorless com 04 principais objetivos (abaixo), um excelente equilíbrio desses quatro objetivos é o sistema 4/3 que utiliza um sensor ainda menor que o APS-C.
1- Qualidade da imagem (ISO alto/baixo).
2- Portabilidade.
3- DOF curto.
4- Lentes intercambiáveis.

1 - Qualidade da imagem em ISO baixo - concordo plenamente contigo! Qualquer Micro 4/3 fornece uma excelente qualidade de imagem!  Quanto ao ISO alto, bem, no dia em que disponibilizarem uma câmera Micro 4/3 capaz de entregar resultados em ISO alto , no mínimo, iguais aos que consigo obter hoje com minha D700, comprarei uma imediatamente...

2 - Portabilidade é, de fato, um problema crítico para muitas pessoas!  Mas, dê uma olhada na supracitada Leica M9! É perfeitamente portável e usa um sensor 24 x 36mm... (estou falando apenas do quesito portabilidade, não do desempenho ou do preço da Leica que fogem ao escopo deste tópico).

Entendo que a Canon pode fazer um sistema APS-H com um nível de portabilidade similar a um sistema Micro 4/3.  Se utilizarem lentes com distância focal fixa, principalmente!   Como a Leica faz há 85 anos com suas rangefinders!!!

O meu conceito de portabilidade é poder carregar uma câmera de lentes intercambiáveis no bolso da camisa, sem fazer volume!  Não conseguiria fazer isso com uma Micro 4/3, mesmo com uma lente "pancake"!

3 - D.O.F curto - Nunca usei câmeras 4/3 ou Micro 4/3, por isso não posso opinar sobre o D.O.F..  Mas conheço muito bem o D.O.F. proporcionado por um sensor 24 x 36, afinal sou do tempo do filme 35mm.  (ainda tenho minha Nikon F100 e também fotografo em médio formato com uma Pentax 67...) O D.O.F. e o desempenho em ISO alto, foram os motivos pelos quais migrei para "Full-Frame" no ano passado!

4 - Lentes intercambiáveis - Nem precisamos comentar as vantagens de se cambiar lentes!  Aprendí a fotografar com câmeras de lentes intercambiáveis e não pretendo abrir mão das vantagens deste tipo de sistema.

Vc chegou a ver o anúncio da Invisage? Se esse negócio for realmente verdade, pode acreditar que no futuro o tamanho do sensor vai ser o mínimo possível....será apenas para DOF curto, que pra mim o sensor 4/3 já está ótimo.
http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=41931.0

Ví o anúncio e, sinceramente, prefiro esperar para ver os resultados!   Sempre digo que não existem "milagres" em tecnologia...  Sou obrigado a discordar de sua opinião de que o futuro pertencerá aos sensores pequenos, embora isso possa se concretizar no "mercado de massa"!  Porém, entendo que o mercado das câmeras de uso profissional continuará pertencendo aos sensores maiores por muito tempo ainda! Até mesmo o mercado de câmeras de vídeo profissionais tem experimentado um aumento do tamanho dos sensores! Veja a RED One, por exemplo, que usa um sensor 24 x 36mm (http://www.red.com/cameras/)!!! E qual a razão para usar tal tamanho???  D.O.F.!   Aliás, o que mais aprecio na RED é o grau de modularidade de seus equipamentos!!!!  Gostaria muito que a Nikon voltasse a fazer equipamentos com a modularidade das Nikon F, F2 e F3, mas isso já é outra história, hehehehe.

Em relação ao D.O.F., como venho da fotografia de filme, não consegui me acostumar com o D.O.F proporcionado por sensores menores que 24 x 36mm.  A migração para "Full Frame" resolveu o problema!

Boas Fotos!!!

« Última modificação: 10 de Julho de 2010, 00:31:24 por F.Kruschewsky »


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 10 de Julho de 2010, 09:53:15
F.Kruschewsky, pode até ser que existe mercado pra algo mais caro que uma simples mirrorless, mas eu particularmente não tenho muita atração por isso e assim acabo tendo dificuldade de entender a demanda por esse tipo de produto, mas pode acreditar que se a Canon lançar algo assim é porque existe potencial.

Eu prefiro um sistema que prioriza a portabilidade e preço popular, mantendo lentes e sensores bem compactos e fico aguardando a melhora da tecnologia para obter desempenho superior em ISO alto e quanto ao DOF acho muito satisfatório o que vejo nos 4/3 e APS e quando achar insuficiente sei lá procurarei lentes mais claras.

Vamos esperar pra ver o produto...

Quanto a um sistema modular, tenho lido em rumores algo sobre uma Oly E-5 modular....quem sabe a Olympus mais uma vez crie um novo mercado.
« Última modificação: 10 de Julho de 2010, 09:55:54 por Leandro Federsoni »


Wooky

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 322
  • Sexo: Masculino
    • Meu Flickr
Resposta #11 Online: 10 de Julho de 2010, 10:49:41
Talvez a Canon, no futuro, tire a linha Rebel de seu lineup e troque pelas mirrorless APS-H. Acho que só assim faz sentido colocar mais um tamanho de sensor, com lentes que dificilmente poderão ser usadas nas EF-S. Ok que vc possivelmente poderá usar as EF-S e EF nesse sistema novo com adaptadores, mas mesmo assim, não vejo muita lógica nisso.


Citar
O meu conceito de portabilidade é poder carregar uma câmera de lentes intercambiáveis no bolso da camisa, sem fazer volume!  Não conseguiria fazer isso com uma Micro 4/3, mesmo com uma lente "pancake"!
Pois é, a questão é que embora as lentes das Micro 4/3s consigam ser menores e mais leves, ainda não chegaram nesse ponto, e duvido que cheguem em qualquer sistema mirrorless. Na verdade, o maior problema que vejo nas Micro 4/3 hoje é o preço. Como a construção é mais simples por não ter espelho/prisma, deviam ser mais baratas que uma DSLR. Mas custam tanto quanto uma de entrada. O preço já baixou desde a introdução do sistema, mas acho que só vão decolar quando o kit com uma lente básica custar o mesmo que uma superzoom, uns US$400. Talvez seja uma questão de escala.


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.000
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 10 de Julho de 2010, 13:09:03
O meu conceito de portabilidade é poder carregar uma câmera de lentes intercambiáveis no bolso da camisa, sem fazer volume!  Não conseguiria fazer isso com uma Micro 4/3, mesmo com uma lente "pancake"!

Mas isso é um desejo difícil de alcançar, pelo menos a curto prazo. Acho que até poucas câmeras de filme podiam fazer o mesmo, não é?

As mirroless e compactas com sensor APS atuais estão com um tamanho bem satisfatório. Antes era impossível carregar minha DSLR por aí, hoje minha compacta com sensor grande cabe confortavelmente em qualquer bolso da minha mochila, casaco ou bermuda. Só não cabe no bolso da calça e camisa, mas aí já é pedir demais  :D

Posso carregar ela na palma da mão sem chamar nenhuma atenção, posso esconder ela em qualquer lugar e ela não faz nenhum barulho quando disparada. Acho que essas câmeras estão muito boas atualmente, mas claro que podem ficar ainda menores e mais discretas no futuro (apesar de que eu acho que não vão diminuir muito).


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 10 de Julho de 2010, 14:15:10
Mas isso é um desejo difícil de alcançar, pelo menos a curto prazo. Acho que até poucas câmeras de filme podiam fazer o mesmo, não é?

As mirroless e compactas com sensor APS atuais estão com um tamanho bem satisfatório. Antes era impossível carregar minha DSLR por aí, hoje minha compacta com sensor grande cabe confortavelmente em qualquer bolso da minha mochila, casaco ou bermuda. Só não cabe no bolso da calça e camisa, mas aí já é pedir demais  :D

Posso carregar ela na palma da mão sem chamar nenhuma atenção, posso esconder ela em qualquer lugar e ela não faz nenhum barulho quando disparada. Acho que essas câmeras estão muito boas atualmente, mas claro que podem ficar ainda menores e mais discretas no futuro (apesar de que eu acho que não vão diminuir muito).

Bucephalus, a Sigma mandou muito bem com suas compactas...

Eu gostaria muito de ver uma Panasonic LX3 com um sensor 4/3...mantendo o mesmo tamanho atual e um modo de vídeo completo.


Leandro Federsoni

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.974
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 10 de Julho de 2010, 14:17:18
Talvez a Canon, no futuro, tire a linha Rebel de seu lineup e troque pelas mirrorless APS-H. Acho que só assim faz sentido colocar mais um tamanho de sensor, com lentes que dificilmente poderão ser usadas nas EF-S. Ok que vc possivelmente poderá usar as EF-S e EF nesse sistema novo com adaptadores, mas mesmo assim, não vejo muita lógica nisso.

Pois é, a questão é que embora as lentes das Micro 4/3s consigam ser menores e mais leves, ainda não chegaram nesse ponto, e duvido que cheguem em qualquer sistema mirrorless. Na verdade, o maior problema que vejo nas Micro 4/3 hoje é o preço. Como a construção é mais simples por não ter espelho/prisma, deviam ser mais baratas que uma DSLR. Mas custam tanto quanto uma de entrada. O preço já baixou desde a introdução do sistema, mas acho que só vão decolar quando o kit com uma lente básica custar o mesmo que uma superzoom, uns US$400. Talvez seja uma questão de escala.

Wooky, eu acho que logo teremos mirrorless nessa faixa de preço....realmente não faz sentido elas mais caras que as DSLRs.

Valeu