Autor Tópico: Sair (e não entrar) com equip. fotográfico do Brasil  (Lida 5508 vezes)

Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.083
  • Sexo: Masculino
Online: 06 de Novembro de 2010, 13:40:40
A maioria das dúvidas aqui se referem à entrada de materiais fotográficos no país, mas minha a dúvida é ao contrário.

Semana que vem vou viajar pros EUA, e queria levar minha DSLR, 3 lentes, e talvez minha compacta. Além disso levaria meu laptop e todos os carregadores e cabos.

A questão é: será que vão pegar no meu pá na alfândega? Talvez eu deixe em casa a compacta e uma lente pra diminuir o volume, mas não queria. Não tenho notas fiscais, só a do laptop mesmo.

Alguém já teve alguma experiência negativa com isso?


pedro_raythz

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.467
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 06 de Novembro de 2010, 14:16:03
É só tirar umas fotos aqui no Brasil ainda e deixar no cartão de memória. Sobre as lentes, acho que não há problema também.

Eles costumam pegar mais no pé de quem vem de Miami. Se você for passar em Miami, é bom que não seja o último destino  :ok:


Lindsay

  • Trade Count: (19)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.981
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 06 de Novembro de 2010, 14:32:43
Procure o balcão da policia federal, explique que você vai sair com o equipamento, eles te fornecem um formulário para preencher, onde você anota o modelo e numero de série dos equipamentos. Em seguida o policial confere, bate um carimbo e te entrega uma via deste documento.

Quando voltar de viagem, se os policiais na aduana te pararem, é só mostrar o documento. E mais, esse documento tem validade indeterminada, posteriormente continua valido para qualquer viagem que você fizer para fora do Brasil.

Abraços!
« Última modificação: 06 de Novembro de 2010, 14:33:26 por Lindsay »
Conhecimento importa mais que equipamento.


Natão

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.273
  • Sexo: Masculino
  • "dichterisch, wohnet der Mensch auf dieser Erde"
Resposta #3 Online: 06 de Novembro de 2010, 14:41:17
Pergunta básica,

se eu for com uma câmera minha e declarada, posso voltar com duas? Afinal eu teria direito a comprar uma fora e como eu já tinha uma, somam-se duas...


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.083
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 06 de Novembro de 2010, 14:43:13
Putz, Pedro, tá aí uma solução que eu não tinha pensado. Claro que se eu fosse um fiscal chato não aceitaria isso (ia achar que o malandro tinha baixados fotos do Brasil pela internet e copiado pro cartão), mas realmente é uma idéia boa pro fiscal que for razoável.


Lindsay, esses formulários ainda valem pra câmeras? Minha dúvida é exatamente porque depois dessas novas regras de importação pra viajantes eu li que câmeras e computadores não precisam mais ser declarados na saída... aí pensei que os caras iriam encrencar na volta, ainda mais com 2 câmeras e 3 lentes.
« Última modificação: 06 de Novembro de 2010, 14:43:53 por Bucephalus »


Lindsay

  • Trade Count: (19)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.981
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 06 de Novembro de 2010, 14:44:20
Boa pergunta, acha que depende de interpretação dos policiais. Voce pode dizer qua a câmera valha não é sua, que é de um colega ou parente, então registre em nome de outra pessoa.

A lei fala de objeto de uso pessoal, então se você ja tem uma pra que precisa de outra??? Atualização???

Veja corre o risco de ficar batendo boca com o policial, acho que o melhor mesmo é, se possivel, ir sem a câmera velha e comprar a outra assim que chegar.
Conhecimento importa mais que equipamento.


Natão

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.273
  • Sexo: Masculino
  • "dichterisch, wohnet der Mensch auf dieser Erde"
Resposta #6 Online: 06 de Novembro de 2010, 14:52:37
Boa pergunta, acha que depende de interpretação dos policiais. Voce pode dizer qua a câmera valha não é sua, que é de um colega ou parente, então registre em nome de outra pessoa.

A lei fala de objeto de uso pessoal, então se você ja tem uma pra que precisa de outra??? Atualização???

Veja corre o risco de ficar batendo boca com o policial, acho que o melhor mesmo é, se possivel, ir sem a câmera velha e comprar a outra assim que chegar.

E se for ver, eles não informam sobre aqueles que levarem não ter direito de trazer, ou seja, segundo a lei alfandegária, mesmo que já tenhas uma e um direito teu adquirir outra...

Meu primo voltará de Hong Kong em dezembro, pedi pra ele trazer uma DSLR pra mim... mas estou com receio ainda pois ele já tem uma compacta... fica aí a dúvida


escalador1

  • Trade Count: (3)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 302
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 06 de Novembro de 2010, 21:21:53
Melhor que fotografar aqui no Brasil é ir no guichê da Receita Federal e fotografar o fiscal que estiver atendendo lá. :assobi:

C.Vong

Olympus Pen
Sony Mavica FD 75


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.580
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #8 Online: 06 de Novembro de 2010, 21:57:58
Melhor que fotografar aqui no Brasil é ir no guichê da Receita Federal e fotografar o fiscal que estiver atendendo lá. :assobi:


Contra essa imagem não há argumento!!!!! Ganha a peleja na hora.

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


robson.r.silva

  • Trade Count: (2)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 234
Resposta #9 Online: 06 de Novembro de 2010, 22:56:15
Apesar de não ser mais obrigado declarar a màquina na saida do BR faça assim mesmo, principalmente se tiver mais de uma objetiva, pois a nova regulamentação fala somente na camera (sub entendido com uma lente)


robson.r.silva

  • Trade Count: (2)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 234
Resposta #10 Online: 06 de Novembro de 2010, 22:57:55
Cuidado, pois o fiscal da receita pode não gostar de ser fotografado. rsrsrssrsr


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.293
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #11 Online: 07 de Novembro de 2010, 00:54:03
Putz, Pedro, tá aí uma solução que eu não tinha pensado. Claro que se eu fosse um fiscal chato não aceitaria isso (ia achar que o malandro tinha baixados fotos do Brasil pela internet e copiado pro cartão), mas realmente é uma idéia boa pro fiscal que for razoável.


Lindsay, esses formulários ainda valem pra câmeras? Minha dúvida é exatamente porque depois dessas novas regras de importação pra viajantes eu li que câmeras e computadores não precisam mais ser declarados na saída... aí pensei que os caras iriam encrencar na volta, ainda mais com 2 câmeras e 3 lentes.


Os formularios valem sim... Voce pode registrar tudo que achar que deve.
A maioria das câmeras e lentes são melhores que a maioria dos fotógrafos.

www.oldgoodlight.blogspot.com / www.flickr.com/groorj


Leo Terra

  • SysOp
  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.759
  • Sexo: Masculino
  • “Deus disse: 'Haja luz'. E houve luz.” (Gen 1,3)
    • http://www.leoterra.com.br
Resposta #12 Online: 07 de Novembro de 2010, 11:59:22
Antigamente era só fazer o registro de saída dos equipamentos aqui no Brasil.
Eu ainda procuraria a receita na saída para deixar registrada a saída.
Leo Terra

CURSOS DE FOTOGRAFIA: www.teiadoconhecimento.com



ATENÇÃO: NÃO RESPONDO DÚVIDAS EM PRIVATIVO. USEM O ESPAÇO PÚBLICO PARA TAL.
PARA DÚVIDAS SOBRE O FÓRUM LEIA O FAQ.


Lindsay

  • Trade Count: (19)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.981
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 07 de Novembro de 2010, 12:54:26
Eu também preencheria, acho que os fiscais não vão se opor. Principalmente se o equipamento for moderno, do tipo que estão vendendo nas lojas atualmente.
Conhecimento importa mais que equipamento.


Bucephalus

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.083
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 07 de Novembro de 2010, 13:06:45
É, na melhor das hipóteses vou fazer isso. Melhor ficar com excesso de papel do que com falta dele. Será que o processo é burocrático? Sabem dizer se precisa da NF de compra ou outro documento?