Autor Tópico: mudei eu, mudou o mundo?  (Lida 12270 vezes)

irado

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 936
  • Sexo: Masculino
  • (re)aprendendo a fotografar.. olhando.
Online: 20 de Novembro de 2010, 11:31:54
quinze, quase vinte anos afastado das lides fotográficas; nêsse periodo de afastamento não tirei uma única foto, não me aproximei de um único dispositivo fotográfico - por mais primário que fosse. Deixei de saber o que era um negativo, um cromo.

com o propósito de retornar, adquiri uma EOS.. e ODIEI o conceito. Me aproximei de algumas (muito simples, contudo) auto-TUDO, digitais e me afastei como o diabo fugindo de água benta. A EOS foi para meu filho, como "presente" (de grego?) com instruções de livrar-se dela como fosse (como EM MEU CONCEITO É) completo lixo.

35 anos atrás, quando comecei amadorísticamente, nossos paradigmas eram Ansel Adams, Henri-Cartier Bresson e outros, cujos nomes me escapam.

hoje, me aproximando dos foruns e foto-clubes o que leio é (sempre IMHO, claro) estarrecedor: fotografa-se com o intuito de levar-se as coisas para o PhotoShop (nem sei o que é êsse treco, mas pelas leituras, nem pretendo saber).

não há mais a preocupação em OLHAR.. em OBSERVAR.. em compor e avaliar luzes, contra-luzes, estimar RESULTADOS antes do "click". Um resultado ruim era o que era: uma porcaria e não algo "salvável" no darkroom (ou no PS, como hoje).

minha primeira câmara foi uma kodak 120. Depois uma voitglander 35 mm. "rangefinder" que durou MUITOS anos, até que o obturador pifou  :aua:

câmara excelente, eu a usava sem o fotômetro incorporado, mas aprendi a "ler" a luminosidade da ocasião. Aprendi também a usar o flash sincronizado a 1/500 (risos) para deixar o fundo negro e o assunto em destaque. Combativa, a máquina. Intervalo para reminiscencias: dei-a de presente para o Pita (são paulo) quando êste ainda vivia - era um grande colecionador de equipamentos fotográficos em SP. Após sua morte, não soube mais o que foi feito de sua loja, assumida pelo filho.

Enfim: não se fotografa mais como àquela época, hoje em dia (honrosas e gloriosas exceções, aqui mesmo, no forum).

estou voltando. Mas sem digitalismos, PS (ou coisa que o valha). A Canon FTb QL vai ser consertada, a AE-1 vai ser presenteada para minha nora, a T70 ficará com negativos (gostei dela).

mudou muito, o mundo, nêstes últimos 15, 20 anos - risos. Não necessáriamente para melhor.
« Última modificação: 20 de Novembro de 2010, 11:32:54 por irado »
saudações,
irado furioso com tudo
Linux User 179402/FreeBSD BSD50853/FUG-BR 154
Não uso drogas - 100% Miko$hit-free
"Antigamento o homossexualismo era coibido, depois passou a ser tolerado, agora já está sendo completamente aceito e eu vou me embora antes que se torne obrigatório." [Arnaldo Jabor]
"infelizmente no brasil quem decide não é quem le jornal, mas sim quem limpa a bunda com ele." [encontrado no Orkut]


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #1 Online: 20 de Novembro de 2010, 12:38:39
ehhhhhhhhhhhhhhhhhh, velho!!!
Bemvindo ao maravilhoso mundo das digitalidades e modernidades!!!!!.
Eu tambem venho do tunel do tempo, minha primeira maquina-maquina foi uma nikon FA em 1985.
So que começei minha profissionalizaçao em 1990 e nunca mas parei.
nem te conto que "linda" foi a mudança de filme para digital!!!!.
Agora somente somos cobaias, alias pilotos de provas
dos fabricantes que vivem enfiando "guela abaixo"
quanta tranquera colocam no mercado.
desde o inicio da popularizaçao do digital (2002)
so agora as imagens estao querendo ficar proximas do 35mm,em FF.
Assim esta a coisa, mas la vamos nos,
sempre aprendendo, sempre estudando, trabalhando e faturando.
Bemvindo aos "Tempos Modernos" do Chaplin!!!!
abs.


rahmati

  • Trade Count: (3)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 168
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 20 de Novembro de 2010, 18:37:34
Prevejo um bom colega para discussões :)

Seja bem-vindo, irado (mas não precisa fazer muito jus ao nome -rs).

Não sou da "época do filme", mas, ao descobri-lo em sua plenitude, percebo o quanto o digital cada vez mais patina no gelo - com um tênis gasto, diga-se de passagem! :D
- Sony Alpha 100 + Sony DT 18-55mm f/3.5-5.6; Soligor 135mm f/2.8; Helios 58mm f/2; Cosinon 35mm F/2.8
- Canon Sure Shot 105 (Canon 38-105mm)
- Yashica Zoomate 80 (Kyocera 38-80mm f/5.9-9.4)
- Samsung F480L (35mm AF)


dondon

  • Trade Count: (5)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.287
  • Sexo: Masculino
    • Plínio Dondon
Resposta #3 Online: 20 de Novembro de 2010, 21:56:03
Triste isso...


joseazevedo

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 588
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/jerazevedo/
Resposta #4 Online: 21 de Novembro de 2010, 01:33:45
Oi Irado,

pasei por um processo semelhante. E quando voltei, adquiri (não de uma vez, claro...) 3 Nikon F2 (eyelevel, A e AS), uma F3 (a única eletrônica) e uma Rolleiflex Planar 3.5F.
Tenho uma boa saboneteira digital para os instantâneos necessários, mas o meu negócio é, sempre foi e será, filme. Eu digo que a minha digital é o meu scanner de cromo, um Nikon Coolscan III (LS30), de 2001/2002, nem lembro direito.
Eu acho que existem fotógrafos e laboratoristas. Um tira fotos. O outro fica no laboratório - o Photoshop hoje em dia. Eu aprendi a tirar fotos bem old school. Por isso passo pouco tempo retocando.
Como você, chegou uma hora em que eu só olhava o fotômetro pra confirmar a exposição. A prática leva à perfeição. E tem gente que, como não viveu isso, acha que é impossível. Hahaha!

São duas mídias diferentes, cada uma com suas qualidades, mas eu prefiro o filme. Digital é prático, instantâneo, "econômico", mas eu prefiro o filme. Aprendi com ele, sei lidar com ele, nos entendemos bem, sei tirar dele o que preciso sem nenhum esforço ou horas de pós produção. Por isso a relação é boa até hoje.

Abs,

José Azevedo


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #5 Online: 21 de Novembro de 2010, 03:02:35
Oi Irado,

pasei por um processo semelhante. E quando voltei, adquiri (não de uma vez, claro...) 3 Nikon F2 (eyelevel, A e AS), uma F3 (a única eletrônica) e uma Rolleiflex Planar 3.5F.
Tenho uma boa saboneteira digital para os instantâneos necessários, mas o meu negócio é, sempre foi e será, filme. Eu digo que a minha digital é o meu scanner de cromo, um Nikon Coolscan III (LS30), de 2001/2002, nem lembro direito.
Eu acho que existem fotógrafos e laboratoristas. Um tira fotos. O outro fica no laboratório - o Photoshop hoje em dia. Eu aprendi a tirar fotos bem old school. Por isso passo pouco tempo retocando.
Como você, chegou uma hora em que eu só olhava o fotômetro pra confirmar a exposição. A prática leva à perfeição. E tem gente que, como não viveu isso, acha que é impossível. Hahaha!

São duas mídias diferentes, cada uma com suas qualidades, mas eu prefiro o filme. Digital é prático, instantâneo, "econômico", mas eu prefiro o filme. Aprendi com ele, sei lidar com ele, nos entendemos bem, sei tirar dele o que preciso sem nenhum esforço ou horas de pós produção. Por isso a relação é boa até hoje.

Abs,

José Azevedo
grande verdade Ze!!!!!!!!
SAUDADESSSSSSSSSSS DA FOTOGRAFIA!!!!
abs.


educastro

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 181
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #6 Online: 21 de Novembro de 2010, 06:00:33
Filme?! Pra que serve?
Seja bem vindo Tio!



 :hysterical:
« Última modificação: 21 de Novembro de 2010, 06:03:38 por educastro »
Sê por inteiro em tudo que faça.


educastro

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 181
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #7 Online: 21 de Novembro de 2010, 06:01:43
Estou andando ao inverso, depois de conhecer a fotografia em digital, estou me divertindo e aperfeiçoando com as poeticas e nostalgicas analogicas...
Abraços
« Última modificação: 21 de Novembro de 2010, 06:05:28 por educastro »
Sê por inteiro em tudo que faça.


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #8 Online: 21 de Novembro de 2010, 09:43:36
Filme?! Pra que serve?
Seja bem vindo Tio!



 :hysterical:
Querido sobrinho.
Filme era uma coisa que se colocava dentro das maquinas. :hysterical:
mesmo nestes tempos sofisticados e super avançados???!!!???,
pegar uma maquina manual com o tal do "filme " dentro, serve para aprender FOTOGRAFIA, :hysterical:
se puder faz a prova,
e um bom teste de avaliaçao de conhecimento, e bem divertido.
E a melhor forma de avaliar o que sabemos da coisa.
e uma experiencia legal,começa com filme comum (C-41),
e depois se gostar ,experimenta algum cromo-slide(E6)
nao tenha medo nao,
as "velhas, antigas,analogicas",
nao sao nem poeticas nem nostalgicas, sao somente maquinas... :hysterical:
pensa que do ano 1800 ate o 2000,fotografia se fazia daquele jeito!!!.
abs.
« Última modificação: 21 de Novembro de 2010, 09:50:25 por agalons »


Malheiros

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 876
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 21 de Novembro de 2010, 10:22:48
Hoje em dia prefiro o digital. Mil vezes mais mão na roda que o filme.

O filme tem mais qualidade visual? Sim, ainda tem. Mas a praticidade do digital é uma virtude que, a meu ver, compensa isso. Além do mais, um dia o digital vai se equiparar a filme, e talvez superá-lo. Questão de pesquisa da tecnologia, fabricação, massificação da venda e barateamento.
Sony SLT-α77  /  DT 16-50mm 2.8 SSM  /  DT 50mm 1.8 SAM  /  DT 55-200mm 4-5.6  /  HLV-F42AM

"Light illuminates, shadows define." - Ed Pierce

Sort of a portfolio: http://www.flickr.com/photos/63893359@N03/sets/


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #10 Online: 21 de Novembro de 2010, 12:07:55
Hoje em dia prefiro o digital. Mil vezes mais mão na roda que o filme.

O filme tem mais qualidade visual? Sim, ainda tem. Mas a praticidade do digital é uma virtude que, a meu ver, compensa isso. Além do mais, um dia o digital vai se equiparar a filme, e talvez superá-lo. Questão de pesquisa da tecnologia, fabricação, massificação da venda e barateamento.
Hoje em dia preferimos digital, porque e o unico que ha,
eu trabalho com digital exclusivamente desde 2001.
dependendo do uso, e bem mas pratico, sem duvida, e com certeza um dia vai ate superar o filme.
abs.


RicardoSEP

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 244
  • Sexo: Masculino
  • ...by myself but not alone...
    • Meu Post
Resposta #11 Online: 21 de Novembro de 2010, 14:10:25
As coisas evoluem. Não há nada que possamos fazer para impedir isso. Nos resta estudar e nos atualizar, senão ficaremos parados no tempo. E a evolução é bom, não ruim pelo menos na minha opinião... Senão ainda estaríamos presos em algum lugar do passado.


irado

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 936
  • Sexo: Masculino
  • (re)aprendendo a fotografar.. olhando.
Resposta #12 Online: 21 de Novembro de 2010, 14:25:29
As coisas evoluem. Não há nada que possamos fazer para impedir isso.

não confunda ;)

não sou contra a EVOLUÇÃO. Aliás, não sou contra nada. Só não estou conseguindo entender os "jovens digitais" que tiram 380 fotos no auto-tudo para POSTERIORMENTE selecionar uma, quem sabe duas fotos para AINDA serem processadas. Para mim, não passa de tentar deixar o lixo mais dourado. Mas lixo, embora dourado, AINDA é lixo.

Alguém digitalizado, hoje em dia, em condições de "peitar" um Ansel Adams, um Henri-Cartier Bresson, Elisabeth Avedon? creio que a maioria sequer sabe quem foram ;)
saudações,
irado furioso com tudo
Linux User 179402/FreeBSD BSD50853/FUG-BR 154
Não uso drogas - 100% Miko$hit-free
"Antigamento o homossexualismo era coibido, depois passou a ser tolerado, agora já está sendo completamente aceito e eu vou me embora antes que se torne obrigatório." [Arnaldo Jabor]
"infelizmente no brasil quem decide não é quem le jornal, mas sim quem limpa a bunda com ele." [encontrado no Orkut]


pumba

  • Trade Count: (7)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.008
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 21 de Novembro de 2010, 15:04:19
A tecnologia muda, assim como a metodologia!
Essa coisa de nao poder 'recuperar imagens' quando era filme é balela!
o tanto de pós produção que se fez com filme não foi pouca.

A questão é. O mercado busca cada vez mais popularizar os processos de produção de midias.
Isso é no audio, na fotografia, no cinema.
Hoje em dia deve-se falar, nos respectivos meios, que qualquer um também sabe mexer em flash e fazer animacoes, editar videos no final cut produzir vídeos e assim por diante!
A popularização da produção das midias (pos produção) gera muita discussão, muito problema.
Cabe entendermos porque isso ocorre e tentarmos tirar o que nos interessa dessa leitura.
O tempo moderno se caracterizou por uma abertura de valorização do trabalho, tornando-nos todos livres (monetáriamente) para sermos o que quisessemos, mas não conseguiu atingir os meios de produção artística. Os fotografos eram 10,20, contava-se nos dedos das maos e dos pés, a difusão das informações corriam em circuitos extremamente fechados.
A arte, quando diluída (e por consequencia, desvalorizada) no mundo, fez com que gerassemos tudo isso que vocês falam.
Uns veem beleza em uma foto com fotoshop, outros não.
Uns acham que só conhece fotografia quem sabe usar cromo, outros não.

Agora, se hoje todos temos cameras e podemos tirar 10000 fotos ao invez de 36, com meios que permites recuperar as imagens sem um tempo excessivo gasto. acho que é meio obvio que a forma de tratar a captura delas também muda.
E tem outra coisa, antes tirava-se menos fotos por limitacoes tecnicas, de custo e de tempo.
Pra se recuperar uma imagem antes, demoraria 100x mais de tempo do que para parar e pensar direito na foto.
Hoje em dia podemos tirar o melhor (ou nos sentirmos frutrados por não conseguirmos nada de bom) na pós produção.
No entanto, o conhecimento é básico ainda para qualquer fotografo, não conseguimos (ou até conseguimos, mas entramos naquele ponto anterior de tempo, custo, etc) salvar imagens sem nenhuma qualidade no momento em que capturamos a foto.


Peço desculpas pela minha forma de escrever, que é sempre confusa e borbulhante (pois nunca consigo delimitar o tema corretamente)ocorrendo algumas discordancias (as vezes sintáticas outras semânticas) na redação.


vilson kojo

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.042
  • Sexo: Masculino
  • Aprendiz
    • http://vskojo.blogspot.com/
Resposta #14 Online: 21 de Novembro de 2010, 16:15:55
Constantemente, pelos foruns, vemos pontos de vistas diferentes, sobre determinados assuntos ... Admiro  aqueles que pela epoca, condicoes, paixoes e oportunidades  tiveram contato e dominaram tecnicas ate hoje discutidas e louvadas ... Tiro meu chapeu para aqueles que faziam a foto ... Tiravam de suas mentes e as colocavam ao mundo ... Digo faziam porque as executavam do principio ao fim (as revelavam tambem) ... Sou leigo, praticamente no assunto, mas hoje vemos que a pos producao melhora muito uma foto ... No "passado" muitos laboratorios faziam estes servicos e muitos fotografos mandavam para que fossem por la' revelados ... Hoje surgiu-me uma duvida ao ler este topico ... O fotografo que nao revelava era "genio" ou o laboratorio que manipulava a revelacao? ... O laboratorio era ruim ou revelava corretamente o que o fotografo entregava? Nao digo quanto a enquadramentos e composicoes ... Dominar tecnicas utilizadas e louvadas de filme  e' um privilegio para poucos, mas adaptar-se e usar seus conhecimentos no presente, na era digital, o FOTOGRAFO provaria que independente da ferramenta em suas maos, faz a diferenca ...
« Última modificação: 21 de Novembro de 2010, 16:30:35 por vilson kojo »
Nikon D800 | Fujifilm S3Pro | Nikon FM3A | Tamron AF 19-35mm 3.5-4.5 | Nikkor AF 50mm 1.4 D | Nikkor AF-S 50mm 1.4 G | Nikkor AF-S 85mm 1.8 G | Nikkor AF 28-200mm 3.5-5.6 D | Nikkor AF-S VR 70-200mm 2.8 G | Speedlight SB-80DX
http://vskojo.blogspot.com/