Autor Tópico: Sucesso comercial vs. Fotografia  (Lida 4432 vezes)

andermenezes

  • Trade Count: (2)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 192
  • Sexo: Masculino
Online: 29 de Novembro de 2010, 14:00:52
Olá, boa tarde a todos!

Bem, sou completamente novato na fotografia (ainda nem estou com minha câmera em mãos) mas já venho acompanhando o fórum há alguns meses. Assisti essa reportagem <http://tv.pegn.globo.com/Jornalismo/PEGN/0,,MUL1632105-17958,00.html> no último final de semana e fiquei me perguntando o quão bem vista pode ser a ideia.

Visto que já li vários tópicos por aqui que mostram o descontentamento de alguns com relação à praticidade e possível "falta de compromisso" que a fotografia digital pode trazer (ou trouxe), gostaria de compartilhar a reportagem e ver qual a opinião dos foristas. Sem dúvida, como nicho de mercado é uma baita oportunidade. No entanto, o que acham do compromisso com a fotografia em si e com a pós-produção? Sei que muitos aqui são extremamente cuidadosos com a pós e, no caso da reportagem, o que conta mesmo é o imediatismo...

Abraços e ótima semana!
« Última modificação: 29 de Novembro de 2010, 14:04:19 por andermenezes »
Anderson Luiz Menezes
Nikon D90 | Nikkor AF-S 18-70mm | Nikkor AF 75-300mm


irado

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 936
  • Sexo: Masculino
  • (re)aprendendo a fotografar.. olhando.
Resposta #1 Online: 29 de Novembro de 2010, 14:37:31
é um nicho e - aparentemente - está dando certo :)

mas é bem diferente de (por exemplo) fotos de casamentos ou até mesmo fotos de moda. Em um evento isso PODE funcionar, o que não quer dizer que funcione sempre. Um evento de pesca? cada pescador EVENTUALMENTE estará com sua própria camara, são tão presentes, hoje em dia. Possivelmente em um evento (por ex) de neurocirurgiões não haverá muita gente com câmaras. Importa é descobrir ONDE ir.
saudações,
irado furioso com tudo
Linux User 179402/FreeBSD BSD50853/FUG-BR 154
Não uso drogas - 100% Miko$hit-free
"Antigamento o homossexualismo era coibido, depois passou a ser tolerado, agora já está sendo completamente aceito e eu vou me embora antes que se torne obrigatório." [Arnaldo Jabor]
"infelizmente no brasil quem decide não é quem le jornal, mas sim quem limpa a bunda com ele." [encontrado no Orkut]


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.866
Resposta #2 Online: 29 de Novembro de 2010, 20:30:49
Sucesso comercial, nao e especifico de nenhuma area.
O mas importante e o relacionamento.
Conheço muito fotografo de primeirisima linea , fazendo frila.
conheço gente ligeira esperta com otimos relacionamentos,
com seu estudio,produtora,faturando pesado, e nao sabem ligar uma maquina.
para ter sucesso comercial tem que ser comerciante, nao importa o ramo.
abs.


andermenezes

  • Trade Count: (2)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 192
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 29 de Novembro de 2010, 21:26:59
Olá, agradeço por compartilharem suas opiniões.

Ao que me parece, tanto o irado quanto o agalons possuem visões semelhantes: trata-se de uma boa oportunidade de negócio sendo explorada. Correto? E agora com relação ao cliente, vocês acham que essa proposta de estantaneidade pode conquistar grandes fatias de mercado, ou consideram que os clientes ainda irão preferir a qualidade dos trabalhos provenientes do maior cuidado com a produção?
« Última modificação: 29 de Novembro de 2010, 21:27:57 por andermenezes »
Anderson Luiz Menezes
Nikon D90 | Nikkor AF-S 18-70mm | Nikkor AF 75-300mm


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.866
Resposta #4 Online: 30 de Novembro de 2010, 07:23:40
Olá, agradeço por compartilharem suas opiniões.

Ao que me parece, tanto o irado quanto o agalons possuem visões semelhantes: trata-se de uma boa oportunidade de negócio sendo explorada. Correto? E agora com relação ao cliente, vocês acham que essa proposta de estantaneidade pode conquistar grandes fatias de mercado, ou consideram que os clientes ainda irão preferir a qualidade dos trabalhos provenientes do maior cuidado com a produção?
Eu sou profissional da area faz 20 anos,
e acho que a qualidade e a verdadeira diferença,
para concorrer com os aventureiros, fora o relacionamento comercial.
abs.


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #5 Online: 30 de Novembro de 2010, 11:18:22
Uma coisa é mercado, outro beeeem diferente é mercado aliado à qualidade técnica e estética.

Mercado é fome + vontade de comer. Qualidade técnica e estética é fotógrafo.

Se a pessoa só quer pagar suas contas, esse ramo de atividade cai muito bem. Se ele quer ser diferenciado, ele deve pensar esse ramo com um diferencial.

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


Malheiros

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 876
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 30 de Novembro de 2010, 14:12:51
"ou consideram que os clientes ainda irão preferir a qualidade dos trabalhos provenientes do maior cuidado com a produção?"

Ander, existem clientes e clientes. Uns preferem uma coisa, outros outra. cada um sabe o que quer, e a demanda cria a oferta. "Qualidade" é um termo relativo, no sentido em que cada cliente possui um critério para traçar um nível de qualidade mínima que ele julga ser aceitável para ele. Nível esse que varia de pessoa pra pessoa.
« Última modificação: 30 de Novembro de 2010, 14:13:33 por Malheiros »
Sony SLT-α77  /  DT 16-50mm 2.8 SSM  /  DT 50mm 1.8 SAM  /  DT 55-200mm 4-5.6  /  HLV-F42AM

"Light illuminates, shadows define." - Ed Pierce

Sort of a portfolio: http://www.flickr.com/photos/63893359@N03/sets/


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.866
Resposta #7 Online: 30 de Novembro de 2010, 17:05:29
Uma coisa é mercado, outro beeeem diferente é mercado aliado à qualidade técnica e estética.

Mercado é fome + vontade de comer. Qualidade técnica e estética é fotógrafo.

Se a pessoa só quer pagar suas contas, esse ramo de atividade cai muito bem. Se ele quer ser diferenciado, ele deve pensar esse ramo com um diferencial.

Eu faço trabalhos de alta qualidade, com muita dedicaçao faz 20 anos,
e vivo bem da fotografia, todas as contas estao pagas.
meu mercado sao meus clientes.
Nao entendi muito tua colocaçao.
abs.


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #8 Online: 30 de Novembro de 2010, 17:18:07
Não foi direcionada, Ângelo. Embora não o conheça e nem ao seu trabalho, respeito-o pelas opiniões expressadas aqui no fórum e não colocaria você no mesmo saco em que citei na minha colocação.

O que quis dizer é que OK fazer trabalho com olho no mercado mas melhor ainda se ele aliar a esse segmento qualidade pra ser um diferencial.


Acabei de participar de um congresso e nele tinha um fotógrafo que imprimia na hora e na saída do turno já tinha um mural com várrrriiiias fotos pra serem adquiridas. Cada um é cada um... Se fosse eu jamais faria o que ele estva se propondo a fazer. Um trabalho porco mesmo, muito mal feito... WB errados, exposição mal feita, luz ou insuficiente ou dura demais, faltava nitidez em quase todas se vi. Duvido que você se propusesse a fazer como esse rapaz...

Me fiz entender? Conversar pela net é muito chato, às vezes. A gente não consegue se expressar direito e corre o risco de ser mal interpretado... Abç,
« Última modificação: 30 de Novembro de 2010, 17:19:46 por Mr. Hyde »

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.866
Resposta #9 Online: 30 de Novembro de 2010, 18:22:15
Não foi direcionada, Ângelo. Embora não o conheça e nem ao seu trabalho, respeito-o pelas opiniões expressadas aqui no fórum e não colocaria você no mesmo saco em que citei na minha colocação.

O que quis dizer é que OK fazer trabalho com olho no mercado mas melhor ainda se ele aliar a esse segmento qualidade pra ser um diferencial.


Acabei de participar de um congresso e nele tinha um fotógrafo que imprimia na hora e na saída do turno já tinha um mural com várrrriiiias fotos pra serem adquiridas. Cada um é cada um... Se fosse eu jamais faria o que ele estva se propondo a fazer. Um trabalho porco mesmo, muito mal feito... WB errados, exposição mal feita, luz ou insuficiente ou dura demais, faltava nitidez em quase todas se vi. Duvido que você se propusesse a fazer como esse rapaz...

Me fiz entender? Conversar pela net é muito chato, às vezes. A gente não consegue se expressar direito e corre o risco de ser mal interpretado... Abç,
cara,
ja vale muito o esforço que fazemos para trocar ideias pela net,
porque somos todos loucos fanaticos.
Agora ficou claro,
do que vc viu no congresso , esta cheio,
e que agora com digital qualquer sem noçao se chama fotografo,
um kit de qualquer marca + uma impressora chinesa de 5000 reais , pronto!!!.
e fatura, por incrivel que pareça.
Por isto aos que somos verdadeiros profissionais do ramo ,
so nos resta , a QUALIDADE, em tudo
tecnica , atendimento, para ser diferentes dos oportunistas de plantao,
eu faço isto desde sempre, mas agora mais!!!.
abs.


maxpedigao

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 162
  • Sexo: Masculino
  • Max Perdigão - BH, MG
    • Max Perdigão: arquitetura - fotografia/viagens - meio ambiente
Resposta #10 Online: 30 de Novembro de 2010, 18:27:03
Não dá para negar que a idéia é boa. É uma questão empresarial e de mercado. Nesse caso acho que o objetivo de quem contrata o serviço da empresa de fotografia é oferecer algo diferente e divertivo para o convidado, que muitas vezes é seu cliente. Viram o pessoal com a foto em um envelope/moldura personalizado? Pra esse tipo de serviço esse é o diferencial que importa, ninguém tá preocupado se a foto é ótima. É uma coisa simbólica e todo mundo sai feliz, inclusive a empresa de fotografia.

Como toda moda, daqui a pouco pode cair em desuso ou ser substituido por outra novidade. O empresário tem que se reiventar e oferecer novidades para se manter. Tenho uma amiga que é designer gráfico e oferece serviço de produzir albuns de festa com as fotos dos convidados. Todo mundo hj carrega um celular ou compacta e faz suas "fotinhas" em festas e eventos. Há quem compre seus albuns para dar de presente aos convidados e/ou clientes. Ou os próprios convidados podem solicitar o album do evento.

Novamente a Globo bem despreparadada jornalisticamente. Achei muito fraco dizerem "tirar fotos" e não fazer fotos...

Por isso digo empresa de fotografia
e que agora com digital qualquer sem noçao se chama fotografo,
um kit de qualquer marca + uma impressora chinesa de 5000 reais , pronto!!!.
e fatura, por incrivel que pareça.
« Última modificação: 30 de Novembro de 2010, 18:30:26 por maxpedigao »


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.866
Resposta #11 Online: 30 de Novembro de 2010, 19:26:27
Não dá para negar que a idéia é boa. É uma questão empresarial e de mercado. Nesse caso acho que o objetivo de quem contrata o serviço da empresa de fotografia é oferecer algo diferente e divertivo para o convidado, que muitas vezes é seu cliente. Viram o pessoal com a foto em um envelope/moldura personalizado? Pra esse tipo de serviço esse é o diferencial que importa, ninguém tá preocupado se a foto é ótima. É uma coisa simbólica e todo mundo sai feliz, inclusive a empresa de fotografia.

Como toda moda, daqui a pouco pode cair em desuso ou ser substituido por outra novidade. O empresário tem que se reiventar e oferecer novidades para se manter. Tenho uma amiga que é designer gráfico e oferece serviço de produzir albuns de festa com as fotos dos convidados. Todo mundo hj carrega um celular ou compacta e faz suas "fotinhas" em festas e eventos. Há quem compre seus albuns para dar de presente aos convidados e/ou clientes. Ou os próprios convidados podem solicitar o album do evento.

Novamente a Globo bem despreparadada jornalisticamente. Achei muito fraco dizerem "tirar fotos" e não fazer fotos...

Por isso digo empresa de fotografia
A foto lembrança existe ha varias decadas,
so que antes era necesario ser fotografo
e ter o laboratorio com as maquinas quentes esperando,
a chegada dos filmes , para fazer as 10x15 ou 15x21,
na volta ao evento os portaretratos estavam prontos para colocar as fotos ,
e depois se entregavam aos convidados.
abs.
  
« Última modificação: 30 de Novembro de 2010, 19:32:05 por agalons »


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #12 Online: 30 de Novembro de 2010, 19:34:24

...so nos resta , a QUALIDADE, em tudo
tecnica , atendimento, para ser diferentes dos oportunistas de plantao...



Exato. E foi nesse sentido as minhas colocações, aqui:


...beeeem diferente é mercado aliado à qualidade técnica e estética.

(...)

Qualidade técnica e estética é fotógrafo.

(...)

Se ele quer ser diferenciado, ele deve pensar esse ramo com um diferencial.

Abç,

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #13 Online: 30 de Novembro de 2010, 19:41:51
Max, eu discordo frontalmente do que você diz aqui:


...Viram o pessoal com a foto em um envelope/moldura personalizado? Pra esse tipo de serviço esse é o diferencial que importa, ninguém tá preocupado se a foto é ótima. É uma coisa simbólica e todo mundo sai feliz, inclusive a empresa de fotografia.


Se eu fosse profissional (e eu não sou) não me contentaria em unicamente oferecer o "diferencial" que virou regra de mercado. Esse cenário que você reproduz acontece em todos os lugares. E como bem disse o Ângelo, já há várias décadas...

Acontece que para você se diferenciar num mercado em que todos estão apresentando "diferenciais" parecidos SÓ, ÚNICA e EXCLUSIVAMENTE com qualidade. Porque é ela que separa os homens dos meninos. Abç,

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.866
Resposta #14 Online: 30 de Novembro de 2010, 20:42:02
Max, eu discordo frontalmente do que você diz aqui:

Se eu fosse profissional (e eu não sou) não me contentaria em unicamente oferecer o "diferencial" que virou regra de mercado. Esse cenário que você reproduz acontece em todos os lugares. E como bem disse o Ângelo, já há várias décadas...

Acontece que para você se diferenciar num mercado em que todos estão apresentando "diferenciais" parecidos SÓ, ÚNICA e EXCLUSIVAMENTE com qualidade. Porque é ela que separa os homens dos meninos. Abç,
eu me deparo com isto todos os dias.
O que pode fazer um profissional de nome,
para concorrer com os aventureiros de plantao.
Toca Qualidade neles como se fosse inseticida!!!, :hysterical:
capricha na qualidade, no zelo, no aprimoramento do verdadeiro atendimento personalizado,
mas..................para isto fazer efeito tem que ser PRO.
Ali fica marcada a real diferença, entao neste ponto o pilantra aventureiro ,
fica em outro plano, ja nao faz mal, porque nao atinge certo padrao,
o verdadeiro padrao TOP PRO!!!.
abs.