Autor Tópico: Back de filme  (Lida 786 vezes)

Braga.SP

  • Trade Count: (14)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.858
  • Sexo: Masculino
Online: 29 de Dezembro de 2010, 10:16:23
Em algum momento foi falado aqui sobre isto:

Citar
   
agalons confesso que não sabia que estes motordrives já tinham este desempenho todo na década de 70.
Mas mesmo com estes motordrives ele ainda tinha que trocar o filme.
Se ele tivesse com o MD-100 teria que trocar o filme depois de menos de 3 segundo..

Tem um desses à venda no eBay:

http://cgi.ebay.com/Olympus-OM-250-Film-Back-Very-Rare-Great-Condition-/400178512469?pt=LH_DefaultDomain_0&hash=item5d2c7f8255

Outros fabricantes também fizeram isso. E o filme, é óbvio, comprado em latas com rolos de 30,5m. Na Consigo tem, por exemplo, esse aqui: Filme Ilford Delta-400 - Filme Profissional para Cópias em Preto e Branco 135 (ISO-400) - Rolo de Filme contendo 30,5m.
-22.352971,-48.775582


rogeriom

  • Trade Count: (10)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 415
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 29 de Dezembro de 2010, 10:36:29
Interessante Braga.
Mas como que carrega o filme neste back?
E será que algum lab revela deste jeito?
Não sei se tem uso prático hoje em dia..
[ SONY NEX-F3 SEL1855OSS SEL1650OSS SEL55210OSS NIKKOR 50/F1.8D ]


Braga.SP

  • Trade Count: (14)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.858
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 29 de Dezembro de 2010, 13:13:46
Citar
teria que trocar o filme depois de menos de 3 segundo..

Esse é o motivo de ter aberto esse post: só pra dizer que não era necessário trocar o filme tão rápido. Pra quem precisava de "maior autonomia na viagem, o tanque de combustível era maior". Só isso. Então, com um único back de filme era possível fazer centenas de fotos.

Quanto à citada "obsolescência", bem, no auge da comercialização desse produto ele já não era tão popular assim, dada à necessidade do mercado daquela época.


Eu não disse que hoje em dia isso é prático, pois não é, aliás, tenho dúvidas se era prático em sua época. Atualmente, o digital desempenha essa função com maestria e proporciona uma tremenda rapidez na entrega do resultado. Como já foi falado aqui no forum, os profissionais optavam por ter mais de uma câmera. Duas, três, às vezes mais.

Se hoje com o digital o fotógrafo vai ao casamento e mete todo o serviço num único cartão de memória, imagine a p*rra do cartão pifar sem mais nem menos. Quinhentas, oitocnetas fotos num único cartão... ai, ai, ai. Inimaginável as consequência disso. E com filme não era diferente, era preferível ter o serviço fracionado em vários rolos de filmes do que ter todo o serviço num único rolo de trinta metros. Vai que dá pau na revelação ou em qualquer outra etapa do processo.

A propósito, tenho um amigo que é fotógrafo e ele tem por hábito durante qualquer serviço chamar seu assistente e pedir pra descarregar o cartão. Isto mesmo, ele pára (com acento mesmo, foda-se a nova ortografia) pra tirar o cartão e substituir por outro. Então, pede pra descarregar no notebook o serviço feito até alí.

Você já pensou nisso?!
-22.352971,-48.775582


Natão

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.273
  • Sexo: Masculino
  • "dichterisch, wohnet der Mensch auf dieser Erde"
Resposta #3 Online: 29 de Dezembro de 2010, 13:32:41
Você já pensou nisso?!

Braga acho que deveria ser assim a pergunta

Cara, pqp, como que você não pensou nisso???? tá maluco, é??? quer morrer, é???, quer "acordar" com a boca cheia de formiga???

Só um louco, um irresponsável, um corajoso, ou um otimista utilizam cartões de 16gb, até o "talo" pra depois descarregar (estou falando de profissionais)...


« Última modificação: 29 de Dezembro de 2010, 13:34:13 por Natão »


jackvidal

  • Trade Count: (5)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 175
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 29 de Dezembro de 2010, 17:10:55
Em um curso que fiz, o fotógrafo que faz fotos de estúdio, modelos e outras mais contou um caso onde ele estava com uma modelo famosa fotografando na locação de uma praia, o cachê da modelo era de R$ 16.000,00 por 8 horas de trabalho.
Em determinado momento nessa do assistente descarregar o cartão acabou por não descarregar e formatou o cartão e continuou fotografando.
Depois de algum tempo se tocou do que tinha acontecido e deu aquele medo (imagine ter que pagar outra diária para a modelo).
Por sorte enviou o cartão para um lugar que recupera os dados e conseguiu reaver a maior parte das fotos que estavam lá.
Depois disso a postura desse fotógrafo é usar cartões de no máximo 2GB, uma forma de reduzir as perdas se houver problema com algum cartão.
É aquilo, quanto mais ovos na cesta maior é o prejuízo. Imagine perder todas as fotos num cartão de 16GB!!


Jack
"É preciso ter vontade E ir!"
http://www.flickr.com/photos/jackvidal


Natão

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.273
  • Sexo: Masculino
  • "dichterisch, wohnet der Mensch auf dieser Erde"
Resposta #5 Online: 29 de Dezembro de 2010, 21:34:33
É aquilo, quanto mais ovos na cesta maior é o prejuízo. Imagine perder todas as fotos num cartão de 16GB!!

Exatamente... com um cartão de 2gb, a perda é menor... ainda conseguindo reaver boa parte, ou pelo menos alguma dela... agora são 8 vezes mais fotos, 8 vezes mais chances de se ferrar...


rogeriom

  • Trade Count: (10)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 415
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 29 de Dezembro de 2010, 21:38:07
(imagine ter que pagar outra diária para a modelo).

Pagar outra diária para uma modelo deve ser fácil.
Difícil deve ser marcar uma outra cerimônia de casamento para uma noiva  :ponder:

Mas hoje em dia as máquinas já usam dois slots de cartão, vc pode salvar raw em um jpg em outro.
[ SONY NEX-F3 SEL1855OSS SEL1650OSS SEL55210OSS NIKKOR 50/F1.8D ]