Autor Tópico: Peculiaridade dos sensores  (Lida 1796 vezes)

DjF.Br

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 20
  • Sexo: Masculino
  • Focando o Conhecimento
    • Flickr Djoni Filho
Online: 31 de Agosto de 2011, 17:32:07
Fala galera, blz?  :snack:

É o seguinte... estou com uma dúvida em relação a sensores. Qual seria o melhor na compra da câmera: CCD ou CMOS.

Essa já é uma dúvida bem batida aqui no fórum pelo que pesquisei, mas foram me gerando mais dúvidas.

Em algumas comparações conclui que a CMOS tem:
- maior propensão a ruídos com aquecimento
- nitidez final, principalmente em ambiente pouca luz, gera ruído
- mais baratos e menor custo de energia
- tem uma melhor nitidez em ambiente de muita luz


Dúvidas:
 
Em um dos tópicos que li foi informado que o importante mesmo são as curvas de rendimento. Mas não consegui nenhuma informação sobre essas curvas.  Voces poderiam me informar melhor sobre?

a questão de em ambiente de pouca luz ela gerar ruido (cmos), é por conta do ISO ser mais exigido e assim aquecendo?

Também não achei muito sobre o funcionamento da super CCD, também citada em um dos tópicos mas com link quebrado.

O fato é que aparentemente a CCD é melhor que a CMOS, mas as câmeras top de linha da nikon e da canon usam CCD. Fiquei um tanto confuso. Poderíam me ajudar?

Outro ponto importante: quando falamos que uma camera temos 16MP - por exemplo - nos referimos aos sensores, certo? O que nos leva a questão de uma resolução maior (um tamanho maior da foto). A questão da qualidade é a sensibilidade?


Como perceberam, fiquei meio confuso com o assunto. Me desconfundam pf  :aua:

Djoni Filho
FujiFilm FinePix S3300
Veja minhas fotos no flick


Malheiros

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 876
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 31 de Agosto de 2011, 17:54:06
Hoje em dia não há mais diferença de qualidade entre chips CCD e CMOS (antigamente sim). A grande diferença entre eles é que o CCD gera um sinal eletrônico analógico da luz (como um sintetizador analógico tipo Moog, p. ex.), e o CMOS gera pulsos digitais (bits e bytes).

Um paper comparativo entre CCD e CMOS da Dalsa: http://www.teledynedalsa.com/sensors/products/ccd_vs_cmos.aspx
Sony SLT-α77  /  DT 16-50mm 2.8 SSM  /  DT 50mm 1.8 SAM  /  DT 55-200mm 4-5.6  /  HLV-F42AM

"Light illuminates, shadows define." - Ed Pierce

Sort of a portfolio: http://www.flickr.com/photos/63893359@N03/sets/


DjF.Br

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 20
  • Sexo: Masculino
  • Focando o Conhecimento
    • Flickr Djoni Filho
Resposta #2 Online: 31 de Agosto de 2011, 18:35:18
Obrigado Malheiros. Então por qual motivos algumas câmeras usam CCD e as outras CMOS? Pura conveniência?
E sobre as curvas de rendimento? O que são e como verificá-las?
E o super ccd? No que se diferencia? Só na resolução?
E quanto ao tamanho? Quanto maior o sensor, maior o tamanho que a câmera pode emitir da foto?
E quanto a qualidade? Está atrelado a sensibilidade da mesma?  :ponder:
Djoni Filho
FujiFilm FinePix S3300
Veja minhas fotos no flick


Arsen

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 56
Resposta #3 Online: 31 de Agosto de 2011, 19:18:05
Hoje em dia não há mais diferença de qualidade entre chips CCD e CMOS (antigamente sim). A grande diferença entre eles é que o CCD gera um sinal eletrônico analógico da luz (como um sintetizador analógico tipo Moog, p. ex.), e o CMOS gera pulsos digitais (bits e bytes).

Um paper comparativo entre CCD e CMOS da Dalsa: http://www.teledynedalsa.com/sensors/products/ccd_vs_cmos.aspx

Quanto é "antigamente"? :ponder:


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.250
Resposta #4 Online: 31 de Agosto de 2011, 20:05:05
Bem, acho que a pouco tempo escrevi isso em outro tópico... Mas vamos lá, existem CMOS e CMOS. No início, os CMOS eram usadas em cameras baratas, tipo webcans, cameras de vigilância, etc.

Conta a lenda (e aí não sei se é realmente verdade, é o que se pinça na internet e até que faz sentido) que a Canon comprou o direito de utilizar os sensores CMOS e passou a pesquisar muito sobre este tipo de sensor. A partir daí vieram os sensores CMOS de alta qualidade que começaram a ser utilizados nas DSLR's da marca, enquanto que nas compactas ela utilizava sensores CCD Sony como praticamente todo mundo.

Nesta época já era visível que os novos CMOS apresentavam características diferentes dos CCD, como por exemplo o baixo ruído em ISO's mais altos. Comparando uma 40D com CMOS com uma D200 com CCD, ou uma XSi com uma D60, isso era bem evidente.

Este "direito de utilização" caiu a alguns anos atrás e a Sony, que também já vinha pesquisando sensores CMOS começou a disponibilizá-los no mercado. Daí o lançamento das Nikons D90 e D300 (e posteriormente D300s) que utilizaram os primeiros lotes de sensores CMOS disponibilizados pela Sony e que significaram um grande salto em relação às D60, D80, D200 e outras do mesmo período.

Bem, se é realmente verídico realmente não sei dizer, mas o timeline é mais ou menos este. A Canon já usa sensores CMOS próprios a bastante tempo, mais precisamente desde a D30 de 2000 (não confundir com a 30D) enquanto que Nikon, Pentax e Sony, todas marcas que usam sensores Sony, começaram a usar CMOS assim que a Sony disponibilizou seus primeiros sensores com esta tecnologia, mais ou menos na época da D90.

Hoje, acredito que nenhuma DSLR moderna use mais sensores CCD, a última que eu me lembre foi a D3000 que nasceu como uma substituta da D40 mas que não foi muito bem aceita, sendo logo substituída pela D3100, essa já com sensor CMOS também.


« Última modificação: 31 de Agosto de 2011, 20:35:53 por AlexandreS »

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


Malheiros

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 876
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 31 de Agosto de 2011, 21:17:51
Quanto é "antigamente"? :ponder:

5, 6 anos atrás.
Sony SLT-α77  /  DT 16-50mm 2.8 SSM  /  DT 50mm 1.8 SAM  /  DT 55-200mm 4-5.6  /  HLV-F42AM

"Light illuminates, shadows define." - Ed Pierce

Sort of a portfolio: http://www.flickr.com/photos/63893359@N03/sets/


Malheiros

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 876
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 31 de Agosto de 2011, 21:22:04
Obrigado Malheiros. Então por qual motivos algumas câmeras usam CCD e as outras CMOS? Pura conveniência?
E sobre as curvas de rendimento? O que são e como verificá-las?
E o super ccd? No que se diferencia? Só na resolução?
E quanto ao tamanho? Quanto maior o sensor, maior o tamanho que a câmera pode emitir da foto?
E quanto a qualidade? Está atrelado a sensibilidade da mesma?  :ponder:

Conveniência, sim. O CCD consome bem mais energia, e gera mais calor.

As demais perguntas não sei responder, vou deixar com a galera hi-tech mais nova do fórum. Mas o Super CCD eu sei que é um design exclusivo da Fuji, com fotodiodos hexagonais e pixels extras nos interstícios, para captar mais informação de luminancia.

« Última modificação: 31 de Agosto de 2011, 21:22:53 por Malheiros »
Sony SLT-α77  /  DT 16-50mm 2.8 SSM  /  DT 50mm 1.8 SAM  /  DT 55-200mm 4-5.6  /  HLV-F42AM

"Light illuminates, shadows define." - Ed Pierce

Sort of a portfolio: http://www.flickr.com/photos/63893359@N03/sets/


Malheiros

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 876
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 31 de Agosto de 2011, 21:34:10
"Hoje, acredito que nenhuma DSLR moderna use mais sensores CCD, a última que eu me lembre foi a D3000 que nasceu como uma substituta da D40 mas que não foi muito bem aceita, sendo logo substituída pela D3100, essa já com sensor CMOS também."

As câmeras de médio formato digital usam. As Hasselblad e a S2 da Leica usam CCDs da Kodak. SE não me engano, a Pentax 645D também.
Sony SLT-α77  /  DT 16-50mm 2.8 SSM  /  DT 50mm 1.8 SAM  /  DT 55-200mm 4-5.6  /  HLV-F42AM

"Light illuminates, shadows define." - Ed Pierce

Sort of a portfolio: http://www.flickr.com/photos/63893359@N03/sets/


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.250
Resposta #8 Online: 31 de Agosto de 2011, 23:43:45
"Hoje, acredito que nenhuma DSLR moderna use mais sensores CCD, a última que eu me lembre foi a D3000 que nasceu como uma substituta da D40 mas que não foi muito bem aceita, sendo logo substituída pela D3100, essa já com sensor CMOS também."

As câmeras de médio formato digital usam. As Hasselblad e a S2 da Leica usam CCDs da Kodak. SE não me engano, a Pentax 645D também.

Verdade, bem lembrado. Ate porque as médio formato em geral trabalham com ISO's  mais baixos, a Pentax vai de ISO 200 a 100 (100 a 1600 extendido). Quando falei pensei nas DSLR format 35mm e APS-C

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


DjF.Br

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 20
  • Sexo: Masculino
  • Focando o Conhecimento
    • Flickr Djoni Filho
Resposta #9 Online: 01 de Setembro de 2011, 19:15:31
Agradeço a todos que me responderam, foram bem esclarecedores. Vai ser bem útil quando eu analisar outras cameras ou então  for comprar outra.  :ok: Obg
Djoni Filho
FujiFilm FinePix S3300
Veja minhas fotos no flick


Natão

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.273
  • Sexo: Masculino
  • "dichterisch, wohnet der Mensch auf dieser Erde"
Resposta #10 Online: 01 de Setembro de 2011, 21:08:38
Outro fato é que normalmente os CCD tem uma resposta superior aos CMOS em iso padrão, digamos iso 100. As cores são mais fiéis, conseguem reproduzir melhor até mesmo por ser um sinal analógico e não bits de dados.

No entanto, também como foi mencionado em iso alto geram muito mais ruído... Percebe-se o uso nas câmeras de médio formato, onde normalmente necessita de maior fidelidade de cor e a sensibilidade do sensor não passa de 800, até pelo uso da câmera, onde não há essa necessidade.