Autor Tópico: Lollapalooza - Regras de Filmagens e Fotos  (Lida 3919 vezes)

Leandro Rodrigues

  • Trade Count: (34)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.185
  • Sexo: Masculino
Online: 01 de Dezembro de 2011, 14:24:35
Srs., abaixo estão as regras para filmagens e fotos do Festival Lollapalooza que que irá acontecer em São Paulo, no Jockey Club, nos dias 7 e 8 de abril. O que vocês acham?

13. FILMAGENS E FOTOS
13.1 POSSO LEVAR FILMADORAS OU GRAVADORES PARA OS SHOWS?
Estão terminantemente proibidas as gravações e transmissões em áudio ou vídeo de totalidade ou de parte do festival por qualquer meio.

13.2 POSSO FOTOGRAFAR O EVENTO?
O acesso ao evento é permitido com máquinas fotográficas não profissionais, sendo vetada a entrada com equipamentos semiprofissionais e profissionais.

13.3 O QUE É CONSIDERADA UMA CÂMERA SEMIPROFISSIONAL E PROFISSIONAL?
Câmeras semiprofissionais e profissionais são equipamentos em que as lentes podem ser trocadas.

13.4 AS FILMAGENS E ÁUDIO FEITOS PELA ORGANIZAÇÃO DO EVENTO PODERÃO SER DIVULGADOS?
Sim. O titular de ingresso declara expressamente aceitar que sua imagem e áudio possam ser captados e gravados durante a realização do evento, pelo que cede, desde já, de modo gratuito e definitivo, aos promotores do evento, todos os direitos de imagem e áudio que possui para todos os fins.

Retirado de http://www.lollapaloozabr.com/info em 01/12/2011.
« Última modificação: 01 de Dezembro de 2011, 14:34:03 por Leandro Rodrigues »


leonobox

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.513
  • Sexo: Masculino
    • Ensaios.tumblr.com
Resposta #1 Online: 01 de Dezembro de 2011, 15:12:56
Acho justo :ok:

Alias acho super desagradável ir em um show e ficar aguentando aquele monte de gente o tempo todo com câmera ou celular p/ o alto...   :doh:
« Última modificação: 01 de Dezembro de 2011, 15:14:43 por leonobox »
WORKSHOP DE ILUMINAÇÃO EM ESTÚDIO - 18 e 21 de AGOSTO em SÃO PAULO
https://forum.mundofotografico.com.br/index.php/topic,132200.0.html

www.leonardopacheco.com.br/workshop


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #2 Online: 01 de Dezembro de 2011, 18:46:25
Não tem nada demais as cláusulas acima transcritas. Os caras tem o direito à imagem e som do evento que eles organizam. O ingresso, nesse caso, só dá direito a assistir a exibição do evento, não registrá-lo.
Pode-se achar um absurdo e tals... mas não há nada de ilegal aí.

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


Danielvb

  • Trade Count: (16)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 356
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #3 Online: 01 de Dezembro de 2011, 22:09:25
Concordo que eles podem restringir o uso da imagem deles. O que eles não podem é forçar a cessão do uso da imagem alheia na 13.4. A cláusula é nula por ser restritiva de direito em uma relação de consumo. Se alguém for filmado ou fotografado pelo festival e tiver a imagem divulgada, pode receber uma grana fácil.
Daniel Vilanova Batalha
www.flickr.com/danielvb


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #4 Online: 01 de Dezembro de 2011, 23:06:02
Fácil na Suécia!!! Aqui????????  :ponder:

Eu quero é prova e 1 real de Big-Big!  :assobi:

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


leonobox

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.513
  • Sexo: Masculino
    • Ensaios.tumblr.com
Resposta #5 Online: 02 de Dezembro de 2011, 11:34:46
Concordo que eles podem restringir o uso da imagem deles. O que eles não podem é forçar a cessão do uso da imagem alheia na 13.4. A cláusula é nula por ser restritiva de direito em uma relação de consumo. Se alguém for filmado ou fotografado pelo festival e tiver a imagem divulgada, pode receber uma grana fácil.

Todos os shows e festivais são assim e sempre foram, em qualquer lugar do mundo, quem não quiser aparecer é só não ir, agora comprando o ingresso é como assinar um termo de cessão de direito de uso da imagem, pode processar que só vai perder dinheiro aqui ou na china...rs Imagina ter que pagar direitos de imagens pra milhares de pessoas nos shows, eles iam ter que tocar o resto da vida pra pagar isso...rs E os filhos dos filhos dos filhos deles...rs
WORKSHOP DE ILUMINAÇÃO EM ESTÚDIO - 18 e 21 de AGOSTO em SÃO PAULO
https://forum.mundofotografico.com.br/index.php/topic,132200.0.html

www.leonardopacheco.com.br/workshop


Leandro Rodrigues

  • Trade Count: (34)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.185
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 02 de Dezembro de 2011, 12:10:51
Acho justo :ok:

Alias acho super desagradável ir em um show e ficar aguentando aquele monte de gente o tempo todo com câmera ou celular p/ o alto...   :doh:

Po, Leo! Não acredito que escreveu isso rsrs... Justamente vc que nos presenteia com ótimas fotos feitas com celular!! :)

Não tem nada demais as cláusulas acima transcritas. Os caras tem o direito à imagem e som do evento que eles organizam. O ingresso, nesse caso, só dá direito a assistir a exibição do evento, não registrá-lo.
Pode-se achar um absurdo e tals... mas não há nada de ilegal aí.

Hyde, você sabe bem que o registro não infringe o direito de imagem do evento!


Leandro Rodrigues

  • Trade Count: (34)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.185
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 02 de Dezembro de 2011, 12:30:31
Na minha opinião, essas regras misturam conceitos de leis que já são mal difundidas e a tendência é elas serem cada vez mais arbitrárias e confusas.

Eu não aceito a classificação de uma câmera pelo tipo dela. Acho que todo mundo, profissional ou não, pode ter o direito de ter um câmera que "troca a lente". Principalmente com o estimulo que a sociedade recebe pra estar sempre comprando o equipamento mais moderno. E eu sempre irei apoiar a compra de uma Reflex ante uma ZS e point-and-shot, pra estimular a arte e o desenvolvimento da fotografia.

Eu não sou do tipo que fotografa os eventos que vou como consumidor. Eu prefiro curtir o momento e registrar aquilo na minha memória. Mas um dia ou outro posso querer registar o meu momento num evento desses, com meus amigos ou família, sem estar no papel de profissional. Isso não viola o direito de imagem.

Esses organizadores querem prevenir problemas no futuro cortando ele pela raiz de forma arbitrária, numa sociedade que aceita qualquer tipo de imposição.

Da mesma forma que os espectadores aceitam esse tipo de imposição, a tendência é eles também exigirem seus direitos de imagem mesmo sem haver danos em outras situações, por isso tantos fotógrafos aqui tem dificuldade em fotografar por ai e muitos passam apuros quando fotografam pessoas alheias em parques, praças,... pois elas se sentem violadas sem nem mesmo qualquer foto ter sido divulgada ou causado dano. É um mal que a cada dia toma conta do cenário fotográfico e a tendência é só a alienação e dificuldade de desenvolvimento fotográfico.


leonobox

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.513
  • Sexo: Masculino
    • Ensaios.tumblr.com
Resposta #8 Online: 02 de Dezembro de 2011, 13:02:47
Ha ha ha ha, pois é, mas tudo na sua hora Leandro...rs Vou a um show pra curtir, prestigiar o artista, e não pra ter que ficar vendo celulares e cameras de espectadores a minha frente, complicado, acho uma falta de respeito :)

E quanto a eles usarem a imagem do publico presente algo meio que indiscutível, concordo plenamente com isso... quem não concorda é só não ir no show e esperar sair o DVD, agora se não fosse assim não iria existir registro de grandes espetáculos q vemos gravados por ai.

Já o lance de classificar a câmera tb achei que pelo menos nesse caso especificaram bem, tem muitos lugares que você fica sem saber oq pode e oq não pode, pelo menos ai a pessoa sabe que nem adianta levar a cam  :)
WORKSHOP DE ILUMINAÇÃO EM ESTÚDIO - 18 e 21 de AGOSTO em SÃO PAULO
https://forum.mundofotografico.com.br/index.php/topic,132200.0.html

www.leonardopacheco.com.br/workshop


Danielvb

  • Trade Count: (16)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 356
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #9 Online: 02 de Dezembro de 2011, 13:03:54
Desculpe, mas v está falando bobagem. Direito de imagem é direito fundamental protegido constitucionalmente e, inclusive, é cláusula pétrea. O uso de imagens de multidão não caracteriza uso específico, mas tirar sua foto no show e estampar sua cara em um outdoor dá direito a reparação sim. Qualquer dúvida, posso lhe passar jurisprudências e textos doutrinários a respeito.

Todos os shows e festivais são assim e sempre foram, em qualquer lugar do mundo, quem não quiser aparecer é só não ir, agora comprando o ingresso é como assinar um termo de cessão de direito de uso da imagem, pode processar que só vai perder dinheiro aqui ou na china...rs Imagina ter que pagar direitos de imagens pra milhares de pessoas nos shows, eles iam ter que tocar o resto da vida pra pagar isso...rs E os filhos dos filhos dos filhos deles...rs
Daniel Vilanova Batalha
www.flickr.com/danielvb


Danielvb

  • Trade Count: (16)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 356
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #10 Online: 02 de Dezembro de 2011, 13:06:34
Leandro,

A questão aqui é que o evento é privado. Por ser privado, as regras de liberdade são mitigadas e podem ser restritas pelo organizador do evento. Existe uma teoria que prega a eficácia horizontal dos direitos fundamentais, mas ainda é terreno nebuloso na jurisprudência. Em tese, o organizador do evento pode especificar, inclusive, a roupa que ele quer que v use, quanto mais as regras de captação da imagem.

Na minha opinião, essas regras misturam conceitos de leis que já são mal difundidas e a tendência é elas serem cada vez mais arbitrárias e confusas.

Eu não aceito a classificação de uma câmera pelo tipo dela. Acho que todo mundo, profissional ou não, pode ter o direito de ter um câmera que "troca a lente". Principalmente com o estimulo que a sociedade recebe pra estar sempre comprando o equipamento mais moderno. E eu sempre irei apoiar a compra de uma Reflex ante uma ZS e point-and-shot, pra estimular a arte e o desenvolvimento da fotografia.

Eu não sou do tipo que fotografa os eventos que vou como consumidor. Eu prefiro curtir o momento e registrar aquilo na minha memória. Mas um dia ou outro posso querer registar o meu momento num evento desses, com meus amigos ou família, sem estar no papel de profissional. Isso não viola o direito de imagem.

Esses organizadores querem prevenir problemas no futuro cortando ele pela raiz de forma arbitrária, numa sociedade que aceita qualquer tipo de imposição.

Da mesma forma que os espectadores aceitam esse tipo de imposição, a tendência é eles também exigirem seus direitos de imagem mesmo sem haver danos em outras situações, por isso tantos fotógrafos aqui tem dificuldade em fotografar por ai e muitos passam apuros quando fotografam pessoas alheias em parques, praças,... pois elas se sentem violadas sem nem mesmo qualquer foto ter sido divulgada ou causado dano. É um mal que a cada dia toma conta do cenário fotográfico e a tendência é só a alienação e dificuldade de desenvolvimento fotográfico.
Daniel Vilanova Batalha
www.flickr.com/danielvb


leonobox

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.513
  • Sexo: Masculino
    • Ensaios.tumblr.com
Resposta #11 Online: 02 de Dezembro de 2011, 13:12:27
Desculpe, mas v está falando bobagem. Direito de imagem é direito fundamental protegido constitucionalmente e, inclusive, é cláusula pétrea. O uso de imagens de multidão não caracteriza uso específico, mas tirar sua foto no show e estampar sua cara em um outdoor dá direito a reparação sim. Qualquer dúvida, posso lhe passar jurisprudências e textos doutrinários a respeito.

Bom seria muita pretensão minha achar que minha imagem iria parar em um outdoor de um show do Pink Floyd, alias se acontecesse eu iria adorar, até fazendo careta...rs

E aqui entre nos eles tem profissionais que estão tanto  par da lei quanto eu, você ou qualquer outro, e conheço bem as leis de direitos autorais, patrimoniais e de imagem, obrigado :ok:
 
« Última modificação: 02 de Dezembro de 2011, 13:13:16 por leonobox »
WORKSHOP DE ILUMINAÇÃO EM ESTÚDIO - 18 e 21 de AGOSTO em SÃO PAULO
https://forum.mundofotografico.com.br/index.php/topic,132200.0.html

www.leonardopacheco.com.br/workshop


Danielvb

  • Trade Count: (16)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 356
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #12 Online: 02 de Dezembro de 2011, 13:18:00
Não é pretensão. Isso acontece mais do que v imagina. Esse tipo de cláusula não especifica se a foto será uma tomada aberta ou fechada. Podem usar minha foto em folhetos, internet, etc.  Há uma diferença muito grande entre conhecer as leis e entender como elas são aplicadas. É o mesmo princípio de conhecer as regras de composição e saber usá-las bem.

Independente da pessoa gostar e permitir o uso, a restrição prévia é nula de pleno direito com base na Constituição e no CDC. Repito que tomadas gerais, de público genérico sem individualização da pessoa, tem uso autorizado e a doutrina é pacífica a respeito. A individualização do usuário depende de autorização prévia quando existe uso comercial, como é o caso.


Bom seria muita pretensão minha achar que minha imagem iria parar em um outdoor de um show do Pink Floyd, alias se acontecesse eu iria adorar, até fazendo careta...rs

E aqui entre nos eles tem profissionais que estão tanto  par da lei quanto eu, você ou qualquer outro, e conheço bem as leis de direitos autorais, patrimoniais e de imagem, obrigado :ok:
Daniel Vilanova Batalha
www.flickr.com/danielvb


LeandroSartori

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.084
  • Sexo: Masculino
  • O Essencial é Invisível aos Olhos?!
Resposta #13 Online: 02 de Dezembro de 2011, 13:24:30
Esse ano fui para o Rock in Rio e SWU, os dois foram assim tbm.

Acho justo, sem falar da segurança, tem muito furto nesses locais.
Novo site no ar: www.leandrosartori.com



leonobox

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.513
  • Sexo: Masculino
    • Ensaios.tumblr.com
Resposta #14 Online: 02 de Dezembro de 2011, 13:28:19
Entendo Daniel, mas confesso que pra mim isso esta claro na compra do ingresso, como citado:

"O titular de ingresso declara expressamente aceitar que sua imagem e áudio possam ser captados e gravados durante a realização do evento..."

Pra mim isso parece ser bem claro que eu (e unicamente eu) estou ciente que a minha imagem (e não imagem de outros ou geral) poderá ser usada, e que ao comprar o ingresso concordo com isso, não é?
« Última modificação: 02 de Dezembro de 2011, 13:32:17 por leonobox »
WORKSHOP DE ILUMINAÇÃO EM ESTÚDIO - 18 e 21 de AGOSTO em SÃO PAULO
https://forum.mundofotografico.com.br/index.php/topic,132200.0.html

www.leonardopacheco.com.br/workshop