Autor Tópico: Nomenclatura Canon  (Lida 2066 vezes)

Pavosqui

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 75
  • Sexo: Masculino
Online: 10 de Janeiro de 2012, 11:15:13
Dei uma procurada na pesquisa do forum e não encontrei nada relacionado as nomenclaturas utilizadas pelo fabricante, sendo assim resolvi postar o que significam estas nomenclaturas na linha Canon...

DO – Diffractive Optics (Ótica difractiva) - Essa Tecnologia para lentes foi desenvolvida pela Canon e utiliza um elemento com ranhuras extremamente finas, uma película de difracção. Estes elementos utilizam os princípios da óptica difractiva para desviar a luz. A vantagem das lentes DO é que elas são menores e mais leves do que as lentes normais. A desvantagem é que elas são muito caras. Lentes DO são facilmente identificáveis por um anel verde claro impresso ao redor do final do corpo da lente.


EF – Electro Focus - Definiçãoda Canon para as lentes com baionetas para o sistema EOS. As lentes compatíveis EF são projectadas para o sistema EOS e não se encaixam em nenhum outro corpo de Canon. As lentes EF tem diâmetro interno de 54mm e externo de 65mm e são maiores do que qualquer outro sistema 35mm. O sistema EF foi lançado em 1987 e é totalmente eletrônico.


EF-S – Electro Focus Short Back Focus - Definição da Canon para uma variação da baioneta padrão EF usada pelo sistema EOS. A EOS 300D/Rebel Digital/Kiss Digital lançada em 2003 suportavam uma variação diferente das lentes EF comuns. As lentes EF-S 18-55 3.5-5.6 foram produzidas com uma distancia focal posterior mais curta. Isto permitiu que a Canon produzisse objectivas grande angulares mais baratas para utilisadores de suas SLRs digitais, que usavam sensores com tamanho APS-C de imagem movendo os elementos trazeiros para mais perto do sensor de imagem. O corpo cujo mecanismo do espelho foi modificado para se ajustar à distancia focal posterior eram compatíveis com as lentes EF e EF-S mas as lentes EF-S somente eram compatíveis com o corpo EF-S. As lentes EF comuns possuem um ponto vermelho saliente como índice deencaixe da baioneta. As lentes EF-S usam quadrados brancos.


EOS – Electro-Optical System (sistema eletro-ótico) - Nome do sistema das Cameras SLR da Canon e seus acessórios lançados em 1987. As lentes da linha EOS são totalmente controladas eletronicamente. Não possuem nenhum dispositivo mecânico para foco ou ajuste de abertura. Todos os ajustes são feitos por motores construídos na lente e não no corpo da câmera. Embora isso acrescente custos na fabricação da lente existe a vantagem que cada motor de lente poder ser otimizado para o tamanho e tipo especifico da lente, ao invés de prender o sistema do corpo da câmera que precisa se ajustar à qualquer lente que seja acoplada.


FD - Sistema manual de lentes da Canon dos anos 1970 e 80 que usam um sistema de alavancas e pinos mecânicos para transmitir informações para a câmera.


IS – Image Stabilizer (estabilização de imagem) - Um complexo sistema, computadorizado, construído dentro de uma série de lentes vendidos pela Canon. Este sistema permite que a lente compense pequenos movimentos da câmera. As lentes IS possuem sensores giroscópicos que detectam movimentos e pequenos motores que alteram fisicamente um elemento óptico ou um grupo de elementos para compensar adequadamente o movimento. As lentes IS são extremamente úteis em condições de luz insuficiente, elas dão dois ou três pontos extras na abertura. Assim é possível usar velocidades mais baixas do que o normal. Elas não são úteis quando há muito movimento no assunto.


L – Luxury - As lentes da linha profissional da Canon são identificadas com o rótulo“L” de Luxury. Ex. A serie 70-200 2.8L possuem pelo menos um elemento esférico de fluorita ou UD e são normalmente construídas com uma qualidade óptica e mecânica mais elevadas do que as lentes não-L. Elas são facilmente identificadas pela faixa vermelha em volta do final do corpo da lente. Muitas são apresentadas na cor branca, pretensamente para mantê-las mais frias no sol.

Fluoritade Cálcio, material usado pela Canon na linha de lentes da série L. A fluorita de Cálcio é um cristal sintético, não vidro, com um índice refrativo muito baixo. É usado para controlar aberração cromática especialmente em lentes de distância focal mais longa.


UD – Ultra Low-dispersion Glass (vidro de dispersão ultra baixa) - Elementos de lentes fabricados com vidros UD tem um índice de refração menor do que as de vidro comum. Tais elementos são, normalmente, usados para corrigir aberração cromática.


USM – Ultrasonic Motor (motor ultrasônico) - Nome dado pela Canon para seu sistema de motor de lente ultrasonico. Os motores ultrasônicos trabalham com o princípio do movimento induzido por vibração de alta frequência. Assim as lentes USM focam extremamente rápido e são quase silenciosas para o ouvido humano. Lentes Ring USM (que possuem o motor em um conjunto de anéis ao redor do corpo) não usam engrenagens o que torna possível o foco manual em tempo integral (FTM – Full-time Manual). Lentes USM com micromotores mais baratos, entretanto, usam engrenagens e normalmente não suportam FTM. As lentes não-L com motor USM são identificadas pela faixa dourada impressa no final do corpo.
« Última modificação: 10 de Janeiro de 2012, 11:16:13 por Pavosqui »
Canon EOS Rebel T3i | Canon EF-S 18-55mm f/3.5-5.6 IS II | Canon EF 50mm f/1.8 II
Canon EF 75-300mm f/4-5.6 III | Canon Speedlight 430EX II


soumarcos

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 101
Resposta #1 Online: 10 de Janeiro de 2012, 12:13:38
Pô Pavosqui, interessante isso.
Valeu


Gustavo Hannun

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 219
  • Sexo: Masculino
    • Portifólio
Resposta #2 Online: 10 de Janeiro de 2012, 13:50:17
Tem tópico, sim.
http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=6296.0

Acho que tem quase todas aqui.

Abs