Autor Tópico: Como "avaliar" o próprio trabalho?  (Lida 1823 vezes)

Ric4rdoXavier

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 18
  • Sexo: Masculino
Online: 04 de Março de 2012, 23:02:40
Primeiramente, nem sei se é aqui que eu deveria postar, mas foi onde deu; no mais, se for tópico já existente, avisa por favor, porque dei uma olhada e não achei...

Então, sem mais delongas, a pergunta é essa mesmo: como fazer uma auto-crítica?

É lógico que a fotografia, como qualquer outra arte, é, acima de tudo, uma maneira de se expressar... Assim, uma foto maravilhosa para o próprio fotógrafo, pode não ser tão boa para o público em geral, de outra forma, uma foto lá não muito interessante, pode fazer muito "sucesso".

Tal questionamento visa muita mais uma avaliação realmente artística da fotografia, não só comercial.

Assim, como avaliar a própria foto?
Como olhar o próprio trabalho "de fora" e o que levar em consideração para não realizar um trabalho extremamente subjetivo?
O que levar em conta na hora da análise tanto na técnica, quanto no conteúdo?

"Fotografei você não viu, verdade no meu olhar, felicidade não sorriu, fingiu somente que estava lá..." [Falso Retrato - Móveis Coloniais de Acaju]


robson_junior

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 249
  • Sexo: Masculino
  • ...
Resposta #1 Online: 05 de Março de 2012, 14:28:58
Essa tbm é uma dúvida minha, como me auto avaliar.
Kodak Z981
Canon T2i - Canon 6D - Ef-s 18-135mm F/3.5-5.6 - Ef 40mm F 2.8 - Ef 50mm F 1.8 - Ef 70-300mm F/4-5.6 Is Usm - EF 70-200mm f/2.8L USM - 430ex Speedlite

"A fotografia é a poesia da imobilidade: é através da fotografia que os instantes deixam-se ver tal como são."
Peter Urmenyi


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #2 Online: 05 de Março de 2012, 17:36:45
Não é simples...

1º e antes de tudo, é necessário estudo. Tem que conhecer os conceitos sobre fotografia senão a avaliação será destituída de 'razão fotográfica', se é que existe isso... Em todo caso, se não souber o que auto-avaliar não se realizará a auto-avaliação e só se sabe/conhece algo estudando.

Depois é necessário se despir de conceitos pré-definidos, seja por você mesmo, seja pelo grupo(s) de discussão que participa (fóruns/sites de relacionamento, Flickrs, 500px, 72dpi, etc...) que lhe 'ensinaram'. A auto-avaliação tem que ser dura e destituída de pré-conceito, sob pena de não ser auto em nada e sim, avaliação de um grupo (que lhe impôs um idéia) sobre sua obra.

Evidentemente a opinião de pessoas mais conhecedoras do mundo fotográfico tem seu peso e, acho, que deve ser levada em consideração... Se várias pessoas dizem que uma determinada foto é ruim, mas você achava ela sensacional, deve parar para prestar atenção se eles não estão com a razão. Isso já aconteceu várias vezes comigo...

E por último, não seja muito duro consigo mesmo... Sempre há lugar para o sentimento nas nossas fotos. A maioria das fotos de faço são de caráter estritamente pessoal. Se postasse qualquer uma delas aqui, o pessoal ia cair de pau em cima. Não posto, não por não aceitar as críticas, mas porque essas fotos são queridas demais para serem maculadas com análises e medições e apontamentos e ponderações... Elas estão num outro nível de aceitação, diferentemente das fotos que faço como exercício fotográfico consciente e querido, de minha parte.  :ok:

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


Rafaelpg

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 767
  • Sexo: Masculino
  • Em fase de aprendizado...
    • Registro Fotografia
Resposta #3 Online: 05 de Março de 2012, 17:41:34
Não é simples...

1º e antes de tudo, é necessário estudo. Tem que conhecer os conceitos sobre fotografia senão a avaliação será destituída de 'razão fotográfica', se é que existe isso... Em todo caso, se não souber o que auto-avaliar não se realizará a auto-avaliação e só se sabe/conhece algo estudando.

Depois é necessário se despir de conceitos pré-definidos, seja por você mesmo, seja pelo grupo(s) de discussão que participa (fóruns/sites de relacionamento, Flickrs, 500px, 72dpi, etc...) que lhe 'ensinaram'. A auto-avaliação tem que ser dura e destituída de pré-conceito, sob pena de não ser auto em nada e sim, avaliação de um grupo (que lhe impôs um idéia) sobre sua obra.

Evidentemente a opinião de pessoas mais conhecedoras do mundo fotográfico tem seu peso e, acho, que deve ser levada em consideração... Se várias pessoas dizem que uma determinada foto é ruim, mas você achava ela sensacional, deve parar para prestar atenção se eles não estão com a razão. Isso já aconteceu várias vezes comigo...

E por último, não seja muito duro consigo mesmo... Sempre há lugar para o sentimento nas nossas fotos. A maioria das fotos de faço são de caráter estritamente pessoal. Se postasse qualquer uma delas aqui, o pessoal ia cair de pau em cima. Não posto, não por não aceitar as críticas, mas porque essas fotos são queridas demais para serem maculadas com análises e medições e apontamentos e ponderações... Elas estão num outro nível de aceitação, diferentemente das fotos que faço como exercício fotográfico consciente e querido, de minha parte.  :ok:

Filosofou hein Hyde!

Eu acho que é por ai mesmo...Se vc não tem uma base teórica do que tá fazendo não precisa nem tentar criticar...
Uma coisa que ajuda é o pessoal aqui. Já me peguei nessa situação tb mas depois que o pessoal dá o toque na sua foto (critica) vc abre o olho e enxerga como poderia melhorar!

No mais é isso ai... Ler aprender e praticar!


EduCavalcante

  • Trade Count: (3)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 429
  • Sexo: Masculino
  • Olhando ai algumas barbaridades.
Resposta #4 Online: 05 de Março de 2012, 18:04:27
O duro é quando você acha que nada que produz é bom o suficiente. O Mr. Hyde explicou exatamente algo que estava acontecendo comigo. Oque para mim não é bom suficiente meus amigos/ clientes adoram e por ai vai.
Canon 5D mark II + Canon 450D xsi + Lente EF-S 18-55mm + canon 50mm 1.8 + canon 28-135mm + Tamron 28-75mm f/2.8 + Sigma 70-300mm + canon 70-200mm F4L + 2 yongnuo YN565 EX
Sony Nex f3 + 18-55mm + pentacon 28mm f2.8

www.educavalcante.com


Rafaelpg

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 767
  • Sexo: Masculino
  • Em fase de aprendizado...
    • Registro Fotografia
Resposta #5 Online: 05 de Março de 2012, 22:04:43
O duro é quando você acha que nada que produz é bom o suficiente. O Mr. Hyde explicou exatamente algo que estava acontecendo comigo. Oque para mim não é bom suficiente meus amigos/ clientes adoram e por ai vai.

As vezes somos exigentes demais com nos mesmos...
Eu passei por isso esses dias. Sai com um grupo de amigos fotografos e depois que revisei as fotos acabei gostando (mais ou menos) de 6 fotos das 100 que fiz...mandei para esses amigos e eles elogiaram varias e varias outras...Fiquei até surpreso

Mas o legal é isso...ser exigente pra tentar melhorar cada vez mais...só não pode tentar mais do que as pernas alcançam


d_acqua

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 865
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 05 de Março de 2012, 23:08:07
Existem profissionais, de qualquer área que seja, que tem muita dificuldade em aceitar críticas de seus próprios clientes. Preferem botar defeito neles a encarar de frente uma crítica. Estar pronto para aceitar e entender essas críticas, que podem vir não apenas em forma de palavras, já é um bom começo pra vc saber se o seu trabalho ficou legal ou não.
« Última modificação: 05 de Março de 2012, 23:12:15 por d_acqua »
Daniel

Instagram: @danacqua
Flickr: www.flickr.com/photos/d_acqua/


montanha

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 52
  • Sexo: Masculino
  • "cair nove vezes, levantar dez."
Resposta #7 Online: 10 de Março de 2012, 10:25:27

O Hyde falou em não deixar as fotos queridas serem maculadas por críticas alheias (o que achei muito interessante)... e pensei no seguinte:

Você tem que saber o que exigir da foto.
Uma foto "artistica", uma foto de comercial, uma foto de casamento, uma foto pessoal e etc etc... cada uma tem um padrão de beleza diferente.
É como comparar laranjas com bananas... Não dá pra colher uma banana, morder e achar ruim porque não tem gosto de maçã...

E as vezes você pode mostrar aquela foto linda para um leigo e ele achar ruim porque era de um casarão caindo os pedaços (ele viu o objeto e não a composição).

Outra questão é: se você só ouve sua própria opinião, pode ficar sem referências. Para alguns temas isso talvez não faça diferença.. fotos artisticas (tem exposição de foto de celular hoje em dia) ou pessoais. Mas fotos comerciais precisam estar em um contexto cultural mais firme, provavelmente dentro da moda... aí acho que é bom ouvir a opinião de outros. Ou olhar as fotos de outros e comparar.

Sei lá também.. quem pode dizer o que é certo ou errado?

Um grande abraço.


José Marcos de Morais

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.046
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 11 de Março de 2012, 21:15:07
O Hyde falou e disse... sábias e bem colocadas palavras  ...  :clap: :clap: :clap: :clap: :ok:  valeu
Aprendendo sempre !!

Nikon D7000 / Nikon 50mm f/1.8   /Nikon 18-105  /Nikon 70-300  /SB700  
http://www.flickr.com/photos/marcos_mm/


eprimos

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 150
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/eprimos
Resposta #9 Online: 19 de Março de 2012, 22:04:11
Vocês vão achar que eu estou zoando vocês, mas o discurso do Hyde me lembrou que isso foi o tema da última obra das três críticas feitas por Kant.

O nome da obra é Crítica do Julgamento, que com um pequeno esforço até que dá para ler e entender alguma coisa sem estudos aprofundados no tema, mas o problema é que ela se baseia na Crítica da razão pura e Crítica da razão prática e estas tendem a ser mais radicais e abstratas.

Vejam texto extraído da Wikipedia sobre o tema: "Nesta terceira obra, Kant busca além da razão, ele investiga os limites daquilo que podemos conhecer pela nossa faculdade de julgar, que leva em consideração não apenas a razão, mas também a memória e os sentimentos".

E dizem que filosofia não serve para nada e que é coisa de quem não tem o que fazer.

Abraços
Canon 6D + Helios 50 f2.0, Canon 50 f1.4, Tokina 11-16 f2.8 (VENDENDO), Canon 24-70 f2.8 L, Canon 70-200 f2.8 IS L, Canon 24-105 f4 IS L
http://www.flickr.com/eprimos