Autor Tópico: Canon libera o novo DPP  (Lida 622 vezes)

AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.250
Online: 17 de Abril de 2012, 13:24:50
A Canon anunciou a liberação do novo Digital Photo Professional versão 3.11.26

Esta versão vem a substituir a que estava sendo enviada junto com a 5D MK III e que apresentava alguns problemas nas rotinas de conversão, fazendo com que as fotos parecessem sem nitidez.

Além das rotinas normais de conversão de RAW foi incluída uma rotina "Composition Tool" que permite a composição com mais de uma foto, e uma ferramenta de HDR.

Além disso nesta versão foi disponibilizada o "Digital Lens Optimizer", o que beneficia usuários de câmeras mais antigas também.

"O Digital Lens Optimizer (DLO) imita precisamente o desempenho da lente, com uma série de funções matemáticas complexas replicando cada etapa da viagem da luz através do caminho óptico. Usando estas informações, o DLO pode corrigir uma série de aberrações ópticas típicas e perda de resolução causadas pelo filtro passa-baixa, através da aplicação de uma função inversa para cada foto de forma a levar a imagem a ficar mais próxima de como a cena aparece a olho nú."

A princípio, esta rotina está disponível apenas para lentes top e algumas EF-S.

O download da versão em inglês está disponível em:

http://support-hk.canon-asia.com/contents/HK/EN/0200204301.html
« Última modificação: 17 de Abril de 2012, 13:25:57 por AlexandreS »

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #1 Online: 17 de Abril de 2012, 13:40:13
Putz... Dos melhores links postados ultimamente.
Valeu, Alexandre.  :ok:

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.250
Resposta #2 Online: 17 de Abril de 2012, 14:10:36
Estou curioso para saber se realmente o DLO faz alguma diferença ou é só mais uma jogada de marketing. Se realmente funcionar (e teoricamente até seria possível), é algo interessante.

Infelizmente, nenhuma das minhas velharias é suportada  :D :D

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


Natão

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.273
  • Sexo: Masculino
  • "dichterisch, wohnet der Mensch auf dieser Erde"
Resposta #3 Online: 17 de Abril de 2012, 14:21:48
Estou curioso para saber se realmente o DLO faz alguma diferença ou é só mais uma jogada de marketing. Se realmente funcionar (e teoricamente até seria possível), é algo interessante.

Infelizmente, nenhuma das minhas velharias é suportada  :D :D

eu fico pensando que isso é meio complexo, até mesmo porque nenhuma objetiva sai com o mesmo resultado do que a outra, só ver os reviews que são tão diferenciados, já da pra ter uma noção (eles bem que poderiam fazer reviews por amostragem de pelo menos 10 objetivas iguais até um número maior, digamos quanto mais baratas maior número necessário para fazer reviews decentes inclusive nitidez em todo o curso focal).

Penso que pode funcionar sim mas corrigir alguns problemas será complicado dado que cada objetiva é uma objetiva e nunca será igual a outra, no máximo semelhantes. Se funcionar bem será algo inovador e copiado por todas as empresas de software de conversão de RAW.

« Última modificação: 17 de Abril de 2012, 14:23:03 por Natão »


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.250
Resposta #4 Online: 17 de Abril de 2012, 14:36:18
Também acho que é muito complexo, mas a idéia em si é boa. Conhecendo-se a fundo as características de cada lente, otimizar o processo de demosaico e conversão para aquela lente específica.

O que já vi o pessoal comentar no grupo do DPP no Flickr é que é um processamento muito, muito pesado mesmo, o que já era de se esperar. A quantidade de cálculos envolvidos deve ser imensa.

Apenas um porém... Lá no DF um usuário fez o upgrade e não conseguiu usar na 60D e EF-S 17-55 f/2.8. Será que esta feature só será habilitada para a 5D MK III e 1D X ?? Os previews deram a entender que não, mas se o processo for dependente também do sensor é possível que sim,  o que seria uma pena.

Postei uma pergunta no tópico do Flickr, vamos ver se alguém responde.

« Última modificação: 17 de Abril de 2012, 14:36:45 por AlexandreS »

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


C. Ferrari

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.768
  • Sexo: Masculino
  • Em busca de conhecimento, sempre.
    • Trabalhos
Resposta #5 Online: 17 de Abril de 2012, 15:47:54
Bem que a Nikon poderia lançar um programa pros equipamentos dela com um workflow e layout legais no estilo do Lightroom.

O processamento do RAW deles é muito melhor, mas deixa tanto a desejar no quesito funcionalidades e complexidade de mexer naquela NX2 que eu não chego nem perto...


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.250
Resposta #6 Online: 17 de Abril de 2012, 15:59:49
Eu já testei um monte de conversores de RAW e até a versão 4, o LR era o pior deles. O fato é que o restante do "pacote LR" é muito bom, então acaba todo mundo usando. Na versão 4, entretanto, a parte de recuperação das altas luzes é impressionante.

Em questão de velocidade, nada se compara ao Corel AfterShot Pro. Parece que vc tá editando JPG de compacta, tamanha a rapidez.

Mas normalmente, a maior retenção de detalhes finos e melhor tratamento de noise se consegue com os softwares originais mesmo, afinal, só o fabricante conhece a fundo seus RAW's. O que os outros fazem é um misto de engenharia reversa e adivinhação.

« Última modificação: 17 de Abril de 2012, 16:00:47 por AlexandreS »

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #7 Online: 17 de Abril de 2012, 16:42:18
Bem, pelos mesmos princípios de boa conversão de RAW que os proprietários conseguem (afinal são eles que fabricaram aquilo), é que acredito que a inovadora LDO é muito, muito interessante.
Até entendo a preocupação do Natão. De fato nenhuma objetiva é igual à outra (me lembra a história de fabricação de cano de armas, em que a broca entra na peça maciça de metal e em cada uma delas deixa ranhuras diferentes criando assinaturas nos projéteis e posterior possibilidade de identificação precisa de que arma saiu aquele projétil especifico. Mas esse é outro papo...), mas ainda que a correção realizada no software não "case" certinho com a lente, ainda assim será muito melhor, já que a instrução será dada por software proprietário, do que de software de terceiros.

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova