Autor Tópico: O prazer de fotografar...  (Lida 2618 vezes)

helder84

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.187
Online: 13 de Abril de 2006, 20:34:20
Tenho visto em muitos lugares pessoas falando sobre o prazer de fotografar. Muitas dizem que uma DSLR proporciona um prazer maior...

Onde está seu prazer de fotografar? No equipamento? Porque? Nos resultados (independente do equipamento)? Em algo que não citei?
 :laughing:  
Helder Viana

"É um que sabe mais que o outro."


Marcelo Almeida

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.344
Resposta #1 Online: 13 de Abril de 2006, 20:37:22
O equipamento influencia, mas não é o principal.


helder84

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.187
Resposta #2 Online: 13 de Abril de 2006, 20:40:29
Citar
O equipamento influencia, mas não é o principal.
Fale Marcelo, tudo bem?
De que forma ele influencia pra ti?
 :thmbup:  
Helder Viana

"É um que sabe mais que o outro."


Lucas Eduardo

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 272
    • http://
Resposta #3 Online: 13 de Abril de 2006, 20:41:46
bah...com toda certeza não está no equipamento...como já disseram aqui...ele só proporciona mais facilidade de fotografar... é ruim perder uma foto por falta de equipo...
Sul Foto Clube


Jack

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.853
    • http://www.olhares.com/jackdb
Resposta #4 Online: 13 de Abril de 2006, 20:42:03
Adoro fotos de animais e de fotojornalismo, as que eu mais gosto são as de ação, nesses dois gêneros, não importa muito o equipamento, pra mim o que vale é o momento certo na hora certa, é muito bom fotografar!!!  :mf_w00t2:  
Jack db - Floripa


Marcelo Almeida

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.344
Resposta #5 Online: 13 de Abril de 2006, 20:45:49
Citar
Citar
O equipamento influencia, mas não é o principal.
Fale Marcelo, tudo bem?
De que forma ele influencia pra ti?
 :thmbup:
Influencia em vc ter um resultado melhor, em poder fazer fotos que seriam complicadas em um equipamento inferior. Mas eu tinha um grande prazer também em fotografar com a minha S5100 e até com a minha point and shot, tenho fotos que gosto muito tiradas com uma reles P32.


Alex Biologo

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.803
  • Sexo: Masculino
    • Olhares Dispersos
Resposta #6 Online: 13 de Abril de 2006, 21:18:24
Pra mim o prazer está em passar através da iamgem uma idéia.... o equipamento pode apenas facilitar isso, mas não é nem de longe o mais importante....  
Alex Martins dos Santos - São Paulo/SP
Fuji S5100
Pentax MZ-50
Canon 10D e 300D + lente  28-135 is Canon + lente 70-300 TAmron


Ana Adams

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.653
  • Sexo: Feminino
    • http://www.anaadams.com
Resposta #7 Online: 14 de Abril de 2006, 01:31:48
O que me dá prazer em fotografar é o poder de " congelar"  o momento para sempre, acho até meio mágico. O equipamento ajuda, mas não é tudo, claro.
Alguém já viu o documentário ganhador do Oscar " Born Into Brothels" ? Tem que ver, excelente! Desculpem, moro nos EUA e não consegui descobrir o nome em português.
beijos
GuiGui


Pictus

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.119
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/10986424@N02/sets/
Resposta #8 Online: 14 de Abril de 2006, 02:16:23
Brothel = bordel = casa da luz vermelha  :laughing:

" Born Into Brothels" = talvez com sentido de “criado nos bordeis”...
« Última modificação: 14 de Abril de 2006, 02:17:41 por Pictus »


Georges

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.749
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/grgs
Resposta #9 Online: 14 de Abril de 2006, 02:34:56
Ah o equipamento influencia sim, apesar de não ser tudo logicamente... Mas não digo nem pela qualidade de imagem, e sim por exemplo pela ergonomia (comandos fáceis de serem acessados, "pega", qualidade do viewfinder), pela velocidade (quero ver alguém não passar raiva com um equipamento lento, em situações que exigem agilidade), pelas possibilidades (poder trabalhar com um ISO mais alto é fundamental em inúmeras situações), etc. Enfim, tudo isso tá ligado ao prazer de fotografar. Mas é lógico que não é tudo. O ato de compor, o olhar fotográfico, a criatividade, a arte da coisa, isso tudo só existe em um bom fotógrafo. Estas coisas não existem como funções de uma câmera. Mas sem dúvida o equipamento é a ferramenta que proporciona a execução das idéias do fotógrafo. Até com uma lata de Nescau o sujeito pode ter prazer em fotografar, mas vai estar limitadíssimo. Certamente essa pessoa teria mais prazer ao fotografar com uma câmera que desse a ele as possibilidades de que ele precisa (partindo do princípio que ele queria fazer mais do que uns borrões em pinholes). Agora, nem todo mundo precisa de um super equipamento, esse é o outro lado da história. O prazer tá em poder criar e executar tudo o que tens em mente, com o mínimo de impedimentos. Idéia e execução andam juntos.

Mas voltando ao tópico: o que me dá mais prazer em fotografar é poder capturar o assunto/momento com uma visão diferente, um ângulo diferente, com um olhar "não usual" das coisas. Ainda não chego a tanto, mas quando faço uma foto assim acho o máximo.
« Última modificação: 14 de Abril de 2006, 02:37:32 por Georges »
Georges Lemos
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil


kiran

  • Trade Count: (16)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 633
  • Sexo: Masculino
    • PROFISSIONAL
Resposta #10 Online: 14 de Abril de 2006, 02:55:24
eu curto muito as cameras e as lentes,
desde a primeira minolta Xg1 q tive com um 35-70 de
foco manual, q eu achei q valia uma fortuna e tinha medo de
sair na rua com ela, (em 1987) hahaha
amei o meu 45CT1, queria botar flash em tudo!
sonhei por anos com uma nikon F3, até q um dia entrei numa
loja e peguei nas minhas mãos, recem chegada uma F4, UUUUAAAUUUUU!
até corretor de dioptrias tinha! hahaha (1989?)
naquela época ainda nao tinha internet, poucas revistas,
a gente lia livros, queria ser com AAdams, o Capra, o instante decisivo de
Cartier B, P/B, cromo, negativo colorido é coisa comercial.
todos CONTRA o autofoco! hahahahhaha, o fotografo de verdade não usa autofoco! hahahaha
minha 1ra nikon era uma EM, só tinha modo A, não tinha M, hehehe, com
uma lente cheia das distossões, 36-42 zoom exquisito, troquei por uma FA
q joia de máquina!, adorava tela nas mãos!  fazia fotos de hipica com um zoom
80-200 f 4 foco manual e sem motor-drive, até q quebrei a alavanca e comprei um marca Jessop, q porcaria!! não duros dois filmes.huhuhuhuhu
comprei uma canon Ae1, em sampa, na Angel, viajei pra um casmento de um amigo, ele tinha contratado uma equipe completa de foto e video,  fiz umas P/B,
só "arte", tinha uma 24, 50, 85, 55micro da tokina ,
o obturador falhou, todas as fotos cortadas ao meio, HAHAHAHAHA
voltei a sampa, madei consertar, me juraram q ficou bom, viajei a chapada
e fiz 10 filmes de velvia, revelei na volta, adivinhem???? sim ,todos cortados ao meio! HAHAHAHAH, as q fiz durante as gravações duma amiga cantora ficaram
boas e foram pra o encarte do CD. (Bia Biaggi)
a N90x me deu muitas alegrias, com um vagabumdo dum zoom sigma 24-70 3.5-5.6, escuro, sem definição, sem contraste, sem vergonha!!! fiz váaarias formaturas, inaugurações de lojas, desfiles, nem dá pra acreditar, uns 3000 clics
faturados, hehehe
a 1ra digital: SONY "the best" cybershot lindo nome! 4.1Mp, lente Zeiss,
30mil JPGs em mais de dois anos de uso intenso, até as criançãs usaram esta camera, cheia das marcas por fora, nunca falhou! (não falo do AF, buuuuu)
q prazer levar esta camera na mão, eu nem ligava o visor, ia fazendo fotos
sem olhar, esticando o braço eapertando o obturador, tudo era foto legal!
comecei a fazer fotos de teatro, peças onde os atores ficam muito perto do
público, a camera praticamente encostando nos atores, colocava o foco em manual (aquele com botões) 2m, 3, 5m, hehehehe e tenta acertar! lindo!
chegava em casa e batia a cabeza contra as paredes! tudo escuro!!! hahahah
desfocado! torto! HAHAHAHHAHAHA,
como eu gostava de encher aqueles memorystiks!
agora carrego uma D70s com uma 35-70f2.8,
não enxergo nada naquele buraquinho escuro q chamam de visor (engenieri FdaP!)
o AF é mais lento q o da sony, mas pelo menos a lente tem um belo anel,
é q ótica! nem sei se o sensor é bom , mas das  minhas fotos eu gosto,
cheguei agora de fotografar uma peça num teatro bastante grande
o São Pedro de POA, fiquei num canto, adorei, a peça tinha partes musicais,
dá pra esconder o barulho do obturador COISA CHATA! a sony ninguem precebia,
agora é um saco esse barulho!

é a minha opinião, eu curto ter um brinquedo na mão, se ele é baratinho
como a minha Olympus TRIP, faço cromos, acredito no fotometro dela,
chuto nos metros do controle do foco, o barulinho do obturador é uma piada,
eu gosto!
se é um troço de R$5000, D70s+60 micro, passo horas esperando uma borboleta
pousar na minha flor, hahahahaha
sinto saudade das projeções de cromos q organizava com uns amigos...
ainda tenho um projetor kodak carroussel... alguem se habilita?
hahahahahahaha
cromos, pizza e cerveja!

abraços a todos e BOAS PASCUAS
de coração
kiran



 


Marcelo Almeida

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.344
Resposta #11 Online: 14 de Abril de 2006, 09:05:17
Belo texto Kiran.


helder84

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.187
Resposta #12 Online: 14 de Abril de 2006, 09:27:12
Realmente, que relato hein Kiran.
Eu comecei contando quantas cameras, mas depois me enrolei hahaha..
Muito legal =)
Helder Viana

"É um que sabe mais que o outro."


helder84

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.187
Resposta #13 Online: 14 de Abril de 2006, 09:33:38
Citar
Ah o equipamento influencia sim, apesar de não ser tudo logicamente... Mas não digo nem pela qualidade de imagem, e sim por exemplo pela ergonomia (comandos fáceis de serem acessados, "pega", qualidade do viewfinder), pela velocidade (quero ver alguém não passar raiva com um equipamento lento, em situações que exigem agilidade), pelas possibilidades (poder trabalhar com um ISO mais alto é fundamental em inúmeras situações), etc. Enfim, tudo isso tá ligado ao prazer de fotografar. Mas é lógico que não é tudo. O ato de compor, o olhar fotográfico, a criatividade, a arte da coisa, isso tudo só existe em um bom fotógrafo. Estas coisas não existem como funções de uma câmera. Mas sem dúvida o equipamento é a ferramenta que proporciona a execução das idéias do fotógrafo. Até com uma lata de Nescau o sujeito pode ter prazer em fotografar, mas vai estar limitadíssimo. Certamente essa pessoa teria mais prazer ao fotografar com uma câmera que desse a ele as possibilidades de que ele precisa (partindo do princípio que ele queria fazer mais do que uns borrões em pinholes). Agora, nem todo mundo precisa de um super equipamento, esse é o outro lado da história. O prazer tá em poder criar e executar tudo o que tens em mente, com o mínimo de impedimentos. Idéia e execução andam juntos.

Mas voltando ao tópico: o que me dá mais prazer em fotografar é poder capturar o assunto/momento com uma visão diferente, um ângulo diferente, com um olhar "não usual" das coisas. Ainda não chego a tanto, mas quando faço uma foto assim acho o máximo.
Deixe-me ver se entendi... :denken:
Pra ti, o bom é um equipamento que não imponha limites dentro daquilo que queres fazer. Se ele impor, vai estar influenciando de forma negativa o teu prazer por não permitir que faças certas coisas, ou que faça de forma meio "presa".
Ou seja, o equipamento influencia no teu, mas não é ele que te dá prazer.
Acertei o resumo?  :laughing:

Agora sobre pinhole. Nem todas saem borradas, tem fotos de pinhole que são fantasticas. Te confesso que o maior prazer que tive até hoje foi fotografando com pinhole. Claro, que como falaste, ela não faz tudo, é a camera mais limitada que existe. Mas pra mim no que ela faz ela é a que faz com mais charme.  :thmbup:
Até mais Georges...
Helder Viana

"É um que sabe mais que o outro."


Marcel MM

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.209
    • http://mmartinez.multiply.com
Resposta #14 Online: 14 de Abril de 2006, 09:57:25
O que mais me atrai é o exercício da sensibilidade.

É bom ter um bom equipamento para ajudar no resultado, mas se não tiver um “olho bom” o equipamento não fotografa sozinho.

A partir do momento que o cidadão resolve fotografar ele passa a olhar o Mundo com outros olhos, começa prestar atenção nas pessoas, na paisagem, no céu, no caminho do dia a dia para o trabalho.
 
Marcel Martinez - Rio/RJ
br]http://mmartinez.multiply.com