Autor Tópico: Na correria, como medir essa imagem ?  (Lida 2687 vezes)

Alexandre ABC

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 546
Online: 13 de Junho de 2012, 10:58:40
Imagem = É a última da série, a 17. Clicando na seta da esquerda vai direto.

São namoradas de jogadores, geralmente frescas (e mesmo se não forem) não vão ficar esperando o fotógrafo arrumar exposição.
Então como fotometrar ? Pontual no rosto da direita ?
Ponderada ao centro no mesmo rosto ?
Fechar nas duas, para excluir extremos (realces sobras) e medir matricial ou parcial ?
Eu, que não sei, tentaria a última opção.


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #1 Online: 13 de Junho de 2012, 11:22:46
Fotometrar para obter o mesmo resultado da foto????

Usando o sistema de zonas e sabendo de ante-mão a capacidade de DR do teu sensor.
EU mediria spot na face mais escura (direita de quem vê a cena) da moça sentado próxima à janela e "zerava" o fotometro ali. Estouros no braco e no preto teriam que ser assumidos.
Fotografava em RAW e aplicava o uniWB na revelação para extrair mais informação nas zonas médias e escuras da cena, se tivesse ficado muito ruim esses aspectos.

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


Alexandre ABC

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 546
Resposta #2 Online: 13 de Junho de 2012, 11:29:37
Não exatamente igual.
A pergunta é para quando se deparar com uma situação parecida, de extremos.
Imaginei que fosse spot mesmo, mas eu, que não tenho prática, arriscaria menos.


Alexandre ABC

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 546
Resposta #3 Online: 13 de Junho de 2012, 11:39:07
Então Hyde...

Sobre a capacidade do sensor, imagino que se refira a latitude, à quanta escala de cinzas (f.stops) ele é sensível, certo ?
Vamos supor que vc tem duas máquinas, uma com sensor com 3 +/- pontos, e outro mais sensível com 5 +/- pontos.
Isso muda alguma coisa numa cena como essa que vc não tem tempo de medir os extremos e decidir qual será o ponto médio, já que vc não tem opção pq tem que registrar os rostos ?
Não tem que fotometrar, no ponto médio e pronto ?


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #4 Online: 13 de Junho de 2012, 11:49:12
Então Hyde...

Sobre a capacidade do sensor, imagino que se refira a latitude, à quanta escala de cinzas (f.stops) ele é sensível, certo ?
Vamos supor que vc tem duas máquinas, uma com sensor com 3 +/- pontos, e outro mais sensível com 5 +/- pontos.
Isso muda alguma coisa numa cena como essa que vc não tem tempo de medir os extremos e decidir qual será o ponto médio, já que vc não tem opção pq tem que registrar os rostos ?
Não tem que fotometrar, no ponto médio e pronto ?

Muda em 2 aspectos principais.
Mas teu raciocício tá correto.
Tem que medir no ponto médio e zerar o fotometro ali. Com isso, e tendo na mão um sensor de maior latitude (amplitude dinâmica = Dinamic Range = DR) você vai captar mais informações para ambos os extremos do mapa de tons (altas luzes e baixas luzes). Essa é a 1ª vantagem.

A outra é o cara que tem um bom sensor na mão, mas nenhuma técnica fotográfica na cabeça. Então ele, por ter maior DR, pode "errar" mais e conseguir consertar na PP, se souber.

Vamos supor que ele ao invés de medir spot, meça matricial... A cena vai ficar boa lá fora, mas completamente sub no rosto das moças. Aí com RAW e boa DR e sabendo fazer uniWB, TALVEZ, dê para salvar alguma coisa no rosto delas.
Ou, ele meça spot lá fora... Mesma coisa: cena boa lá fora e sub cá dentro. Vai ter que consertar a barbeiragem na pós, se for possível e souber. Nem sempre dá.

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


mad666

  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.828
  • Sexo: Masculino
  • "Aprendendo a cada dia..."
Resposta #5 Online: 13 de Junho de 2012, 11:56:14
Isso me lembra situaçoes em q estava num restaurante e fotografei pessoas a frente de janelas bem iluminadas. Nao dah pra fazer HDR!!!! Me sobrava fazer um close na face e excluir o excesso de luz das janelas.

Para mim, o fotografo, acho q na pressa, deixou essa janela aih estourar tudo. Fecharia mais a cena na face das garotas.

Fotometrar esse tipo de cena, com essa composiçao, acho quase impossivel fazer "direito". Hyde deu a soluçao mais apropriada: medir a fotometria de uma das faces ( no meio do histograma ), e tratar os desvios da janela e do corredor a partir do RAW. Acho q nao vai sair um resultado perfeito, mas eh a melhor soluçao.
"Um dia, crio coragem e me torno profissional!"

Duvidas!!!??? Agora, nada de mensagem pessoal. Use o forum!!!!


Alexandre ABC

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 546
Resposta #6 Online: 13 de Junho de 2012, 11:59:32
Exato.
Isso que quis dizer, que não muda nada em relação à medição.
Diferente de uma cena que vc tem tempo de medir os extremos e escolher um ponto mais claro ou um mais escuro para zerar privilegiando esse ou aquele detalhe.
Nesse caso não tem escolha, não só pela correria. Tem q privilegiar os rostos.


mad666

  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.828
  • Sexo: Masculino
  • "Aprendendo a cada dia..."
Resposta #7 Online: 13 de Junho de 2012, 11:59:50

Vamos supor que ele ao invés de medir spot, meça matricial... A cena vai ficar boa lá fora, mas completamente sub no rosto das moças. Aí com RAW e boa DR e sabendo fazer uniWB, TALVEZ, dê para salvar alguma coisa no rosto delas.
Ou, ele meça spot lá fora... Mesma coisa: cena boa lá fora e sub cá dentro. Vai ter que consertar a barbeiragem na pós, se for possível e souber. Nem sempre dá.

Vale lembrar q recuperar area escura gera ruido e area clara ( dentro dos limites do sensor e do q foi captado pelo RAW ), nao! Melhor estourar um pouco o branco q faces escuras e ruidosas das moças, nesse exemplo aih.
"Um dia, crio coragem e me torno profissional!"

Duvidas!!!??? Agora, nada de mensagem pessoal. Use o forum!!!!


mad666

  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.828
  • Sexo: Masculino
  • "Aprendendo a cada dia..."
Resposta #8 Online: 13 de Junho de 2012, 12:03:25
Exato.
Isso que quis dizer, que não muda nada em relação à medição.
Diferente de uma cena que vc tem tempo de medir os extremos e escolher um ponto mais claro ou um mais escuro para zerar privilegiando esse ou aquele detalhe.
Nesse caso não tem escolha, não só pela correria. Tem q privilegiar os rostos.

Acho mais pratico fechar o anel de zoom, fazer uma composiçao mais fechada nas faces, q mudar o tipo de fotometria na camera, acertar o centro onde quero fotometrar, mudar a velocidade/abertura para zerar o fotometro, refazer a composiçao aberta, focar e clicar. Na pressa, fico com a primeira soluçao, mas se perde a noçao de ambiente onde os modelos estao inseridos e isso pode ser importante para o contexto da foto.
"Um dia, crio coragem e me torno profissional!"

Duvidas!!!??? Agora, nada de mensagem pessoal. Use o forum!!!!


Alexandre ABC

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 546
Resposta #9 Online: 13 de Junho de 2012, 12:04:41
É Mad.
Seria melhor ele se inclinar na poltrona à frente delas e centralizar mais para fugir do estouro.


mad666

  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.828
  • Sexo: Masculino
  • "Aprendendo a cada dia..."
Resposta #10 Online: 13 de Junho de 2012, 12:19:28
Se ele batesse em modo retrato, e nao, paisagem, com a composiçao excluindo a janela, tudo ficaria mais facil e ainda dava pra perceber q elas estavam sentadas em poltronas de um aviao. Mas na pressa, ficou assim mesmo...
"Um dia, crio coragem e me torno profissional!"

Duvidas!!!??? Agora, nada de mensagem pessoal. Use o forum!!!!


Alexandre Ricci

  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.070
    • Flickr Alexandre
Resposta #11 Online: 13 de Junho de 2012, 12:31:26
Muito legais as dicas e bom o tópico Alexandre! Esse tipo de discussão técnica é excelente pra aprendermos.

Porém outro dia estava vendo uma matéria sobre esse tipo de foto, meio estilo "paparazzi". Geralmente eles não tem tempo de fazer nada. Já fotografam em jpeg, porque no primeiro instante possível ele coloca o note no colo, espeta o cartão e manda pra redação. Tem coisa que em menos de meia hora tá na internet  :shock:


milton42zl

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 168
Resposta #12 Online: 13 de Junho de 2012, 12:53:14
  com cameras profissionais q não vem com flash embutido vc teria problemas. mas como a maioria do pessoal trabalha com semipro ou amadoras,faça fotometria pontual na moça da janela e mande flash. Pronto sem mistério! Caso esteja só com a profissional sem flash, pontue no centro e corrija depois o lado mais escuro no photoshop mesmo. Foto sub sempre tem solução, já estourada.....


Alexandre ABC

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 546
Resposta #13 Online: 13 de Junho de 2012, 12:55:10
É Ricci.
Tudo depende do público consumidor.
Esse em questão, não quer saber da composição, estouro, etc.
Quer saber quem tá pegando quem, a barriga da fulana, etc...


Alexandre ABC

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 546
Resposta #14 Online: 13 de Junho de 2012, 12:59:40
  com cameras profissionais q não vem com flash embutido vc teria problemas. mas como a maioria do pessoal trabalha com semipro ou amadoras,faça fotometria pontual na moça da janela e mande flash. Pronto sem mistério! Caso esteja só com a profissional sem flash, pontue no centro e corrija depois o lado mais escuro no photoshop mesmo. Foto sub sempre tem solução, já estourada.....

Milton,
acho que é luz demais pra fazer medição na loira.
Acho que ia sim perder detalhes nos realces mesmo sendo em RAW.
Interessante simular essa situação.
Vou tentar alguma coisa aqui.