Autor Tópico: Paisagem, reflexão.  (Lida 1003 vezes)

Patagonico

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.979
  • Sexo: Masculino
Online: 22 de Novembro de 2012, 10:36:56
Pode ser útil pra quem se interessa ou possa se interessar.

Um resumo bem resumido, faz parte de uns textos que vinha fazendo a um tempo atrás.



Sobre paisagem


Fotografia é linguagem. Abordando alguns temas interessantes sobre essa linguagem que usa a fotografia como comunicação o estilo paisagístico tem suas particularidades únicas. Ele exige algumas coisas daquele que quer fazer parte desse universo e desfrutar de suas múltiplas alegrias. O que é necessário? Bom equipamento, técnica, estudo e experiência, a lista é grande. Há uma grande preocupação com o que é necessário fisicamente para fazer uma foto de paisagem, mas muitos se esquecem do principal fator, amor pelo que se vai fotografar. O fotografo de natureza antes de ser um amante da fotografia ele é um amante da natureza, um contemplador dos seus momentos e a arte fotográfica é a ferramenta indispensável à sua linguagem. Vemos hoje o grande interesse  sobre fotografia no seu ramo técnico e competência dos equipamentos cada vez mais surpreendentes, é uma corrida de conhecimento técnico, mas não podemos nos esquecer de porque queremos esse conhecimento, o que nos move, qual o nosso combustível? Apenas a ideia de fazer fotos ou usar essa ideia para expressar um amor maior. A segunda opção é com certeza mais prazerosa.

OBSERVANDO, PLANEJANDO E COMPONDO.
Observar é fácil, planejar mais ou menos, compor é difícil. Muitos perguntam, porque as minhas fotos não são boas? O que falta? Observar. Na imagem vista por nós existem muitos planos, pontos de interesse, elementos, sombras, luzes, geometria e fundamentalmente cores.  Compor. Dinâmica ou não a paisagem deve ter sua harmonia, equilíbrio entre elementos, esta é a grande dificuldade de compor a paisagem, onde apenas olhar e observar com atenção não são o suficiente, os elementos existem são interessantes, mas não há uma alquimia entre eles ( Luz, cor, clima e temperatura) Essa harmonia depende única e exclusivamente de um momento em que a natureza vai estar disposta a oferecer e muitas vezes são alguns segundos. Onde acontecem esses momentos, essa harmonia natural? Planejando, esta cada vez mais difícil encontrarmos tempo e elementos, quanto mais uma harmonia natural entre eles. Em primeiro lugar a busca dessa situação natural deve ser sem grande influência da sua ambição ou pretensão fotográfica, se partir de você e do simples desejo de fazer parte de um momento ( mesmo sem uma câmera ), essa busca natural reduz muito o esforço para conseguir uma boa fotografia posteriormente. O maior dano causado por  buscar exclusivamente a “fotografia” é projetar antecipadamente uma situação que provavelmente não vai existir e a sua percepção empobrece pela projeção previamente consumada. Aí  não existe momento nem prazer e sim frustração. Buscar a fotografia de paisagem é um resultado secundário diante do momento de fazer parte dela.


MarioNeto

  • Trade Count: (16)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 699
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/mariofreitasneto/
Resposta #1 Online: 22 de Novembro de 2012, 12:29:38
 :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:


vrsilva

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.805
  • Sexo: Masculino
    • Vinícius Ribeiro.
Resposta #2 Online: 22 de Novembro de 2012, 16:25:56
Olha, isso serve pra muitas areas não somente paisagens...

Belas palavras Patagonico, muito bem expressas.. parabéns!
Vinícius Ribeiro
http://www.flickr.com/photos/vrsilva85/
----------------------------------------------------------------------------------
Canon 350D 18-55mm f3.5/5.6
Yashica Electro 35 GTN 45mm/f1.7


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #3 Online: 22 de Novembro de 2012, 21:00:16
Bacana, Rodrigo!

Podia ampliar e aprofundar um pouco mais  e colocar-mos no 'Artigos'. Achei que vc condensou muita informação em cada frase. Dá para derivar um bom texto disso aí.

Abç,

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


Patagonico

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.979
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 22 de Novembro de 2012, 22:14:22
Valeu Mario e Vrsilva. Hyde eu pensei em reduzir até pra não ficar extensa e cansativa a leitura, claro que da pra estrebuchar bastante o assunto rsrs. Abs :ok:


RSalles

  • Trade Count: (14)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.266
  • Sexo: Masculino
    • Don't let the naysayers get to you. If naysayers stopped us from trying, we'd never get anywhere and humanity would still be wearing fig leaves picking berries of wild bushes.
Resposta #5 Online: 23 de Novembro de 2012, 01:24:28
Pata,

Seria - IMHO -  mais interessante voce focar mais em uma determinada imagem, falando da sua experiência no momento do click.
Do jeito que voce descreve a coisa, fica tão vago e impreciso, que poderia se referir a um sem-numero de situações. Exemplifico:

Fotografia é linguagem > Arte é linguagem.

Abordando alguns temas interessantes sobre essa linguagem que usa a fotografia como comunicação o estilo paisagístico tem suas particularidades únicas > Sim, se as "pariticularidades não fossem únicas seriam generalidades.

. Há uma grande preocupação com o que é necessário fisicamente para fazer uma foto de paisagem, mas muitos se esquecem do principal fator, amor pelo que se vai fotografar. O fotografo de natureza antes de ser um amante da fotografia ele é um amante da natureza, um contemplador dos seus momentos e a arte fotográfica é a ferramenta indispensável à sua linguagem. > Sim, mas isso aplica-se também à pintura. Lembrei na mesma hora das cartas do Vincent Van Gogh ao seu irmão Théo Van Gogh.

Também sou um apaixonado pela fotografia de natureza. Mas, diferentemente, acho que 50% do resultado se deve à parte técnica. Conhecí pessoas que amam com um amor combativo até a natureza, e suas fotos tem um conteúdo exclusivamente pessoal, mas enquanto arte, estão fora dos padrões mínimos requeridos. O que eu quero dizer, é que a paixão e o amor pela natureza não se traduzem necessariamente em boas fotos se o agente da foto não tiver recursos técnocos pra expressar esse "amor". E isso aplica-se à qualquer arte, à música inclusive.

Um grande abraço e tenho que dizer que admiro imensamente seu trabalho e louvo sua iniciativa - minha crítica aqui tem a intenção de somar.
[]s,

RSalles




Bodies: Sinar F2 :: Canon EOS 5D  MarkII :: Minolta XG-1 :: Minolta XG-M :: Contax RX
Lentes: Rodenstock S Sinaron f5.6/210mm MC :: Schneider Super Angulon 8/90 :: Staeble Ultragon 135, 150, 180, 210 e 240mm f9 :: Schneider Symmar 5.6/210 :: Leica-R Summicron 2.0/50 :: Carl Zeiss Jena Sonnar 3.5/135 :: Rollei QBM 1.8/50 HFT :: Jupiter 21M 4/200 :: Pentacon 3.5/30 :: Pentacon Prakticar MC 1.8/50 :: Industar 50-2 3.5/50 :: Zeiss Planar 1.4/50 C/Y


Patagonico

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.979
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 23 de Novembro de 2012, 09:36:11
Salles nessa reflexão apenas quis ressaltar que é importante e ter o sentimento natural de amor pelo que vai se fotografar ( no caso da natureza, toda a movimentação exige muito mais que pegar a câmera e sair a fazer fotos, exige muita logística, tempo, organização, observação, interação, é necessário enfrentar situações que só para aqueles que realmente valorizam estes momentos o-fazem, outros jamais se motivariam) e não apenas a vontade de fotografar, amor pela fotografia ou ato de "fotografar" e isso na paisagem pesa muito.  Conheci algumas pessoas que nunca fotografaram, mas pela vida que levam tem uma percepção de harmonia muito grande, a sensibilidade pelo seu simples fator de "amar" o ambiente natural ou selvagem ensina a observar. São fotógrafos sem câmera, saindo com eles te chamam atenção o conhecimento sobre horário, luz, cores e toda a parte elemental da visão fotografica. Nesse texto não mencionei que a parte técnica não é importante ao contrário, essa técnica somada a essa sensibilidade mais aflorada pelo "amor" é que geram bons resultados.  Quando mencionou a pintura e Van Gogh é exatamente isso, uma grande vontade fazer e representar na sua linguagem os seus valores, o pintor reproduz na tela os seus desejos e suas experiencias manifestando mais que uma técnica de perfeição a impressão de harmonia dos momentos e sentimentos.

Obrigado pela contribuição :ok:



GutoVilaça

  • Trade Count: (6)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.321
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 23 de Novembro de 2012, 09:58:47
A fotografia boa, pra mim, é a fotografia que me provoca de alguma forma e carrega a identidade do fotógrafo. Em fotografias de paisagens,  o cenário já está ali pronto. Cabe ao fotógrafo buscar uma maneira de se posicionar em relação ao cenário e usar sua técnica e sua sensibilidade para fazer uma foto marcante. Inevitável citar Ansel Adams que se dedicou ao retrato das paisagens com todas suas nuances através do uso refinado da técnica. Clyde Butcher, por outro lado, além de técnico é um fotógrafo mais poético.  Pelo menos eu vejo assim. O que eu quero dizer é que os dois deixam sua identidade nas suas fotografias. Basta ver suas fotos para perceber que ali não há somente uma paisagem bonita e bem fotografada. Há a interferência do fotógrafo na forma de compor, enquadrar e escolher o melhor momento. Parece que eles "desenharam" a paisagem. Tanto Adams quanto Butcher mostram em suas fotos quem eles são. São fotos de paisagens mas na que na verdade mostram o posicionamento desses fotógrafos diante daqueles cenários. Eu não as vejo como bonitas paisagens simplesmente. Quando olho para aquelas fotografias enxergo além das paisagens quase um auto retrato desses fotógrafos.
Por falar em Adams, lembrei de uma citação sobre ele no programa caçadores de alma. Ele foi questionado, certa vez, porque só fazia fotos de paisagens sem elementos humanos. Ele respondeu que todas as fotos dele tinha pelo menos dois elementos humanos: Ele, que fez a foto e a pessoa que está olhando para a foto. Sábio, né?
Patagônico, vc é um excelente fotógrafo. Suas fotos são inspiradoras e parabéns pelo tópico e pelas dicas.
« Última modificação: 23 de Novembro de 2012, 10:12:40 por GutoVilaça »
VAMOS ESTUDAR MAIS FOTOGRAFIA ANTES DE CRITICAR UMA FOTO ALHEIA. VAMOS CRITICAR SE O AUTOR PEDIR. SE VAMOS CRITICAR E COMENTAR, VAMOS FAZER COM SABEDORIA, COM EMBASAMENTO E DE MODO QUE SEJA ALGO CONSTRUTIVO. NÃO APELE SE O AUTOR DAS FOTOS REBATER ÀS CRÍTICAS AFINAL ISSO É DIREITO DELE. VAMOS DÁ BONS EXEMPLOS COM NOSSAS FOTOS POIS SÓ FICAR CRITICANDO FOTOS DOS OUTROS NÃO FAZ DA GENTE UM BOM FOTÓGRAFO.  VAMOS FOTOGRAFAR MAIS E CORNETAR MENOS!!!


Patagonico

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.979
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 23 de Novembro de 2012, 19:47:30
Guto, o Ansel nem o trem pegava rsrs, também detesto o elemento humano nas fotos. Sou fâzaço do Clyde, pra min um dos melhores. Grande abraço :ok:


mad666

  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.828
  • Sexo: Masculino
  • "Aprendendo a cada dia..."
Resposta #9 Online: 24 de Novembro de 2012, 07:32:03
Minhas areas de interesse em fotografia sao retratos e paisagens. Na area de paisagens, vejo um certo desdem pelos outros fotografos, como se a fotografia de paisagem fosse somente respeitar as linhas retas, mirar e clicar, já q nao se usa flashs, rebatedores, sombrinhas, gelatinas, difusores, direçao de modelos, equipamentos diversos... O negocio eh bem mais embaixo!!!!! Depois q se pega o macete, um bom book, cobertura de casamento, still,... vira uma repetiçao do seu aprendizado. Uma paisagem muda drasticamente com o decorrer do dia e dela pode se extrair infinitas composiçoes!!!! A coisa nao eh simples como muitos julgam.

Espero um valioso artigo seu, Patagonico. Ainda tenho muito a aprender...
"Um dia, crio coragem e me torno profissional!"

Duvidas!!!??? Agora, nada de mensagem pessoal. Use o forum!!!!


Patagonico

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.979
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 25 de Novembro de 2012, 23:41:02
Minhas areas de interesse em fotografia sao retratos e paisagens. Na area de paisagens, vejo um certo desdem pelos outros fotografos, como se a fotografia de paisagem fosse somente respeitar as linhas retas, mirar e clicar, já q nao se usa flashs, rebatedores, sombrinhas, gelatinas, difusores, direçao de modelos, equipamentos diversos... O negocio eh bem mais embaixo!!!!! Depois q se pega o macete, um bom book, cobertura de casamento, still,... vira uma repetiçao do seu aprendizado. Uma paisagem muda drasticamente com o decorrer do dia e dela pode se extrair infinitas composiçoes!!!! A coisa nao eh simples como muitos julgam.

Espero um valioso artigo seu, Patagonico. Ainda tenho muito a aprender...
  Mad, se alguém desdenha é porque realmente não conhece fotografia. Abs :ok:


mad666

  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.828
  • Sexo: Masculino
  • "Aprendendo a cada dia..."
Resposta #11 Online: 26 de Novembro de 2012, 02:10:00
  Mad, se alguém desdenha é porque realmente não conhece fotografia. Abs :ok:

Concordo plenamente. Uma bela paisagem, com uma composiçao  e ediçao simples já foi chamada de "foto de turista" na galeria. :assobi:
"Um dia, crio coragem e me torno profissional!"

Duvidas!!!??? Agora, nada de mensagem pessoal. Use o forum!!!!


vrsilva

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.805
  • Sexo: Masculino
    • Vinícius Ribeiro.
Resposta #12 Online: 26 de Novembro de 2012, 09:53:55
Eu ainda não arrisco fotos de paisagens, primeiro porque eu simplesmente nunca vou a lugares com paisagens veneráveis igual o patagonico vai, e se ou é raro, as raras vezes que eu for, levarei minhas máquinas, mas com certeza será bem coisa de amador mesmo, ou de turista... kkk!!!
Eu mesmo ignorante, sei que é uma fotografia dificil de fazer... não é todo mundo que enxerga um contexto numa paisagem, eu ainda não consigo isso... Acho linda as fotos do patagonico, mas eu ainda não tenho olhos bons para elas...
Meu olhar ainda é, pra street, retratos, que acho que é as coisas mais básicas no ínicio de um fotografo amador, e o que normalmente mais disperta interesse.
Vinícius Ribeiro
http://www.flickr.com/photos/vrsilva85/
----------------------------------------------------------------------------------
Canon 350D 18-55mm f3.5/5.6
Yashica Electro 35 GTN 45mm/f1.7