Autor Tópico: Profissão Fotógrafo  (Lida 4440 vezes)

Brupikk

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.422
  • Sexo: Masculino
    • Bruno Piccoli Fotografia
Online: 04 de Dezembro de 2012, 14:31:06
http://photos.uol.com.br/materias/ver/69643

qual a opinião de vocês?

"Segundo o projeto de lei, estarão aptos ao exercício profissional de fotógrafo os diplomados em fotografia no ensino superior ou no ensino técnico, e também os não diplomados que, à data da vigência da nova lei, tenham exercido a profissão por, no mínimo, dois anos."

Bruno Piccoli
http://piccolifotografia.com
http://instagram.com/piccoli.fotografia
https://www.facebook.com/FotografiaPiccoli
Canon 6D + Canon 6D + Canon 6D + 24-105mm f/4 + 70-200mm f/4 + 50mm f/1.8 + 35mm f/2.0 + 40mm f2.8


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.752
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #1 Online: 04 de Dezembro de 2012, 14:45:06
Acho que uma coisa boa pode ser a regularização dos preços a serem cobrados, assim como de profissões como professor de fotografia, ou jornalista, ou para a área corporativa, pra isso tudo vai ser bom.

Mas algumas coisas são mais polêmicas, como essa de ter ensino técnico ou superior. Acho que fotografia é acima de tudo uma arte, e não acho que arte se aprenda apenas na escola, mas também  na vida, na prática. O fato da pessoa ter ou não ensino técnico pouco diz sobre as capacidades dele em fotografar... Para eventos sociais, que é mais a minha área, não sei se será benéfico.

Vamos ver o que vai sair daí, espero que seja bom pra gente!


Carcarah

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.301
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 04 de Dezembro de 2012, 14:54:47
Na boa, sou amador e não profissional e sei que muitos respondem com a cabeça voltada para o bolso.
Mas, para mim não passa de corporativismo que não visa proteger nada exceto preços mais altos.
Acho pouco efetivo também, pois quem terá o direito de invadir uma propriedade privada para fiscalizar se tem um fotógrafo profissional de carteirinha lá dentro?
Em eventos públicos já seria complicado fazer isso, que dirá na casa de alguém ou mesmo no buffet (bom lembrar que apesar de um buffet ser um estabelecimento comercial ele é arrendado, então é privado a quem arrenda, não se entra sem convite ou ordem judicial e só até o começo da noite).
No fundo quem está mais interessado são as pessoas que já imaginam o que farão com a grana da anualidade que vão botar no bolso.
平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;
Todas as críticas, ideias e sugestões contidas nas minhas mensagens refletem uma opinião pessoal e não correspondem necessariamente às convicções dos criadores e colaboradores do fórum. Se você ficar magoado com alguma crítica que lhe fiz não precisa cortar os pulsos ou tomar cicuta, foi só uma opinião que não marcará sua pele delicada.
-----===== Você pode escrever o que quiser, o que importa é que escreva =====-----


Fabio Pedro

  • Trade Count: (10)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.941
  • Sexo: Masculino
  • Carioca na veia e fotógrafo no coração!
Resposta #3 Online: 04 de Dezembro de 2012, 15:25:44
E outra virando profissão de carteira, vai incorrer no mesmo problema de cada vez mais exigências em conhecimento e menos remuneração.

Vão exigir mais(Diploma, certificado, etc...), e pagar menos(Preço fixo, jornada e não por horas de trabalho, etc...)

Se o sindicato for forte mesmo até anda a coisa, mas se for sindicato de quengas(que se vendem por quem paga a eles), o fotógrafo agora morre de fome mesmo.

Vira profissão e o cara se aposenta, ai vai viver de que? INSS, ou vai ficar velhinho lá na praça com câmera na mão fazendo freela para complementar, ou volta de carteira assinada e paga mais impostos a Dona Dilma.

Muito polêmico isso ai e não tem garantias de que seja melhor ou pior!

Eu acho que TUDO que o governo põe a mão é para tirar e não dar. Passar falsa sensação de benefício! >:D

Fábio Pedro.


André Luis Jacob

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.309
  • Sexo: Masculino
    • Jacob Fotografia Criativa
Resposta #4 Online: 04 de Dezembro de 2012, 16:59:37
seriam bom se com isso, tivessemos uma amplitude maior de cursos tecnicos e superiores, nenhuma faculdade aqui na minha regiao possui tais cursos, raramente sai um curso basico que nem tecnico é considerado, um curso tecnico é poucos meses e baratissimo, creio eu que todo fotografo que ja é profissional tenha feito algum que seja, isso nao seria empecilho


E Fabio, nao entendo muito bem disso, mas o cara vai trabalhar de carteira assinada se for contratado, voce ainda tem a capacidade de montar seu estudio, fazer suas fotos, ser autonomo, cobrar o que quiser...só sera regularizado caso voce seja contratado por alguem. Da mesma forma que é com advogados, existem advogados que cobram 1000 reais por uma causa e outros que cobram cem mil!


Carcarah

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.301
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 04 de Dezembro de 2012, 17:06:22
Muitos de vocês fazem eventos onde músicos tocam, né? então façam o seguinte: perguntem a um deles o que a carteirinha da OMB faz por eles.
Perguntem num dia que ele estiver de bom humor.   ;)

hienas atrás de sua anuidade oi!  :assobi:
平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;
Todas as críticas, ideias e sugestões contidas nas minhas mensagens refletem uma opinião pessoal e não correspondem necessariamente às convicções dos criadores e colaboradores do fórum. Se você ficar magoado com alguma crítica que lhe fiz não precisa cortar os pulsos ou tomar cicuta, foi só uma opinião que não marcará sua pele delicada.
-----===== Você pode escrever o que quiser, o que importa é que escreva =====-----


vrsilva

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.805
  • Sexo: Masculino
    • Vinícius Ribeiro.
Resposta #6 Online: 04 de Dezembro de 2012, 17:10:51
Conheço também, pessoas afiliadas a federação ciclística, e é a mesma coisa, pergunta o que ela faz por eles... kkkk!!!
Vinícius Ribeiro
http://www.flickr.com/photos/vrsilva85/
----------------------------------------------------------------------------------
Canon 350D 18-55mm f3.5/5.6
Yashica Electro 35 GTN 45mm/f1.7


Fabio Pedro

  • Trade Count: (10)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.941
  • Sexo: Masculino
  • Carioca na veia e fotógrafo no coração!
Resposta #7 Online: 04 de Dezembro de 2012, 17:19:54
seriam bom se com isso, tivessemos uma amplitude maior de cursos tecnicos e superiores, nenhuma faculdade aqui na minha regiao possui tais cursos, raramente sai um curso basico que nem tecnico é considerado, um curso tecnico é poucos meses e baratissimo, creio eu que todo fotografo que ja é profissional tenha feito algum que seja, isso nao seria empecilho


E Fabio, nao entendo muito bem disso, mas o cara vai trabalhar de carteira assinada se for contratado, voce ainda tem a capacidade de montar seu estudio, fazer suas fotos, ser autonomo, cobrar o que quiser...só sera regularizado caso voce seja contratado por alguem. Da mesma forma que é com advogados, existem advogados que cobram 1000 reais por uma causa e outros que cobram cem mil!

Mas trabalhando de carteira assinada e você tendo que cumprir Jornada de trabalho, você não terá tempo no seu próprio negócio, não seria o mesmo que você recebesse por horas de trabalho, as vezes uma sessão leva horas até ficar pronta, e se a empresa não pagar as horas extras, como muitas ai fazem impondo aos funcionários trabalharem 2, 3 horas a mais se nem dar obrigado, sob a ameaça de ser mandado embora.

Se pensar bem nisso sem fantasias poderá ver que o mercado tem fotógrafos e "fotógrafos", você com medo de perder vaga e ter que se sujeitar a disputar "salário de micha" em outras que dizem "Tem fotógrafo demais no mercado, escolho outro se você não quiser".

E por ai vai, a coisa só complica!
Fábio Pedro.


André Luis Jacob

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.309
  • Sexo: Masculino
    • Jacob Fotografia Criativa
Resposta #8 Online: 04 de Dezembro de 2012, 18:27:57
Pensando bem na realidade MESMO, vai ser só uma coisa a mais, da mesma forma que é pros musicos e ciclistas como falaram, voce nao é obrigado a se regulamentar pelo fato de que é um tipo de trabalho que de certa forma nem precisa de autorizaçao...se um casal de amigos quiser me contratar pra fazer o casamento deles, e eu estiver la fotografando, quem que vai la pedir minha carteirinha? Quem tem estudio, mesma coisa, vai continuar pagando seu imposto de renda como antes, quem é bom e faz freelance, mesma coisa, quem precisa de um fotografo BOM pra um ou outro job vai contratar um freelance BOM e pagar bem, nao vai contratar um fotografo meia boca pra pagar o salario base e deixa-lo o mes inteiro, e quem é BOM foda, e tem a oportunidade de trabalhar em alguma grande agencia, nao vai aceitar qualquer salariozinho...

É aquela velha historia do mercado, ele ta ai pra TODO mundo, quem cobra pouco/nada(como eu no momento, que estou iniciando) tem clientes pra isso. E quem vai fotografar com alguem que esta começando nao vai pagar 10 mil reais por um book de algum fotografo mega renomado. Vai continuar do mesmo jeito, quem é bom se destaca, a unica coisa que muda é que no futuro voce terá a oportunidade de ter sua carteira assinada como fotografo, se nao fosse assim, la estaria secretario, atendente, auxiliar ou qualquer outro nome pra voce exercer desvio de funçao, coisa mais comum no Brasil...


Fabio Pedro

  • Trade Count: (10)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.941
  • Sexo: Masculino
  • Carioca na veia e fotógrafo no coração!
Resposta #9 Online: 04 de Dezembro de 2012, 18:55:17
Pensando bem na realidade MESMO, vai ser só uma coisa a mais, da mesma forma que é pros musicos e ciclistas como falaram, voce nao é obrigado a se regulamentar pelo fato de que é um tipo de trabalho que de certa forma nem precisa de autorizaçao...se um casal de amigos quiser me contratar pra fazer o casamento deles, e eu estiver la fotografando, quem que vai la pedir minha carteirinha? Quem tem estudio, mesma coisa, vai continuar pagando seu imposto de renda como antes, quem é bom e faz freelance, mesma coisa, quem precisa de um fotografo BOM pra um ou outro job vai contratar um freelance BOM e pagar bem, nao vai contratar um fotografo meia boca pra pagar o salario base e deixa-lo o mes inteiro, e quem é BOM foda, e tem a oportunidade de trabalhar em alguma grande agencia, nao vai aceitar qualquer salariozinho...

É aquela velha historia do mercado, ele ta ai pra TODO mundo, quem cobra pouco/nada(como eu no momento, que estou iniciando) tem clientes pra isso. E quem vai fotografar com alguem que esta começando nao vai pagar 10 mil reais por um book de algum fotografo mega renomado. Vai continuar do mesmo jeito, quem é bom se destaca, a unica coisa que muda é que no futuro voce terá a oportunidade de ter sua carteira assinada como fotografo, se nao fosse assim, la estaria secretario, atendente, auxiliar ou qualquer outro nome pra voce exercer desvio de funçao, coisa mais comum no Brasil...

Eu acho que ai surgindo o "fotógrafo profissional de carteira", vamos assim dizer, haverá empresas ai surgindo e contratando esses fotógrafos para justamente para cobrir eventos a um preço menor que o profissional freela ou de estúdio.

Isso funcionaria como empresa terceirizada, onde você contrata o profissional que voce quer e paga o valor que a empresa propõe.

Não digo que isso é o certo de acontecer, mas aqui no Brasil quase tudo é terceirizado só quem tem bala mesmo na agulha(empresas grandes)pode contratar um profissional dedicado e abdicar das dores de cabeça de uma terceirizada. A terceirizada só é ainda contratada porque bem ou mal tem quem faça aquele serviço, muitos nem levam em conta a qualidade, só querem feito.

Na fotografia, se o cara souber um pouco da técnica e conseguir apresentar material "aceitável", a terceirizada sai na frente.

O resto é com quem vai pegar esse material "aceitável", e trabalhar sobre ele e até torná-lo vendável.

Aqui mesmo no fórum já pintou anúncio de precisa-se de fotógrafo, quando você vai ver querem pagar merreca e cheio de pormenores como:"não precisa ser profissional, mas precisa ter câmera profissional" ou "Não precisa ter equipamento profissional...", o mesmo pode ocorrer com a classe que assina carteira.

É como eu disse é complicado enumerar os prós e contras! Eu ainda acho que TUDO que o governo põe a mão é para pegar e não dar ao povo! >:D
Fábio Pedro.


dondon

  • Trade Count: (5)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.287
  • Sexo: Masculino
    • Plínio Dondon
Resposta #10 Online: 04 de Dezembro de 2012, 19:13:38
Eu não consigo formar uma opinião a respeito ainda, mas há pontos interessantes.

É comum no meio fotográfico vermos os mais experientes reclamando do comportamento dos "aventureiros", essa nova regulamentação vai inibir bastante o perfil do aventureiro.

É fato que a regulamentação vai "morder o bolso" de quem hoje trabalha na informalidade, o que na verdade é certo, toda atividade profissional tem que resultar em arrecadação (o que fazem com esse dinheiro é oooooutra história).

Muita atenção aos sindicatos que aparecerem por aí, esses podem ser pilantras.

Falta cursos formais de fotografia em muitas regiões do Brasil, terá que haver uma corrida nas universidades e escolas técnicas para oferecer mais vagas.

Vai mexer muito com o brio das escolas de fotografia, que terão que correr atrás de reconhecimento dos seus cursos para vendê-los como técnicos ou superiores, e isso é ótimo para quem dá aula e ótimo para melhorar a qualidade desses cursos.

É esperar pra ver...

[]s


mad666

  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.828
  • Sexo: Masculino
  • "Aprendendo a cada dia..."
Resposta #11 Online: 04 de Dezembro de 2012, 20:31:52
Concordo com Dondon. SEMPRE defendi a regulamentaçao da profissao. O aventureiro q compra uma reflex e aparece em foruns perguntando " quais as lentes boas para eu cobrir um casamento" vai se extinguir. Da mesma maneira q medicos sem CRM sao ilegais e sao presos se exercerem a profissao sem habilitaçao, o mesmo deve ocorrer com os fotografos. Cabe aih denuncir os aventureiros...

Um curso tecnico de 24 meses, como os de mecanica de Auto e Tecnico em Enfermagem, deve ser o minimo a ser cobrado. Quero ver!!!!!
"Um dia, crio coragem e me torno profissional!"

Duvidas!!!??? Agora, nada de mensagem pessoal. Use o forum!!!!


Carcarah

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.301
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 04 de Dezembro de 2012, 20:32:28
Eu não consigo formar uma opinião a respeito ainda, mas há pontos interessantes.

É comum no meio fotográfico vermos os mais experientes reclamando do comportamento dos "aventureiros", essa nova regulamentação vai inibir bastante o perfil do aventureiro.

É fato que a regulamentação vai "morder o bolso" de quem hoje trabalha na informalidade, o que na verdade é certo, toda atividade profissional tem que resultar em arrecadação (o que fazem com esse dinheiro é oooooutra história).

Muita atenção aos sindicatos que aparecerem por aí, esses podem ser pilantras.

Falta cursos formais de fotografia em muitas regiões do Brasil, terá que haver uma corrida nas universidades e escolas técnicas para oferecer mais vagas.

Vai mexer muito com o brio das escolas de fotografia, que terão que correr atrás de reconhecimento dos seus cursos para vendê-los como técnicos ou superiores, e isso é ótimo para quem dá aula e ótimo para melhorar a qualidade desses cursos.

É esperar pra ver...

[]s


Podem ser? ....
平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;
Todas as críticas, ideias e sugestões contidas nas minhas mensagens refletem uma opinião pessoal e não correspondem necessariamente às convicções dos criadores e colaboradores do fórum. Se você ficar magoado com alguma crítica que lhe fiz não precisa cortar os pulsos ou tomar cicuta, foi só uma opinião que não marcará sua pele delicada.
-----===== Você pode escrever o que quiser, o que importa é que escreva =====-----


Carcarah

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.301
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 04 de Dezembro de 2012, 20:38:20
Quando Ken Thorne vier ao Brasil se for fotografar será processado por exercício ilegal da profissão hahahaha

Já imagino o zé mané falando "Não que saber quem é Ken, se é thor ou super homem, eu sô fotógrafo e ele não, cadê a carteira?"

Bresson está morto, não vi saber disso, que bom.
平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;
Todas as críticas, ideias e sugestões contidas nas minhas mensagens refletem uma opinião pessoal e não correspondem necessariamente às convicções dos criadores e colaboradores do fórum. Se você ficar magoado com alguma crítica que lhe fiz não precisa cortar os pulsos ou tomar cicuta, foi só uma opinião que não marcará sua pele delicada.
-----===== Você pode escrever o que quiser, o que importa é que escreva =====-----


mad666

  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.828
  • Sexo: Masculino
  • "Aprendendo a cada dia..."
Resposta #14 Online: 04 de Dezembro de 2012, 20:47:20
Quem exerce a profissao a mais de 2 anos jah tem direito a carteira. Nao vamos distorcer as coisas...
"Um dia, crio coragem e me torno profissional!"

Duvidas!!!??? Agora, nada de mensagem pessoal. Use o forum!!!!