Autor Tópico: Quase Full Frame!  (Lida 7961 vezes)

d0vidmelo

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 620
  • Sexo: Masculino
Online: 17 de Janeiro de 2013, 05:21:52
Segundo o artigo na focus a empresa Metabones esta com um adaptador que clareia a lente e deixa o sensor aps-c próximo do ff.




http://focusfoto.com.br/adaptador-que-clareia-lentes/
« Última modificação: 17 de Janeiro de 2013, 05:30:07 por d0vidmelo »


thipac

  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.130
Resposta #1 Online: 17 de Janeiro de 2013, 07:56:48
Parece interessante, mas o sensor não aumenta, temos que esperar os reviews  :snack:


Thales Souto

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (29)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 15.369
  • Sexo: Masculino
  • "Fotografia é um hobby viciante"
Resposta #2 Online: 17 de Janeiro de 2013, 09:10:21
Realmente muito interessante. Mas tem aquela máxima: "ninguém faz milagres".
Sony A7III (2x) + Tamron 28-75 2.8 + Samyang AF 45 1.8 FE + Sony G 12-24 f/4 + Samyang 14 2.8 + Godox + Benro TMA28A
"Polímeros, aulas, família e fotografia. Não necessariamente nessa mesma ordem...."
Meu canal no YouTube sobre fotografia: http://www.youtube.com/channel/UCCS35q7G_BRE6aVdXXEOKNg
Instagram: @souto_thales


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.585
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #3 Online: 17 de Janeiro de 2013, 09:33:08
Se tem uma coisa que aprendi nesse curto tempo de fotografia é que as leis da física não podem ser mudadas.
Pessoalmente não acredito no que a empresa alega. Deve haver uma jogada de marketing atrelado a cálculos inexatos.
Vamos esperar os reviews.

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


Alexandre Ranieri

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.097
  • Sexo: Masculino
  • Sempre aprendendo
    • Flickr
Resposta #4 Online: 17 de Janeiro de 2013, 09:36:33
Tópico de ontem sobre o mesmo assunto:

Metabones Speed Booster



- Cara, que foto bacana, que equipamento vc usa?
- Um dedo, olhos e um cérebro.
______________________________________________________________


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.585
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #5 Online: 17 de Janeiro de 2013, 10:15:23
Tava dando um olhada na fórmula f/number e lembrei do T/number...  :ponder:

Se a quantidade de luz captada é proporcional à área da abertura:


Então se as DF's foram diferentes e o f/number compensar a transmissibilidade, pode-se assumir que as objetivas tem indice de transmissão idêntico. Alguém mais entendido em matemática e física teórica consegue confirmar isso????

Em outras palavras: o adaptador não aumenta a transmissibilidade da objetiva adaptada. O T/number se mantém igual à objetiva original.

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.251
Resposta #6 Online: 17 de Janeiro de 2013, 13:46:03
Bom seria o Shalders para nos dar uma luz no assunto...

Existe uma confusão muito grande entre f-number  e  t-number. O f-number não diz exatamente o quanto a lente deixa passar de luz como a grande maioria pensa, o f-number é uma medida puramente  matemática resultante da divisão da distância focal pelo diâmetro da iris.



Existe uma relação quase direta e quanto menor o f-number, mais clara é a lente, e por isso o f-number é usado como padrão na área de fotografia para identificar o quanto de luz uma lente deixa passar. Mas não é uma medida precisa, é um cálculo matemático apenas e como consequência, pode ocorrer de duas lentes com o mesmo f-number gerarem fotometrias diferentes na mesma câmera, já que a quantidade de luz que o sensor recebe varia de acordo com a forma construtiva, qualidade dos vidros e outros fatores envolvendo a construção da lente. Isso é particularmente válido entre lentes fixas e zoons, quando muitas vezes as fixas são mais claras que as zoons, mesmo as duas tendo o mesmo f-number. A diferença normalmente é pequena, mas existe.

Já o t-number é a medida da quantidade exata de luz que a lente deixa passar, que é a transmissibilidade. É usado basicamente nas lentes de cinema, onde o controle da luz tem que ser muito mais rigoroso do que na fotografia. Um exemplo são as lentes Canon de mount EF feitas especificamente para cinema, onde ao invés do f-number, é especificado o t-number, como esta aqui:

CN-E24mm T1.5 L F


Teoricamente e pelos meus parcos conhecimentos, pelo fórmula do f-number uma vez que vc diminui a distância focal - o f da fórmula acima -, vc altera o número f - representado na fórmula por N. Uma f /1.0 significa uma lente de distância focal de 50mm com uma íris de 50mm de diâmetro. Se vc, através de um conversor, diminuir a distância focal para 25mm mantendo a íris de 50mm, o f-number será então f/0.5.

Agora, se isso afeta a transmissibilidade, ou em outras palavras, a quantidade de luz que efetivamente chega no sensor, aí já não sei.




« Última modificação: 17 de Janeiro de 2013, 14:02:14 por AlexandreS »

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


thipac

  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.130
Resposta #7 Online: 17 de Janeiro de 2013, 14:01:13
Bom seria o Shalders para nos dar uma luz no assunto...

Existe uma confusão muito grande entre f-number  e  t-number. O f-number não diz exatamente o quanto a lente deixa passar de luz como a grande maioria pensa, o f-number é uma medida puramente  matemática resultante da divisão da distância focal pelo diâmetro da iris.



Existe uma relação quase direta e quanto menor o f-number, mais clara é a lente, e por isso o f-number é usado como padrão na área de fotografia para identificar o quanto de luz uma lente deixa passar. Mas não é uma medida precisa, é um cálculo matemático apenas e como consequência, pode ocorrer de duas lentes com o mesmo f-number gerarem fotometrias diferentes na mesma câmera, já que a quantidade de luz que o sensor recebe varia de acordo com a forma construtiva, qualidade dos vidros e outros fatores envolvendo a construção da lente. Isso é particularmente válido entre lentes fixas e zoons, quando muitas vezes as fixas são mais claras que as zoons, mesmo as duas tendo o mesmo f-number. A diferença normalmente é pequena, mas existe.

Já o t-number é a medida da quantidade exata de luz que a lente deixa passar, que é a transmissibilidade. É usado basicamente nas lentes de cinema, onde o controle da luz tem que ser muito mais rigoroso do que na fotografia. Um exemplo são as lentes Canon de mount EF feitas especificamente para cinema, onde ao invés do f-number, é especificado o t-number, como esta aqui:

CN-E24mm T1.5 L F


Teoricamente e pelos meus parcos conhecimentos, pelo fórmula do f-number uma vez que vc diminui a distância focal - o f da fórmula acima -, vc altera o número f. Uma f /1.0 significa uma lente de distância focal de 50mm com uma íris de 50mm de diâmetro. Se vc, através de um conversor, diminuir a distância focal para 25mm mantendo a íris de 50mm, o f-number será então f/0.5.

Agora, se isso afeta a transmissibilidade, ou em outras palavras, a quantidade de luz que efetivamente chega no sensor, aí já não sei.

Muito bom a explicação, então teremos que esperar os reviews desse adaptador se ela é capaz de fazer milagres mesmo!


Alexandre Ranieri

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.097
  • Sexo: Masculino
  • Sempre aprendendo
    • Flickr
Resposta #8 Online: 17 de Janeiro de 2013, 14:07:28
Teoricamente e pelos meus parcos conhecimentos, pelo fórmula do f-number uma vez que vc diminui a distância focal - o f da fórmula acima -, vc altera o número f - representado na fórmula por N. Uma f /1.0 significa uma lente de distância focal de 50mm com uma íris de 50mm de diâmetro. Se vc, através de um conversor, diminuir a distância focal para 25mm mantendo a íris de 50mm, o f-number será então f/0.5.

Agora, se isso afeta a transmissibilidade, ou em outras palavras, a quantidade de luz que efetivamente chega no sensor, aí já não sei.

Ou seja, a redução no número f seria apenas a utilização da fórmula matemática e o fabricante usando isso como estratégia de marketing.

Por palpite e um pouco de lógica, não sei se é possível aumentar a transmissibilidade de luz apenas com um conversor.

Mas, esperemos os reviews.

- Cara, que foto bacana, que equipamento vc usa?
- Um dedo, olhos e um cérebro.
______________________________________________________________


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.251
Resposta #9 Online: 17 de Janeiro de 2013, 14:31:12
Realmente não sei. Este adaptador é uma espécie de TC ao contrário, conjugado com uma correção óptica que altera a distância de registro da lente fazendo com que lentes com distância de registro maior, como as EF, possam ser usadas em baionetas preparadas para uma distância de registro menor, como as Nex ou micro 4/3. E TC's realmente introduzem perda de luminosidade decorrente do aumento da DF. Pode até que essa diminuição da DF realmente se traduza em ganho de luminosidade.

Questão interessante, vou acompanhar..





« Última modificação: 17 de Janeiro de 2013, 14:32:18 por AlexandreS »

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


clac

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 857
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 17 de Janeiro de 2013, 14:41:38
Vou dar a minha humilde opinião... Baseado no texto do link ai:
Dizer que ele aumenta a entrada de luz é absurdo... A não ser que tenha uma força tal que consiga desviar os raios de luz próximos, atraindo-os e fazendo uma quantidade maior deles passar pela lente... Mas bem... Tenho certeza que ele não tem.
E dizer que ele transforma numa FF? Pff... Ele simplesmente age "reduzindo" a distância focal da câmera. Quer dizer, normalmente, se você usar uma lente pra FF num sensor cropado, o sensor não vai captar toda a imagem projetada. Mas essa parada ai, diminui o tamanho da imagem projetada, fazendo com que ela tenha aproximadamente o tamanho do sensor cropado.
Ora, mas se você usar uma lente que já projeta a imagem no tamanho certo pro sensor? Usando a lógica chego que é, grosso modo, como você usar uma lente pra DX num sensor Full-Frame.
Voltando ao inicio do meu texto, quando ele fala de clarear a lente, não é aumentando a entrada de luz. É simplesmente convergindo um número maior de raios de luz para cada ponto, pois ele vai "condensar" a imagem. Entende? Se ele vai projetar a imagem com, supondo, metade da área, o número de raios de luz vai ser, em cada ponto dessa área, o dobro do que seria se fosse projetado na área inteira. ACHO que é isso. E, sinceramente, não me parece uma boa.
Principalmente por que ele vai diminuir a qualidade óptica não? Quer dizer, quanto mais coisa você colocar entre a lente e o sensor, maior a chance de dar merda, de perder qualidade. Correto?
Veja, estou falando sem nenhuma base teórica, apenas usei a lógica. Pode ter algo que eu não saiba, sei lá. Alguém me corrige ai qualquer coisa...
-----------------
PS: Ah, quando eu falei que não vale a pena, é por que assim... O número de raios de luz pode dobrar por ponto, mas não vai dobrar por elemento. Acho que disso que não fui claro. Depois escrevo. Agora vou comer.
« Última modificação: 17 de Janeiro de 2013, 14:44:21 por clac »


Carcarah

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.301
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 17 de Janeiro de 2013, 14:51:08
Clac, sua lógica me ajudou a pensar nessa solução e acho que ela pode ser válida em corpos dx com lentes fx. Justamente pelo seu raciocínio. Saquem as objetivas de suas cÂmeras e projetem a imagem que passa por elas em um papel. Aproximem e afastem a objetiva do papel para identificar a relação entre diâmetro da imagem e intensidade da luz no foco. tal como fazemos com uma lente de aumento para queiar um papel.
平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;
Todas as críticas, ideias e sugestões contidas nas minhas mensagens refletem uma opinião pessoal e não correspondem necessariamente às convicções dos criadores e colaboradores do fórum. Se você ficar magoado com alguma crítica que lhe fiz não precisa cortar os pulsos ou tomar cicuta, foi só uma opinião que não marcará sua pele delicada.
-----===== Você pode escrever o que quiser, o que importa é que escreva =====-----


clac

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 857
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 17 de Janeiro de 2013, 15:18:16
Terminei de comer! Vamos ver se agora consigo dizer por que não acho uma boa... Tá, ele aumenta a intensidade da luz reduzindo a área. Como disse antes, "O número de raios de luz pode dobrar por ponto, mas não vai dobrar por elemento." Ou seja... se eu fotografar uma caixinha de Mupy, a imagem do Mupy vai ser reduzida também. O número de fótons que ia "desenhar" o Mupy no sensor continua o mesmo, com ou sem isso (na verdade, com, como não é uma lente perfeita, haverá perdas). Não se ganha informação! Apenas concentra. E isso é ruim! Quer dizer... um número menor de células vai receber informação. Mas as que receberem, vão receber mais informação! Entende? Essa é a desvantagem do sensor cropado pro FF! Mais informações pro célula!


Carcarah

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.301
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 17 de Janeiro de 2013, 15:25:49
ok, entendi a perda de pontos por polegada, mas ainda tenho que raciocinar o ganho (ou perda) de luminosidade. Mas, só de noite, agora não da ahhahaha
平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;平和はあなたと一緒に;
Todas as críticas, ideias e sugestões contidas nas minhas mensagens refletem uma opinião pessoal e não correspondem necessariamente às convicções dos criadores e colaboradores do fórum. Se você ficar magoado com alguma crítica que lhe fiz não precisa cortar os pulsos ou tomar cicuta, foi só uma opinião que não marcará sua pele delicada.
-----===== Você pode escrever o que quiser, o que importa é que escreva =====-----


clac

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 857
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 17 de Janeiro de 2013, 18:40:48
Então Carcarah... Acho que é isso, você perde DPI, mas cada célulazinha será estimulada o dobro. Quer dizer, ele "transforma" uma lente de distancia focal f em uma de distancia focal 0,71f. Como distância focal é linear, temos que uma projeção de área a, passará a ter a área (0,71^2)a=0,5041a. Pouco mais da metade. Como um elemento a mais causará algumas perdas de informação (raios que serão refletidos, desviados, etc...), ele consegue com isso aumentar +/- um ponto... Mas não me parece bom pagar 600 réis em algo que te fará perder qualidade, por um ponto. Prefiro aumentar o ISO.
Vocês já viram que eu não me canso de ser redundante? É que eu quero atingir 5000 posts até o fim do ano. Estou com inveja do Mad... Putz, devia ter postado isso separadamente...  :hysterical: