Autor Tópico: Fotografia de moda - Quanto cobrar?  (Lida 3736 vezes)

nathaliamillen

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 1
Online: 18 de Abril de 2013, 11:13:47
Olá pessoal, venho aqui para debater sobre a pergunta mais famosa do mundo fotográfico pra quem está entrando nessa carreira, o tal do "Quanto cobrar?"

Eu já li vários artigos, discursões aqui no fórum mesmo e já consegui chegar ao meu preço mínimo através de algumas técnicas (indico esse: http://www.michelteosin.com.br/blog/como-saber-quanto-cobrar/)


PORÉM, ainda assim tenho as minhas dúvidas quanto à fotografia de moda (área que pretendo atuar). Dentro desse ramo, o que posso cobrar barato e o posso cobrar caro? O que é mais caro e o que é mais barato na moda?


Thiago

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 19
  • Sexo: Masculino
    • PIXEL Imagem Digital
Resposta #1 Online: 18 de Abril de 2013, 16:52:42
Oi Nathalia! Eu trabalho com fotografia de moda e posso te dizer que esse cálculo que você postou através do link é um ótimo começo!

Da minha experiência, eu digo sempre que existem 3 fatores que fazem um trabalho valer a pena e o job tem que atender a pelo menos um deles pra eu aceitá-lo:

DINHEIRO
às vezes o trabalho é ingrato, você sabe que não vai ficar bonito nem parar no seu portfolio, mas por algum motivo (número de fotos, por exemplo), você pode cobrar um valor interessante para você.

TESÃO
às vezes o trabalho paga mal, mas tem uma ideia muito bacana e as pessoas envolvidas são criativas. Você sabe que o resultado vai ficar bonito e por isso pode valer a pena cobrar um pouco menos, para viabilizar o projeto. Isso não quer dizer "fazer de graça", nunca faça nada de graça pois irá desvalorizar seu trabalho.

NETWORK
Ok, o trabalho não vai pagar bem, nem vai ficar bonito como você gostaria, então porque fazê-lo? Às vezes, muuuito às vezes, vai acontecer de o trabalho não rolar nem pelo dinheiro, nem pelo tesão MAS ele pode abrir alguma porta interessante, você pode conhecer algum bom contato que possa lhe trazer trabalhos mais interessantes no futuro. Essas situações são de risco e a taxa de retorno é baixa, mas às vezes vale a pena arriscar.

Da parte mais objetiva, posso dizer que os editoriais para revistas e sites pagam muito pouco (ou quase nada ou nada) mas oferecem vitrine para você expor seu trabalho. Os ensaios para agência de modelos também pagam cada vez menos, mas você pode usar como laboratório para experimentar iluminação, direção, etc. Já se você for clicar um catálogo ou uma campanha para alguma marca pode cobrar melhor, pois o trabalho será dobrado e é possível que você não ganhe os créditos.

Espero ter ajudado!  :)