Autor Tópico: Problemas pessoais interferem?  (Lida 428 vezes)

lucas marco

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 118
Online: 22 de Abril de 2013, 13:48:04
Discussão pra tratar de um tema meio delicado entre as pessoas...
Recentemente passei por um problema pessoal meio chato e acabei dando uma desanimada, recusando eventos, saindo de casa sem a câmera, e quando ia fotografar, errava tudo, quase todo o material ficava ruim...
Alguém já passou por algo semelhante? Terminou um namoro, divorciou, brigou com um amigo de anos, perdeu familiares ou pessoas importantes. Acredita que as fotos tendem a ir pra um lado mais obscuro, fotos em PeB, mais melancólicas que o normal?
Conhece alguém que já desistiu da fotografia? Ou que depois de tudo, ganhou uma dose de ânimo e fez um trabalho muito melhor?

Obrigado por passar por aqui...
" Ter condições de ser o que eu sou e deixar bem mais que saudade quando eu me for ... "


Marcelo Rezende

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.398
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo Rezende Fotografia
Resposta #1 Online: 22 de Abril de 2013, 13:51:24
Dificil nao ter um grau de interferencia no trabalho e vice-versa.......quem consegue é muito firme!
Espero que ja esteja detonando!  :ok:

Abraço!
M Rezende


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.130
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #2 Online: 22 de Abril de 2013, 14:02:15
Cara, isso é completamente normal, nosso humor influencia demais nossas fotos. É algo que temos que nos policiar bem, porque os clientes não têm nada a ver com nossa vida pessoal...

Eu já percebi faz um tempo que, quando não gosto muito do casal, minhas fotos de casamento saem mais "normais". Mas quando eu me dou bem com eles, ou com pelo menos um deles, as fotos tendem a ficar bem melhores, mais criativas. Sem perceber eu acabo me esforçando mais. Se esforçar mais por um cliente que você gosta eu não vejo problema. Agora se esforçar de menos por um cliente que você não gosta é algo bem ruim, e que tento evitar a máximo...

Mas algo sempre acaba se refletindo nas fotos, não tem jeito.



André Luis Jacob

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.309
  • Sexo: Masculino
    • Jacob Fotografia Criativa
Resposta #3 Online: 22 de Abril de 2013, 15:18:25
é normal sim cara, mas depende do seu momento, eu ja tive momentos ruins que eu fotografava justamente pra "excluir" isso da mente, depende muito a situaçao


Mike Castro

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.916
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 22 de Abril de 2013, 15:38:07
Em 2006, meu avô morreu numa terça feira à tarde. Viajei de carro de Mga até Tapes RS, de madrugada para ir ao funeral do velhinho, fiquei lá até terminar o funeral, dar um consolo à vovó, etc.... Cheguei sexta à noite em Mga, e no sábado fui pra um casamento, tão desanimado, acho que foi o casamento mais arroz-com-feijão da minha vida.

Além do cansaço físico de dirigir 14 horas seguidas, toda hora lembrava do velho...

Tenho um filho de um ano e oito meses, já aconteceu dele ficar ruinzinho no sabadão a noite, eu no evento e ela me ligar... Além de eu não poder ir levá-lo ao médico, fico chateado...
Hoje, eu deixo meu pai, meu irmão e meu tio de sobre-aviso. Se ela precisar vai ligando até alguém aparecer. Deixo tbm dinheiro à mostra, para táxi e medicação, etc... Telefones úteis à mostra, (Farmácia, ponto de taxi, pizzaria, etc...)

Cara, isso é completamente normal, nosso humor influencia demais nossas fotos. É algo que temos que nos policiar bem, porque os clientes não têm nada a ver com nossa vida pessoal...

Eu já percebi faz um tempo que, quando não gosto muito do casal, minhas fotos de casamento saem mais "normais". Mas quando eu me dou bem com eles, ou com pelo menos um deles, as fotos tendem a ficar bem melhores, mais criativas. Sem perceber eu acabo me esforçando mais. Se esforçar mais por um cliente que você gosta eu não vejo problema. Agora se esforçar de menos por um cliente que você não gosta é algo bem ruim, e que tento evitar a máximo...

Mas algo sempre acaba se refletindo nas fotos, não tem jeito.



Pior que comigo acontece parecido, srsrsr

Fiz um ensaio um dia desses, de um casal. Pensa num cara chato, na hora que entrou no estudio, já mandou um "Agiliza logo aí que eu não gosto de foto não..." Aí ficou um clima ruim, fiz umas fotos normalzíssimas deles...


pauloserafin

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 40
  • Jesus não é uma tese, Jesus é real!
    • Fotografia com amor
Resposta #5 Online: 22 de Abril de 2013, 15:51:51
Você transmite em suas fotos toda a sua cultura e em sua cultura está inserido também o seu comportamento, estado de espírito e etc. Isso é natural, mas se você consegue perceber que não é legal tenta mudar pra melhor, claro, você vai ter que superar esta ruptura no tempo. Mas nada que Deus não possa resolver.

Fica tranquilo.
/
vox&serafin fotografia
pauloserafin@ymail.com / isabelavox@ymail.com
www.voxeserafin.com


kelsam

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 40
  • Sexo: Masculino
  • A simplicidade é o último grau de sofisticação.
    • Kelsam
Resposta #6 Online: 22 de Abril de 2013, 18:19:33
Já passei por algo parecido.

Bom... na minha opinião, a fotografia é um reflexo dos nossos sentimentos. Nós expressamos o que sentimos na hora de fotografar.
Você pode perceber que se você estiver mais alegre, vai procurar tirar fotos mais vivas, com muita iluminação. Da mesma forma, quando estiver, digamos... pra baixo... vai querer tirar fotos mais tristes, em preto e branco; da chuva; etc...
Eu gosto de tirar fotos quando estou assim, acabam saindo boas.
Às vezes pode ser bom estar meio pra baixo, na hora de tirar fotos, mas às vezes pode atrapalhar :(

Mas fica de boa aí, rapaz. Tem todo o nosso apoio :)


spiderman

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.410
Resposta #7 Online: 22 de Abril de 2013, 19:07:46
No inicio, quando eu dava a opção a alguns clientes de usar ou não usar as fotos em meu portfólio, e o cliente pedia para eu não usar, confesso que fazia a sessão bastante desanimado.
Por causa disso resolvi não dar escolha. Se a pessoa não quiser aparecer deve procurar outro fotografo. Respeito o direito de escolha das pessoas mas eu também tenho o direito de escolher em que condições trabalhar.
Campanha de crowdfunding pra lançamento do livro - Retratos pra Yayá

Acesse e apoie: www.catarse.me/retratosprayaya


Fernandez

  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.319
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 22 de Abril de 2013, 19:12:37
Cara, difícil não misturar as coisas mesmo, mas uma coisa é certa: tudo passa! não interessa qual o problema, tudo dá-se um jeito, mesmo das piores situações pode tirar algo de proveitoso. As vezes leva tempo, mas o jeito é bola pra frente e se apegar aquilo que te faz bem. Apenas como exemplo, eu com 18 anos perdi minha mãe muito nova, ela tinha só 35... Foi horrível, desanimei de tudo por um tempo... Mas vi que não ia ter jeito, e com o tempo fui retomando as atividades, ocupando a cabeça, bola pra frente... =] O que não pode é desanimar e deixar a peteca cair... Ainda mais quando se vê que tem talento pra coisa, já percebi que tu é um cara bem criativo, um bom olho pra fotografia... Aquelas fotos do skate de dedo, sensacionais, uma das melhores que já vi por aqui. Não abandona, isso pode te levar longe.
Abraço e o que quer que tenha sido, espero melhoras pro amigo.

Abração
Tecpix + motorola do guga


Rafael Lima

  • Trade Count: (28)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.696
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo de natureza e observador de aves
Resposta #9 Online: 22 de Abril de 2013, 21:06:31
 :snack:
Ornitólogo e fotógrafo de natureza.
Canon 7D Mark II - EF 300mm f/4 L IS USM - TC 1.4x II
Meu WikiAves
Meu Flickr
Meu 500px