Autor Tópico: Especialistas ganham mais?!  (Lida 550 vezes)

Marcelo Rezende

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.398
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo Rezende Fotografia
Online: 28 de Abril de 2013, 15:31:17
Em quase todas as areas de atuação, geralmente um especialista é mais valorizado que um generalista, vejam os textos:

http://pme.estadao.com.br/noticias/noticias,fotografa-se-especializa-em-fazer-imagens-de-bebes-e-fatura-r-20-mil-por-mes,2841,0.htm

http://www.viniciusmatos.com.br/voce-e-um-especialista/

O que vcs pensam a respeito?

Abraço,
M Rezende


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.310
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 28 de Abril de 2013, 16:10:02
Pra mim é um tanto óbvio isso, por várias razões.

Mas ainda é difícil passar este entendimento para todos os contratantes de produtos fotográficos.

De cada 10 orçamentos que recebo, 7 eu repasso pra outros fotógrafos, por não estarem dentro do que eu acho que sei fazer.

Me pedem fotos com modelos, fotos de empresários (uma vez fui obrigado a fazer uma, pois estava na empresa, até que não ficou ruim), fotos de eventos, etc. O importante é termos uma rede de indicações de confiança.

L.


Rafael.l

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.871
Resposta #2 Online: 28 de Abril de 2013, 22:08:48
Concordo com o Claudio Rombauer, querer abraça tudo acaba sendo no máximo mediano, é muita coisa pra o cara querer dominar todos os seguimentos, não só na fotografia


spositom

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.430
Resposta #3 Online: 28 de Abril de 2013, 22:55:45
Pra uma empresa "eucomigo" ou o  freela especialidade é um ótimo diferencial, ainda mais se for um alto grau de dificuldade, mas pra coordenar (ter uma produtora) tem que ser larga abrangência e a melhor profundidade possível.


Marcelo Rezende

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.398
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo Rezende Fotografia
Resposta #4 Online: 29 de Abril de 2013, 09:23:47
  Penso que essa discussão é importante para quem esta no inicio da profissionalização (como eu) pois ser um especialista nao é só definir um segmento, por exemplo casamento, still, esportes e dizer que é especialista. Para ser percebido (e entao comprado) como um especialista é necessário experiencia, vivencia, enfim, "horas de vôo".
  Para quem esta começando alem de faltar a experiencia muitas vezes falta ainda percepção do segmento de fotografia que vc mais gosta e maturidade para assumir se vc atua bem em tal segmento, se eexistem pontos fortes em seu trabalho...nao adianta so gostar e escolher.
  E as contas nao param para esperar vc se especializar  :D.

  E ai...?
 
  Abraço,
  M Rezende


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.310
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 29 de Abril de 2013, 09:59:30
  Penso que essa discussão é importante para quem esta no inicio da profissionalização (como eu) pois ser um especialista nao é só definir um segmento, por exemplo casamento, still, esportes e dizer que é especialista. Para ser percebido (e entao comprado) como um especialista é necessário experiencia, vivencia, enfim, "horas de vôo".
  Para quem esta começando alem de faltar a experiencia muitas vezes falta ainda percepção do segmento de fotografia que vc mais gosta e maturidade para assumir se vc atua bem em tal segmento, se eexistem pontos fortes em seu trabalho...nao adianta so gostar e escolher.
  E as contas nao param para esperar vc se especializar  :D.

  E ai...?
 
  Abraço,
  M Rezende

Ninguém se especializa no dia em que compra a câmera, não é da noite pro dia que isso ocorre.

Com o tempo você percebe se vai valer a pena se especializar e em que segmento.

Nada impede o fotógrafo de continuar no estilo "quitanda", vendendo de tudo, se ele gostar assim e viver bem com isso, na boa.

« Última modificação: 29 de Abril de 2013, 09:59:57 por Claudio Rombauer »


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #6 Online: 29 de Abril de 2013, 11:24:37
Vou fazer um paralelo com a advocacia.

A pessoa sai da faculdade verde, sem saber muita coisa do mercado e da realidade da profissão. Ele estagiou em escritório-modelo, escritório de advogado, em Procuradoria Jurídica e tals... mas não tem a visão geral do mercado, sem a maturidade de um advogado experiente (por óbvio).

Aí se lança ao mercado... Inicialmente ele nem tem o conhecimento nem a competência de se especializar em nenhuma área, mesmo que durante a faculdade tenha nascido nele um grande amor por uma área específica. Ele começa generalista (qualquer causa que lhe bata à porta ele aceita - afinal as contas tb batem à porta). Com o passar o tempo (e algumas vezes serão necessários muitos anos para isso) ele se dedica a uma área específica, Direito Comercial, Direito Bancário, Direito Previdenciário, Direito Penal, Direito, Direito, Direito....

A única exceção que conheço a esse cenário geral é quando o cara já se forma e se insere ou num grande escritório especializado em uma determinada área ou quando ele entra no escritório familiar (pai, tio, avô) que seja especializado em uma área.

Me parece que com a fotografia é parecido.

Inicialmente se aceita vários demandas diferentes... Com o passar do tempo o cara vai se especializando, ou naquilo que lhe dá mais prazer, ou naquilo que lhe dá mais renda.
Esse processo todo pode ser muito rápido, ou muito demorado.

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.130
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #7 Online: 29 de Abril de 2013, 11:34:56
Eu acho que praticamente em todas as áreas os especialistas ganham mais. Quanto mais você investe em uma única área, mais você conhece e vai fazer aquilo bem, cada área tem suas peculiaridades e macetes, precisa ter experiência e vivência. E simplesmente não dá pra você ter uma boa experiência em todas as áreas, tem que restringir.

Especializar demanda estudo, investimento, então é normal cobrar a mais por isso, pois seu trabalho certamente vai sair melhor do que de um não-especialista, isso pra mim é bem claro.

Eu ainda estou na fase de aceitar (quase) tudo o que aparece, pois (ainda) não posso me dar ao luxo de trabalhar apenas com casamentos. Mas cada vez mais me especializo nesse área, todos os meus estudos, livros, palestras, e também equipamento e site, tudo está sendo voltado para a fotografia de casamentos.

Abraços